26.9.14

Ex-núncio tinha 100 mil arquivos com pornografia infantil, diz jornal

Foto de arquivo de 12 de agosto de 2011 mostra
Jozef Wesolowski, ex- núncio do Vaticano em Santo
Domingo (Foto: Erika Santelices/ Arquivo AFP)
A polícia do Vaticano encontrou mais de 100 mil arquivos de fotos e vídeos com pornografia infantil no computador do ex-núncio do Vaticano na República Dominicana Josef Wesolowski, preso nesta terça-feira sob acusação de pedofilia, publicou o jornal “Corriere Della Sera” nesta sexta-feira (26).

De acordo com o jornal, os arquivos contêm imagens e filmes baixados da internet, além de fotos “que as próprias vítimas tinham sido forçadas a tirar”. As crianças nas imagens têm idade entre 13 e 17 anos, são filmadas nuas e forçadas a ter relações sexuais entre si e com adultos, diz o jornal. Seriam 130 vídeos e mais de 86 mil fotografias. Outras 46 mil imagens teriam sido apagadas.

O periódico ainda afirma que a investigação criminal, que procura possíveis cúmplices de Wesolowski, suspeita de que o ex-núncio possa estar ligado a uma rede internacional de pedofilia.

A análise de e-mails e arquivos salvos no computador pode revelar a identidade das pessoas com quem ele se comunicou. A investigação considera todos os países por onde o ex-núncio apostólico (embaixador do Papa) passou antes de chegar a Santo Domingo, na República Dominicana.
 

Prisão domiciliar


Pela primeira vez, o Vaticano se dispõe a julgar penalmente um religioso, por abusos sexuais contra menores e posse de pornografia infantil.

Wesolowski é a figura mais proeminente da Igreja a ser presa desde que Paolo Gabriele, um ex-mordomo papal, foi condenado em 2012 por roubar e vazar documentos privados do Papa Bento XVI.

Diferente de Gabriele, Wesolowski não foi detido na prisão do Vaticano, poucos quartos anexados a um tribunal, mas foi colocado em prisão domiciliar em um apartamento do Vaticano por razões médicas.

Wesolowski foi afastado por um tribunal do Vaticano no começo deste ano e aguardava julgamento e acusações criminais.

Ele estava morando em liberdade em Roma, e vítimas de abuso sexual pediam sua prisão, expressando preocupação de que ele pudesse fugir.

O Vaticano disse que esta detenção reflete o desejo do Papa Francisco “que um caso tão grave e delicado seja tratado sem atraso, com rigor justo e necessário”.

O Vaticano anunciou em maio que os tribunais eclesiásticos puniram pelo menos 3.420 padres e religiosos nos últimos 10 anos. 

Com informações do G1

31.8.14

MALAFAIA APERTA, MARINA CEDE.


Decorridas menos de 24 horas do lançamento oficial de seu programa de governo, a candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, emitiu nota oficial para retificar o que havia prometido em relação à defesa dos direitos da população homossexual.
Alegando “falha processual na editoração do texto” divulgado, ela recuou em relação aos pontos mais polêmicos e rejeitados pelos pastores de denominações evangélicas, onde se abriga parte considerável de seu eleitorado.
Ontem, após a divulgação do programa, ao mesmo tempo que as redes sociais registravam manifestações de apoio da comunidade LGBT, pastores e políticos da bancada evangélica disparavam críticas, insinuando que Marina perderia o apoio do eleitorado de suas igrejas.
Um dos pontos que mais deixam evidente o recuo da candidata, que pertence à igreja Assembleia de Deus, é a supressão da promessa de “articular no Legislativo a votação da PLC 122″. O objetivo desse projeto de lei, que tramita desde 2006, é equiparar o crime de homofobia ao racismo, com a aplicação das mesmas penas previstas em lei.
Desde que surgiu, ele tem sido combatido pela bancada evangélica, com o argumento de que pastores que atacarem a homofobia em seus programas de rádio e TV também poderão criminalizados, o que seria uma restrição do ponto de vista da liberdade religiosa.
Outro recuo dos mais notáveis se refere à união entre pessoas do mesmo sexo. Na versão original, Marina prometeu “apoiar propostas em defesa do casamento civil e igualitária com vistas à aprovação dos projetos de lei e da emenda constitucional em tramitação, que garantem o direito ao casamento igualitário na Constituição e no Código Civil”. Na proposta modificada, ela diz que vai “garantir os direitos oriundos da união civil entre pessoas do mesmo sexo”.
Em outras palavras, ela vai se limitar a cumprir determinações legais já existentes, que surgiram do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que reconhecem a união civil entre pessoas do mesmo sexo e obriga os cartórios a registrar essas uniões. A promessa, portanto, apenas informa que a determinação do Supremo será cumprida. O que os gays reivindicam é uma lei que garanta o direito à união na Constituição. Isso os deixaria livres de mudanças nas interpretações do STF e do CNJ. Em outras palavras, teriam mais segurança.
Kit escolar. Marina se igualou à atual presidente Dilma Rousseff ao suprimir do programa a promessa de “desenvolver material didático destinado a conscientizar sobre a diversidade de orientação sexual e as novas formas de família”.
Em 2011, pressionada pela bancada evangélica no Congresso, Dilma interrompeu a distribuição de material didático que se destinava justamente a combater a intolerância nas escolas, afirmando que seu governo não faria divulgação de nenhum tipo de orientação sexual. De la cá para cá, Dilma tem sido duramente criticada pela comunidade LGBT por essa decisão. Na sexta-feira, com a divulgação de seu programa, Marina ganhou elogios de quase toda a comunidade, que voltou a se lembrar da atitude de Dilma.
O terceiro ponto mais notável é o que trata da aprovação do Projeto de Lei da Identidade de Gênero Brasileira, mais conhecida como Lei João Nery. Seu objetivo é regulamentar o direito à troca de nomes de transexuais e travestis, dispensando a enorme burocracia que são obrigados a enfrentar hoje. Marina havia prometido mobilizar a bancada de governo no apoio à lei. No texto divulgado ontem, ela suprimiu a intenção de trabalhar pela aprovação.

30.8.14

Plano de Marina Silva defende casamento gay



O programa de governo apresentado nesta sexta-feira (29) pela candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, afirma que, se eleita, a ex-senadora apoiará a aprovação de propostas que tramitam no Congresso Nacional para garantir o casamento civil igualitário, que permite a união entre pessoas do mesmo sexo.
Atualmente, uma resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão de controle externo das atividades do Judiciário, obrigou todos os cartórios do país a cumprirem a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), de maio de 2011, de realizar a união estável de casais do mesmo sexo. Além disso, obrigou a conversão da união em casamento e também a realização direta de casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. Porém, não há nenhuma lei no país que regulamente o assunto.
Com 242 páginas, o programa de governo de Marina está dividido em seis eixos principais. Na parte que trata sobre Cidadania, a candidata do PSBx ao Palácio do Planalto detalhou propostas de combate ao preconceito contra o segmento LGBT. Ao destacar sugestões, o programa diz que a candidata apoiará a aprovação do casamento homossexual no Legislativo.
"Apoiar propostas em defesa do casamento civil igualitário, com vistas à aprovação dos projetos de lei e da emenda constitucional em tramitação, que garantem o direito ao casamento igualitário na Constituição e no Código Civil", diz o conjunto de propostas do PSB para a disputa presidencial.
Apoiar propostas em defesa do casamento civil igualitário, com vistas à aprovação dos projetos de lei e da emenda constitucional em tramitação, que garantem o direito ao casamento igualitário na Constituição e no Código Civil"
 
Trecho do programa de governo de MarinaSilva que trata de propostas para o segmento LGBT
Ao ser questionada no evento partidário sobre se apoiaria projetos de lei que garantam o direito de casamento entre pessoas do mesmo sexo, Marina Silva disse respeitar e defender o Estado Laico e afirmou que, como presidente, terá o compromisso de assegurar direitos civis para "todas as pessoas".

“O nosso compromisso é que os direitos civis das pessoas sejam respeitadas. Queremos o respeito através do Estado laico tanto para os que creem quanto os que não creem. As pessoas têm sua liberdade individual e essa liberdade individual deve ser respeitada", disse.

Marina completou dizendo ter "a clareza e a defesa do Estado laico". "O Estado laico é uma contribuição dos cristãos protestantes, que durante muito tempo foram perseguidos. É uma proteção dos que não creem, para que não lhes seja imposto credo religioso. E dos que creem, para que possam professar sua fé", completou.

A socióloga Neca Setúbal, umas das coordenadoras do programa de governo do PSB, destacou que uma eventual gestão da ex-senadora terá o compromisso de garantir todos os direitos civis aos homossexuais.

 
"Nosso compromisso é com o combate radical ao preconceito contra a comunidade LGBT. Vamos defender os direitos dessa população. Direito à saúde, oportunidades e direitos civis da população LGBT", anunciou Neca, gerando aplausos da plateia.
Ao final da solenidade de lançamento do programa de governo, o coordenador das propostas eleitorais de Marina, o ex-deputado Maurício Rands (PSB-PE), disse que a candidata, apesar de ser evangélica, vai defender o direito de casamento civil entre pessoas do mesmo sexo.
"Ela será presidente de um Estado laico. Vai governar para todos os brasileiros. Vamos defender os direitos da comunidade LGBT, inclusive o casamento civil. Se a pessoa quiser casar, que case", enfatizou.
Indagado sobre se um eventual governo de Marina Silva se dedicaria a aprovar uma lei que garanta o direito de homossexuais se casarem, Rands foi taxativo:  "A forma será discutida depois. Mas é um compromisso muito forte com a comunidade LGBT."

Casamento gay no Congresso
 
Atualmente, há 17 projetos em tramitação no Congresso Nacional tratando das relações entre homossexuais. Dessas propostas, 16 estão sob análise da Câmara dos Deputados e uma, do Senado, este de autoria da ministra da Cultura, Marta Suplicy, histórica defensora do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Um dos projetos apresentados na Câmara é de autoria do ex-deputado federal Maurício Rands, atual coordenador do programa de governo de Marina Silva. Sua proposta, apresentada em 2005, permite que companheiros homossexuais sejam incluídos como dependentes de segurados do INSS. Outros deputados também já tentaram criar dispositivos para facilitar a união gay, como Jean Wyllys (PSOL-RJ), José Genoino (PT-SP) e Clodovil Hernandes (PTC-SP).
Por outro lado, há três projetos que pedem a revisão da decisão do STF que reconheceu como entidade familiar a união entre pessoas do mesmo sexo, apresentadas pelos deputados João Campos (PSDB-GO), Arolde de Oliveira (PSD-RJ) e Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), integrantes da bancada evangélica. Feliciano, que gerou protestos de militantes de movimentos sociais na época em que presidiu a Comissão de Direitos Humanos da Câmara, também apresentou projeto que convoca plebiscito sobre o “reconhecimento legal da união homossexual como entidade familiar”.

'Convicções religiosas'
 
Em 2010, ano em que disputou pela primeira vez a Presidência, Marina afirmou que, na opinião dela, o casamento é um "sacramento" e que aceitar a união entre pessoas do mesmo sexo iria contra suas convicções religiosas. Apesar disso, na ocasião, ela se disse a favor da “união de bens” entre homossexuais.

“Eu defendo os direitos civis da comunidade gay assim como eu tenho direito. Eu tenho direito de ter um plano de saúde com o meu companheiro. Na herança, às vezes as pessoas se dedicam a vida toda para conseguir um patrimônio e quando morre o companheiro lá vai a família tomando tudo. Isso é injusto”, comentou Marina durante a campanha presidencial de 2010.
Com informações do G1

16.8.14

MARINA EXPLICA POR QUE NÃO MORREU: A MÃO DE DEUS.

 Do Brasil 247
A ex-senadora Marina Silva falou pela primeira vez sobre o porquê de não ter embarcado no fatídico voo que decolou do Rio de Janeiro ao Guarujá, no dia 13, e matou Eduardo Campos.  "Foi providência divina eu, Renata, Miguel e Molina não estarmos naquele voo", disse ela, referindo-se à esposa de Eduardo Campos, Renata, ao filho Miguel, e também ao assessor Rodrigo Molina.
A declaração acentua o caráter religioso da ex-senadora Marina Silva, mas também poderá ser interpretada como um traço messiânico de alguém que talvez se sinta predestinada a ocupar a presidência da República. Marina tentou ser candidata pela Rede, mas, como não obteve o registro do partido, acabou se filiando ao PSB, para ser vice de Eduardo Campos. Agora, com a morte do ex-governador pernambucano, ela deverá ser ungida candidata pelos socialistas.
No dia da morte de Eduardo Campos, assessores de Marina Silva afirmaram, em off, que ele não foi ao Guarujá (SP), porque a agenda previa a participação do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que se aliou ao PSB e recebeu o deputado Márcio França (PSDB-SP) como vice em sua chapa. Ferrenha opositora da aliança com os tucanos, Marina vinha evitando compromissos com a presença de Alckmin.

8.7.14

Ataques israelenses matam 25 na Faixa de Gaza

Militares israelenses dizem que interceptaram um foguete sobre a área de Tel Aviv. A polícia de Jerusalém disse que um míssil atingiu um campo nos arredores da cidade.

Os ataques com foguetes vieram após um dia de intensos bombardeios israelenses contra a Faixa de Gaza. Pelo menos 25 palestinos foram mortos, entres militantes e crianças.

O premiê israelense, Binyamin Netanyahu, disse que militantes do Hamas estariam se escondendo atrás de civis palestinos e seriam, por isso, responsáveis pelas mortes.

A tensão na região se intensificou desde a morte de três jovens israelenses na Cisjordânia no mês passado, seguida do assassinato de um adolescente palestino.

O Exército israelense enviou reforços para a fronteira com Gaza, se preparando para uma possível invasão por terra. O governo havia autorizado a mobilização de 40 mil reservistas.
Guerra

Os combates desta terça-feira foram os mais pesados desde a ofensiva israelense contra a Faixa de Gaza em novembro de 2012.

A Casa Branca condenou o lançamento de foguetes palestino e manifestou apoio ao direito de Israel de "se defender".

O Exército israelense disse mais cedo que tinha como alvo cerca de 150 "áreas terroristas" em resposta aos mísseis disparados de Gaza.

Os bombardeios lançados por navios e aeronaves da Marinha tinha como alvo supostas bases e instalações militares do Hamas.

Mísseis atingiram residências de membros do Hamas. Um porta-voz do Hamas chamou o ataque israelense e "crime de guerra horrendo".

Em resposta, o grupo islâmico intensificou o disparo de foguetes contra cidades do sul de Israel. Com informações BBC Brasil

30.6.14

'Era o momento da minha oração' diz Thiago Silva

Capitão se afastou do grupo, sentou sobre a bola do jogo e fez uma prece

No último sábado, a Seleção Brasileira conquistou uma vitória sofrida diante do Chile, nas oitavas de final da Copa do Mundo. Antes da cobrança de pênaltis, uma cena chamou a atenção de quem assistia à partida: o capitão Thiago Silva se afastou do grupo, sentou sobre a bola do jogo e fez uma prece. Pelas redes sociais, muitos torcedores criticaram o jogador, dizendo que ele estava emocionalmente abalado e com ar de derrotado. O camisa 3 se justificou.

"As pessoas julgam sem saber o que está acontecendo! Para quem falou que eu estava derrotado nessa imagem aí sentado na bola! Estava muito enganado, sou brasileiro e não desisto nunca... Apenas queria um momento meu para fazer minha oração", escreveu o zagueiro.
Thiago não chegou a bater um pênalti, já que era o último cobrador. Após um empate em 1 a 1 no tempo regulamentar e nenhum gol na prorrogação, Brasil e Chile decidiram a vaga nas quartas de final nas penalidades.
David Luiz fez o primeiro, Júlio César defendeu o chute de Pinilla, William chutou para fora, o camisa 12 da Seleção parou Alexis Sanchéz, Marcelo converteu, Aranguíz fez o dele, Hulk desperdiçou e Díaz igualou o marcador. Neymar não decepcionou e marcou, então Jara mandou na trave e colocou o Brasil nas quartas de final. Com informações EI

28.6.14

“Mudança que Só a Cruz Pode Fazer”

Apenas frequentar a igreja nunca será o suficiente para que mudanças aconteçam em nossa vida; precisamos exercitar nossa total dependência do Senhor. Esse exercício se torna eficaz quando incorporamos a Palavra de Deus em nosso coração. O ensino da Palavra de Deus não tem sido prioridade hoje em dia no contexto das igrejas. Infelizmente, muitos cristãos não tiram nem um tempinho por dia para lerem e estudarem as Escrituras; não a consideram tão importante e negligenciam a afirmativa básica de Jesus em Mateus 22:29  “Respondeu-lhes Jesus: Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus”. O evangelho sem a Bíblia é Light, Fast Food – é artificial e sem nenhuma profundidade. Digo isso por experiência própria: as classes de Escolas Bíblicas Dominicais passaram a ficar cada vez menos frequentadas e vazias.Temos tempo para tudo, menos para a Causa do Senhor. Não estamos preocupados com as advertências do Senhor sobre a importância de conhecermos e praticarmos Sua Santa Palavra. Isso é tão sério que o Senhor adverte em Jeremias 23:29: “Não é a minha palavra fogo, diz o SENHOR, e martelo que esmiúça a penha?”  E Ele ainda nos exorta emTiago 1:23: “Porque, se alguém é ouvinte da palavra e não praticante, assemelha-se ao homem que contempla, num espelho, o seu rosto natural”.

           Não devemos apenas carregar a cruz quando somos obrigados, mas devemos carregá-la quando somos libertos pelo Senhor Jesus, reconhecendo que somente Ele nos ajuda a carregar a cruz.

          Em toda a Bíblia encontramos uma única passagem onde uma pessoa foi obrigada a carregar uma cruz. O texto esta registrado emMarcos 15:21, e é nosso texto para a presente reflexão: “E obrigaram a Simão Cireneu, que passava, vindo do campo, pai de Alexandre e de Rufo, a carregar-lhe a cruz”.

            Simão Cirineu foi obrigado a assumir a cruz, mas depois desse evento ele nunca mais foi a mesma pessoa, conforme veremos adiante; ele se tornou uma grande benção para a Igreja Primitiva.

          No registro do evangelista Marcos está relatado que Simão Cireneu estava vindo do campo, isso era pela manhã, haja vista que o “terror da crucificação” começava na hora terceira (às 9 horas da manha). É bem provável que Simão Cireneu estivesse trabalhando à noite inteira, guardando algum tipo de rebanho à noite e encerrando seu plantão pela manhã. Imaginem, depois de uma noite de trabalho cansativo, era fora obrigado a ajudar um “Desconhecido”, e que Desconhecido, a carregar uma pesada cruz ao Monte Calvário de aproximadamente 900 metros acima do nível do mar.

          Certamente Simão era africano, pois Cirene era uma cidade ao norte da África. Assim, nossos irmãos africanos também foram e são úteis no Propósito do Pai. Esse também foi o primeiro encontro da África com Jesus.
          Quando estudamos o texto em sua riqueza, vemos que Simão Cireneu carregou a cruz sob ameaça; talvez se aproveitaram de sua posição social e racial.
          Simão Cireneu é o retrato de muitos crentes hoje em dia que enxergam o Evangelho como um peso, um fardo, uma “pesada cruz”. Alguns dizem que somos pessoas caretas que nos reunimos em um lugar chato, artificial, e ficamos ouvimos um tremendo “bla- blá bla”. Nada mais longe da verdade.
          O Senhor nos adverte para não termos e não causarmos uma aversão ao Evangelho, para  não vermos a igreja como um lugar desconfortável e que Cristo não é, nunca foi e nunca será um fardo para ser carregado.

          O fato de Simão Cireneu ter carregado a cruz o fez dele uma benção, o que pode facilmente ser percebido quando o vemos novamente em cena, agora o registro é em Atos 13:1 “E na igreja que estava em Antioquia havia alguns profetas e doutores, a saber: Barnabé e Simeão chamado Níger, e Lúcio, Cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes o tetrarca, e Saulo.” Ele agora não carrega a cruz de forma forçada, agora ele é um servo fiel de Jesus Cristo. Esse Simão Níger, mencionado no texto acima é o mesmo Simão Cireneu de Mc 15:21. Agora, Simão Cireneu é um líder na Igreja Primitiva. Simão agora assume a cruz como sua e é um dos responsáveis para impor as mãos sobre Paulo e o enviar ao campo missionário.

          Tomar a cruz é fundamental para aquele que quer servir a Jesus Cristo, é isso que confere sentido à nossa existência e nos faz instrumento útil nas mãos de Deus. A vertente da cruz, em seu sentido mais amplo nos une a Deus e também ao próximo, nos reconciliando em só Corpo (Ef 2:16), sem nenhum tipo de diferença, raça, ou posição social.
          Quando assumimos a Cruz de Cristo, trabalhamos em um só propósito que é glorificar ao Rei Jesus e fazer Seu Nome conhecido aqui na Terra. Reconhecemos que há tanta deficiência e imperfeições no Corpo, mas isso não é por causa do Corpo, a Cabeça é Perfeita, mas os membros pensam e agem diferentes. Entretanto, são essas diferenças que nos fazem iguais. E como era diferente Simão Cireneu, negro africano do apóstolo Paulo, por exemplo, judeu, ex-fariseu, doutro da lei, mas ambos úteis no Reino no limite de suas instrumentalidades.

          Pode e deve haver diferença no Corpo de Cristo, mas não pode haver divergência. Com a vida de Simão Cireneu aprendemos que o Senhor honra àqueles que assumem a cruz e segue ao Senhor Jesus, não importando sua cor, seu status, posição social.

Unidos na mesma unção, na esperança da salvação.                                  
Gilvan Silva Santos, servo do Deus Altíssimo em espírito, alma e corpo (I Tes5:23)

4.6.14

Começou a guerra "santa"

Pastoral do Turismo da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil dá "cartão vermelho" ao que chama de "inversão de prioridades" no uso do dinheiro público do País e critica gestão do governo para a Copa do Mundo; entidade distribuirá folhetos nas 12 cidades-sede com ataques ao que chama de delegação de "responsabilidades públicas" a grandes empresas privadas, remoção de famílias e de espaços sagrados, entre outras críticas; Papa Francisco, ao contrário, é a favor da Copa e, apesar de não vir ao Brasil para o Mundial, assegurou que enviará uma mensagem contra o racismo; "O jogo vai começar e o Brasil se torna um imenso campo de futebol sem arquibancadas ou camarotes", diz texto da CNBB.

31.5.14

"Saiam do mundo online para se conectar com Deus" diz pastor americano.

Foto: Igreja Presbiteriana de Fairfax / Divulgação
Um pastor americano afirmou que Facebook e Twitter são inimigos das religiões na internet. Henry G.Briton publicou um artigo no Huffington Post dizendo que as redes sociais podem minar as religiões ao encorajar mensagens únicas para um público variado.

“Estou ficando cada vez mais convencido de que a mídia social podeminar religião por mensagens de "generalistas", colocando o valorno "curtir" e "seguidores" e distraindo as pessoas de umrelacionamento com Deus e com seus vizinhos mais próximos”, diz o pastor sênior da Igreja Presbiteriana de Fairfax, Virginia.

Briton ainda lembra que alguns religiosos já utilizam as redes sociais, como o Papa Francisco (Twitter), além de congregações que mantém páginas no Facebook e LinkedIN. Para o religioso, embora seja “tentador”, as pessoas devem utilizar o tempo que usariam nas redes sociais para focar em Deus e nos próximos. “Todos nós podemos nos beneficiar ao “desplugar” do mundo online por um dia ou um temporada, e achar serenidade e crescimento espiritual em uma conexão mais forte com Deus e as pessoas perto de nós”. Com informações do TERRA

28.5.14

PAPA AFIRMA QUE CELIBATO DE PADRES PODE MUDAR

Cidade do Vaticano (AFP) - O Papa Francisco afirmou que "o celibato dos padres não é um dogma" da Igreja, ao comentar a ordenação de homens casados defendida por certos setores católicos.
Em entrevista coletiva no avião que o levou de Israel para Roma, nesta segunda-feira, Francisco lembrou que "há padres casados na Igreja, e citou, entre outros, os sacerdotes Anglicanos, os coptas católicos e certos padres das Igrejas orientais. Mas o Papa estimou que o celibato dos sacerdotes é "um dom para a Igreja".
Ao afirmar que o celibato dos padres "não é um dogma para a Igreja", o Papa Francisco abre uma porta para a discussão do tema.
A Igreja - especialmente Bento XVI - já havia admitido que o celibato não é um dogma, como deve ser a fé na ressurreição de Cristo.
Uma sugestão frequente na Igreja é a ordenação de "viri probati", homens casados - geralmente aposentados - e muito comprometidos com o trabalho pastoral. Mas nunca se contemplou que sacerdotes ordenados possam receber autorização canônica para contrair matrimônio

21.5.14

Mulheres de padres pedem que papa reveja lei do celibato

Padre não pode ter relacionamentos, o celibato é uma das condições impostas para quem deseja se tornar um sacerdote da Igreja Católica. A regra é clara e vem a séculos alimentando diversas polêmicas dentro do Vaticano.

O assunto voltou a ser debatido na imprensa internacional esta semana quando o jornal “Vatican Insider” publicou uma carta assinada por 26 companheiras de padres que pedem ao Papa Francisco para cancelar o celibato.

“Caro Papa Francisco, somos um grupo de mulheres de todas as partes da Itália (e além), que te escreve para quebrar o muro de silêncio e indiferença com que nos deparamos todos os dias. Cada uma de nós vive, viveu ou quer viver uma relação amorosa com um padre, por quem somos apaixonadas”, diz o primeiro parágrafo do texto.

Essas mulheres relatam que amam e são amadas por homens que não querem abdicar do sacerdócio para viver o amor que é forte de mais para ser rompido. “Na maioria das vezes não é possível, mesmo com toda a vontade, corta um vínculo tão forte e bonito, que traz com ele, infelizmente, toda a dor de não plenamente vivê-lo”.

Para os companheiros dessas mulheres só há duas opções: abandonarem o sacerdócio ou continuarem com estes relacionamentos secretos, o que elas não desejam.

Se o celibato fosse cancelado, elas poderiam ter o direito de serem assumidas como esposas desses sacerdotes católicos, mas ao que tudo indica Francisco não pretende mudar a norma política.

Em setembro de 2013 o Monsenhor Pietro Parolin chegou a dizer que voto de celibato não é um dogma, mas sim uma tradição que pode ser discutida. A mensagem do número 2 do Vaticano fez com que o assunto voltasse a ser debatido, mas a Igreja negou qualquer tipo de mudança em relação a este tema.Com informações O Globo.

14.5.14

Jasiel Botelho ensina fala sobre educação de filhos

 O Pastor Jasiel Botelho foi um dos preletores do 41º Encontro Sepal que aconteceu entre os dias 5 e 9 de maio em Águas de Lindóia.

O tema do evento voltado para pastores e líderes foi “Uma Igreja Chamada Família” e o pastor Botelho ministrou a palestra “Teologia da Família” falando sobre como educar filhos propondo o modelo de “educação na graça”.

“A graça é um favor imerecido, é você aceitar a pessoa como ela é. Por exemplo, você ao educar um filho, quer que ele seja à sua imagem e semelhança. Mas a graça não tem limites”, disse ele.

Pai de três filhos, o pastor reconhece que errou na educação do mais velho, e até reconhece ter negligenciado as coisas mais importantes na educação que são o amor, a consideração, o respeito e a amizade.

Além disso ele propõem que as famílias criem o hábito de falarem sobre as coisas de Deus, ensinar seus filhos sobre a Bíblia, algo que é cada vez mais raro nos dias de hoje.

Confira a entrevista completa com o pastor, que também é conhecido por pintar quadros durante o louvor: Gospel Prime

12.5.14

Consumo de álcool no Brasil supera média mundial.

Foto: Google
Aline Leal - Agência Brasil

Pesquisa divulgada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) mostra que o Brasil está acima da média mundial em consumo de bebidas alcoólicas. Segundo o levantamento, foram consumidos, em média, 8,7 litros de álcool por ano, entre 2008 e 2010, no país. A média mundial calculada pela OMS é de 6,2 litros. Os dados consideram o público maior de 15 anos.

A cerveja representa 60% do consumo de álcool no Brasil, segundo o estudo, que diagnosticou que os homens bebem três vezes mais do que as mulheres. Ao longo de um período de três anos, eles ingeriram, em média, 13,6 litros de álcool por ano, enquanto elas consumiram 4,2 litros.

Em 2010, enquanto os casos de abuso de álcool chegaram a 11,1% das mulheres que bebem, entre os homens, este número quase chegou aos 30%. Segundo a pesquisa, no Brasil se perde em média 5 anos de vida devido ao consumo de bebidas alcoólicas.

O estudo da OMS também aponta que, em 2012, cerca de 3,3 milhões de pessoas morreram em todo o mundo, em consequência do consumo exacerbado de álcool. A Europa é a região com maior consumo per capita de bebidas alcoólicas do mundo, com consumo de quase 11 litros por ano, em média.

O relatório conclui que o nível de consumo tem se mantido estável nos últimos cinco anos na Europa, na África e nas Américas, mas tem aumentado no Sudeste Asiático e no Pacífico Ocidental.
Editora Helena Martins
Fonte: EBC 

8.5.14

Camisa 9 da seleção, aponta religião como seu ponto de equilíbrio.

Fred afirma estar pronto para conquistar vitórias também fora de campo
Fred diz que precisa passar bons exemplos. Foto: twtrland.com
Convocado para defender a seleção brasileira na Copa do Mundo, Fred aponta a religião como seu ponto de equilíbrio. Garantindo estar amadurecido, o atacante do Fluminense afirma estar pronto também para vencer fora de campo.

- Consegui encontrar meu equilíbrio espiritual, para mim, a coisa mais importante de tudo. Sei que Deus quer me abençoar eu, muitas das vezes, não estive preparado para receber essas bênçãos. Agora estou procurando cada vez errar menos. Continuo com alguns defeitos, uns tentando cortar. Ele tem me moldado para melhor para conquistar as vitórias não só no campo, como na vida pessoal. Tenho filha, sobrinhos como se fossem filhos para mim e tenho de passar bons exemplos – disse.
Fonte: Redação NETFLU - Autor: Rodrigo Mendes

1.5.14

O Falar em Línguas hoje em dia

Hoje em dia, muitos se levantam contra o dom de línguas alegando que ele existiu exclusivamente no período da igreja primitiva, nada mais longe de verdade do que tal pensamento.

Falar em outras línguas (grego glossais lalo) é uma manifestação espiritual do Espirito Santo, na qual o cristão fala em outra língua que nunca aprendeu;

Estas línguas podem ser humanas, evidentemente faladas e conhecidas (At 2:4) ou desconhecidas na Terra (I Co 13:1; I Co 14:14-15);

·No correto estudo da Palavra de Deus, dentro do devido contexto, o que percebemos é que os cristãos que foram batizados no Espírito Santo, logo em seguida passaram a falar em línguas estranhas (Atos 10: 44 à 47; 19:2-6)

Falar em outras línguas ocorre quando o Espirito Santo se une de tal forma ao espirito humano que ela externa palavras que ela mesma desconhece; Perceba que o falar em línguas estranhas é um sinal que acompanha TODOS aqueles que crêem em Cristo: ““E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios e FALARÃO EM LÍNGUAS ESTRANHAS” (Mc.16:17). Esse não é um sinal temporário ou que acompanharia apenas os primeiros cristãos. Também é uma evidencia para nós hoje em dia.

·Falar em outras línguas é um dos dons concedidos pelo Espírito Santo ao servo fiel e prudente (I Co 12:4 à 10);

Quando as línguas estranhas procedem do Espirito Santo, é um fenômeno espontâneo e resultado da total dependência dEle. Nunca foi e nem será algo aprendido ou ensinado;

A concessão desse dom ocorre em dois momentos e tem dois objetivos concretos: a) O Espirito Santo concede que alguém fale em línguas estranhas e também concede que alguém ou a própria pessoa interprete o que disse em um culto público. Essa mensagem verbal tem por objetivo edificar a igreja e promover a santidade pessoal dos cristãos (I Co 14:5,6 13:17); b) É uma arma de ataque contra as forças de Satanás, pois o cristão fala com o Senhor em um nível muito elevado, de espirito com e para Espirito, e sua vida espiritual é edificada (I Co 14:4).

·O fato de falar línguas estranhas não coloca o cristão em superioridade aos demais que não falam. O próprio ser humano pode imitar línguas estranhas a exemplos dos demônios. Precisamos analisar cada experiência à Luz da Palavra de Deus e se tais experiências procedem ou não de Deus ( I Jo 4:1, Mt 7: 21 à 23)

·O falar línguas estranhas genuíno não ocorre com quem não é dedicado ao senhorio de Jesus e nem aceita a autoridade da Bíblia, não sendo obediente à Sua Santa Palavra;

·A tradição e a falta de conhecimento de muitos são gritantes nesse assunto e os extremistas tradicionais tentam provar a não existência do dom de línguas nos dias de hoje interpretando erradamente o texto de 1Coríntios 13:8-10: “O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos; Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.”· É evidente que esse dom só cessaria “quando chegasse o PERFEITO...”. Jesus ainda não chegou e quando Ele chegar “Ele lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram” (Ap.21:4). É óbvio que estamos muito próximo desse dia, mas por enquanto, as profecias, e o dom de línguas, ainda valem para nós hoje, mesmo que não aceitemos tal verdade.

Falar línguas estranhas é uma das verdades claras da Palavra de Deus, mas é um mistério para quem fala; está registrado: “”Porque o que fala em língua desconhecida não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e EM ESPÍRITO FALA MISTÉRIOS.” (1Co.14:2)

Em outra ocasião falarei sobre o Batismo com Espírito Santo e o Dom de Profecia,

Abraços,

Profº Gilvan Silva Santos

24.4.14

Justiça manda blog deletar que 'pastor da Universal vai roubar'

Por maioria de votos, o TJ (Tribunal de Justiça) do Rio determinou que José Danilo Silvestre Fernandes Filho, editor do blog evangélico Genizah Virtural, retire do ar o texto onde, referindo a Marcelo Crivella, diz que “prever que um pastor da Iurd vai roubar é como prever que o Vasco vai terminar em vice”. O voto discordante foi da desembargadora Ana Sardas, a relatora do caso. Para ela, o assunto não deveria chegar ao Tribunal.

O texto de Fernandes foi publicado em maio de 2013, quando o pastor licenciado da Universal era ministro da Pesca. Fernandes escreveu que Crivella estava usando dinheiro público para beneficiar uma ong ligada à Universal.

Assinada pelo desembargador André Ribeiro, a sentença acolheu a sustentação de advogados da União de que Fernandes ofendeu Crivella. O argumento deles é de que a liberdade de expressão, prevista na Constituição, não pode ser usada para macular a honra e a imagem de pessoas.

Fernandes escreveu sobre Crivella com base em uma reportagem da Istoé segundo a qual a ONG Fazenda Nova Canaã — ligada à Universal — estava recebendo apoio do Ministério da Pesca em projeto de um criadouro de tilápias na Bahia.

A Justiça fixou multa diária de R$ 1.000 para o caso de a sentença ser descumprida. No Genizah, Fernandes informou que não vai recorrer da decisão e que, antes de ser notificado, retirou o texto do ar. Com informações Paulopes

21.4.14

Estátua de 'Jesus Sem-Teto' assusta moradores de bairro rico nos EUA



Uma estátua religiosa na cidade de Davidson, na Carolina do Norte (EUA), é diferente de tudo que você possa ver em uma igreja. A escultura retrata Jesus Cristo como um morador de rua dormindo em um banco de praça. A Igreja Episcopal de St. Alban instalou a obra em sua propriedade no meio de um bairro nobre repleto de sobrados bem conservados.

Jesus está encolhido debaixo de um cobertor com o rosto e as mãos escondidos. Apenas as feridas da crucificação nos pés descobertos denunciam a sua identidade. A reação foi imediata. Alguns adoraram a intervenção, outros ficaram apavorados.

"Uma mulher da vizinhança chamou a polícia quando o viu, pensando ser um morador de rua real", assinala David Boraks, editor do site DavidsonNews.net. "Isso mesmo: alguém chamou a polícia para prender Jesus!", exclama o jornalista. Um outro vizinho, que vive a duas casas da igreja, escreveu para a redação pedindo que levassem o indigente para longe do bairro.

A estátua de bronze foi comprada por cerca de 50 mil reais por uma paroquiana, Kate McIntyre, que aprecia a arte em locais públicos. Mesmo assim, alguns vizinhos sentiram que era uma representação insultosa do líder religioso, por parecer mais com um vagabundo enrolado em um cobertor do que com um ícone.

O reverendo David Buck, de 65 anos, se mostra um pouco avesso à polêmica. "Isso dá autenticidade à nossa igreja", assinala. "Esta é uma instituição relativamente influente e precisamos lembrar que a nossa fé se expressa na preocupação ativa com os marginalizados da sociedade", reitera.

A escultura é concebida como uma tradução visual da passagem no Livro de Mateus, em que Jesus diz aos seus discípulos: "como você fez isso a um de meus irmãos, você fez isso para mim". "Além disso, é uma boa lição da Bíblia para aqueles acostumados a verem Jesus representado na arte religiosa tradicional como o Cristo de glória, entronizado em elegância", lembra o reverendo. "Acreditamos que esse é o tipo de vida que Jesus tinha. Ele era, em essência, um morador de rua", completa.

Apesar das críticas, o reverendo informa que a estátua ganhou mais admiradores do que detratores. "É comum ver as pessoas sentarem no banco e rezarem, com as mãos sobre os pés de Cristo", aponta.

Esta cidade é a primeira a ter em exibição a obra "Jesus Homeless". Católicos de Chicagoplanejam instalar também sua estátua, assim como a Arquidiocese de Washington, na capital federal do país. Timothy Schmalz, criador da obra, é um canadense que também é um católico muito devoto. De seu estúdio, em Ontário, Schmalz admite que entende que seu Jesus é provocativo. "Isso é essencialmente o que a escultura tem de fazer, desafiar as pessoas", reforça.

Ele aponta que ofereceu os primeiros moldes para a Catedral de St. Michael, em Toronto, e para a Catedral de St. Patrick, em Nova York. Ambas não tiveram interesse. Um porta-voz da igreja canadense indica que a apreciação da estátua "não foi unânime". Além disso, a igreja estava sendo restaurada e uma nova obra de arte estava fora de questão. Já o porta-voz da igreja deNova York diz que gostou do Jesus sem-teto, mas a sua catedral também estava sendo reformada e eles não puderam arcar com a despesa.

A próxima instalação do Jesus de bronze em um banco de parque pode ser na Via della Conziliazione, a avenida que conduz à Basílica de São Pedro - se o Vaticano aprovar. Schmalz viajou para lá em novembro passado para apresentar uma miniatura para o próprio Papa Francisco. "Ele caminhou até a obra e foi simplesmente arrepiante quando ele tocou o joelho da escultura, fechou os olhos e orou", lembra. "Isso é o que o papa está fazendo em todo o mundo: chegar aos marginalizados", diz o artista. Com informações do UOL

O dia em que visitei o Egito

por Ricardo Gondim
Há 4 anos visitei o Egito. Andei pelas ruas de Cairo. Tudo me chamou a atenção. As mulheres, escondidas sob véus negros, pareciam monjas reclusas. Os homens, magros em sua grande maioria, caminhavam pela ruas de mãos dadas.
Rodopiei. Um tornado cultural me deixou tonto. Tentei decifrar uma história milenar, que jamais entenderei completamente. Islam, quase onipresente, prevalece por todo o Egito. Notei que era minoria – de novo. Eu não conseguia me esconder, destaquei no meio da multidão. Me senti frágil. Tive medo. Nas alamedas estreitas de Cairo, notei a força da paranóia que a mídia ocidental passa. A propaganda imperial de que o Oriente médio é inimigo gruda na gente. Eu pressentia – erroneamente – que uma bomba estava prestes a explodir na próxima esquina. Cheguei a ver terroristas onde não existia nenhum.
Me perdi no árabe. Eu simplesmente não conseguia decifrar duas letras de um alfabeto que poderia ajudar a saber em que esquina eu estava. Em outra cultura vemos como somos provincianos. É difícil lidar com cheiros, paladares e paisagens novos. Em uma cultura em que tudo espanta, tudo choca, tudo fascina, a gente consegue avaliar a estreiteza da própria mente.
Compareci a uma Igreja Ortodoxa Copta. O padre era um velhinho, mistura de Frei Damião com pastor evangélico.  A igreja, iniciada no aterro de lixo da cidade, virou centro de romaria. O padre copta conduz uma paróquia que luta para mudar a sorte de centenas de milhares que vivem nos arredores do lixão de Cairo. Seu trabalho visa aliviar a miséria mais abjeta. Seu ministério oferece espaço de esperança e reconstrução para mulheres e crianças. No Brasil, entretanto, uma igreja que atrai tantos pobres e sincretiza vários perfis religiosos jamais seria tolerada pelo status quo evangélico. No Egito, aquela igreja é tida como uma renovação dentro da ortodoxia copta.
Fui ao Egito para participar de uma reunião de pastores e líderes evangélicos de países do sul do Equador. Éramos 40. Por acontecer no Egito, a reunião ganhou ares de conspiração. Como há muito abandonei a ambição de ganhar o mundo, eu me senti fora das aspirações do grupo. Querer ganhar o mundo desestabiliza a alma. Megalomania mina o dia a dia despretensioso e sufoca as relações desinteressadas. Me preocupei sobremaneira em notar um ambiente belicoso e intolerante entre os pastores. Em determinado momento ouvi de um deles: o islamismo é o último gigante a ser abatido antes da volta de Cristo. Minha reação imediata foi: em que essa atitude difere dos terroristas que odeiam os ocidentais, e os tratam como irmãos de satanás?
Anos depois da viagem, medito. O que significa ser cristão no mundo atual? Quem poderia amenizar tanta hostilidade? Um neo-ateísmo destila rancor contra a religião. Religiosos se estapeiam em nome da verdade que acreditam possuir. Palestinos sofrem horrores, acossados pela miséria e por um poder militar portentoso. O Islam cresce com taxas vertiginosas em diferentes regiões do mundo. Séculos depois, os mouros retomam a Europa. A França impactada pelo Iluminismo não se conforma em conviver com tanta burca, mesquista monumental e tapete estendido para reza.
Noto os líderes evangélicos assustados. Com todo o planejamento gerencial, com todo o discurso triunfalista de que Deus é por nós, pastores não entendem como os seguidores de Maomé se multiplicam como cogumelo. Enquanto os evangélicos se perdem com cultos ensimesmados e tentam provar a autenticidade da mensagem com milagre, o fenômeno religioso islâmico continua forte. Ficam as perguntas: até quando a brecha entre cristianismo e islamismo favorecerá interesses geopolíticos? Quando ortodoxos russos, gregos, coptas, armênios, católicos romanos e protestantes – junto com os longínquos evangélicos – começam a dialogar?

18.4.14

PAIXÃO DE CRISTO EM ITABUNA ACONTECERÁ NESTE DOMINGO

A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) confirmou que o espetáculo teatral “Paixão de Cristo”, que estava previsto para acontecer nesta sexta-feira (18) foi transferido para domingo (20), às 19hs. Toda a estrutura da encenação foram mantidas, inclusive o local (Estádio Luiz Viana Filho).
A FICC informou ainda que a prefeitura garantirá transporte de ida e volta para o local do evento. 2 ônibus sairão da praça de Ferradas, 1 ônibus sairá da praça da Califórnia, 1 ônibus sairá da praça do Conceição e 1 ônibus sairá da praça do Maria Pinheiro (este passando também pelos bairros São Pedro e Pedro Jerônimo). Todas as saídas estão programadas para 18hs30min.

12.4.14

Papa pede perdão por abusos sexuais cometidos por padres

Foto: Google
O papa Francisco pediu publicamente perdão pelos abusos sexuais de crianças cometidos por padres, que têm motivado duras críticas à Igreja Católica nos últimos anos. Durante pronunciamento aos membros do Escritório Internacional Católico para a Infância, o papa disse que a Igreja não dará qualquer passo atrás ao abordar o problema e aplicar sanções.

“Eu me sinto compelido a assumir pessoalmente todo o mal cometido por alguns padres, poucos em número, obviamente, não comparáveis ao total de padres e a pedir, pessoalmente, perdão pelos danos que eles causaram por terem abusado sexualmente de crianças”, disse Francisco. “Temos de ser muito fortes. Com as crianças, não se brinca”.

Essa foi a primeira vez que o papa pediu perdão pelos casos de abuso sexual. Francisco já havia criado uma comissão, composta por oito representantes, encarregada de adotar medidas que promovam a proteção de crianças e adolescentes. Faz parte da comissão, a irlandesa Marie Collins, de 66 anos, que foi vítima de abusos sexuais por parte de um religioso quando era criança e se tornou ativista para denunciar estes casos. Com informações EBC

11.4.14

Comunista diz: "a imprensa e a Igreja estão sempre ao lado dos golpistas"


Como parte das análises sobre o Golpe de 1964 no Brasil, que completa 50 anos em 2014, o secretário estadual de Comunicação do PCdoB, Geraldo Galindo, traz uma reflexão sobre o posicionamento comum adotado pela Igreja Católica e pela imprensa diante de regimes autoritários. No artigo reproduzido abaixo, Galindo chama atenção para o fato de as duas instituições terem apoiado não só a experiência brasileira de ditadura militar, mas também a de outros países. Confira matéria completa no Portal Vermelho. 

6.4.14

O Céu É Jesus


Eu já ouvi falar de uma terra sem iguala
Aonde tudo é paz e não há lugar pro mal
Almejo este lar, tão puro e sem igual
Mas eu não sei o dia em que virá pra mim

Enquanto estou aqui, começo a pensar
Que deste bom lugar já posso desfrutar
E quando vejo mãos se unindo,
Multidões cantando um hino,
Vejo anjos celebrando,
É o céu que está chegando.

Eu posso aqui provar as delicias deste Lar
Se eu procurar viver como o meu Jesus viveu
Em meio a luta e dor, eu posso estar em paz
Pois meu viver já coloquei nas mãos do Pai

Enquanto estou aqui, começo a pensar
Que deste bom lugar já posso desfrutar
E quando vejo mãos se unindo,
Multidões cantando um hino,
Vejo anjos celebrando,
É o céu que está chegando.

O céu é aqui, se eu tomo tempo pra louvar
O céu é aqui, se eu me ajoelho para orar
O céu é aqui, se eu aprendi a perdoar
O céu é Jesus, e, onde Ele estiver, o céu será ali

Pois não existe céu sem Jesus
E não existe paz sem Jesus
Sem Ele a riqueza do universo é sem valor
Pra que mar de cristal, sem Jesus?
E flores que não murcham, sem Jesus?
Pra que viver pra sempre, sem ter a companhia de Jesus?
Eu volto a afirmar, o céu é aqui se aqui Jesus está

O céu é aqui, se eu tomo tempo pra louvar
O céu é aqui, se eu me ajoelho para orar
O céu é aqui, se eu aprendi a perdoar
O céu é Jesus, e, onde Ele estiver, o céu será ali
O céu é Jesus, e, onde Ele estiver, o céu será ali


Letra: Jader Santos

5.4.14

Anchieta, novo santo do Brasil, aceitava a matança de índios

O Vaticano abriu exceção para o padre José de Anchieta (1534-1597), tornando-o santo, embora não haja comprovação de que ele tenha feito pelo menos dois milagres. 

Certamente pelo fato de o Brasil, o maior país católico do mundo, ter até então só dois santos, o Vaticano aceitou a alegação da CNBB (Confederação Nacional dos Bispos Brasileiros) de que Anchieta já tem fama de santo por causa de sua “vida exemplar”.

A Igreja Católica, obviamente, pode declarar “santo” quem quiser, trata-se de uma questão interna dessa religião, mas é preciso estar atento para que a interpretação católica não contamine a perspectiva histórica, rejeitando, por exemplo, essa lorota de que Anchieta teve “vida exemplar”.

O espanhol Anchieta e um dos fundadores de São Paulo foi um erudito. Versado em idiomas, incluindo o tupi, ele escreveu o livro “A Arte da Gramática da Língua Mais Usada na Costa do Brasil”, o primeiro no gênero do país.

A erudição de Anchieta, contudo, não o elevava para fora do seu tempo, para um futuro no qual os direitos humanos viriam a ser respeitado. 

Anchieta nunca criticou a matança de índios pelos colonizadores, mas ressaltou em um poema o quanto foram “cruéis” os tupinambás que atacavam os portugueses por não aceitarem a dominação estrangeira.

Bartolomeu de Las Casas (1474-1566) teve a grandeza que faltou ao “exemplar” Anchieta. O frade dominicano e bispo de Chiapas (México) se notabilizou como defensor dos índios, denunciado na Europa os massacres dos quais eles eram vítimas.

O poema onde Anchieta revela que retrato fazia dos índios se chama “Os Feitos de Mem de Sá” [administrador colonial do Brasil]. Com 3.058 versos decassílabos divididos em quatro cantos (ou livros), o poema foi escrito em latim para um público português e europeu. 

Em um dos versos o padre afirmou que os índios causaram muitas ruínas aos portugueses, como se estes não fossem os invasores das terras daqueles.

Confira  a matéria completa em Paulopes

2.4.14

Mentir faz mal para saúde?

Que mentir é pecado todo cristão já sabe, mas que faz mal à saúde nem todos sabiam. Uma pesquisa realizada por psicólogos afirmam que o ato de mentir causa problemas físicos e psicológicos em curto prazo.

Para chegar a essa conclusão os pesquisadores da Universidade de Notre Dame, nos Estados Unidos, analisaram por dez semanas os efeitos da honestidade em uma pessoa.

Foram cem indivíduos analisados com idades entre 18 e 71 anos, os psicólogos dividiram em dois grupos, sendo que metade deles foram instruídos a evitar perguntas que pudessem acarretar em mentiras e a outra metade liberada para enganar.

Semanalmente os responsáveis pelo estudo examinavam os pacientes através de polígrafos e chegaram à conclusão de que o grupo honesto apresentou uma saúde melhor que os mentirosos apresentando em média quatro vezes menos queixas ligadas à saúde mental e três vezes menos reclamações de dores físicas.

A psicóloga que liderou o estudo, Anita Kelly, explicou que a intenção da pesquisa era saber se viver honestamente pode melhorar a saúde já que nos Estados Unidos a média é que cada pessoa minta 11 vezes por semana.

Kelly percebeu que os participantes da equipe honesta conseguiram reduzir o número de mentiras em torno da quinta semana de prática, uma mudança no comportamento que resultou na melhora das relações mais próximas.

Para não mentir muitas pessoas conseguiram contornar perguntas complicadas fazendo outras perguntas e trocando de assunto, em outras condições falar a verdade foi a escolha que fez com que muitos dos participantes evitassem inventar desculpas. Com informações do Gospel Prime

29.3.14

Políticos frequentam drive-thru de oração em Brasília, diz pastor

Fernando Moreira, no Page Not Found

O músico Júlio Duarte de Souza, de 30 anos, enviou ao PAGE NOT FOUND o relato abaixo. O morador de Brasília registrou com câmera a atividade em um drive-thru de oração na capital federal. Ele chegou até a entrevistar um pastor no local:

“Que sanduíche, que nada! A moda agora na nossa capital federal é o Drive-Thru de oração. Tudo porque a Igreja Universal do Reino de Deus de Brasília resolveu inovar nos serviços prestados aos fiéis. Desde o início do mês, quem passa de carro pela EQS 212/213, Área Especial, na Asa Sul do Distrito Federal, pode receber bênçãos ali mesmo, sem sair do veículo. É coisa rápida: você para o carro, o pastor se aproxima, pede pra você colocar a cabeça pra fora da janela, ele te benze, te entrega um papel com umas orações e você segue o seu caminho. Tudo isso sem pagar nada!”

“De acordo com um pastor que não quis se identificar, a tenda do Drive Thru de Orações funciona das 8h às 20h, de domingo a domingo, atende a mais de 400 motoristas por dia e por enquanto o serviço ainda não é cobrado. ‘É uma promoção para os fiéis’, disse ele. Ainda segundo informações do pastor, em horário de pico rolam até uns engarrafamentos. Vários parlamentares já foram vistos no local recebendo suas bênçãos, mas o tal pastor achou melhor não citar o nome de nenhum”.


fotos: Júlio Duarte de Souza

Fonte: Pavablog

28.3.14

Álcool, drogas e sexo: jovens começam antes dos 15 anos

Os brasileiros começam a consumir álcool por volta dos 15 anos, três anos antes do permitido pela lei. O dado é do 2º Lenad (Levantamento Nacional de Álcool de Drogas) realizado pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e divulgado nesta quarta-feira (26). O Brasil tem 20% da população com idade entre 15 e 24 anos, ou seja, é um País jovem, mas que consome álcool sem moderação e cada vez mais cedo, sem distinção entre homens e mulheres.

A pesquisa foi realizada com 1.742 jovens de 14 anos a 25 anos de 149 municípios do Brasil.

Ainda conforme os dados da pesquisa, praticamente metade dos jovens consome álcool e esta taxa é de 26% entre os menores de idade. Entre os que relataram beber, 36% bebem semanalmente — mulheres consomem quatro ou mais doses e homens cinco ou mais. A cerveja é a bebida que mais participa destes eventos sociais.

Cigarro

Sobre o consumo de tabaco, os jovens relataram iniciar concomitantemente com o álcool, por volta dos 15 anos. A pesquisa mostrou que 5% dos meninos menores de 18 anos e quase 18% dos homens entre 18 e 25 anos ainda fumam.

A maconha é a droga ilícita mais usada no Brasil, com quase 5% da população tendo consumido a substância no último ano. O uso é mais comum no sexo masculino (8,3%), contra 1,4% entre as meninas. No entanto, as mulheres consomem mais cocaína do que os homens.

Segundo o coordenador do levantamento, o psiquiatra Ronaldo Laranjeira, do Inpad (Instituto Nacional de Políticas Públicas do Álcool e Outras Drogas), o comportamento feminino chama a atenção.

— O perfil das mulheres jovens está se modificando e esta tendência ficou bem clara na pesquisa. É a luz amarela piscando.

Uso do preservativo

Em relação ao uso de preservativo, os dados chamaram a atenção. Quase um terço dos rapazes e 38% das mulheres declararam não utilizar camisinha quase nunca ou nunca em suas relações sexuais. Quase 32% das meninas entre 14 e 20 anos já engravidaram ao menos uma vez.

Para a pesquisadora Ilana Pinsky, as mulheres ganharam mais espaço na sociedade, mas precisam entender que seu organismo é diferente do masculino.

— As mulheres se sentem mais independentes, o que é positivo, mas precisam entender que algumas atitudes geram consequências negativas e as colocam em situações de risco.

O 2º Lenad revelou que a maioria dos adolescentes de até 16 anos está na escola e o analfabetismo nessa faixa etária é quase inexistente. Entretanto, 18% dos jovens estudados não trabalham nem estudam e quase 20% desta população inativa recebe auxílio financeiro do governo, na sua maioria (85%) proveniente do Bolsa Família.  Com informações R7

26.3.14

TV Globo mostrará personagem evangélica em cenas de nudez e sexo

O flerte da TV Globo com os evangélicos parece não ter ido adiante, e a emissora pode ter voltado à antiga fórmula usada para atrair audiência: cenas de nudez e sexo em meio às tramas que são narradas em seus folhetins. A próxima personagem feminina evangélica que deverá causar incômodo aos cristãos é Marinalva, interpretada por Nanda Costa, na série O Caçador.

Marinalva é uma ex-prostituta que se converteu ao Evangelho e largou a promiscuidade. Na trama, ela tentará provar a inocência do personagem André, interpretado por Cauã Reymond.

Apesar de usar roupas que cobrem o corpo, cabelo preso e se manter comportada, a ex-prostituta será mostrada nua em flashbacks, em cenas de sexo, durante o tempo em que atuava como garota de programa.

“Sou uma atriz que se joga no trabalho, adoro desafios. A Marinalva está totalmente sem sex appeal, entrou para a igreja e está ali, toda coberta, mas já teve um passado de garota de programa. Em cena procuro sempre dar o meu melhor, me surpreender comigo mesma. Gosto de desafios” afirmou Nanda Costa, que frequentou cultos de igrejas evangélicas como laboratório, e pegou dicas com uma prima evangélica a respeito do comportamento, figurino, etc.

Para Nanda Costa, atuar em cenas que exigem nudez não é um problema: “Visto a roupa da personagem, não tenho problema em me despir, para mim, a arte não tem limites”, disse a atriz que já foi capa de revista masculina. “A gente tem que saber onde está a sensualidade, a fragilidade, a beleza, a feiúra. A minha vaidade maior é estar contando a história da forma mais verdadeira possível. Se ele estará sexy ou não, isso não tem problema”, acrescentou.

A estreia do programa está marcada para o dia 11 de abril, por volta das 23h30, de acordo com informações do portal Uol.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

25.3.14

Pagliarin comenta interdição da Rádio Vida e celebra nova emissora

Do Guia-me
Há pouco mais de 20 dias, a Rádio Vida (96,5 FM) foi interdidada e proibida de continuar com suas atividades. Na última quarta-feira, 20/03, o pastor Juanribe Pagliarin (o então responsável pela emissora) comentou a intervenção em um texto publicado em sua página oficial do Facebook.

A intervenção foi feita por agentes da Polícia Federal e da Anatel. A organização reguladora das telecomunicações no país indicou a existência de irregularidades no alcance da emissora.

Por ser uma rádio de São José dos Campos, a 96.5 FM não poderia ter o seu transmissor em Mogi das Cruzes - o que permitia que seu sinal entrasse na cidade de São Paulo, desrespeitando uma das normas estabelecidas pela Anatel. Os motivos estavam registrados pelos agentes, que também exibiram uma mandado de Busca e Apreensão, emitido pela 1ª Vara Federal de Mogi das Cruzes.

Segundo o líder conta em seu texto, a interdição o pegou desprevenido, porém a ordem não foi por ele desacatada.

"Sou advogado e sei que ordem da Justiça é para ser obedecida. Esclareço que não houve da parte dos agentes qualquer arrogância, truculência ou violência. A cortesia foi de parte a parte", disse.

Pagliarin também afirmou ser vítima de perseguição, pois indicou diversas outras emissoras que também estão em situação irregular e não foram interditadas.

"Ocorre que há, na cidade de São Paulo, 39 emissoras FMs. Destas, 16 NÃO SÃO da cidade de São Paulo e transmitem normalmente há anos, apesar de suas outorgas serem de munícipios diferentes. São elas: Alpha (FM 101,7) e Rock (FM 89,1) de Osasco, Nativa (FM 95,3) e Mix (FM 106,3) de Diadema, Energia 97 (FM 97,7) e Rede Aleluia de rádio (FM 99,5) de Santo André, Sulamérica Trânsito (FM 92,1) de Mogi das Cruzes, Tupi (FM 104,1) de Guarulhos, Terra (FM 97,3) de Atibaia, FM 98,1 de Itatiba, Bandeirantes (FM 90,9) de Itanhaém, Expressão (FM 106,9) e Scalla (FM 102,1) do Arujá, 106 Love (FM 105,7) e Tropical (FM 107,9) de Itapecerica da Serra. Nenhuma dessas emissoras atende completamente aos requisitos estabelecidos pela lei. Então, por que só a Rádio VIDA FM 96,5 foi retirada do ar, sem sequer dar à sua Diretoria o direito de explicar tal fato ao seu imenso público?", contestou.

Celebração
Apesar das dificuldades com a interdição da 96.5 FM, o pastor celebra hoje o que ele considera um presente de Deus.

"Deus nos entregou o que parecia impossível: a melhor e mais importante emissora da cidade de São Paulo: 92,5 FM!
Hoje, à meia-noite, ela não transmitirá mais a programação da Iguatemi Prime - que migrará para outro dial - e passará a transmitir a programação que São Paulo (e o Brasil) tanto ama", destacou.

Apesar do novo nome ("Feliz FM"), o pastor esclarece que a programação continuará sendo a mesma de antes.

"É POR ISSO QUE eu, FELIZ, comunico a você que a mais potente emissora da Capital será FELIZ FM 92,5, com a mesma programação e conteúdo que você ama!", disse.

A "Feliz FM" também terá este nome nas seguintes capitais, onde já está funcionando 24 horas / dia: Salvador (FM 92,3), Curitiba (FM 92,9), Natal (FM 97,9), Porto Alegre (FM 105,9), Recife (FM 105,7), Brasília (FM 101,3), Maceió (FM 99,1), João Pessoa (FM 107,7), Fortaleza (FM 90,7) e Londrina (FM 91,3), inclusive em Lisboa (FM 89,1).
Com informações de TudoRadio.com