28.1.14

AGORA É GUERRA CONTRA PORTA DOS FUNDOS

O deputado federal Anderson Ferreira (PR-PE), que integra a bancada evangélica na Câmara Federal e é um dos defensores do polêmico projeto da "Cura Gay", abriu um pedido para instaurar um inquérito civil contra o grupo humorístico “Porta dos Fundos”; O pedido, feito ao Ministério Público de Pernambuco (MP-PE), se refere ao vídeo “Especial de Natal”, publicado pelos humoristas no último dia 23 de dezembro, e que já possui quase cinco milhões de visualizações no Youtube; De acordo com o deputado, o vídeo “tenta ferir a fé cristã e todos os seus princípios”

Do Brasil 247

O deputado federal Anderson Ferreira (PR-PE) abriu um pedido para instaurar um inquérito civil contra o grupo humorístico “Porta dos Fundos”. O pedido, feito para o Ministério Público de Pernambuco (MP-PE), se refere ao vídeo “Especial de Natal”, publicado pelos humoristas no último dia 23 de dezembro, e que já possui quase cinco milhões de visualizações no Youtube.

De acordo com o deputado, o vídeo “tenta ferir a fé cristã e todos os seus princípios”. “É latente o escárnio e o deboche do dogma cristão da concepção virginal de Jesus de Nazaré e o desprezo, aviltamento, desdenho dos objetos religiosos. O vídeo deixa claro e somente demonstra a real ofensa à consciência, sentimento e religiosidade de milhares de brasileiros”, afirmou o parlamentar.

De acordo com Ferreira, que é integrante da bancada evangélica na Câmara dos Deputados e é defensor do polêmico projeto da “Cura Gay”, o vídeo constitui crime tipificado no Artigo 208 do Código Penal. “A Constituição Federal também prevê que são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurando o direito À indenização pelo dano material ou moral decorrente da violação”, afirmou.

Um dos líderes do grupo, Ian SBF, reconheceu que o Porta dos Fundos não esperava agradar todos com o vídeo, mas defendeu o humor sem censuras. “A gente sabia que não ia agradar todo mundo com esse especial. Depois de um ano e meio de Porta, já percebemos que os vídeos sobre religião geram mais polêmica”, afirmou Ian, para O Globo “Mas até ficamos contentes com isso, porque acaba gerando discussão. O assunto parece velho, mas até hoje é necessário debater sobre os benefícios e malefícios das religiões”, complementou.

27.1.14

Papa Francisco: ‘Não há fogo no inferno, Adão e Eva não são reais’

                                           "Todas as religiões são verdadeiras , porque 

elas são verdadeiras nos corações de todos aqueles que acreditam neles", disse o Papa

O artigo “Não há fogo no inferno, Adão e Eva não são reais”, diz Papa Francisco foi retirado de um site espanhol na qual a fonte encontra-se no final do texto. Me surpreende algumas atitudes desse Papa. Não é de hoje que ele gera polemica com suas revelações. Colocarei os texto do artigo e da minha opinião em cores diferentes para melhor compreensão.

Um homem que está lá para abrir muitos “segredos ” antigos na Igreja Católica é o Papa Francisco. Algumas das crenças que são realizadas na igreja, mas que são contra a natureza amorosa de Deus, estão sendo revistas pelo Papa, que foi recentemente nomeado o ‘ Homem do Ano ‘ pela revista TIME .

Em suas últimas revelações , o Papa Francisco disse :

” Por meio da humildade , da introspecção e contemplação orante ganharam uma nova compreensão de certos dogmas . A igreja já não acredita em um inferno literal , onde as pessoas sofrem . Esta doutrina é incompatível com o amor infinito de Deus. Deus não é um juiz , mas um amigo e um amante da humanidade. Deus nos procura não para condenar, mas para abraçar . Como a história de Adão e Eva , nós vemos o inferno como um artifício literário . O inferno é só uma metáfora da alma exilada (ou isolada), que, como todas as almas em última análise, estão unidos no amor com Deus. “

Em um discurso poderoso que está repercutindo em todo o mundo , o Papa Francisco declarou:

” Todas as religiões são verdadeiras , porque elas são verdadeiras nos corações de todos aqueles que acreditam neles. Que outro tipo existe realmente ? No passado , a igreja a igreja considerava muitas coisas como pecado que hoje já não são julgadas dessa maneira . Como um pai amoroso, nunca condena seus filhos. Nossa igreja é grande o suficiente para heterossexuais e homossexuais , por pró-vida e pró- escolha! Para os conservadores e liberais , até mesmo os comunistas são bem-vindos e se juntaram a nós . Todos nós amando e adorando o mesmo Deus . “Nos últimos seis meses , os cardeais, bispos e teólogos católicos têm debatido na Cidade do Vaticano sobre o futuro da Igreja e da redefinição das doutrinas católicas e seus dogmas.”

O Terceiro Conselho do Vaticano com o Papa Francisco concluiu anunciando que …

O catolicismo é uma religião agora “moderno e razoável , que passou por mudanças evolutivas. Hora de deixar toda intolerância. Devemos reconhecer que a verdade religiosa evolui e muda . A verdade não é absoluta ou imutável. Mesmo ateus reconhecem o divino. Através de atos de amor e caridade ateu reconhece Deus , bem como, redime a sua alma , tornando-se um participante ativo na redenção da humanidade. “

A declaração sobre o discurso do Papa enviou os tradicionalistas a um ataque de confusão e histeria .

” Deus está mudando e evoluindo como nós somos, porque Deus habita em nós e em nossos corações. Quando espalhar o amor e bondade no mundo , nós reconheceremos nossa divindade . A Bíblia é um livro sagrado bonito, mas como todas as grandes obras antigas , algumas passagens estão desatualizadas. Algumas passagens chamam mesmo para intolerância ou julgamento. É o tempo de ver estes versos como interpolações posteriores , contra a mensagem do amor e da verdade , caso contrário, irradiando através da Escritura chegou. Com base em nossa nova compreensão , vamos começar a ordenar mulheres como cardeais, bispos e sacerdotes. No futuro , é minha esperança de que , um dia , um papa feminino não permita que qualquer porta que está aberta para um homem seja fechada para uma mulher.

Alguns cardeais da Igreja Católica são contra as recentes declarações do Papa Francisco.’

Acredito que se continuar dessa forma logo esse Papa se assumirá Ateu! rs Falando sério, ele já revelou outras opiniões polemicas que a própria igreja logo desmentiu, dizendo não ser essa a verdade. Mas dessa vez será que vamos ter outra retratação ou realmente havará mudanças nos dogmas católicos?

Outro ponto de vista que tenho em relação a declaração dele referente a alguns versos da Biblia não serem literais, causa não só uma mudança de paradigma, mas uma possível descredibilidade da propria história aprensentada ali. Pois quem me garante que Jesus e outros personagens realmente existiram ou não são mais uma alegoria/metáfora como Inferno, Adão e Eva?

24.1.14

“QUEREM INSTALAR A DITADURA GAY NO ESTADO” diz ISIDÓRIO

"Ex-gay", "ex-drogado" e "ex-bandido", o deputado Pastor Sargento Isidório (PSC) reagiu à proposta de instalação do Conselho Estadual dos Direitos da População LGBT: para justificar seu "desespero" no plenário da Assembleia Legislativa, o parlamentar amigo e admirador de Marco Feliciano argumentou que, se aceitasse os homossexuais, "Deus não teria criado Adão e Eva, mas sim Adão e Ivo"; "Respeitem os heterossexuais"
Bahia 247 - Autointitulado 'homem de Deus', o deputado Pastor Sargento Isidório (PSC) mais uma vez roubou a cena na Assembleia Legislativa da Bahia, nesta quarta-feira (22), ao se manifestar contra votação da criação do Conselho Estadual dos Direitos da População de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT).
Grupo, se aprovado, será integrado à Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH). "Ex-gay", "ex-drogado" e "ex-bandido", Isidório disse que o conselho é uma "estratégia" para "instalar a ditadura gay no Estado".
O deputado religioso disse que não assistiria aprovação de "um absurdo" e pediu aos colegas que eles não "perdessem tempo" com discussão do "sexo deturpado" e da "ofensa contra a família de Deus", conforme matéria do site Bahia Notícias.
"Não poderia deixar de me insurgir. Não basta a novela com Cauã Reymond pegando todo mundo. As cenas de violência e relacionamentos de homem com homem e mulher com mulher, destruindo a família de Deus. [...] Esse grupo diz que segurança é gay, deputado é gay, professor é gay, vigilante é gay, tudo é gay... Respeitem os heterossexuais".
Para justificar seu desespero no plenário, Isidório argumentou que, se aceitasse os homossexuais, "Deus não teria criado Adão e Eva, mas sim Adão e Ivo". Após o salseiro organizado pelo deputado, discussão do projeto foi remarcada para a próxima terça-feira (28).
Isidório ficou 'famoso' Brasil a fora depois de sair em defesa das polêmicas atitudes do deputado federal Marco Feliciano, seu correligionário, enquanto presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, em 2013. Com informações do Brasil 247

7.1.14

Walter Pinheiro se defende da acusação de Silas Malafaia

Na foto, Pinheiro, Magno Malta e Feliciano
Descrito como “um dos senadores que mais ajudaram eleitoralmente [o religioso] nos últimos anos”, Walter Pinheiro (PT-BA), se defendeu da acusação de ter se acovardado ao se ausentar do plenário durante a votação que sepultou o PLC 122/2006  que tentaria criminalizar a homofobia em templos evangélicos feita pelo pastor Silas Malafaia. O petista disse que não estava presente pois “passou a tarde e a noite daquela terça-feira (17/12) em negociação com o governo e as bancadas na Comissão Mista de Orçamento para fechar um acordo para votação da proposta de Lei Orçamentária de 2014”. Pinheiro jogou a culpa para cima do presidente da Casa, Renan Calheiros, que teria antecipado a votação da matéria. “A previsão era que o requerimento seria apreciado só ao final da ordem do dia, mas o presidente do Senado, Renan Calheiros, antecipou sua votação”, alegou. Na nota enviada ao Bahia Notícias, o senador não deixa claro seu posicionamento quanto a PLC 122/2006, mas já foi flagrado em encontro com figuras como o deputado federal Marco Feliciano e o senador Magno Malta, que fizeram campanha contra o projeto. Com informações do BN

2.1.14

Jovens cristãos estão abandonando a fé no fim da adolescência, segundo pesquisa

Um estudo recente nos Estados Unidos, encomendado pelo Centro Nacional de Integração das Igrejas à Família (NCFIC), registrou a possibilidade de jovens cristãos estarem abandonando a fé durante o fim da fase de adolescência, com maiores chances de ocorrer no período em que terminam no ensino médio.

De acordo com o pesquisador cristão George Barna, a maior parte dos adolescentes avaliados por ele se desligam de suas crenças aos poucos, quando deixam de frequentar as igrejas ou param de ler a Bíblia, até o momento em que simplesmente se desligam da preocupação com a vida espiritual.

A pesquisa determina que maior razão para o desinteresse dos adoslecentes na vida cristã seria a falta de ação dos grupos de jovens, cada vez mais superficiais e sem maturidade o suficiente para manter os crentes ativos com a Palavra de Deus.

Adam McManus, porta-voz do NCFIC, esclarece também que os adolescentes priorizam amizades e namoros em detrimento da família ou do ministério das igrejas, e se deixando levar por experiências desvirtuosas como sexo, drogas e consequentemente a rejeição da autoridade da fé.

Dentro destas condições, McManus ressalta a intenção da pesquisa, em orientar o povo cristão dos Estados Unidos a acordarem para o distanciamento dos jovens. Otimista, ele sente que as igrejas norte-americanas estão atentas, dando os primeiros passos para mudar a realidade atual.

Para comprovar suas afirmações de acordo com a vontade de Deus, Mcmanus utilizou diversas passagens bíblicas para fazer com que o Senhor já deixou claro através do evangelho que a igreja só se elevará no momento em que integrar todos os irmãos.

"Tocai a trombeta em Sião, santificai um jejum, convocai uma assembleia solene. Congregai o povo, santificai a congregação, ajuntai os anciãos, congregai as crianças, e os que mamam; saia o noivo da sua recâmara, e a noiva do seu aposento", relata Joel 2:15-16, uma das passagens explanadas pelo membro da NCFIC.