28.2.09

Sobre Esta Pedra

Jesus pediu resultados de boca de urna! Ele perguntou aos seus discípulos o que o público achava dele, sobre sua identidade (Mateus 16:13). Os apóstolos responderam que as pessoas tinham várias idéias sobre quem Jesus era, e depois ele pediu as opiniões dos apóstolos (16:14). Pedro, sempre o porta-voz do grupo, expressou sua crença sobre Jesus, “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”. Jesus prometeu “edificar” sua igreja nesta verdade (16:18).

Jesus estabeleceu sua igreja através do trabalho dos apóstolos no Dia de Pentecostes (Atos 2). Algum tempo depois, o evangelista Filipe foi instruído pelo Espírito Santo a aproximar-se do carro de um oficial do governo etíope que estava voltando de seu louvor em Jerusalém e a acompanhá-lo (Atos 8:26ff). Ao ouvir a pregação de Filipe, o eunuco perguntou, “Que impede que seja eu batizado?” (8:36). A resposta de Filipe foi que, se o eunuco cresse com todo seu coração, ele poderia ser batizado. A confissão feita pelo eunuco claramente manifestou sua crença sobre Jesus: “Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus”. Nossa fé nesta verdade sobre a identidade de Jesus é fundamental à nossa salvação, e a confissão que fazemos com nossas bocas é a expressão natural daquela fé.

O apostolo Paulo afirmou a necessidade de crer e confessar para gozar da salvação. “Porém que se diz? A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração; isto é, a palavra da fé que pregamos. Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação” (Romanos 10:8-10).

Filipe disse ao eunuco que crer era uma necessidade antes do batismo, e o eunuco respondeu confessando que Jesus é o Filho de Deus. Paulo escreveu que devemos acreditar nos nossos corações que Deus levantou Jesus dos mortos, mas o eunuco não disse nada a respeito da ressurreição de Jesus. Há uma contradição entre o que o eunuco fez e o que Paulo escreveu que era necessário?

A diferença entre as duas passagens pode ser entendida ao observar a ligação entre a divindade de Jesus e sua ressurreição. Para os romanos, Paulo observou que Jesus foi declarado ser o Filho de Deus com poder através da ressurreição dos mortos (1:4). A ressurreição foi o milagre que confirmou a declaração de Jesus de ser o Filho de Deus (veja João 5:17; 10:30-33).

Em Romanos 10, Paulo apresentou a evidência (a ressurreição de Jesus) que leva à conclusão (que Jesus é o Filho de Deus). Aqueles que acreditarem que Deus ressuscitou Jesus dos mortos são obrigados a aceitarem sua divindade. Jesus declarava ser divino e ele tem que ser ... ou Deus não teria confirmado sua mensagem ao ressuscitá-lo dos mortos!

– por Allen Dvorak

Fonte: www.estudosdabiblia.net/

27.2.09

Polêmica no quadro negro

Início do ano letivo reacende discussão sobre ensino religioso.


O presidente da ABIEE, Euler Bahia: “Educação confessional é direito constitucional”











Às vésperas das comemorações do bicentenário do nascimento de Charles Darwin – o naturalista inglês que, há 150 anos, ao escrever A Origem das Espécies e propor a Teoria da Evolução, mudou totalmente a forma de a humanidade entender a natureza –, as escolas confessionais brasileiras têm sido alvo de pesadas críticas da imprensa secular por ensinar também o criacionismo nas aulas de Ciências. De tempos em tempos o debate sobre o assunto volta à tona. Desta vez, tudo começou quando um colunista do jornal Folha de São P

aulo reproduziu em seu blog na internet uma lição de criacionismo do Colégio Presbiteriano Mackenzie, um dos mais conceituados do país, para turmas da quarta série do ensino fundamental. Foi a deixa para o debate se espalhar pela mídia, o que pressionou o Ministério da Educação (MEC) a tomar uma posição contra a inclusão, em aulas de Ciências ou de Biologia, de qualquer perspectiva criacionista, mesmo em escolas confessionais. A autonomia dessas instituições para definir sua grade curricular chegou a ser questionada, num tom fortemente anti-religioso.


Leia mais>>


26.2.09

Deputado é afastado da função de padre por defender uso da camisinha

Luiz Couto também é contra a discriminação dos homossexuais.
Proibição veio após declarações dele terem sido publicadas em um jornal.

Do G1, com informações do Jornal da Globo


Na Paraíba, o deputado federal petista Luiz Couto, que também é padre, foi suspenso das funções de sacerdote. Ele é contra a discriminação de homossexuais e defende o uso de preservativos.

Veja o site do Jornal da Globo

A polêmica começou depois que as declarações do padre e deputado federal do PT, Luiz Couto, foram parar em um jornal do estado. O religioso defende o uso de preservativos, é contra o celibato dos padres e contra a discriminação de homossexuais.

O arcebispo da Paraíba, dom Aldo Pagotto, não gostou da entrevista e suspendeu as funções do padre, que está proibido de celebrar missa, batizados e casamentos.

“Lamentavelmente, declarações sumárias e ambíguas a respeito do uso de preservativos, união de homossexuais são posições diametralmente contrárias à orientação oficial do Vaticano. Isso é intolerável”, disse o arcebispo.

O padre e parlamentar afirma que falou como político e não como religioso. E disse que ainda não foi notificado oficialmente sobre a decisão.

“Eu vou continuar celebrando, posso celebrar na minha casa, com meus amigos, ou seja, o direito de celebrar, a ordem que eu recebi tem um caráter indelével, que ninguém pode tirar. Isso não significa nenhum combate aquilo que a Igreja tem na sua doutrina", afirma o padre e deputado.

A proibição é válida apenas para as 75 paróquias subordinadas ao arcebispo dom Aldo Pagotto. Para celebrar em outras igrejas, Couto poderá pedir permissão antes.

O arcebispo explica: o padre deputado pode voltar a exercer a função de sacerdote, desde que se retrate publicamente.

20.2.09

Todo carnaval tem seu fim

REVERENDO NILDO GOMES

“Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. (Romanos12.2)

O Brasil é conhecido como o país dos contrastes. E não é para menos. São milhões de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza, e uma minoria quase insignificante que detém a maior parte da renda.

No entanto, essas diferenças parecem desaparecer numa determinada época do ano: o carnaval. O carnaval é o contraste dos contrastes. E não pensem que é alguma forma de magia, ou que ele possui uma beleza tão ofuscante que é capaz de dizimar a tal vergonhosa diferença social, o contraste absurdo. Não!

Trata-se na verdade de uma simples fantasia, uma doce ilusão, que ao final de quatro dias (muitos mais, no caso da Bahia), mostra-se uma amarga realidade. Pessoas há que vendem bens, empenham valores, fazem empréstimos, ou gastam todas as suas economias para poder desfrutar o carnaval.

E, não faltam opções, desde as vagas nas escolas de samba, as fantasias para pular na rua, os trios elétricos, os bailes fechados... Tudo vale.

O saldo desses dias é lamentável. Varias pessoas contaminadas por doenças sexualmente transmissíveis, mulheres adultas e adolescentes grávidas, assaltos, mortes, crimes de todos os tipos, sem falar dos casos de overdose.

Um triste padrão do mundo, que trás não apenas dor, mas prejuízos emocionais e materiais, às vezes irreparáveis.

Contudo, ainda há uma Esperança. Para aqueles que crêem em Jesus como Senhor e Salvador de suas vidas, essa época é também uma época de oportunidades. Podemos dedicar um tempo especial para orar ao Senhor e pedir por nossas próprias vidas, para agradecer por sermos libertos, e principalmente interceder por aqueles que amamos e que estarão mergulhados por completo nessa festa.

Podemos recusar os banquetes do carnaval, e “provarmos da boa e agradável vontade de Deus”. Podemos mostrar que somos Luz no mundo, e ajudar as pessoas a não se amoldarem aos padrões errados desse sistema corrompido chamado “mundo”. Podemos levar-lhes a Palavra da Vida, mostrar o Deus que salva e renova nossa mente.

Esse é nosso desafio para esse tempo. Esse pode ser o começo da diminuição das vergonhosas diferenças entre os seres humanos.

Deus te abençoe!

Rev. Nildo Gomes
Igreja Batista em Vale Encantado
Vila Velha - ES
Colaborador do Portal Getsêmani
Fonte: www.getsemani.com.br/

19.2.09

Faz um milagre em mim

Lei de apostasia sob discussão

MUNDO MUÇULMANO - Em um artigo recente, um intelectual muçulmano questionou as leis apóstatas, e apresentou suas dúvidas sobre o assunto. O estudioso, Dr. Abdul Hamid al-Ansari disse:

“A lei de apostasia afirma que um muçulmano que rejeita o islã deve ser morto.” Mas al-Ansari desconsiderou essa lei como uma ‘arma política usada durante o primeiro século contra a oposição, contra escritores, intelectuais e jornalistas. Ele disse que muitos muçulmanos renunciaram o islã durante a vida do profeta Muhammed, mas ele não os matou. Os apóstatas que foram condenados à morte pelo profeta estavam sendo punidos pelos crimes cometidos contra muçulmanos ou por se unirem aos inimigos para lutarem contra eles, e não por abandonarem o islã. O Alcorão defende a pluralidade de religiões. A pena de morte para os apóstatas não é mencionado no livro. Ele apenas alerta uma possível punição, mas não neste mundo. Existem mais de 200 versos no Alcorão apoiando a liberdade religiosa.

Al-Ansari também admitiu que as minorias religiosas nos países árabes não desfrutam de todos os direitos do cidadão. “A inauguração da primeira igreja em Qatar foi recebida com uma onda de ódio. Temos que concordar que as minorias religiosas em nossa comunidade estão sujeitas à perturbação quando realizarem seus ‘rituais’ religiosos”, diz.


Tradução: Deborah Stafussi



Missão Portas Abertas

18.2.09

O milagre da multiplicação de CDs

‘Faz um milagre em mim’, o maior fenômeno musical evangélico do momento, repercute nas rádios seculares.

Cantor e compositor, Régis Danese acha que o hit ‘Faz um milagre em mim’ pode abrir mercados para a música gospel.

O cantor e compositor mineiro Régis Danese conseguiu mais do que pede a Deus na letra de seu maior sucesso musical, Faz um milagre em mim. Desde que lançou seu último trabalho, o CD Compromisso, puxado pela canção cujo primeiro verso diz “Como Zaqueu, eu quero subir o mais alto que eu puder”, em outubro do ano passado, Danese está saboreando bem mais que quinze minutos de fama. A música é um fenômeno, gruda na cabeça como chiclete e toca em todas as rádios evangélicas, seja qual for a igreja ou empresa que a controle – o que, por si só, já pode ser considerado um milagre, dada a acirrada concorrência, para dizer o mínimo, que caracteriza o setor. Faz um milagre em mim também é pedida pelos ouvintes de rádios seculares que tocam em geral funk e pagode, como a popular Nativa FM 96,5, uma das mais ouvidas do Rio de Janeiro.

“Nunca imaginei que uma canção cristã pudesse tocar numa rádio dessas, é difícil de acreditar”, diz Danese, ainda surpreso com o efeito do sucesso. Na Saara, região de comércio popular do centro do Rio, os alto-falantes dos boxes que vendem produtos evangélicos (originais ou não) despejam a canção nos ouvidos dos transeuntes o dia todo. Além de emissoras de rádio católicas, Faz um milagre em mim já foi executada até em centro espírita e em programas de TV como o do apresentador Raul Gil, da Rede Bandeirantes, e o TV Xuxa, da Globo. Tamanho sucesso – um milhão de cópias vendidas, segundo dados da gravadora Line Records – contrasta com a situação do cantor há alguns poucos meses. “Não digo que passei fome, mas para quem andava de carrão importado de repente não ter mais dinheiro para nada, com família para sustentar, é muito complicado. Mas, graças a Deus, isso mudou.”

Leia mais>>

17.2.09

Solidão pode ser tão nociva quanto o cigarro, diz especialista


Para especialista o isolamento social pode alterar funções do cérebro

O isolamento social prejudica a saúde e pode ser tão nocivo quanto fumar, de acordo com o pesquisador John Cacioppo, professor de psicologia da Universidade de Chicago e um dos mais renomados pesquisadores sobre solidão dos Estados Unidos.

Um novo estudo realizado por Cacioppo e outros pesquisadores da Universidade de Chicago indica que a solidão afeta o comportamento das pessoas e a forma como seus cérebros funcionam.

A pesquisa, apresentada durante a conferência anual da American Association for the Advancement of Science (AAAS), utilizou exames de ressonância magnética (fMRI) para estudar as conexões entre isolamento social e atividade cerebral.

Os especialistas verificaram que, em pessoas mais sociáveis, uma região do cérebro conhecida como estriato ventral ficou muito mais ativa quando elas observavam imagens de pessoas em situações agradáveis. O mesmo não ocorreu nos cérebros de pessoas solitárias.

O estriato ventral, crucial para o aprendizado, é uma região importante do cérebro, ativada por estímulos que os especialistas chamam de recompensas primárias (como a comida) e recompensas secundárias (como o dinheiro). A convivência social e o amor também podem ativar a região.

Leia mais>>

16.2.09

Como está o seu coração?

mascara1

COMO ESTÁ O SEU CORAÇÃO?

“O coração alegre aformoseia o rosto, mas com a

tristeza do coração o espírito se abate.”

( Provérbios 15:13 )

Não adianta! Por mais que a pessoa tente disfarçar, basta a gente olhar bem para ela, fixar em seus olhos e… pronto! Logo vemos um ar de tristeza escondido naquela expressão facial, à primeira vista, feliz. É… o que nasce no coração, de uma forma ou de outra, acaba sendo denunciado no rosto. Em algumas pessoas de forma mais explícita, em outras, menos.

Assim temos visto pessoas dentro da igreja denunciando, pelo rosto triste, pelo andar cabisbaixo, pelas expressões de constante preocupação e reflexão, um abatimento de espírito. Gente de todas as idades sem o brilho da formosura em seu rosto, anunciando com isso, tristeza no coração.

Nada para causar espanto ou admiração, pois depressões, tristezas, dúvidas, preocupações etc, fazem parte da nossa vida. São as aflições do tempo presente que, na visão paulina, “… não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.” ( Romanos 8:18 – RC ). No entando, o enfrentamento dessas intempéries não ocorre sempre sem ranhuras e desgastes. Por isso mesmo o espírito se abate e o rosto o denuncia.

Nasce então a pertinente pergunta: Como está o seu coração?

Nossa relação fraterna em Cristo nos impele uns na direção dos outros e nos encoraja a suprirmo-nos mutuamente. Minha vida é oferecida a Deus para ser usada como instrumento, ponte e até como o próprio suprimento para aliviar a dor no coração do outro e, ministrando cura pelo cuidado, propiciar regozijo ao seu coração. O resultado será a insinuação de um sorriso embelezador no rosto do nosso irmão.

Sejamos, pois, veículos de alegria para os corações e testemunhas de faces formosas, sofridas porém supridas, pois o nosso Deus realiza milagres extraordinários a partir dos nossos pequenos gestos de cuidado, amor e solidariedade.

Então vai sendo construída a dialética da vida em comunhão. Hoje sou suprido, serei supridor amanhã, servo de Deus mais amadurecido depois!

Amém!

Pr. Lécio Dornas

Ministério Lécio Dornas

Gilmar vira pastor e empresário do segmento gospel

Ex-zagueiro é braço direito da esposa e cantora evangélica Aline Barros. Na nova profissão, é dono de produtora, estúdio 3D e palco móvel

Fabrício Costa Rio de Janeiro


Na contramão dos ex-jogadores que sofrem psicológica e financeiramente com a aposentadoria, Gilmar dos Santos aproveitou o afastamento dos gramados para apostar na sua veia empresarial. Como a maioria dos outroras companheiros, confirma que não via a hora de oferecer mais atenção à família. Aliado à esposa e ao filho, ele passou a se dedicar ainda mais à igreja evangélica Comunidade Zona Sul, no Rio de Janeiro. Não só virou pastor, depois de oito anos de estudo, como despertou para o mercado gospel.

Fabrício Costa/GLOBOESPORTE.COM

Gilmar dos Santos é pastor auxiliar da Igreja Comunidade Evangélica Internacional Zona Sul, no Rio

Em vez de bolas, camisas e chuteiras, o ex-zagueiro de São Paulo, Palmeiras, Flamengo e Botafogo agora coleciona CDs, DVDs e muitos prêmios da esposa - também pastora da mesma igreja -, a cantora Aline Barros. Em 17 anos de carreira, ela lançou 20 álbuns - cinco em espanhol e quatro voltados para o público infantil. Vendeu cerca de 5 milhões de cópias e arrebatou certificações de Disco de Ouro, Platina Duplo, Platina Triplo e Diamante. Foi também a primeira brasileira do segmento evangélico a ganhar o Grammy Latino.

- A Aline (Barros) é um grande sucesso. Dentro do segmento gospel, ela é disparada a mais conhecida. Já o meu negócio com a música é nos bastidores. Eu me sinto realizado em trabalhar por trás das câmeras. Se antes eu era o famoso da família, agora a gente torce para sair na foto (risos) - brincou o empresário, de 37 anos, que viajou na última semana para o Nordeste a fim de confirmar 17 shows da esposa naquela região para abril deste ano.

Patrimônio: duas empresas e uma carreta reconhecida

Reprodução/Site oficial

Esposa Aline Barros, o filho Nicolas e Gilmar


Leia mais>>

14.2.09


Andorinha leva 13 dias para ir do Brasil aos EUA e surpreende cientistas

Andorinha-azul usada no estudo (Foto: AP)

Cientistas colocaram 'mochila' para rastrear andorinhas

Uma andorinha-azul fez o trajeto entre a Amazônia e o Estado americano da Pensilvânia em apenas 13 dias, surpreendendo cientistas do Canadá, que pela primeira vez conseguiram rastrear toda a rota migratória dessas aves individualmente.

A mesma andorinha-azul tinha levado 43 dias na sua "viagem" de ida - uma distância de cerca de 15 mil km -, quando migra para o sul para evitar o inverno no Hemisfério Norte.

Ao retornar na primavera seguinte, a ave atingiu uma velocidade média de 577 km por dia.

Em um estudo publicado na revista científica Science nesta sexta-feira, os pesquisadores afirmam ter descoberto que essa velocidade chega a ficar entre o dobro e o triplo do que se acreditava até agora.

'Mochila'

A pesquisa só foi possível graças a um minúsculo dispositivo de rastreamento colocados nas costas dessas pequenas aves, que têm peso médio entre 40 g e 50 g.

A "mochila eletrônica" pesa cerca de 1,5 g, e é normalmente colocada nas patas de pássaros maiores, como os albatrozes.

Até agora, os cientistas estudavam as andorinhas-azuis rastreando o voo de um bando inteiro com radares em distâncias curtas, e analisando seu comportamento nas suas paradas.

Para a atual pesquisa, os biólogos da Universidade de York em Toronto, no Canadá, colocaram os dispositivos de rastreamento em 14 tordos-do-bosque e 20 andorinhas-azuis, em agosto de 2007. Quando recuperaram cinco dos tordos e duas andorinhas em abril de 2008, ficaram surpresos com a velocidade de voo registrada.

Segundo os cientistas, as aves voaram de duas a seis vezes mais rápido na "viagem" de volta do que na ida, o que lhes dá uma vantagem sobre outras espécies na busca por um território propício para se reproduzirem.

Fonte:

Jovens com uma visão

A história de dois adolescentes que levantaram mais de 1 milhão de dólares para os órfãos da AIDS na África.


Os adolescentes norte-americanos estão se importando com alguma coisa.

De acordo com um estudo feito em 2005 pela Corporation for National and Community Service, aproximadamente 15,5 milhões de adolescentes – 55 por cento – participam de atividades voluntárias. O número de adolescentes voluntários é quase duas vezes maior que o de adultos, com 29 por cento. Os jovens voluntários somam mais de 1,3 bilhões de horas de serviços comunitários a cada ano, no EUA.

Leia mais>>

Trazendo a Arca - Me Rendo | Ao vivo no Japão

Novo recorde de bíblias

Em 2008, o Ano da Bíblia, Sociedade Bíblica do Brasil alcançou a marca inédita de 5,68 milhões de exemplares.

A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) acaba de divulgar os dados referentes à produção das Escrituras Sagradas em 2008. E as cifras foram recordes: ano passado, a entidade alcançou a marca inédita de 5.685.240 exemplares completos do livro sagrado distribuídos no Brasil. A esta quantidade somam-se ainda 542 mil novos testamentos, 2, 27 milhões de porções bíblicas e 190 milhões de seleções bíblicas. “É uma dádiva saber que milhões de vidas estão sendo atingidas pela Palavra de Deus”, comemora Rudi Zimmer, diretor executivo da SBB.
A este recorde soma-se outra importante conquista da Sociedade Bíblia: em novembro passado, a produção total da Gráfica da Bíblia, parque industrial da SBB inaugurado em 1995 em Barueri, na Grande São Paulo, ultrapassou a marca de 80 milhões de exemplares de bíblias e novos testamentos. Nada mau para um ano que foi consagrado pela SBB como o Ano da Bíblia. Além da distribuição no Brasil – através da comercialização e da doação de exemplares através dos vários programas sociais mantidos pela entidade –, a SBB exporta o livro sagrado para mais de 100 países, em 20 vinte diferentes idiomas.
Fonte: CristianismosHoje

Enfermeira é suspensa após orar por paciente

INGLATERRA (*) - Foi anunciado que os funcionários do NHS (Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido) que falarem sobre sua religião com os pacientes podem perder seu emprego.

Um documento do Departamento de Saúde alerta que, falar sobre religião com pacientes pode ser considerado incômodo ou intimidação.

O documento, publicado no mês passado, não apresenta exatamente o que é aceitável, mas declara que ações que demonstrem má conduta podem levar à demissão.

As notícias são particularmente irônicas para muitos hospitais, como os hospitais de Londres Saint Barth e Saint Thomas, que foram fundados, como muitos hospitais, por obra de caridade cristã.

Isto aconteceu depois que uma enfermeira cristã que havia sido suspensa por oferecer oração a um paciente foi chamada para retornar ao trabalho.

Seus superiores no NHS foram forçados a uma humilhante retratação depois que o caso provocou uma comoção nacional. Caroline Petrie recebu cautelosamente a proposta – mas não foi forçada a escolher entre sua profissão e sua fé.

A Senhora Petrie foi acusada de não demonstrar compromisso com ‘igualdade e diversidade’, e enfrentou uma audiência disciplinar. Deve-se destacar que o NHS de North Somerset oferece serviços como capelania e salas de oração para uso de seguidores de todas as crenças.

Porém, aqueles que a apoiam reinvindicam que ela foi uma vítima de discriminação religiosa. O NHS no distrito de North Somerset emitiu uma declaração dizendo que havia contatado a senhora Petrie e esperava que retornasse ao trabalho o mais rápido possível.

No entanto, acrescentou: “É aceitável oferecer apoio espiritual como parte do tratamento quando o paciente pedir. Porém, para as enfermeiras, cujo principal papel é fornecer cuidados de enfermagem, a iniciativa deve ser do paciente e não da enfermeira”.

“Enfermeiras como Caroline não precisam colocar sua fé de lado, mas crenças e práticas pessoais devem ser secundárias às necessidades e crenças do paciente, e aos requisitos da prática profissional.”

“Estamos felizes por tomarmos esta posição clara de modo que Caroline e outros funcionários continuem a oferecer cuidado de alta qualidade para os pacientes enquanto continuam comprometidos com suas crenças.”

A senhora Petrie, 45 anos, declarou que a proposta foi ‘uma boa notícia’, mas precisa de uma garantia firme de que suas crenças serão aceitas por seus superiores antes de reassumir suas funções como enfermeira substituta. Ela acrescentou que não sabia nada sobre a proposta de retornar ao trabalho até que o jornal entrou em contato com ela.

“Eles ainda não falaram nada comigo diretamente”, disse ela. “Não estou certa de querer voltar ao trabalho antes de saber quais serão as implicações. “Gostaria de saber quais são os termos antes de tomar minha decisão.”

“É muito difícil não perguntar aos pacientes se eles querem que eu ore por eles quando acredito que a oração é eficaz para os doentes. É uma questão de consciência para mim. Eu não deveria escolher entre ser uma cristã ou ser uma enfermeira.”

Petrie havia perguntado a May Phippen, 79 anos, se queria que orasse por ela no final da visita domiciliar. A senhora Phippen não se ofendeu e não fez uma queixa formal. Mas disse a outra enfermeira que achou aquilo estranho e que poderia ser considerado preocupante ou ofensivo por outros se fossem de outras crenças ou poderiam achar que precisavam de oração por estarem muito doentes.

A batista, que se tornou cristã dez anos atrás, após a morte de sua mãe, disse que suas orações tinham efeito real nos pacientes, incluindo uma mulher católica cuja infecção urinária desapareceu dias depois de ter feito uma oração.


Tradução: Cláudia Veloso
* Este país não se enquadra entre os 50 mais intolerantes ao cristianismo.

Fonte: Daily Mail
Extraído de

12.2.09

Ludmila Ferber - Os Sonhos de Deus

"Cura Divina da AIDS!"

Nascido em 20/8/1962 e criado na Zona Sul do Rio de Janeiro. Venho de uma família de classe média toda voltada ao espiritismo. Sou filho de Marilu Scalzo Legey e Milton Pereira Legey (In Memorium), famoso compositor das décadas de 50 e 60, autor de várias músicas famosas, dentre elas: Fósforo Queimado, Rolei Rolei etc. Meu pai era irmão de Aloysio Legey, diretor de núcleo de vários programas da Rede Globo de televisão (Criança Esperança, Desfile das Escolas de Samba, Show da Virada etc.), do qual sou sobrinho e afilhado. Fiz faculdade de Letras(Port/Ing) e academia de artes maciais (Jiu-Jitsu/faixa-preta). Aos 18 anos, herdei do meu avô materno uma construtora, Arthur Scalzo & Cia Ltda. Fiquei rico, tinha poder, mulheres, carros, viagens etc. e tudo mais que o mundo poderia oferecer de melhor.

"Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam" (Mateus 6:19)

Aos 21 anos, me tornei dependente químico e chegei a usar todas as drogas, tendo tido inclusive 3 overdoses. Com as drogas vieram a perda de caráter, da personalidade, a prostituição e a falência. Para tentar não cair de padrão de vida entrei na marginalidade e no mundo do crime, passando a comprar carros roubados, posteriormente roubando os própirios carros, emitindo cheques sem fundos, realizando golpes e participando de falcatruas. Fui preso, julgado e condenado a 23 anos pelos diversos crimes cometidos. Participei de diversas rebeliões, motins, greves de fome etc. Cumpri 8 anos em regime fechado em diversos presídios: Presídio Ary Franco (Água Santa), Instituto Penal Edgard Costa (Niterói), Presídio Hélio Gomes e Penitenciária Lemos Brito no extinto Complexo Penitenciário da Frei Caneca/RJ e 4 anos em regime semi-aberto no Instituto Penal Plácido Sá Carvalho no Complexo Penitenciário de Gericinó/RJ. Lá deparei-me com o Diretor Paulo Roberto Rocha, que tinha sido meu aluno de defesa pessoal quando fez prova para o DESIPE. Ele foi um dos precursores a incentivar o convênio para usar a mão de obra carcerária para trabalhar nas ruas, e posteriormente assassinado na Av.Brasil.

Em 1998, conheci a pessoa que me mostraria a palavra de Deus, e que hoje é a minha amada esposa, a Missionária Verônica Legey, uma Varoa Valorosa que foi obediente ao Senhor e me ganhou para Jesus indo me evangelizar no cárcere.

"Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem." (Mateus 19:6)

Em 2001, como falei, foi feito um convênio entre a Secretaria de Justiça, a Fundação Santa Cabrini, a Secretaria de Administração Penitenciária e a CEDAE, pelo então Governador do RJ, Anthony Garotinho e o diretor da CEDAE/Zona Oeste na ocasião, Alcione Duarte. Consegui então, um emprego digno onde trabalhei até Dezembro/2006 na CEDAE.

"Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça" (Romanos 5: 20)

Mas, depois de tantos pecados e orgias, colhi o que plantei. Descobri que estava com AIDS. Passei 3 anos tomando os coquetéis anti-retrovirais. Participei de uma campanha feita por um Pastor de Belo Horizonte/MG, que tem o Ministério da cura...

"Ele é o que perdoa todas as tuas iniqüidades, que sara todas as tuas enfermidades" (Salmos 103:3)

Deus continua operando os mesmos milagres de 2000 anos atrás, Deus curou-me da AIDS. Tenho os exames comprovando a cura. Basta aceitá-lo, arrepender-se, converter-se dos maus caminhos e ter Fé, pois sem Fé é impossível agradar a Deus.
Deus ainda me deu o Ministério do dom da Unção da Cura e Libertação, e para Honra e Glória do Senhor Jesus, temos sido usados como um canal abençoador de vidas por todos os lugares que passamos dentro e fora do Estado, para que o nome do Senhor seja Exaltado e Glorificado.
Hoje trabalho só pra Deus, sou Ministro do Evangelho, consagrado e ungido como Pastor, filiado a CIEADESPEL e CGADB, congrego na Assembléia de Deus MINAB - Santa Cruz/RJ - Direção: Pastor presidente Xavier e Missionária Ceni, onde sou o 2º superintendente da EBD.

"E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." (2 Crônicas 7:14)

"Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam." (Hebreus 11:6)

Este é apenas um resumo das maravilhas que Deus fez na minha vida. Convites para pregações, testemunho, palestras sobre dependência química, DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis), congressos etc, entrem em contato comigo:

Pastor Gilberto Legey
Tels.: (21)3394-5192 ou (21)9847-1444
E-mail: gilbertolegey@cooperadoresdedeus.com;
MSN: gilbertoscalzolegey@hotmail.com
Site: www.cooperadoresdedeus.com

10.2.09

Jojó de Olivença

O mar sempre me fascinou, mas eu não queria nada com o Criador do mar porque morria de vergonha virar crente. Achava que no dia em que me ligasse na de Cristo teria de virar um tremendo careta e largar o surfe junto com tudo de bom que a vida tem.

Mas no fundo minha vida era muito sem graça... todo dia a mesma coisa: um círculo vicioso que não me dava satisfação. Minha alegria durava pouco, e eu voltava ao mesmo vazio de antes. Meus pais me falavam muito do evangelho. Eu achava que esse papo de ser cristão não colava comigo. Eu sabia que tinha um Deus e que precisava de um encontro pessoal com Ele, mas só quando estivesse velhinho...

Quando já era surfista profissional, fui visitar meu irmão. Ele se tratava do vício das drogas internado numa casa de recuperação chamada Desafio Jovem de Feira de Santana. Lá eu vi um monte de gente com a cara transformada, eles tinham uma alegria e uma paz tão contagiantes que saí de lá irremediavelmente contaminado. Foi então que eu comecei a sentir medo da morte e de partir para a eternidade sem Deus. Decidi me entregar a Jesus por inteiro. Convidei-O a entrar na minha mente, coração, no meu sangue. Fiquei cheio dEle na minha vida. Comecei a ler e a praticar a Bíblia. 'De cara serei proibido de andar sem camisa! Ir à praia, então, nem se fala!', receava eu... Mas ao mesmo tempo tinha a convicção de que surfar era o que Deus reservava pra minha vida. Enquanto orava e encucava se surfar era bênção ou maldição, Deus me deu uma resposta instantânea: o título de campeão brasileiro de surfe, em 1988. Eu não era ninguém, mas Deus me pôs lá. Foi um presente e tanto! Deus me dera o dom de saber ficar sobre as ondas e isto seria motivo de bênção pra mim e muito mais gente. Fui viciado durante oito anos. Mexi com maconha, cocaína e enchia a cara pra valer.

Quando conheci a Jesus e descobri que confiar nEle é o maior barato. Meus olhos se abriram e percebi que tudo o que eu tinha antes era uma máscara muito grande. Com isso, a máscara caiu na hora e fui liberto. Para quem era tão pobre que só pegava onda em tábuas de madeirite e ganhou sua primeira prancha como prêmio numa competição, Deus deu o título de campeão brasileiro. Para um cara feio, magro e triste por causa das drogas, Deus deu alegria, muita saúde, energia física e a beleza do brilho no olhar. Para quem era escravo do sexo sem ter um amor de verdade, Deus deu Adriana, uma jóia rara, com quem me casei e constituímos uma linda família. Com Cristo as coisas vão sempre se encaixando.

FICHA TÉCNICA:
Nome Completo: Jocélio de Jesus
Local e data de Nascimento: Ipiaú (BA) - 20-07-67
Cônjuge: Adriana Gonçalves de Jesus Filhos (nome e idade): Kaipo Gonçalves de Jesus (6anos)
Herói: Jesus Cristo
A maior alegria da carreira: Quando conheci Jesus - Quando fui campeão brasileiro
A maior frustração: Fui expulso do mar no Hawaii por um local infeliz
Hobby: Pesca e Tênis
Equipes pelas quais já competiu: Billabong, Freitas Turismo, HD, Hot Water, Pena e JC Hawaii
Principais Títulos da Carreira Esportiva: 2 x Campeão Brasileiro 2x Top 16 do Mundo 2 x Hook of the Year 1 x Sport Men's Award Campeão Paulista Profissional Campeão Baiano

www.atletasdecristo.org

9.2.09

Aprendendo sobre Família com o pai do Filho Pródigo

O QUE É SER SANTO?



(Trecho do livro Oração para Viver e Morrer, páginas 38 a 41, por CAIO FÁBIO, 1994. Digitação de Dora Ramos)


Vejamos o que Jesus estava nos ensinando quando relacionou o tema da santidade à Palavra e aquilo que Deus faz a nosso favor.

1. O tema da Santidade conforme relacionado à Palavra de Deus (João 17:17). Para Jesus, a Palavra de Deus era o que poderia nos santificar. E para Ele não se tratava de uma definição de santificação esotérica e mágica. Ele não tinha em mente nenhum tipo de exposição mágica da alma humana à Palavra ao fim da qual a pessoa estivesse mais santa. Na sua mente não passavam aquelas "percepções" de que a mera exposição à Palavra santificava o ouvinte. Para Jesus, ser santificado tinha, na verdade, uma profunda e indissolúvel relação com a assimilação dos conceitos da verdade de Deus, mediante um aprendizado não apenas teórico e teológico da letra da Palavra, mas mediante a vivência da presença de Deus na história em conformidade com o padrão da Palavra de Deus feita verdade no coração.

Tal percepção da relação da Palavra com a vida deve nos comprometer com a confissão de que Deus é santo e com a vivência da santidade. Além disso, ela nos induz também a perguntar por dois conceitos básicos encontrados na prática de Jesus. O primeiro tem a ver com o conceito de Palavra de Deus no entendimento de Jesus. E o segundo é aquele relacionado a como Jesus, à luz de Sua interpretação da Palavra, entendia o tema da santidade.


Leia mais>>

Choques de consciência

Nos EUA, profissionais de saúde cristãos querem somente seguir suas crenças religiosas.




Os farmacêuticos Glenn Kosirog e Luke Vander Bleek voltarão em breve ao tribunal para defender que eles não deveriam ser forçados a distribuir contracepção de emergência, graças a uma recente decisão da Corte Suprema de Illinois.

O Tribunal declara que os empresários têm o direito legal de contestar uma ordem, criada em 2005, que obriga as farmácias a oferecerem a pílula do dia seguinte, determinação considerada uma violação das crenças religiosas dos requerentes.

“Se nós não podemos fazer uma decisão sobre quais drogas nós podemos ou não dar, que direitos nós temos como cidadãos americanos?”, pergunta Kosirog, membro da College Church, uma proeminente congregação evangélica em Wheaton, Illinois.

Leia mais>>



8.2.09

Oficina G3 - Pregação Valter

Israel X Palestina: Quem tem direito à terra?

Hoje essa tem sido a questão que não quer se calar; teria Israel direito à Terra da Palestina? Não seria Israel um invasor? Os palestinos não são historicamente anteriores à chegada dos Hebreus? No intuito de tentar dar uma pista sobre essa questão, disserto essa minuta, baseada em pesquisas feitas na Enciclopédia Barsa, em sites e livros islâmicos, em literatura secular, e de cunho teológico e revistas.


Localização Geográfica da Palestina

Palestina é a região que compreende a área geográfica situada entre o mar Mediterrâneo, a oeste, o deserto da Arábia, a leste, o rio Litani, ao norte, e o deserto de Neguev, ao sul. Dentro desses limites pouco precisos, inclui parte dos atuais estados de Israel, Jordânia e Egito. O pequeno território, com uma superfície aproximada de vinte mil quilômetros quadrados, constitui um corredor natural entre Ásia e África, muito disputado em todas as épocas, mais por sua posição estratégica que por suas escassas riquezas naturais. (Barsa)


Quem Foram os Primeiros habitantes da Palestina?

O Dicionário Bíblico de J. Davis descreve a etimologia da Palestina assim: “Os aborígines da Palestina eram indivíduos de uma raça robusta e de elevada estatura, de que faziam parte os enaquins – Js. 11:21-22; os refains – Gn. 14:5; os horreus, os emins, e os zanzumins – Dt. 2:10-23. Traços das primitivas raças continuaram a existir ainda quando Abraão ali chegou, todo o País era ocupado, principalmente, pelos amorreus e por outras tribos menores de Canaã; mas os filisteus e os fenícios ocupavam as costas do Mediterrâneo, e os heteus habitavam a fronteira norte e em Hebrom... a História primitiva da Palestina, antes da chegada de Abraão, é muito obscura...” (Dicionário Bíblico, J. Davis; página 441,Ed. Juerp). O que podemos notar na etimologia da Palestina é que ela era habitada por etnias diversas e descentralizadas, não podemos dizer que havia nessa região uma civilização estabelecida. Historicamente falando, os Egípcios foram à civilização mais bem elaborada do mundo antigo; o povo Hebreu quando chegou a região da Palestina tinham um modelo vivo de civilização, além de uma Lei muita bem estabelecida pelo seu líder Moises, que era instruído em toda a ciência do Egito (At. 7:22). A conquista da Região fazia parte da lógica histórica; pois um povo mais evoluído e estruturado, só poderia dominar e implantar suas Leis e seu sistema. Foi isso que fez o povo de Israel, usando sua experiência empírica/divina, o apanhado tecnológico dos Egípcios, a sabedoria do seu “monarca” Moisés - a retórica histórica só poderia se confirmar, os estado de Israel seria estabelecido. Toda história da Palestina foi desenrolada através do povo Hebreu, seria ilógico alguém querer arvorar que a Terra da Palestina não pertence aos Judeus. Além de Biblicamente, pois a Bíblia é clara sobre de quem é a terra (Gn. 12), a história não deixa dúvida, Israel tem direitos sobre aquela região. Dominou-a, dentro de uma ótica histórica aceita em âmbito geral, usando sua avançada ideologia de conduta moral, social e ética (digo isso, pois há vários países que foram instituídos da mesma maneira e ninguém duvida dos direitos dessas nações). Poderíamos dizer que Israel foi a primeira nação a elaborar um código de ética tão complexo e perfeito que sua ideologia passou por séculos e séculos e influência até hoje a nossa sociedade.

Leia mais>>

Formigas ‘conversam’ no formigueiro, diz estudo

Uma pesquisa das universidades de Oxford (Grã-Bretanha) e de Turim (Itália) mostrou que formigas costumam conversar entre elas, em seus formigueiros.

Segundo os pesquisadores, as rainhas emitem sons característicos dentro do formigueiro que produzem reações das operárias, o que reforça o status social da rainha, de acordo com o artigo publicado na revista Science.

De acordo com um dos pesquisadores, Jeremy Thomas, da Universidade de Oxford, o progresso da tecnologia permitiu a gravação dos sons das formigas nos formigueiros e a execução destas gravações sem que as formigas ficassem assustadas.

Ao colocar miniaturas de alto-falantes no formigueiro, especialmente fabricados para a pesquisa, e reproduzir os sons feitos por uma rainha, os pesquisadores conseguiram fazer com que as formigas ficassem em estado de atenção.

"Quando tocamos os sons da rainha elas apresentaram o comportamento ‘em guarda'. Elas ficavam imóveis com suas antenas estendidas e suas mandíbulas separadas por horas - se alguma coisa se aproximasse elas atacariam", disse.

Infiltrados

Apesar de ter uma sociedade muito bem defendida pelas operárias, as formigas também podem sofrer com infiltrados, segundo a pesquisa conduzida pelas universidades de Turim, Oxford e pelo Centro de Ecologia e Hidrologia de Oxfordshire.

Sons produzidos pela larva da borboleta europeia Maculinea rebeli, por exemplo, imitam os sons produzidos por formigas adultas, particularmente pela rainha do formigueiro.

"Pesquisas anteriores mostraram que parasitas sociais como estas larvas secretavam elementos químicos e usavam outras habilidades para conseguir se infiltrar em formigueiros", afirmou Francesca Barbero, pesquisadora da Universidade de Turim.

"Nosso novo trabalho mostra que o papel do som na troca de informações dentro de formigueiros foi muito subestimado e que a imitação do som fornece outra forma de infiltração para 10 mil espécies de parasitas sociais que exploram as sociedades de formigas."

Os pesquisadores usaram gravações de sons emitidos pelas larvas nos formigueiros hospedeiros.

Os resultados demonstraram que, depois que a larva foi aceita no formigueiro por meio da liberação de elementos químicos que imitavam os liberados por formigas, a imitação de sons de uma formiga adulta permite com que a larva avance socialmente.

"Nossas experiências mostraram que, em resposta aos sons emitidos pelas larvas, as formigas operárias protegiam elas de uma forma parecida com que protegiam suas rainhas", disse Karsten Schönrogge, do Centro de Ecologia e Hidrologia de Oxfordshire.

Fonte:

6.2.09

Menino nasce com 24 dedos na Califórnia

Menino com 24 dedos

Todos os dedos de Kamani Hubbard são perfeitos

Um menino nasceu na Califórnia com 24 dedos perfeitamente formados - seis em cada mão e pé.

Nascer com dedos a mais - condição conhecida como polidactilia - não é totalmente incomum, mas é raro um caso em que há dedos a mais em todas as extremidades.

O hospital de Bay Area, onde o menino nasceu, disse que os médicos não perceberam os dedos extras nos exames de ultra-sonografia durante a gravidez e nem mesmo quando Kamani Hubbard nasceu.

Seu pai, Kris, foi quem percebeu a anomalia.

A polidactilia é genética e o pai explicou que havia um histórico da condição na família. Mas ele acrescentou que o caso de seu filho é único.

"Alguns membros da família tinham seis dedos, mas não completamente desenvolvidos. Mas não os dedos do pé."

O pediatra Michael Treece, do St Luke's Hospital, na Inglaterra, disse que "se trata meramente de uma linda e interessante variação, e não é motivo de preocupação".

"Imagine que pianista poderia ser uma pessoa com 12 dedos. Imagine que tipo de violonista de música flamenga. Pense nas habilidades de datilógrafo", disse o médico.

5.2.09

A Bênção da Oração Matinal

JORGE RUSSO

Nosso dia recebe sua ordem e disciplina a partir da integridade do dia assim conquistada. Ela vai sendo buscada e achada na oração matutina. Vai sendo vivenciada no trabalho. A oração na manhã decide sobre o resto do dia. A vergonha quanto ao tempo desperdiçado, a fraqueza e o desânimo no trabalho, bem como a confusão e a indisciplina em nossos pensamentos e nos relacionamentos com outras pessoas freqüentemente têm sua
origem no desleixo da oração matinal.

A ordenação e o uso disciplinado do nosso tempo firmam-se quando procedem da oração. As tentações que brotam dos afazeres diários são vencidas pela busca de Deus. As decisões
concernentes ao nosso trabalho tornam-se mais fáceis e mais leves quando são tomadas diante da face de Deus e não no temor de homens. "Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor, e não para homens" (Colossenses 3.23). Até as tarefas rotineiras são executadas com mais paciência quando feitas a partir do conhecimento de Deus e do seu mandamento. A força para trabalhar cresce, quando pedimos a Deus que nos dê hoje a força que necessitamos para o nosso trabalho.
* (texto extraído do livro de Dietrich Bonhoeffer)

Em fim, vamos dar nossas primícias ao Senhor a cada manha. Orando e colocando nosso dia e nossas vidas diante dele. A melhor coisa que eu faço todas as manhas é me render a Ele e deixar que me guie pelas veredas da justiça. Certamente meu dia rende mais e a sensibilidade espiritual fica aguçada, podendo ser usado por Deus para abençoar outras vidas.

IS 26: 9 A minha alma suspira por ti durante a noite; e logo cedo o meu espírito por ti anseia, pois, quando se vêem na terra as tuas ordenanças, os habitantes do mundo aprendem justiça.

LC 21: 38 Todo o povo ia de manhã cedo ouvi-lo no templo.

Aqueles que têm fome e sede do Senhor, tem como prioridade a busca matinal e a oração.
Experimenta, antes de qualquer coisa, qualquer refeição, comida ou bebida, a busca pela palavra , a adoração e a oração com suplicas. Certamente o teu dia será diferente.
Vamos começar o ano orando e buscando o Senhor de todo nosso coração e de toda nossa força.

Paz para teu coração e um feliz e abençoado 2009.
Jorge Russo
ministeriotrio@gmail.com
www.ministeriotrio.com.br
Fonte: Portal IBC

Vereador paulistano quer CPI dos templos

Trabalhos na Câmara de São Paulo começam com polêmica sobre investigação em igrejas.

Na reabertura dos trabalhos legislativos na Câmara Municipal de São Paulo, ontem, ficou claro que a fiscalização sobre templos evangélicos será um dos temas mais polêmicos do semestre. Na primeira sessão do ano, o centrão – bloco formado por vereadores do PMDB, PTB, PR e legendas menores – e a oposição protocolizaram pedidos para a abertura de três Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) com objetivo de fustigar os evangélicos e, por tabela, atingir o prefeito Gilberto Kassab (DEM). Um pedido, apresentado pelo vereador Adilson Amadeu (PTB), propõe a investigação de todos os templos religiosos da cidade. A iniciativa surge na esteira da repercussão do desabamento do templo-sede da Igreja Renascer em Cristo, no bairro do Cambuci (zona sul), no último dia 18. A queda do teto do prédio provocou a morte de nove fiéis e deixou mais de cem feridos.



O pedido de investigação das igrejas irritou o líder do DEM, Carlos Apolinário, evangélico ligado à Igreja Assembleia de Deus. “Não vi o mesmo empenho dos vereadores em outros casos de desabamento”, questionou. Integrantes do centrão, Adilson Amadeu e Aurélio Miguel (PR) rechaçaram a acusação de que a CPI teria caráter meramente político. “Há um fato determinado”, disse Amadeu, referindo-se à tragédia da Renascer. Mas Miguel contemporizou, sugerindo que a Comissão apure irregularidades em todos os tipos de imóveis, e não apenas nos templos. “É a forma que temos de pressionar para trazer legalidade à cidade”, justificou o parlamentar.



No fim de semana, a Justiça paulista negou o pedido de interdição de 108 templos da Renascer, feito pela promotora Mabel Tucunduva, do Ministério Público. Ontem, os peritos da Polícia Científica terminaram o trabalho de campo no templo que desabou. O laudo da perícia, iniciada no dia seguinte à tragédia, deve sair em 30 dias. Foram retiradas oito das 14 tesouras, como são chamadas as estruturas que sustentavam o telhado. A partir de agora, as investigações seguem no Instituto de Criminalística, no Butantã. Mas ainda não há data definida para que moradores das casas ao lado do templo possam retornar. Ao todo, nove imóveis tiveram de ser interditados enquanto durarem os trabalhos de demolição, que seguem lentamente para evitar maiores danos às construções vizinhas.

David Quinlan - Abraça - Me

VIDA ETERNA