29.2.12

Jeremy Lin: astro evangélico nega relação com Kim Kardashian; Obama quer usá-lo em campanha eleitoral

PorJussara Teixeira | Correspondente do The Christian Post 
Depois de rumores dizendo que Jeremy Lin estaria namorando a socialite Kim Kardashian, conhecida por participar de reality shows e por seu recente divórcio com o jogador de basquete Kris Humphries, Lin negou veementemente que os dois tenham algum relacionamento.

“Não tenho idéia de onde vieram esses rumores. Não acho que somos o ‘tipo’ um do outro”, acrescentou.

O jogador de basquete Jeremy Lin está se tornando um fenômeno mundial com um incrível desempenho peloNew York Knicks. O jogador deixou de vez o banco de reservas para conquistar fãs em todo o mundo por suas excepcionais performances.

Os bons resultados alcançados em jogos como o contra os New jersey Nets e Utah Jazz chamaram a atenção de políticos e celebridades.

No jogo contra o Los Angeles Lakers, Lin alcançou ótimo resultado com 38 pontos contra 34 do astro do time adversário Kobe Bryant. O desempenho rendeu elogios do presidente Barack Obama e de Bryant e fez o cineasta Woody Allen apaludir o atleta de pé.

Segundo informações da mídia, Obama pretende usá-lo como ferramenta em sua campanha eleitoral e ainda dos governos de China e Taiwan.

Jeremy Shu-How Lin nasceu em Los Angeles, na Califórnia, em 1988 em uma família de fortes valores cristãos.

Seus pais vieram de Taiwan para os EUA por volta da década d 1970. Já durante o Ginásio, destacou-se no basquete, mas não conseguiu bolsa de estudos. Já em Harvard, se formou em economia com notas altas.

Lin, teve seus ensinamentos cristãos na igreja que frequentava, revelou em uma entrevista em 2010 que ele teria se convertido quando estava na colegial. Ele viu o seu envolvimento no esporte como uma maneira de trazer glória para Deus.

Uma reportagem da Foreign Policy revela que Lin pode ser o novo ídolo chinês do esporte, depois da aposentadoria de Yao Ming, que se tornou famoso com sua atuação no Houston Rockets. Com informações do 
The Christian Post. 

28.2.12

Neurocientistas afirmam que livre-arbítrio não existe


Para os estudiosos o cérebro já está pronto para decidir as atitudes que iremos tomar sem nos dar possibilidade de escolha.

Não é de hoje que a ciência tenta desmentir conceitos básicos da religião, mas dessa vez não foram os filósofos ou físicos, mas neurocientistas que através de estudos entenderam que o livre-arbítrio não existe.

A tese de que o livre-arbítrio é uma ilusão é defendida por eles com um vasto arsenal de dados colhidos através de estudos e pesquisas. Em uma delas foi possível mapear a atividade cerebral antes que a pessoa tivesse consciência do que iria fazer. Sendo assim ficou provado que a uma pessoa não tem o poder de escolher ou não fazer aquilo que já está programado para acontecer.

Entre as pesquisas que formam a opinião desses neurocientistas está o estudo do psicólogo Benjamin Libet que mostrou que uma região do cérebro coordena a atividade motora segundos antes de a pessoa tomar uma decisão, no caso da pesquisa era apertar o botão.

Em 2011 a revista científica PLoS ONE publicou o estudo de Stefan Bode que realizou exames de ressonância magnética em 12 voluntários com idades entre 22 e 29 anos e através desse exame conseguiu prevê as atitudes que seriam tomadas pelos jovens sete segundos antes deles tomarem a consciência do que faziam.

Diversas outras pesquisas já tentaram comprovar se o livre-arbítrio existe realmente, mas nenhuma delas conseguiu encontrar uma diferença tão grande entre a atividade cerebral e o ato consciente. Com esses estudos os neurocirurgiões entenderam que antes da pessoa decidir o que fazer uma atividade cerebral já foi acionada em seu cérebro.

Contradições com as religiões

Se a Bíblia narra que o homem tem livre-arbítrio para decidir seus atos, esses estudam tentam comprovar que o cérebro já está programado para tomar decisões e que ele apenas convence seu ‘dono’ que o responsável foi ele. A Revista Veja publicou em seu site uma matéria especial sobre o assunto afirmando que o cérebro e a mente são a mesma coisa.

Nessa reportagem encontramos um vídeo de Steven Pinker, psicólogo da Universidade de Harvard e autor do livro Como a Mente Funciona, falando sobre sua visão a respeito do livre-arbítrio. “Eu acho que nosso comportamento é o produto de processos físicos no cérebro”, diz ele que não acredita que a pessoa pode decidir seus atos.

Mas Pinker diz também que devido a grande complexidade do sistema central não é possível fazer previsões sobre as escolhas humanas de um modo simples. Do Gospel Prime com informações da VEJA.

Jovens Que Oram

27.2.12

Homem se diz capaz de receber mensagens de Nossa Senhora Aparecida

Uma história intrigante no sul de Minas. Em Carmo da Cachoeira, aparições de Nossa Senhora têm dia, hora e local marcados para acontecer, com anúncios no rádio e na internet. Mas apenas um homem se diz capaz de receber as mensagens da santa - um uruguaio que se apresenta como "Frei Elias". O que está por trás desse mistério? 

“Queridos filhos, oremos por todos aqueles que não acreditam na presença do meu imaculado coração. Assim encontrará Deus, confiem no que estou dizendo”. Essas seriam palavras de Maria, a mãe de Jesus, transmitidas por um uruguaio que se diz vidente. Um jovem de 26 anos que garante ouvir e ver a Nossa Senhora.

“Hoje teve um detalhe diferente na aparição. O primeiro que se iluminou foi seu rosto, era o rosto da mãe de Jesus da Virgem Maria. Ela dizia: eu amo vocês, eu amo vocês, eu amo vocês”, conta Frei Elias.

As mensagens são passadas para seguidores do Brasil e outras partes do mundo. O lugar das supostas aparições é uma tranquila cidade no sul de Minas Gerais.

Carmo da Cachoeira tem pouco mais de 10 mil habitantes, de maioria católica. E, desde setembro do ano passado, viu a rotina mudar com as supostas aparições da Virgem Maria.

As visitas de Nossa Senhora são anunciadas em cartazes e até na rádio da cidade. “A Nossa Senhora Aparecida estará aparecendo em Carmo da Cachoeira novamente”, diz um radialista.

E, no dia da aparição, gente de todas as idades supera os limites, movida pela fé.

Nos últimos cinco meses, a santa teria aparecido 17 vezes em Carmo da Cachoeira. Nessas ocasiões, aparecem cerca de 1,5 mil pessoas.

De acordo com os membros da comunidade a santa anuncia a aparição com antecedência e horário marcado. As últimas foram às 20h40, antes de uma cerimônia com orações e cânticos.  Com informações Globo.com

26.2.12

Quando servimos ao Senhor, vivemos no Mover do Espírito


Hoje precisamos urgentemente seguir a evidente direção do Espírito Santo. É bom saber que Deus tem uma visão, um sonho para cada um de nós; para mim, para você e para cada pessoa. Não nascemos para fracassar, não nascemos para sermos “escravos” do diabo. Nascemos para seguir um novo caminho; nascemos para vencer e servir ao nosso Deus de amor. O problema é que há tantas coisas que permitimos em nossas vidas que impedem ou limitam a visão de Deus para nós.
       
   Eu, como servo do Senhor, tenho um chamado, uma direção que Ele próprio me deu há alguns anos atrás. Em uma de nossas reuniões de Grupo Pequeno, que ocorreu em 11 de fevereiro de 2012, mostramos a necessidade que temos de ressignificar o culto que prestamos a Deus e começamos a fazer isso orando em horários específicos com tempo mínimo de 10 minutos e todos ao mesmo tempo. Na primeira semana após o inicio desse tão sublime compromisso, pude presenciar os irmãos de nosso pequeno grupo, dando testemunho de como tem sido bom esses momentos na presença do Deus Todo-Poderoso e na total dependência de Seu Santo Espírito. Certamente essa atitude deixou furioso o nosso arquiinimigo, pois Satanás não suporta um servo de Deus que ora e que é instrumento de despertamento para muitos.
          Em meio a esse “despertamento” que estamos experimentando em nosso pequeno grupo que resultará em um “avivamento” em nossa igreja local, Igreja Batista Teosópolis, pude presenciar como o Senhor ainda tem algo para realizar em e através de mim: indo descansar com minha família na casa de praia de meus pais sofri um grave acidente de moto, dia 18 de fevereiro de 2012, onde eu fui literalmente “atropelado” e minha moto foi quase que totalmente destruída, segundo a pericia técnica. Entretanto, pelo poder de Deus, eu não sofri nenhum “traumatismo”, não tive nem sequer um “osso quebrado”. Dou graças a Deus porque experimentei a verdade do Salmo 91:2 à 7: “diz ao SENHOR: Meu refúgio e meu baluarte, Deus meu, em quem confio. Pois ele te livrará do laço do passarinheiro e da peste perniciosa. Cobrir-te-á com as suas penas, e, sob suas asas, estarás seguro; a sua verdade é pavês e escudo. Não te assustarás do terror noturno,nem da seta que voa de dia, nem da peste que se propaga nas trevas,nem da mortandade que assola ao meio-dia. Caiam mil ao teu lado, e dez mil, à tua direita; tu não serás atingido”. Ontem, 24 de fevereiro de 2012, um “irmão” que eu não conheço me encontrou e disse que tinha um “mistério de Deus” para me entregar e relatou o acidente nos mínimos detalhes e me disse também que não deveria me preocupar com nada material, pois a minha vida é precisa para Deus. Já no final da conversa ele revelou o plano do diabo para minha vida: Satanás não queria me matar, pois sabia que eu iria para os braços do “Pai Abraão”, mas que seu objetivo era me deixar “tetraplégico”. LOUVADO SEJA O MEU SENHOR!... Estou vivo e normal, graças ao Seu Amor.
           Nesses estudos que temos feito no livro de Atos, percebemos como a visão de Deus é melhor, é mais excelente e o quanto a nossa visão é mesquinha e egoísta. Um exemplo marcante dessa mudança radical foi o jovem Saulo, alguém muito preparado no seu tempo, estudante de uma famosa escola de Teologia, a Escola de Gamaliel:“Eu sou judeu, nascido em Tarso, na província da Cilícia, mas fui criado aqui em Jerusalém como aluno de Gamaliel. Fui educado muito rigorosamente dentro da Lei dos nossos antepassados. Eu era muito dedicado a Deus, como todos vocês aqui também são. (Atos 22:3)”. Como Saulo estava errado, seguindo sua própria visão, pensando estar agradando a Deus; usando apenas suas habilidades humanas e a força de seu braço, com muito zelo de Deus. Mas o Senhor mudou o quadro ao revelar uma nova visão para esse jovem tão iludido, no caminho de Damasco (At 9). Ao invés de ser destruidor e perseguidor de igrejas era iria ser um edificador delas quando seus olhos espirituais foram abertos. Que maravilha: para termos a correta visão do Espírito e vivermos no Seu mover, precisamos ter nossa visão transformada. Muitos que enxergam nesse mundo são cego para Deus e os cegos para esse mundo são os que enxergam os mistérios de Deus.
         Urgentemente precisamos perder nossa visão egoísta, centrada em nós mesmos. Se seguirmos a nós mesmo andaremos em trevas, mas se seguirmos a Jesus andaremos na Luz como Ele na Luz está. Foi Jesus quem disse: “De novo, lhes falava Jesus, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida” (Jo 8:12). Se realizarmos as coisas não apenas para Deus, mas com Deus, toda a glória vai para o Senhor.
          Quero enfatizar a necessidade que temos pela Palavra de Deus. Para a nossa edificação, enquanto Corpo de Cristo, precisamos do Nome de Jesus (na oração) e da Palavra do Senhor (leitura e exame detalhado da Bíblia, não em busca de erros ou contradições, mas em busca da Perola de Grande Valor Mateus 13:45,46). Apenas doutrina e/ou convênios não edificam.
          Prezado irmão, indiferentemente do seu passado, o Senhor pode mudá-lo completamente a chave para essa mudança está em entendermos que o Senhor não quer habitar em apenas um individuo, Ele quer habitar em todos os seres humanos, na pessoa do Seu Espírito num mundo perfeito e restaurado. Deus quer que vejamos como Ele vê. Precisamos amar àqueles que estão perdidos sem Jesus. Nessa correta visão, precisamos urgentemente “levantar nossos olhos, conforme diz na Escritura “Erguei os vossos olhos e vede os campos” (Jo 4.35).
          Quando pudermos ver como Deus vê, o amor ao próximo não será fingido e nos sentiremos como Deus se sente. Quando amarmos de verdade, a união será o nosso testemunho e tocaremos em vidas com o amor de Deus. “Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas de fato e de verdade” (I João 3:18). 
  • Afirmativa-Chave:
Para termos a correta visão do Espírito e vivermos no Seu mover, precisamos ter nossa visão transformada.
  • Pergunta Padrão:
Como realizarmos as coisas não apenas para Deus, mas com Deus?

Unidos na mesma unção, na esperança da salvação.
Gilvan Silva Santos, servo do Deus Altíssimo em espírito, alma e corpo(I Tes 5:23)
Itabuna-Bahia 19.02.2012 (5h25min)
[gilvansilva00@hotmail.com; (73) 9191-0910; 8848-3714; 9995-4551]
Siga-me no Twitter: http://twitter.com/Gilvan1973_BA

25.2.12

Preparo missionário e os desafios do mundo atual


Devocional escrito por Durvalina Bezerra. Este texto foi publicado na revista Portas Abertas, edição de janeiro de 2012

Estamos vivendo em um tempo marcado pela globalização, relativismo, pluralismo – uma cultura humanista e individualista. A sociedade se materializou, os sistemas totalitários e as religiões fundamentalistas inibem e perseguem o avanço do evangelho. O descrédito do cristianismo no ocidente e sua rejeição no oriente nos conclamam a rever nosso modelo missionário. Não podemos mais cumprir a missão apenas pela proclamação, pelo modelo gerencial, ou transplantando a placa denominacional para fincar a bandeira, como fizeram os colonizadores.

Os países fechados, como a China e muitos outros onde a missão Portas Abertas trabalha, nos fazem refletir sobre um modelo de missões que seja eficiente e alcance as pessoas dentro do seu contexto religioso e sociocultural.

A antropologia missionária tem estudado a realidade de cada povo e as variadas formas de contextualizar a mensagem, dando ênfase ao preparo do missionário do século XXI, para que ele possa cumprir a missão de forma relevante e eficaz.

Para oferecer um preparo de qualidade, alcançando o ser pessoal na sua integralidade, o missionário deve ser formado em quatro dimensões.

Preparo acadêmico - mente de um teólogo. O missionário precisa saber pensar teologicamente, não apenas para expor as verdades da revelação divina, mas para fazer a apologia, saber coordenar os argumentos da fé cristã diante dos opositores, diante dos inquiridores e dos sedentos da verdade, como o etíope, que queria entender, mas precisava de alguém que lhe fizesse a explanação clara e compreensível da Palavra Sagrada. Filipe expôs-lhe a Escritura. Ele se ateve à revelação veterotestamentária, fazendo a interpretação correta da Palavra, colocando a verdade do texto frente ao cumprimento da promessa. E, assim, anunciou-lhe Jesus. não a sua eclesiologia institucionalizada, mas o Cordeiro, o servo sofredor, o redentor do mundo (At. 8.30-35; I Pd.3.15).

Desenvolvimento espiritual - coração de um místico. O missionário deve ser treinado nas faculdades íntimas, no campo da espiritualidade, na relação com Deus. Antes de qualificar-se em qualquer matéria, deve ser diplomado nas disciplinas espirituais, na prática do momento devocional, ou sozinho com Deus; aguçar a audição espiritual; desenvolver a prática da oração, para fazer da comunicação com o Pai a principal obra do ministério; concentrar-se na adoração e, através do louvor, expressar um coração grato, encontrando em Deus a plena satisfação e o sentido da vida; encontrar-se com Deus e ser encontrado em Deus, para expressar a sua vida aos homens (Mt. 6.6-8; Js.1.8; Fp.3.8-11).

Treinamento prático - coragem de um desbravador. Expor os vocacionados à prática é dar-lhes a oportunidade de desenvolver a coragem. Eles precisam ser ousados, como foram e são os pioneiros que ultrapassam as fronteiras, principalmente aqueles que trabalham em campos de risco e se expõem em países onde há perseguição. O missionário necessita ser corajoso para enfrentar o perigo, as frustrações, as dificuldades do próprio ministério. Coragem para encarar o desconhecido, para deixar a família, irmãos e amigos e viver com um povo de costumes diferentes; coragem para ir com o sustento mínimo e sem certeza que lhe dê segurança de coisa alguma, exceto a certeza da fé naquele que o envia e que é fiel para guardá-lo e preservá-lo firme, com a mão no arado, sem olhar para trás, até cumprir o ministério que recebeu do seu Senhor (Js. 1.9; At. 20.24).

Vivência grupal - humildade de um santo. Desde o tempo de preparo, o vocacionado é chamado a fazer de um grupo de irmãos, até então desconhecidos, a sua família. No campo, a realidade é a mesma. o modelo de trabalho em equipe continua sendo a melhor forma de servir. Este tem sido um grande desafio para todos os enviados, principalmente para os solteiros que se agregam a famílias. A convivência com pessoas de diferentes níveis de educação, cultura, pontos doutrinários divergentes, com dons distintos e diferentes na formação não é nada fácil. É necessário ser tratado na personalidade, trabalhado nas emoções e treinado na humildade (Mt.11.29-30; Jo.13.4-17).

O equilíbrio nessas áreas de preparo é fundamental, para que o obreiro não tenha de que se envergonhar (caráter, atitudes e valores) e seja capaz de manejar bem (capacitação e habilidade) a Palavra da Verdade (II Tm. 2.15).

Durvalina B. Bezerra é diretora do Seminário Teológico Evangélico Betel Brasileiro, vice-presidente da AME – Associação Missão Esperança, escritora e conferencista.
Portas Abertas - Servindo cristaos perseguidos

Pastor de mega-igreja escolhe passar férias como mendigo para “entender e sentir a dor” dos sem-teto

Um pastor de uma mega-igreja dos Estados Unidos, localizada na cidade de Wayne, em New Jersey, decidiu usar suas férias para conhecer a rotina e a dor dos moradores de rua, ao invés de viajar com a família.

Thomas Keinath, pastor da “Calvary Temple” (em tradução livre, Templo Calvário), que reúne duas mil pessoas a cada culto dominical e que fica em um bairro rico da cidade, chocou os membros com sua decisão de passar uma semana nas ruas, mas justificou-se afirmando ter necessidade de conhecer o problema realmente: “Como eu poderia levar ajuda ou cura para as ruas se eu não sabia quais são as necessidades dessas pessoas?”, questionou Thomas.

Durante o período que ficou como morador de rua, o pastor foi visto vagando pelas ruas e junto de grupos de sem tetos que montavam fogueiras em tonéis para se aquecer e proteger-se do frio intenso. “Eu precisava entender o que eles estavam passando, eu precisava sentir a sua dor”, explica o pastor.

Das pessoas que conheceu na rua, aproximadamente 50, passou a escrever a história de cada um, conforme os relatos que faziam sobre suas vidas. O pastor afirma que fez isso para não se esquecer das histórias que viu e viveu nesse período. “Não havia uma pessoa sequer , seja sem teto ou tóxico dependente, que abertamente rejeitou a esperança que eu estava tentando oferecer”, afirmou.

Em um sermão, após sua “volta” das ruas, o pastor Thomas afirmou que “as pessoas têm de saber que vocês [cristãos] realmente se preocupam com elas. Isso é parte do que somos como crentes no Senhor. Minha identificação com eles derrubou muitas barreiras”, mostrando que teve maior facilidade de ouvir e ser ouvido pelos sem-teto.

Agora, segundo informações do site da igreja, o pastor Thomas Keinath quer mobilizar toda sua congregação e também igrejas de outras cidades para montar uma estratégia de ajuda aos moradores de rua a longo prazo, fugindo do habitual “tome um pouco de dinheiro ou comida e não me perturbe mais”.

Após as férias nas ruas, o pastor organizou um sistema de transporte para os mendigos que desejam participar dos cultos. As vans da igreja buscam e levam os interessados. Para Thomas, isso é apenas o início do trabalho, pois ele pretende construir uma instituição de ajuda, para “abrigar os sem-teto e ao mesmo tempo ajudá-los a recuperar-se, inclusive dos vícios em álcool ou drogas”, seguindo o exemplo dos cristãos de Cesareia, que durante uma epidemia no quarto século, ajudaram os doentes e moribundos, fazendo curativos e oferecendo comida. “Eu sinto como se Deus estivesse dizendo: ‘Voltem para suas raízes. Volte para onde as pessoas estão sofrendo hoje’”, explica o pastor.

Fonte: Gospel+

Bíblia com mais de 1500 anos é encontrada na Turquia

O livro está escrito em aramaico e resistiu ao tempo por ser feito de couro especialmente tratado
Já encontra-se no museu de Ankara, na Turquia, um exemplar da Bíblia Sagrada que tem mais de 1.500 anos. O Livro Sagrado foi encontrado depois que a polícia conseguiu desfazer uma rede de vendas ilegais de antiguidades em 2000 e permaneceu em um cofre até ser entregue ao museu.
Agora esta é uma das Bíblias mais antigas do mundo e está escrita em aramaico. Dá para ler as palavras com clareza, mesmo com as folhas escurecidas com o tempo. Isso é possível graças ao material usado para escrever essa Bíblia, toda feita em couro especial.
Os peritos que analisaram o livro disseram que ele é inteiramente original e que está avaliado em torno de 20 milhões de euros. A escrita remete ao dialeto siríaco falado na época de Jesus Cristo, fato que dá mais valor e autenticidade ao achado.
Muitas pessoas acreditam que se trata do evangelho de Barnabé, um livro controverso que contradiz o Novo Testamento fazendo com que o discurso se aproxime mais da religião islâmica que do cristianismo. Para saber qual a mensagem dessa Bíblia tão antiga o Vaticano pediu às autoridades turcas para que pudessem analisar os textos.
Tal exemplar foi declarado como patrimônio cultural podendo ser exposto ao público no Museu Etnográfico de Ankara.
Assista:
Com informações Euro News
Fonte: Gospel Prime

Youcef Nadarkhani: Brasil pode intervir na sua libertação por ter boas relações com o Irã

PorJussara Teixeira | Correspondente do The Christian Post
O Brasil se comove com a situação do líder religioso, o pastor Youcef Nadarkhani, preso no Irã desde outubro de 2009. Segundo o Jornal Nacional, o Brasil poderia intervir na situação, pois tem boas relações diplomáticas com o Irã


Em 21 de fevereiro o American Center for Law Justice (ACLJ), organização que defende a liberdade religiosa, confirmou que um tribunal iraniano emitiu a sentença demorte ao líder religioso que está sendo acusado de apostasia por negar sua fé em Jesus Cristo.

A detenção e provável sentença de execução de Nadarkhani vem provocando indignação e protestos de governos e defensores da liberdade de religião em todo o mundo.

A Casa Branca e o Departamento de Estado do EUA emitiram um comunicado nesta quinta-feira à imprensa exigindo a imediata libertação do pastor.

"Estamos com líderes religiosos e políticos de todo o mundo para condenar a prisão de Youcef Nadarkhani e apelar à libertação imediata", disse o Departamento de estado dos EUA.

O secretário de Relações exteriores britânico, William Hague e a União Européia estão pressionando o Irã por violar também a Declaração Universal dos Direitos Humanos, segundo o Global Post.

Nadarkhani foi inicialmente preso em outubro de 2009 por protestar contra o ensino do Islã na escola de seus filhos.

Ele se converteu aos 19 anos, três anos depois já passou a praticar o evangelismo na cidade de Rasht, noroeste de Teerã. Nadarkhani chegou a liderar um grupo de cerca de 400 cristãos no Irã. As acusações que pesam contra ele são atualmente apostasia e tentar evangelizar muçulmanos.

A sentença para apostasia foi a execução por enforcamento, mas, após pressão internacional sobre o sistema judicial iraniano o veredicto foi adiado, passando o caso para o aiatolá Ali Khamenei, da nação suprema autoridade, para revisão.

A esposa de Nadarkhani chegou a ser detida, e condenada à prisão perpétua mas depois foi libertada.

Foi oferecido ao pastor por três vezes a proposta de retornar ao islamismo e ser poupado da pena de morte, mas ele não aceitou. Com informações do 
The Christian Post. 

24.2.12

Padre entrega mãe suspeita de matar filha na Paraíba, diz polícia

A delegacia da Polícia Civil de Esperança, no Agreste paraibano, começou a investgar nesta sexta-feira (24) a morte de uma menina de 2 anos de idade, que teria sido asfixiada pela mãe, de 16 anos. De acordo com o delegado Malon Casemiro, a adolescente teria confessado o suposto crime pela manhã ao padre da cidade, que se encarregou de levá-la ao Conselho Tutelar para esclarecer o ocorrido. Por volta de meio-dia, ela prestou depoimento na delegacia.

Segundo o delegado, a morte aconteceu no dia 14 de fevereiro. Conforme o depoimento da mãe, a criança tinha crises convulsivas com frequência e era acompanhada por médicos do Programa de Saúde da Família na cidade. Depois de mais um ataque epiléptico, a menina foi levada pela mãe ao médico e teria sido recomendada a voltar para casa e continuar administrando os remédios. "Ela disse que se sentiu angustiada e abalada com a situação e sufocou a menina com o travesseiro", explicou Malon Casemiro.

Ainda em depoimento, a mãe teria dito que colocou a menina de volta na cama e fingiu que ela estava dormindo. "Foi o marido que percebeu que a filha estava fria e a levou de volta para o médico, que deu o atestado de óbito como se a causa fosse uma convulsão, possivelmente sem desconfiar que a menina possa ter sofrido violência", disse o delegado.

Conforme o delegado, a adolescente passou mais de uma semana "amargurada" com a situação e resolveu contar ao marido, que recomendou que ela se confessasse com o padre da cidade. A mãe foi encaminhada pela manhã ao Conselho Tutelar, que a apresentou à delegacia.

O delegado ouviu depoimentos do marido da adolescente e de outras pessoas da família. Ele informou que também vai intimar o médico que assinou o atestado de óbito da criança para avaliar a necessidade de solicitar a exumação do corpo. O objetivo seria solicitar exames à Unidade de Medicina Legal de Campina Grande para confirmar se houve asfixiamento.

A Polícia Civil registrou um boletim de ocorrência circunstanciado e vai enviar o caso à promotoria de Esperança, que irá deliberar sobre a necessidade de internar a adolescente. Segundo Malon Casemiro, a mãe foi liberada porque, além de não haver abrigo provisório adequado na cidade, ela se apresentou espontaneamente. Com informações do G1

Sem braços e pernas, cristão Nick Vujicic se casa.

Filho de um pastor sérvio, Nick Vujici nasceu com uma patologia conhecida como síndrome de tetra-amelia, uma desordem rara caracterizada pela ausência de ambos os braços e pernas.

Ainda adolescente Vujicic começou a dominar sua deficiência e vencer as dificuldades, mostrando que podia fazer tudo o que as pessoas capazes fisicamente pode fazer, incluindo a escrita, de digitação, tocar tambores do jogo, escovar os dentes, entre outras coisas.

Aos 17 anos de idade ele começou a dar palestras em um grupo da igreja onde idealizou e fundou uma organização sem fins lucrativos para usar sua experiência e ajudar pessoas com o mesmo caso dele, como também a todos que precisam de motivação para enfrentar suas dificuldades e viver.

O autor de “Life Without Limbs ‘ (Vida sem membros) se casou na semana passada com Kanae Miyahara e em sua pagina no Facebook recebeu milhares de congratulações de pessoas de todo o mundo.


Confira o testemunho de Nick:

23.2.12

A IGREJA QUE NÃO É NOSSA!


“... edificarei a minha igreja, 
e as portas do Hades não poderão vencê-la.”
Mt 16.18

É comum encontrar pessoas que frequentam igrejas dizerem: “A minha igreja é aquela que fica naquele lugar...” ou ainda, “eu frequento a igreja do pastor....”. Isso denota compreensão errada do que seja a igreja. Em Mateus 16, Jesus trava um diálogo com os seus discípulos. Existia ainda confusão de quem era Jesus. Para alguns, era João Batista, para outros Elias ou Jeremias ou ainda um dos profetas. Pedro se adiantou aos demais e disse: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.”
Nesse momento Jesus declara que edificaria a sua igreja e nada, nem mesmo o inferno, poderia ser obstáculo para o seu avanço. Apreciamos ouvir a declaração enfática do Mestre. Ela assegura a certeza da vitória da igreja, mesmo em meio às lutas. Contudo, normalmente algo mais importante fica à margem de nossa compreensão. O texto que lemos afirma: “edificarei a minha igreja”. Vivemos dias perigosos onde parece que muitos têm compreendido que a igreja lhes pertence ou é propriedade deste ou daquele líder. Esse é um grande engano que precisamos evitar. Jesus é o Senhor da igreja! 

ORE


Graças te dou Senhor porque edificaste a tua igreja! Nela eu tenho me fortalecido e aprendido da Tua Palavra. Amém.



Jovens Que Oram

“Movimento Evangélico”: “Não desejo me sentir parte de uma igreja que perde credibilidade” diz Pastor Ricardo Gondim

O pastor Ricardo Gondim, da Igreja Betesda, anunciou em seu site, através de um artigo, que está rompendo com o Movimento Evangélico. Narrando suas experiências religiosas desde adolescência, quando abandonou o catolicismo inquieto pelo que chamou de “dogmas” da igreja romana, o pastor falou sobre o que o fez romper com a Igreja Presbiteriana e com a Assembleia de Deus, exemplificando cada caso.

Agora, se dizendo sem saber para onde ir, afirma que está querendo “apenas experimentar a liberdade prometida nos Evangelhos” e que não abandonará sua vocação de pastor e continuará servindo na Betesda.

Os motivos listados por Gondim em seu artigo reclamam da transformação do evangelho em negócio, e se diz “incapaz de tolerar” a transformação da fé em negócio. “Não posso aceitar, passivamente, que tentem converter os cristãos em consumidores, e a igreja, em balcão de serviços religiosos. Entendo que o movimento evangélico nacional se apequenou. Não consegue vencer a tentação de lucrar como empresa. Recuso-me a continuar esmurrando as pontas de facas de uma religião que se molda à Babilônia”, acusa o pastor.

A falta de afinidade com os grandes líderes evangélicos nacionais também é colocada como uma questão de peso e decisiva para o rompimento: “Não consigo admirar a enorme maioria dos formadores de opinião do movimento evangélico (principalmente os que se valem da mídia). Conheço muitos de fora dos palcos e dos púlpitos. Sei de histórias horrorosas, presenciei fatos inenarráveis e testemunhei decisões execráveis”, afirma o pastor, sem citar nomes.

Em mais uma crítica direta à teologia da prosperidade, que tem sido priorizada em diversas denominações, o pastor Gondim afirma que a igreja se tornou inútil ao pregar essa mensagem: “No momento em que o sal perde o sabor para nada presta senão para ser jogado fora e pisado pelos homens. Não desejo me sentir parte de uma igreja que perde credibilidade por priorizar a mensagem que promete prosperidade. Como conviver com uma religião que busca especializar-se na mecânica das “preces poderosas”? O que dizer de homens e mulheres que ensinam a virtude como degrau para o sucesso? Não suporto conviver em ambientes onde se geram culpa e paranoia como pretexto de ajudar as pessoas a reconhecerem a necessidade de Deus”.

Um texto publicado pelo jornalista Paulo Lopes, atribuído a José Geraldo Gouvêa, ateu declarado, afirma que “Gondim não tem para onde ir, a não ser os braços do ateísmo”. O autor do texto afirma se identificar com o pastor, “uma espécie de Leonardo Boff evangélico”, fazendo menção ao ex-frei e crítico ferrenho da Igreja Católica. Com informações Gospel+

Confira a íntegra do artigo “Tempo de Partir”, do pastor Ricardo Gondim.

22.2.12

Jejum pode ajudar a proteger cérebro, diz estudo

Jejuar um ou dois dias por semana pode proteger o cérebro contra doenças degenerativas como mal de Parkinson ou de Alzheimer, segundo um estudo realizado pelo National Institute on Ageing (NIA), em Baltimore, nos Estados Unidos.
– Reduzir o consumo de calorias poderia ajudar o cérebro, mas fazer isso simplesmente diminuindo o consumo de alimentos pode não ser a melhor maneira de ativar esta proteção.
É provavelmente melhor alternar períodos de jejum, em que você ingere praticamente nada, com períodos em que você come o quanto quiser, disse Mark Mattson, líder do laboratório de neurociências do Instituto, durante o encontro anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência, em Vancouver.
Segundo ele, seria suficiente reduzir o consumo diário para 500 calorias, o equivalente a alguns legumes e chá, duas vezes por semana, para sentir os benefícios.
O National Institute of Ageing baseou suas conclusões em um estudo com ratos de laboratório, no qual alguns animais receberam um mínimo de calorias em dias alternados.
Estes ratos viveram duas vezes mais que os animais que se alimentaram normalmente.
Insulina
Mattson afirma que os ratos que comiam em dias alternados ficaram mais sensíveis à insulina – o hormônio que controla os níveis de açúcar no sangue – e precisavam produzir uma quantidade menor da substância.
Altos níveis de insulina são normalmente associados a uma diminuição da função cerebral e a um maior risco de diabetes.
Além disso, segundo o cientista, o jejum teria feito com que os animais apresentassem um maior desenvolvimento de novas células cerebrais e se mostrassem mais resistentes ao stress, além de ter protegido os ratos dos equivalentes a doenças como mal de Parkinson e Alzheimer.
Segundo Mattson, a teoria também teria sido comprovada por estudos com humanos que praticam o jejum, mostrando inclusive benefícios contra a asma.
– A restrição energética na dieta aumenta o tempo de vida e protege o cérebro e o sistema cardiovascular contra doenças relacionadas à idade, disse Mattson.
A equipe de pesquisadores pretende agora estudar o impacto do jejum no cérebro usando ressonância magnética e outras técnicas. Com informações do Correio do Brasil.

21.2.12

Congresso Nacional de Evangelização do Sertão Nordestino

O alvo do Congresso é reunir em Juazeiro do Norte 1.000 líderes de todas as regiões do Brasil. Delegados das diversas denominações, das missões, dos seminários, das editoras, e de outras organizações evangélicas.


O Congresso deverá mostrar uma visão ampla do Sertão Nordestino

- Quem é o Sertanejo. Suas crenças. O ambiente em que ele vive.
- Panorama sócio-econômico do Sertão Nordestino.
- Panorama cultural.
- A influência do Padre Cícero, Frei Damião, e de outros religiosos, na religiosidade do sertanejo.
- A situação do desenvolvimento evangélico na região.
- Como vencer as barreiras para implantar igrejas evangélicas em lugares nos quais ainda não conseguimos nos estabelecer.

O Congresso deverá deixar claro que há dois Nordestes
- O Nordeste mais desenvolvido. É o Nordeste do litoral, das capitais, das praias ensolaradas, dos shoppings, da economia forte, culturalmente desenvolvido, com muitas igrejas evangélicas, e movimentos evangélicos em expansão.
- O Nordeste pouco desenvolvido. O interior de nove estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe. Onde há ainda muito analfabetismo; milhões abaixo da linha da pobreza; muita superstição.

No Sertão Nordestino a porcentagem de evangélicos é baixíssima: menos de 4%. Centenas de cidades com menos de 2% de evangélicos. Muitas com menos de 1%. Milhares de povoados sem nenhuma igreja evangélica. 71% das cidades menos evangelizadas do Brasil estão no Sertão Nordestino. Das 485 cidades brasileiras com menos de 3% de evangélicos, 343 estão no Sertão Nordestino. 12.000 comunidades rurais, ou vilarejos, sem igrejas. No caso do Estado do Ceará, 97% dos crentes estão na área de Fortaleza. Os outros 3% estão distribuídos no interior.

O Nordeste todo tem em torno de 53 milhões de habitantes.
Cerca de 46 milhões vivem no Sertão. 16 milhões na área rural.

Por que um Congresso tão grande
em Juazeiro do Norte?
Juazeiro do Norte fica bem no coração do Sertão Nordestino. A distância de Juazeiro para as capitais dos nove estados, é de 600 a 700 km. Apenas duas capitais ficam mais longe: Salvador 900 km; São Luiz 1.000 km.

Juazeiro do Norte tem cerca de 300.000 habitantes. Crato, cerca de 140.000. Barbalha, 60.000 habitantes. Cerca de 500.000 habitantes nessa segunda região metropolitana do Estado do Ceará. Um oásis no Sertão, com grande desenvolvimento econômico. As igrejas evangélicas vêm crescendo bastante nos últimos anos nessa área. Contudo, ainda representam menos de 3% desses 500 mil habitantes!

Paulo, apóstolo dos gentios, trabalhou em Éfeso durante três anos. Éfeso era a cidade pólo da Ásia Menor. Ao final de três anos, toda a Ásia Menor tinha sido tocada com o Evangelho. Não há mais campo por aqui, disse ele.

Juazeiro do Norte tem sido a capital espiritual da idolatria, do sincretismo religioso e da superstição. A figura do Padre Cícero tem sido exportada para todo o Nordeste e para todo o Brasil.

Seria possível transformar essa região
em centro de influência evangélica
para todo o Sertão Nordestino?

O Congresso Nacional de Evangelização deverá ser o marco inicial do Movimento Nacional de Evangelização do Sertão Nordestino, que é um projeto de 10 anos (2012 a 2022). Deseja-se implantar 10.000 igrejas nesses 10 anos, em todo o Sertão. Isto só será possível se conseguirmos 2.000 parceiros: denominações, missões, igrejas locais e outras organizações.

Esperamos conseguir realizar 6 congressos:
2012, 2014, 2016, 2018, 2020, 2022.

Cada Congresso deverá ser realizado em diferentes cidades do Sertão Nordestino. Em 2013 deverá ocorrer o Congresso de Jovens. Esperamos atrair 2.000 jovens de todo o Brasil, de todas as denominações, missões, igrejas locais e outras organizações. Eles serão desafiados para participarem do Movimento Nacional de Evangelização do Sertão Nordestino.

Entre 2013 e 2014 deverá haver um Congresso de Mulheres na região. Espera-se poder organizar também um congresso de homens e um congresso de empresários evangélicos. Tudo isto deverá estimular muitos pastores e líderes para participarem desse desafio extraordinário que é a evangelização do Sertão Nordestino.

Se conseguirmos estimular os evangélicos de todo o Brasil para olharem para o Sertão Nordestino como campo missionário prioritário, certamente alcançaremos os alvos propostos.

A região menos evangelizada do Brasil poderá tornar-se, a região mais evangelizada do Brasil.

Tem vindo ao meu espírito um pensamento constante: O Congresso e o Movimento Nacional de Evangelização do Sertão Nordestino poderão se tornar motivação forte para um novo grande despertamento de missões. A ênfase forte em missões nacionais poderá transbordar para missões mundiais. O Brasil poderá ser o celeiro de missões para muitas nações.

À medida que trabalho para que o Congresso Nacional aconteça, fico me perguntando: Será que estamos no limiar de uma grande experiência de avivamento no Brasil? Quais seriam as ênfases desse avivamento? Missões? Implantação de muitas obras sociais? Aprofundamento da vida cristã? Um poderoso mover do Espírito Santo, ao reverso? Em vez de ser das capitais para o interior, poderá ser do interior para os grandes centros?

Você poderá cooperar, e muito: 1. Intercedendo; 2. Envolvendo-se na preparação do Congresso; 3. Contribuindo financeiramente.

Juazeiro do Norte fica no centro geográfico do Nordeste. Distâncias de Juazeiro para todas as capitais do Nordeste
Fortaleza, CE - 585km
Teresina, PI - 609 km
Recife, PE - 626 km
Natal, RN - 630 km
João Pessoa, PB - 631 KM
Maceió, AL - 650 km
Aracajú, SE - 691 km
Salvador, BA - 908 KM
São Luiz, MA – 1038 km

www.congressosertaonordestino.com.br
Email: congresso.sertaonordestino@gmail.com
Telefone em Juazeiro do Norte: (88) 3512-6041
Telefone em São Paulo: (11) 4136-4773/4204-1176

OFERTAS

Associação Evangelística Visitação de Deus – Congresso
CNPJ: 14.152495/0001-15
Caixa Econômica Federal - Agência 0032 Operação 03 C/C 1634-8

VENHA PARTICIPAR DO CONGRESSO NACIONAL DE EVANGELIZAÇÃO DO SERTÃO NORDESTINO
19 a 23 de Março de 2012 em Juazeiro do Norte, CE

Pastor Jonathan

Antes de decretar a falência do Carnaval...

Por Hermes C. Fernandes

Antes de decretar a falência do Carnaval… deveríamos, como cristãos que somos, trabalhar pelo fim da comercialização da fé, pois a mesma, além de entristecer o coração de Deus, compromete nosso testemunho perante o mundo. Como podemos julgar o mundo, se não somos capazes de julgar a nós mesmos?

Antes de decretar a falência do Carnaval... deveríamos julgar a nós mesmos, removendo de nossos rostos as máscaras da hipocrisia religiosa, expondo-nos, assim, à verdadeira transformação empreendida pelo Espírito Santo. Afinal, onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade. Liberdade, sim. Não pra pecar. Mas pra ser transformado sem viver sob pressão de quem quer que seja. Liberdade de ser quem somos, sabendo que ninguém nos condenará. O Espírito só opera em nós quando temos o rosto descoberto...

Antes de decretar a falência do Carnaval... deveríamos tirar o chapéu para o trabalho social desempenhado por algumas escolas de samba em suas comunidades. Não fosse nosso corporativismo evangélico, poderíamos até aliar-nos a elas nesse esplêndido trabalho. O que não significa que endossemos tudo quanto é promovido por elas. Porém, não se pode jogar fora a criança com a água suja do banho.

Antes de decretar a falência do Carnaval... deveríamos corar de vergonha ante o nível de excelência alcançado nas apresentações das escolas, com samba-enredos bem elaborados, carros alegóricos exuberantes, organização impecável, etc. Enquanto nós, que nos achamos no direito de apontar-lhes o dedo, nos acomodamos à mediocridade. Basta ouvir as canções de louvor atuais para perceber a pobreza lírica e melódica, fruto de nossa preguiça e desleixo. Sem contar que nossa arte ‘gospel’ fica restrita à música, como se Deus tivesse alguma coisa contra outras expressões artísticas.

Antes de decretar a falência do Carnaval... deveríamos amar os foliões, compreendendo que aquela alegria ilusória é tudo o que eles possuem. Em vez de condená-los, que tal se compartilhássemos com eles a nossa alegria perene? Eles certamente perderiam qualquer interesse por algo que fosse menos que isso. A maneira como nos referimos a eles e à sua festa, faz com que sejamos vistos como gente estraga-prazer. Duvido que no lugar de Jesus nos dispuséssemos a transformar água em vinho só pra que a festa não terminasse tão cedo. Talvez entendêssemos melhor o que diz Provérbios 31:6-7, mas sem perder de vista o seu contexto imediato.

Antes de decretar a falência do Carnaval... decretemos a falência da nossa arrogância, de nossa presunção, de nossa religiosidade midiática, e de nosso egoísmo. Que prevaleça o amor, a humildade e o serviço ao nosso semelhante, mesmo quando este estiver atrás de uma fantasia, ou despudoradamente despido.
Originalmente publicado em CRISTIANISMO SUBVERSIVO

20.2.12

Papa quer encontrar Fidel Castro em Cuba, diz fonte

O Papa Bento 16 quer encontrar Fidel Castro em sua viagem a Cuba no próximo mês, mas o encontro depende da saúde do líder revolucionário comunista, afirmou uma autoridade do Vaticano à Reuters no último sábado.

A autoridade, que falou do lado de fora de uma cerimônia em que o Papa promoveu novos cardeais, disse que o status da reunião ainda estava pendente.

“Isso depende da saúde dele”, disse.

No momento, o Papa deve apenas atender o irmão mais novo de Fidel Castro, o presidente Raúl Castro, que deve receber Bento 16 em Santiago de Cuba em 26 de março, manter conversas privadas com ele em Havana em 27 de março, e ver o pontífice deixar Havana e partir para Roma em 28 de março.

Não existe menção a Fidel Castro no programa oficial.

Fidel Castro, 85 anos, governou Cuba por 49 anos antes de ser sucedido pelo irmão em 2008.

O Castro mais velho raramente aparece em público, mas, ocasionalmente, encontra-se privadamente com líderes estrangeiros que visitam o país e escreve colunas sobre assuntos internacionais.

Um dos objetivos da visita do Papa é a comemoração do 400º aniversário da descoberta do ícone religioso mais famoso de Cuba, a estátua da Virgem da Caridade.

A vista de Bento 16 a Cuba ocorrerá após visita do pontífice ao México, a partir de 23 de março. Com informações de O Verbo.

Guerra na tv: ‘Rei Davi’ acaba com as noite de ‘Amor & Sexo’


Na disputa pela audiência do horário das 23h de terça-feira, a minissérie Rei Davi, da Record, tem levado a melhor sobre o programa ‘Amor & Sexo’, da Globo. E na briga pelo primeiro lugado do Ibope vale até convidar ex-funcionários da emissora concorrente para tentar reverter o jogo.
Por duas semanas consecutivas, a Globo leva ex-participantes do reality A Fazenda para a atração de Fernanda Lima.
A primeira foi Monique Evans, acompanhada de sua filha Bárbara. A loura ficou à vontade com temas picantes e ainda deixou a apresentadora encabulada com as brincadeiras que fez com seu ex-namorado Leo Jaime. Esta semana foi a vez de Sérgio Mallandro, mas nem o ‘gluglu’ do humorista fez a emissora levar a melhor.
De acordo com o Ibope, ‘Rei Davi’ ficou em primeiro lugar na Grande São Paulo, alcançando 14 pontos contra 13 marcados pela Globo.
A Central Globo de Comunicações se limitou a informar que “o critério para a escolha dos participantes dos programas da TV Globo é simplesmente artístico”. Com informações do Verdade Gospel.  Fonte: O Dia

Acidente com Leonardo Bricio para gravações de Rei Davi


Enqanto comemora o sucesso da atual produção, Record já planeja nova série: “Os 10 Mandamentos”

Do Gospel Prime
O protagonista da minissérie “Rei Davi”, Leonardo Brício, sofreu um acidente durante as gravações na última sexta-feira (17). Durante a produção de uma cena de guerra, que mostraria a morte do Rei Saul (Gracindo Junior), Brício quase teve o polegar de uma das mãos decepados.
Ele precisou se submeter a uma cirurgia de emergência no hospital Barra D’Or, no Rio de Janeiro, mas passa bem.
Com isso, as filmagens foram interrompidas e novas cenas de estúdio estão marcadas para recomeçarem apenas na quarta-feira (22). Brício só retorna ao trabalho depois da liberação dos médicos.

Por outro lado, quem voltou às gravações da minissérie foi Cibele Larrama, intérprete da bruxa Allat. Ela ainda não está totalmente recuperada das queimaduras que sofreu durante as gravações e a deixaram afastada várias semanas. Por isso, um esquema especial foi montado para sua volta, com uso de dublês. Ela disse que, em todos os momentos, foram muitas as manifestações de solidariedade e comemorou a renovação de contrato com a emissora, agora até 2015. Com informações de Veja, Folha e R7

19.2.12

Depois do Carnaval

Por Marina Silva


Chegamos, finalmente, a mais um feriadão de Carnaval, para depois, segundo dizem, tudo começar a acontecer no Brasil.
Geralmente, em nossa viciada cultura da procrastinação, do “deixa para depois”, aproveitamos as datas festivas e comemorativas como desculpa para continuarmos protelando tudo aquilo que nos incomoda, ou que é mais difícil de fazermos acontecer.
Esperamos passar a Semana Santa, o Natal, o Ano-Novo e as férias de verão até chegarmos na convincente constatação de que, em nosso país, as coisas só começam a acontecer depois do Carnaval.
O drama desse “avestruzamento” coletivo é que a realidade dos problemas que precisam ser enfrentados -e que, a cada ano, acabam sendo deixados para depois do Carnaval- não pode ser indefinidamente armazenada como se fosse uma fantasia de um desfile malsucedido, que nunca mais queremos ver repetir-se.
Esses problemas aparecem e reaparecem nos salões e nas avenidas do cotidiano de nossa realidade política e social na forma de muitas faltas -por exemplo, uma adequada reforma da segurança pública que dê dignidade e segurança não apenas para quem precisa da polícia mas também para quem faz a polícia.
Manifesta-se ainda no ensaio do terceiro round do Código Florestal na Câmara dos Deputados, onde já se anuncia uma espécie de “telecatch” entre o projeto aprovado no Senado e o projeto “fake” radical ruralista, com o intuito de aparentar divergências entre os ruralistas e a base governista.
São muitos os que esperam esse “para depois” passar para serem vistos e respeitados: os atingidos pelos desastres ambientais, os banidos do Pinheirinho (em São José dos Campos, cidade no interior do Estado de São Paulo), que reclamam em nós, e não de nós, uma solução para o vergonhoso êxodo a que são submetidos, as vidas assoladas compulsoriamente pelo crack a reclamarem do Estado mais ação preventiva do que repressão.
Todos precisamos de descanso, de refrigério, de tempo para encerrar ciclos. Mas o Estado, os governantes, as autoridades políticas que recebem da sociedade o nobre mandato de zelar por seu bem-estar, pelo desenvolvimento do país, não têm direito ao descanso do “deixa para depois”.
O país, em muitos aspectos, vive um momento excepcional de crescimento, de expansão. Entretanto nós não podemos nos enganar. Não queremos ser como um vagão puxado pelas locomotivas de outras nações.
O Brasil que ainda patina com graves problemas estruturais, que precisa melhorar tanto, por exemplo, na educação, não pode perder tempo.

Marina Silva, ex-senadora, foi ministra do Meio Ambiente no governo Lula e candidata ao Planalto em 2010. Na Folha de S. Paulo via Pavablog