29.3.14

Políticos frequentam drive-thru de oração em Brasília, diz pastor

Fernando Moreira, no Page Not Found

O músico Júlio Duarte de Souza, de 30 anos, enviou ao PAGE NOT FOUND o relato abaixo. O morador de Brasília registrou com câmera a atividade em um drive-thru de oração na capital federal. Ele chegou até a entrevistar um pastor no local:

“Que sanduíche, que nada! A moda agora na nossa capital federal é o Drive-Thru de oração. Tudo porque a Igreja Universal do Reino de Deus de Brasília resolveu inovar nos serviços prestados aos fiéis. Desde o início do mês, quem passa de carro pela EQS 212/213, Área Especial, na Asa Sul do Distrito Federal, pode receber bênçãos ali mesmo, sem sair do veículo. É coisa rápida: você para o carro, o pastor se aproxima, pede pra você colocar a cabeça pra fora da janela, ele te benze, te entrega um papel com umas orações e você segue o seu caminho. Tudo isso sem pagar nada!”

“De acordo com um pastor que não quis se identificar, a tenda do Drive Thru de Orações funciona das 8h às 20h, de domingo a domingo, atende a mais de 400 motoristas por dia e por enquanto o serviço ainda não é cobrado. ‘É uma promoção para os fiéis’, disse ele. Ainda segundo informações do pastor, em horário de pico rolam até uns engarrafamentos. Vários parlamentares já foram vistos no local recebendo suas bênçãos, mas o tal pastor achou melhor não citar o nome de nenhum”.


fotos: Júlio Duarte de Souza

Fonte: Pavablog

28.3.14

Álcool, drogas e sexo: jovens começam antes dos 15 anos

Os brasileiros começam a consumir álcool por volta dos 15 anos, três anos antes do permitido pela lei. O dado é do 2º Lenad (Levantamento Nacional de Álcool de Drogas) realizado pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e divulgado nesta quarta-feira (26). O Brasil tem 20% da população com idade entre 15 e 24 anos, ou seja, é um País jovem, mas que consome álcool sem moderação e cada vez mais cedo, sem distinção entre homens e mulheres.

A pesquisa foi realizada com 1.742 jovens de 14 anos a 25 anos de 149 municípios do Brasil.

Ainda conforme os dados da pesquisa, praticamente metade dos jovens consome álcool e esta taxa é de 26% entre os menores de idade. Entre os que relataram beber, 36% bebem semanalmente — mulheres consomem quatro ou mais doses e homens cinco ou mais. A cerveja é a bebida que mais participa destes eventos sociais.

Cigarro

Sobre o consumo de tabaco, os jovens relataram iniciar concomitantemente com o álcool, por volta dos 15 anos. A pesquisa mostrou que 5% dos meninos menores de 18 anos e quase 18% dos homens entre 18 e 25 anos ainda fumam.

A maconha é a droga ilícita mais usada no Brasil, com quase 5% da população tendo consumido a substância no último ano. O uso é mais comum no sexo masculino (8,3%), contra 1,4% entre as meninas. No entanto, as mulheres consomem mais cocaína do que os homens.

Segundo o coordenador do levantamento, o psiquiatra Ronaldo Laranjeira, do Inpad (Instituto Nacional de Políticas Públicas do Álcool e Outras Drogas), o comportamento feminino chama a atenção.

— O perfil das mulheres jovens está se modificando e esta tendência ficou bem clara na pesquisa. É a luz amarela piscando.

Uso do preservativo

Em relação ao uso de preservativo, os dados chamaram a atenção. Quase um terço dos rapazes e 38% das mulheres declararam não utilizar camisinha quase nunca ou nunca em suas relações sexuais. Quase 32% das meninas entre 14 e 20 anos já engravidaram ao menos uma vez.

Para a pesquisadora Ilana Pinsky, as mulheres ganharam mais espaço na sociedade, mas precisam entender que seu organismo é diferente do masculino.

— As mulheres se sentem mais independentes, o que é positivo, mas precisam entender que algumas atitudes geram consequências negativas e as colocam em situações de risco.

O 2º Lenad revelou que a maioria dos adolescentes de até 16 anos está na escola e o analfabetismo nessa faixa etária é quase inexistente. Entretanto, 18% dos jovens estudados não trabalham nem estudam e quase 20% desta população inativa recebe auxílio financeiro do governo, na sua maioria (85%) proveniente do Bolsa Família.  Com informações R7

26.3.14

TV Globo mostrará personagem evangélica em cenas de nudez e sexo

O flerte da TV Globo com os evangélicos parece não ter ido adiante, e a emissora pode ter voltado à antiga fórmula usada para atrair audiência: cenas de nudez e sexo em meio às tramas que são narradas em seus folhetins. A próxima personagem feminina evangélica que deverá causar incômodo aos cristãos é Marinalva, interpretada por Nanda Costa, na série O Caçador.

Marinalva é uma ex-prostituta que se converteu ao Evangelho e largou a promiscuidade. Na trama, ela tentará provar a inocência do personagem André, interpretado por Cauã Reymond.

Apesar de usar roupas que cobrem o corpo, cabelo preso e se manter comportada, a ex-prostituta será mostrada nua em flashbacks, em cenas de sexo, durante o tempo em que atuava como garota de programa.

“Sou uma atriz que se joga no trabalho, adoro desafios. A Marinalva está totalmente sem sex appeal, entrou para a igreja e está ali, toda coberta, mas já teve um passado de garota de programa. Em cena procuro sempre dar o meu melhor, me surpreender comigo mesma. Gosto de desafios” afirmou Nanda Costa, que frequentou cultos de igrejas evangélicas como laboratório, e pegou dicas com uma prima evangélica a respeito do comportamento, figurino, etc.

Para Nanda Costa, atuar em cenas que exigem nudez não é um problema: “Visto a roupa da personagem, não tenho problema em me despir, para mim, a arte não tem limites”, disse a atriz que já foi capa de revista masculina. “A gente tem que saber onde está a sensualidade, a fragilidade, a beleza, a feiúra. A minha vaidade maior é estar contando a história da forma mais verdadeira possível. Se ele estará sexy ou não, isso não tem problema”, acrescentou.

A estreia do programa está marcada para o dia 11 de abril, por volta das 23h30, de acordo com informações do portal Uol.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

25.3.14

Pagliarin comenta interdição da Rádio Vida e celebra nova emissora

Do Guia-me
Há pouco mais de 20 dias, a Rádio Vida (96,5 FM) foi interdidada e proibida de continuar com suas atividades. Na última quarta-feira, 20/03, o pastor Juanribe Pagliarin (o então responsável pela emissora) comentou a intervenção em um texto publicado em sua página oficial do Facebook.

A intervenção foi feita por agentes da Polícia Federal e da Anatel. A organização reguladora das telecomunicações no país indicou a existência de irregularidades no alcance da emissora.

Por ser uma rádio de São José dos Campos, a 96.5 FM não poderia ter o seu transmissor em Mogi das Cruzes - o que permitia que seu sinal entrasse na cidade de São Paulo, desrespeitando uma das normas estabelecidas pela Anatel. Os motivos estavam registrados pelos agentes, que também exibiram uma mandado de Busca e Apreensão, emitido pela 1ª Vara Federal de Mogi das Cruzes.

Segundo o líder conta em seu texto, a interdição o pegou desprevenido, porém a ordem não foi por ele desacatada.

"Sou advogado e sei que ordem da Justiça é para ser obedecida. Esclareço que não houve da parte dos agentes qualquer arrogância, truculência ou violência. A cortesia foi de parte a parte", disse.

Pagliarin também afirmou ser vítima de perseguição, pois indicou diversas outras emissoras que também estão em situação irregular e não foram interditadas.

"Ocorre que há, na cidade de São Paulo, 39 emissoras FMs. Destas, 16 NÃO SÃO da cidade de São Paulo e transmitem normalmente há anos, apesar de suas outorgas serem de munícipios diferentes. São elas: Alpha (FM 101,7) e Rock (FM 89,1) de Osasco, Nativa (FM 95,3) e Mix (FM 106,3) de Diadema, Energia 97 (FM 97,7) e Rede Aleluia de rádio (FM 99,5) de Santo André, Sulamérica Trânsito (FM 92,1) de Mogi das Cruzes, Tupi (FM 104,1) de Guarulhos, Terra (FM 97,3) de Atibaia, FM 98,1 de Itatiba, Bandeirantes (FM 90,9) de Itanhaém, Expressão (FM 106,9) e Scalla (FM 102,1) do Arujá, 106 Love (FM 105,7) e Tropical (FM 107,9) de Itapecerica da Serra. Nenhuma dessas emissoras atende completamente aos requisitos estabelecidos pela lei. Então, por que só a Rádio VIDA FM 96,5 foi retirada do ar, sem sequer dar à sua Diretoria o direito de explicar tal fato ao seu imenso público?", contestou.

Celebração
Apesar das dificuldades com a interdição da 96.5 FM, o pastor celebra hoje o que ele considera um presente de Deus.

"Deus nos entregou o que parecia impossível: a melhor e mais importante emissora da cidade de São Paulo: 92,5 FM!
Hoje, à meia-noite, ela não transmitirá mais a programação da Iguatemi Prime - que migrará para outro dial - e passará a transmitir a programação que São Paulo (e o Brasil) tanto ama", destacou.

Apesar do novo nome ("Feliz FM"), o pastor esclarece que a programação continuará sendo a mesma de antes.

"É POR ISSO QUE eu, FELIZ, comunico a você que a mais potente emissora da Capital será FELIZ FM 92,5, com a mesma programação e conteúdo que você ama!", disse.

A "Feliz FM" também terá este nome nas seguintes capitais, onde já está funcionando 24 horas / dia: Salvador (FM 92,3), Curitiba (FM 92,9), Natal (FM 97,9), Porto Alegre (FM 105,9), Recife (FM 105,7), Brasília (FM 101,3), Maceió (FM 99,1), João Pessoa (FM 107,7), Fortaleza (FM 90,7) e Londrina (FM 91,3), inclusive em Lisboa (FM 89,1).
Com informações de TudoRadio.com

22.3.14

Convenção Batista atrai não crentes dando armas de presente em troca de incentivo à fé nos EUA

arma
(Foto: Flickr/Ken Wilcox)
Bíblia e arma

Para tentar atrair indivíduos não crentes para a igreja, a Convenção Batista do estado do Kentucky, sudeste dos Estados Unidos, promove eventos beneficentes onde cidadãos têm a oportunidade de receber armas em sorteios.

Uma vez que chegam no evento, os não crentes são informados sobre o cristianismo, além de escutar a Boa Nova de Jesus. Em seguida, concorrem a uma variada gama de armas, que inclui armas de fogo, armas longas e armas de tiro doadas como prêmio para o evento.

"Os fundadores de nossa nação têm prevista sua liberdade de culto como direito de escolha, assim como nossa liberdade para proteger e fornecer segurança para nós e nossas famílias", diz um anúncio do evento.

O ganhador do sorteio recebe um voucher para resgatar a arma em uma loja de armas da região. Antes disso, a pessoa é submetida a toda uma avaliação, para determinar se algum tipo de antecedente criminal, além de comprovar que está dentro dos limites legais para ter porte da arma.

A iniciativa controversa foi criticada por outros membros de convenções batistas locais, que consideram errado entregar armas em nome de Jesus, já que é algo que vai contra o que Ele prega em Sua Palavra.

"É irônico que usem armas para atrair homens para ouvir uma mensagem sobre Jesus, que disse 'tirai a espada'", afirmou o reverendo Joe Phelps, da Igreja Batista de Louisville. "Você pode imaginar Jesus dando armas, ou torradeiras ou rifas? Ele doou pão uma vez, mas isso foi como um sinal, não como um discurso de vendas", completa.

Como argumento, a Convenção Batista de Kentucky insiste que os eventos são destinados a doar armas para proteção ou para a caça, e não por violência plena e sem fundamentos. O órgão também revela que o sorteio teve grande aceitação e foi "muito eficaz".
Com informações do The Christian Post.

Nação historicamente cristã mas 60% nunca ouviu falar do milagre da multiplicação de pães


Do Gospel Prime
Parece brincadeira, mas um estudo realizado pela Sociedade Bíblica Britânica revelou que 25% dos britânicos acredita que o Super-Homem, um dos heróis mais famosos dos quadrinhos é mencionado pela Bíblia.

Criado pelo desenhista judeu Jerry Siegel (em parceria com Joe Shuster), o personagem tem influências bíblicas na sua história, incluindo referências claras a Moisés, Jesus e à história de Israel. Isso pôde ser visto claramente no seu filme mais recente.

Contudo, uma pesquisa realizada pela Sociedade Bíblica no Reino Unido mostra que os britânicos confundem personagens de ficção com personagens bíblicos. Um terço da população não sabia dizer o que era o Jardim do Éden, enquanto outro terço acredita que a história de Harry Potter é baseado em algum relato religioso.

Ao mesmo tempo, cerca de 30% não sabia dizer onde na Bíblia aparecem as figuras de Adão e Eva, 50% não sabiam que a Arca de Noé é uma história bíblica, 60% nunca ouviu falar do milagre da multiplicação de pães e 90% não conhece o rei Salomão.

A falta de conhecimento dos britânicos chamou atenção, especialmente por que no passado o país foi berço de grandes pregadores, seminários renomados e um centro para a evangelização mundial.

Baseado nesses dados, a Sociedade Bíblica está defendendo que é necessário difundir mais o conhecimento das Escrituras entre os cidadãos do país, onde a maioria pertence nominalmente à Igreja Anglicana. Segundo seu presidente, Richard Chartres, “o conhecimento das histórias bíblicas faz parte de nossa cultura”.

De fato, a história da formação Reino Unido está intimamente ligada a questões religiosas, sendo um dos primeiros países a brigar com o Vaticano pelo direito de traduzir a Bíblia na língua do povo. Com informações Acontecer Cristiano.