28.8.10

COMUNICAÇÃO SAUDÁVEL





“[...] feriu o Senhor a Nabal, e este morreu”.
1Sm 25.38

A língua pode dar vida ou matar o casamento. Pode ser remédio ou veneno, fonte de vida ou de morte. O casal precisa ter sensibilidade para se ouvir e pressa para atender as suas necessidades. Deve ser companheiro, confidente, consolador. Deve ser pródigo nos elogios e cuidadoso nas críticas; pontual nos compromissos, verdadeiro nas palavras e leal nas atitudes. Deve tratar o cônjuge com carinho na intimidade e com respeito em público. Valorizar seus dons e encobrir suas deficiências. Ministrar a abundância do seu amor e não lhe sonegar o seu perdão. Nada mata mais o romantismo no casamento do que uma comunicação rude.

A Bíblia fala acerca de Nabal, marido de Abigail. Ele era um homem rude e duro no trato. Suas palavras eram ferinas. Ele era um homem intratável. Tinha mania de grandeza. Queria ser o que não era. Era beberrão, briguento. Seu fim foi trágico, sua história um rastro de vergonha. Não há relacionamentos saudáveis sem uma comunicação generosa.

Ore


Como diz a tua palavra, Senhor, que eu seja pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para me irar. Que meus lábios sejam usados como um manancial que traz vida ao meu lar. Por Jesus.

Pense


Não há casamento feliz sem uma comunicação saudável.

Nenhum comentário: