30.4.11

CAIO FÁBIO - UMA CARTA AOS PAIS DE FILHOS GAYS




Textos sobre a questão no site do Caio

Na Bahia, igreja e Estado brigam sobre quem paga reforma de teto

Padre responsabiliza Iphan por risco de desabamento do teto do templo. Órgão rebate e diz que culpa é da igreja

A missa de Páscoa do último domingo (24) teve um tom diferente na Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, em Salvador. Em meio ao sermão, o padre Adílton Lopes, pároco da igreja, pediu aos fiéis orações para que o teto do templo do século 18 não venha abaixo.

“Pedimos a oração de vocês para que o governo federal, o Iphan (órgão federal de patrimônio), o Ipac (órgão estadual), todos os organismos que possam liberar os recursos possam ver essa basílica com outros olhos. Realmente tenho muito medo daquele teto cair", afirmou o padre na ocasião, segundo relato de funcionários da irmandade responsável pela igreja.

Foto: Thiago Guimarães/iG

Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, ao lado de casarão

em ruínas. Ao fundo, o elevador Lacerda

A Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia é um dos principais templos católicos da capital baiana. Localizada a poucos metros do elevador Lacerda, cartão postal da cidade, possui no teto um painel barroco de 633 metros quadrados de José Joaquim da Rocha (1737-1807), considerado o fundador da pintura baiana.

A irmandade nunca apresentou projeto às diversas linhas de financiamento existentes que contemplasse intervenções na igreja ou em seus bens móveis e integrados”, diz Carlos Amorim, do Iphan

A situação do teto preocupa o padre porque há deslocamento entre as tábuas. “Estamos tentando que haja alguma coisa (intervenção), isso já foi falado e ‘refalado’ com o Iphan”, afirmou Walter Moura, relações públicas da Irmandade do Santíssimo Sacramento e Nossa Senhora Conceição da Praia. O padre Adílton não respondeu aos contatos da reportagem.

No segundo semestre do ano passado, um casarão vizinho ao templo, também pertencente à irmandade, desabou parcialmente. Os escombros estão escorados e continuam sob risco de ceder e atingir a igreja. Tombada como patrimônio histórico nacional em 1938, a basílica teve a última reforma bancada pelo Iphan em 1971. Recursos privados patrocinaram nova intervenção 20 anos depois.

Foto: Thiago Guimarães/iG

Painel barroco de 633 metros quadrados de José Joaquim da Rocha

(1737-1807), considerado o fundador da pintura baiana, corre risco

de desabar

Igreja e Iphan trocam acusações

O sermão do padre motivou reação do Iphan na Bahia, que apontou “inércia” da irmandade na conservação do imóvel. Em nota, o órgão afirmou que o tombamento “não substitui a responsabilidade dos proprietários”.

“A irmandade nunca apresentou projeto às diversas linhas de financiamento existentes que contemplasse intervenções na igreja ou em seus bens móveis e integrados”, disse Carlos Amorim, superintendente do Iphan no Estado.

O órgão de patrimônio sugeriu ainda que a paróquia use dinheiro arrecadado com celebrações para bancar a reforma. “A despeito dos valores cobrados pelos serviços religiosos de batizados e casamentos, permanece a inércia da irmandade, sem que haja a devida comprovação de sua hipossuficiência financeira”, disse. "Hipossuficiência financeira" significa falta de dinheiro.

A irmandade, por meio do relações públicas Walter Moura, negou ter recursos para reformar o templo. Afirmou ainda já ter apresentado projetos para o imóvel, como um plano para o casarão vizinho que ruiu. “Só que, até hoje, nada”, disse.

Em mais um capítulo da troca de farpas, o Iphan afirmou que, “independentemente da postura errática da irmandade”, irá investir R$ 800 mil em caráter emergencial na cobertura e restauração do forro da igreja. Informou, contudo, que os valores gastos “serão cobrados judicialmente para que a irmandade possa ressarcir os cofres públicos”.

Foto: Thiago Guimarães/iG

Interior da igreja, uma das mais importantes de Salvador

Fonte: IG Último Segundo


Estados Unidos querem se aliar ao Vaticano, diz WikiLeaks

Wikileaks divulgam documentos que mostram o interesse dos EUA em se aproximar do governo da Igreja Católica


Estados Unidos querem se aliar ao Vaticano, diz WikiLeaks

De acordo com documentos revelados pelo site WikiLeaks e antecipados nesta quinta-feira pela revista italiana L’Espresso, os Estados Unidos têm interesse em ser um aliado do Vaticano.

Os os documentos revelam que a secretária de Estado americana Hillary Clinton teria orientado os embaixadores e diplomatas do país a criarem uma página na Internet para acompanhar as novidades do governo pontifício.

“O Vaticano pode ser uma potência aliada ou um inimigo ocasional. Devemos fazê-lo ver que a nossa política pode ajudá-lo a avançar em muitos princípios”, orientou o Departamento de Estado.

O interesse nos EUA estaria no tamanho do comando da Igreja Católica. “Trata-se de uma armada impressionante: 400 mil sacerdotes, 750 madres, cinco mil monges e frades, relações diplomáticas com 177 países, três milhões de escolas, cinco mil hospitais, braço operativo da Caritas com 165 mil voluntários e dependentes que prestam assistência a 24 milhões de pessoas”, afirmam os documentos.

Porém o Estado americano aponta que essa relação com o governo pontifício deve ser construída com cuidado.”Tudo depende da relação que possamos construir: devemos trabalhar juntos quando as nossas posições são complementares, assegurando que a nossa linha seja compreendida quando são divergentes”, dizem os textos.

Fonte: Gospel Prime

Com informações Veja


Igreja no seu Bolso? Igreja Multimídia Facebook para Lançamento

Por Eryn Sun|Correspondente do The Christian Post
Traduzido por Amanda Gigliotti

Amarás o teu próximo - todos os 600 milhões deles?

Realizando o primeiro culto interativo no Facebook, a São Pixels, uma Igreja online 3D, está redefinindo a maneira com que a maioria das pessoas adoram.

st Pixels
(Foto: St. Pixels)
Realizando o primeiro culto interativo no Facebook, a São Pixels, uma Igreja online 3D, está redefinindo a maneira com que a maioria das pessoas adoram, 30 de abril de 2011.

"Ame ou odeie, o Facebook é onde as pessoas estão em 2011," disse pioneiro Mark Howe da St. Pixels em um comunicado. "Se o Evangelho é para a cultura de hoje em dia, tem que encontrar um lugar distinto, mas culturalmente apropriado dentro da rede social."

Desenhado por Howe, com programação adicional por Barry Wickett da Dark Green Media e arte de Michael Evans e Anthony Ramm de Carousel Digital, a Igreja Multimídia está esperando para anunciar Cristo através das novas mídias.

Atrás das telas de computadores e iPhones, adoradores terão a oportunidade de escutar as leituras da Bíblia e um sermão, cantar os hinos e introduzir pedidos de oração.


Eles vão até ser dados a oportunidade de responder com um "amém" ou "zzzz" através de um medidor de feedback em tempo real que eles podem clicar.

Esclarecendo que o projeto não era um meio para tentar "parecer da moda e pós-moderno," explica Howe, "se trata da aplicação dos princípios básicos da missão transcultural para nossa própria cultura."

"é fácil construir guetos irrelevantes no ciberespaço ou abandonar distintivos na pressa de abraçar a última moda online. Nossa aplicação de Facebook é uma tentativa de se envolver com um fenômeno cultural em seus próprios termos, enquanto mantém o Evangelho que tem transformado tantas culturas ao longo dos séculos."

Inicialmente, um projeto-piloto da webzine Ship of Fools, a São Pixels foi formada em 2006 e começou como uma comunidade em 2D, com um mural e chat como pontos de encontro principais.

"Para alguns de nós, o período 2D sentiram um pouco como um exílio," escreveu a Igreja. "Mas foi durante esse tempo que refletimos sobre a nossa experiência e tornou-se muito mais uma comunidade estável e acolhedora.

"Nós aprendemos a aprender uns com os outros e com nossas diferentes experiências no estudo da Bíblia e discussão geral ... começamos a cuidar e orar uns pelos outros. Encontramos maneiras de adorar em nossas salas de chat regulares de cultos de oração. Alguns de nós até começaram a se reunir ocasionalmente e descobrir quão insignificante nossas aparências podem ser."

Mudando para um novo sistema de software e desenvolvimento de um ambiente 3D, a São Pixels Ltd entrou em operação em 2009 e foi registrada no Reino Unido, com a adesão em todo o mundo.

Grupos Offering Peer to Peer Discipleship, chat em tempo real abrem 24 / 7, fóruns de diálogo e encontros ocasionais em vida real, a São Pixels deseja "criar um espaço sagrado e uma comunidade acolhedora e de testemunho na Internet."

Fonte:


Saiba mais sobre a igreja em que o príncipe William e Kate casaram



A Abadia de Westminster, onde o príncipe William se casou com Kate Middleton, é uma igreja em estilo gótico intimamente ligada à monarquia britânica, tanto nos momentos alegres, como nos tristes.


Para William, o templo londrino, que recebeu casamentos, coroações e enterros reais, é principalmente o lugar onde foi realizado o solene funeral de sua mãe, a princesa Diana, em 6 de setembro de 1997, poucos dias depois de seu inesperado falecimento num acidente de automóvel em Paris.

Do tamanho de uma catedral, a igreja também foi o cenário escolhido meio século antes, em 20 de novembro de 1947, para as bodas de sua avó, a então princesa Elizabeth, com Philip Mountbatten. Seis anos mais tarde, esta foi coroada Elizabeth II no mesmo local.


O templo inicialmente românico e católico fundado no século XI junto a um mosteiro beneditino por Edward, o Confessor, tem sido a igreja das coroações de reis e rainhas desde William, o Conquistador, em 1066.


A imponente igreja gótica atual, cujo nome formal é Igreja Colegiata de São Pedro de Westminster, começou a ser construída durante o reinado de Henry III em 1245. Seu próprio enterro, em 1272, converteu o templo como o principal lugar para os enterros reais durante 500 anos.

No total, 17 reis estão enterrados nesta necrópole real convertida em mausoléu nacional, com mais de 3.000 túmulos de algumas das figuras britânicas mais conhecidas em todos os âmbitos, de Isaac Newton a Lawrence Olivier, passando por Charles Dickens ou Charles Darwin.


Outras personalidades são comemoradas, como Winston Churchill ou William Shakespeare, e existe também uma estátua em honra a monsenhor Romero, o arcebispo de San Salvador assassinado em seu país, em 24 de março de 1980.


A Abadia de Westminster foi, ao longo de sua história, testemunha de 38 coroações, sendo a última a da rainha Elizabeth, em 1953, a primeira televisada.


A igreja, um dos prédios góticos mais importantes do Reino Unido, é "royal peculiar", ou seja, está diretamente sob a jurisdição do monarca, que, na Inglaterra, também é o Governador Supremo da Igreja anglicana, e não de uma diocese, mas se autofinancia graças à venda de entradas e donativos.


Apesar de ser uma das principais atrações turísticas da capital britânica, a igreja situada junto ao Parlamento de Westminster é ainda uma igreja ativa e nela são realizados vários serviços religiosos diários.
Fonte: G1


Via: www.guiame.com.br

29.4.11

Fim do Mundo será no Mês que vem, garante Grupo Cristão. Veja Vídeo

Uma das irmãs contratadas por seita mostra material sobre o dia do julgamento


De uma casa em um beco no bairro Nova Gameleira, região Oeste da capital, uma notícia apocalíptica vem sendo disseminada Brasil afora: o mundo vai acabar no mês que vem. É dali que todo mês diversos envelopes são enviados para vários endereços do país, contendo livros, cartazes e panfletos que apregoam a iminência do fim da humanidade.

Alardeado em filmes-catástrofe, o armagedon tem dia marcado, segundo o grupo cristão norte-americano Family Radio: 21 de maio de 2011. Em análise bíblica feita pela seita, a data representa o fim da "grande tribulação", período de 23 anos de ausência do espírito de Deus nas igrejas (contados a partir de 21 de maio de 1988) e de 7.000 anos do dilúvio de Noé.

O fim do mundo seria o dia do julgamento. "Deus fechará a porta de entrada para o céu eternamente. Apenas os verdadeiros crentes eleitos por ele (cerca de 200 milhões) serão arrebatados e levados para fora deste mundo", diz a seita.

Veja também:

21 de Maio de 2011 Será o Dia do FIM DO MUNDO, Segundo Profecia de Grupo Cristão. Veja o Vídeo!

Um terremoto de proporções continentais se encarregaria de garantir o sofrimento, durante cinco meses, a bilhões de pecadores não escolhidos. "Em 21 de outubro de 2011, Deus destruirá completamente sua criação e todos aqueles que nunca experimentaram a salvação de Jesus Cristo", informa um dos panfletos. A seita também conta com a internet e rádio em ondas curtas para disseminar as previsões.

A vertente cristã fundada nos Estados Unidos por Harold Camping encontrou devotos por aqui e escolheu a capital mineira para receber uma espécie de sede administrativa. No local, duas irmãs se dedicam a receber cartas dos seguidores da a doutrina norte-americana. Também providenciam tradução para a língua portuguesa dos estudos do movimento religioso.

O grupo existe há mais de 50 anos e seus preceitos são difundidos em dezenas de idiomas. No Brasil, buscavam alguém para ajudar na divulgação da tese apocalíptica e, há oito anos, chegaram às irmãs mineiras.

Elas pediram para não serem identificadas. Como o endereço da sede consta no site da Family Radio, já houve quem as procurasse para saber mais das profecias de Camping. "Não queremos exposição", disse uma delas.

Graças à teoria do fim do mundo, as irmãs saíram da pobreza. Em Diamantina, no Alto Jequitinhonha, moravam num casebre sem água e sem luz na zona rural. "A gente era muito pobre", lembra uma das irmãs.

Há cerca de oito anos, outra irmã delas, que mora nos Estados Unidos, visitou o Brasil e encontrou a família sem nenhuma condição financeira. De imediato, contou que trabalhava para uma entidade religiosa que estava à procura de pessoas para ajudar na divulgação do fim do mundo. Ao serem informadas sobre quanto iriam ganhar pelo trabalho (cerca de US$ 500 mensais), deixaram suas convicções religiosas de lado. "Somos evangélicas e não acreditamos que o mundo vá acabar. De certa forma, isso é uma heresia", disse uma delas.

A menos de um mês da data apregoada pelo grupo religioso, as irmãs demonstram preocupação com a diminuição do trabalho. Na avaliação delas, a demanda tem reduzido diante do possível fechamento da sede norte-americana. "Estão mesmo fechando as portas e se preparando para o fim de tudo".

Veja o vídeo da "profecia":



Redação Ogalileo

Com informações O Tempo / BJCV

28.4.11

Cobertura do 12º Congresso de Louvor e Adoração do Diante do Trono

Mais de seis mil pessoas estiveram presentes durante os três dias de evento

A equipe do Gospel Prime participou do 12º Congresso de Louvor e Adoração do Diante do Trono que aconteceu na Igreja Batista da Lagoinha nos dias 21,22 e 23 de abril.

Mais de 6 mil congressistas estiveram presentes para ouvir as ministrações e partilharem de um momento de adoração com vários ministros como Ana Paula Valadão, Adhemar de Campos, André Valadão, Nívea Soares, Mariana Valadão, Felippe Valadão, entre outros.

O evento recebe participantes de todas as partes do Brasil, mas esse ano teve também a participação especial de um grupo de finlandeses liderado pelo pastor Markku Koivisto que além de seus conterrâneos trouxe para Minas Gerais vários representantes da América Latina e de também outros países.

O Congresso foi noticiado pela TV Globo Minas e foi transmitido ao vivo pela Rede Super de Televisão. A repercussão foi tanta que os usuários da rede mundial de computadores fizeram com que o Congresso entrasse para a lista dos assuntos mais comentados do Brasil através do Twitter.

O grupo Diante do Trono aproveitou o momento para gravar o CD especial ‘Glória a Deus’, versão em português de um dos álbuns do ministério americano Gateway Worship, da igreja em que Ana Paula Valadão congregou, enquanto morava nos EUA.

Mudanças no Diante do Trono

Durante o congresso Ana Paula Valadão anunciou algumas mudanças que aconteceram no grupo de louvor Diante do Trono. Os vocais e instrumentistas mais antigos na banda anunciaram a saída para se dedicarem a outros ministérios na Lagoinha.

O anúncio foi dado no primeiro dia e para encerrar esse ciclo, a líder do grupo reuniu todos os membros para uma última apresentação juntos.

Outra mudança que também foi anunciada é que a Orquestra deixará de fazer parte do grupo, pois o grande número de pessoas dificultava viagens e a participação em eventos menores.

Ana Paula disse estar triste, mas ao mesmo tempo feliz, pois sabe que é direção de Deus, e disse estar ansiosa pelo novo tempo que virá.

Fonte: Gospel Prime

Silas Malafaia nega ter participado de evento em Porto Seguro

O texto da assessoria da igreja Vitória em Cristo esclareceu que o pastor Silas Malafaia não estava presente em Porto Seguro no período informado na matéria, tampouco participou do 12º Congresso de Resgate da Nação realizado na cidade.


Leia a nota enviada ao jornal:


“Srs. responsáveis pelo Jornal Bahia Online,
A falta de profissionalismo é notória na matéria divulgada pelo site do Jornal Bahia Online. É inadmissível um veículo que deveria zelar pela veracidade das informações propagar difamações e calúnias, porque sua equipe não se deu ao trabalho de apurar os boatos a respeito do pastor Silas Malafaia.
Recentemente divulgaram nesse site, mais precisamente no endereço , uma reportagem difamatória afirmando que o pastor Silas Malafaia teria participado do 12º Congresso de Resgate da Nação em Porto Seguro, na Bahia, evento este que aconteceu de 19 a 23 de abril de 2011. A tônica da referida matéria, intitulada Pastor anda de limousine em Porto durante evento que debate o resgate da Nação, era a celeuma provocada pelo luxo do “polêmico pastor Silas Malafaia”, que haveria percorrido as ruas da cidade e frequentado restaurantes à beira-mar, desde 18 de abril, em uma limusine especialmente alugada para ele.
Diante das deslavadas mentiras, vimos trazer alguns esclarecimentos. O pastor Silas Malafaia não estava presente em Porto Seguro no período informado na matéria, tampouco participou do 12º Congresso de Resgate da Nação realizado na cidade. No dia 19 de abril, ele ministrou na Assembleia de Deus Vitória em Cristo na Penha (RJ), igreja presidida por ele. Nos dias 20 e 21, o pastor Silas continuou no Rio de Janeiro, para atender aos seus compromissos. No dia 22, ele embarcou para o exterior, para cumprir agenda.
Informamos ainda que o pastor Silas Malafaia se desligou da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) em maio de 2010. Portanto, não é vice-presidente dessa instituição, conforme é afirmado na reportagem.
Por fim, o pastor Silas Malafaia não comprou um avião por R$ 20 milhões, como consta na matéria. O valor dessa aquisição foi infinitamente menor, e a compra foi feita em nome da Associação Vitória em Cristo (AVEC). Sendo assim, a aeronave não é propriedade dele, e sim da AVEC, para atender às necessidades do ministério.
Após o exposto, desafiamos a equipe do Jornal Bahia Online a provar que era realmente o pastor Silas Malafaia quem usufruiu do veículo de luxo (a limousine) em Porto Seguro. O redator da matéria, que não se identificou, fez tanta questão de dizer que, “depois de muitas tentativas, uma fonte do Jornal Bahia conseguiu fotografar o veículo estacionado”. Por que ele mesmo não se preocupou em apurar os boatos para saber se eram falsos? Aquela foto não prova nada!
Lamentamos pelo fato de o Jornal Bahia Online tentar denegrir a imagem do pastor Silas Malafaia e, garantidos pela Lei de Imprensa, solicitamos o Direito de Resposta, com o mesmo espaço da matéria publicada, no prazo de 48 horas, a contar da data de hoje, 27 de abril de 2011. Caso o pedido não seja atendido, tomaremos imediatamente as medidas judiciais cabíveis.”


Fonte: Com informações AVEC


Via: www.guiame.com.br

27.4.11

CADADIA

DEUS, ATÉ QUANDO?


“Até quando, Senhor, clamarei eu, e tu não me escutarás?
Gritar-te-ei: Violência! E não salvarás?”
Hc 1.2

Por que Deus demora tanto a nos ouvir? Esta é uma pergunta que fazemos com certa frequência. Por vezes a sensação é que Deus está distante, envolvido com outras questões mais sérias. Por que nossas orações, de modo geral, não são prontamente atendidas? Estas e outras foram questões que mexeram com o coração do profeta Habacuque. Aguardava impaciente a intervenção de Deus sobre o povo que negava a Aliança do Senhor. Assim, de forma nitidamente angustiada, o profeta lamenta o fato de o povo se afastar continuamente de Deus. Para o profeta havia uma aparente imobilidade de Deus. Tudo parecia errado sem sua intervenção.

Entretanto, o profeta aguardou esperançosamente pelo Senhor. Exercitou sua fé. Quem vive pela fé aguarda os propósitos de Deus que tudo sabe, inclusive o futuro, e que, por isso, muitas vezes direciona os acontecimentos de forma ininteligível para nós. O caminho da fé é o da perseverança na esperança, aguardando com confiança as promessas infalíveis de Deus.



Ore


Meu Deus, estou angustiado. Muitas vezes diante das dificuldades me torno impaciente e até descrente diante do teu socorro. Perdoa-me e renova a minha fé. Em nome de Jesus.


Franklin Graham vs Barack Obama

Franklin Graham Incomodado com Obama


Franklin Graham disse que o país está em "grande problema," sob a liderança do presidente Obama e que ele está tendo uma visão cada vez mais positiva do bilionário Donald Trump para o presidente quando ele ouve mais dele.

Continue lendo...

Obama: Franklin Graham Fez Acusações "Absurdas"

A Casa Branca respondeu na segunda-feira aos comentários adversos de Franklin Graham sobre o presidente Barack Obama, chamando as acusações bither (quem acredita que Barack Obama não nasceu na América) de "absurdas."

LinkContinue lendo...

26.4.11

Sem Ressurreição, Jesus é o Maior Mentiroso

Jesus disse às pessoas para orar por ele, para confiar nele, para seguí-lo, para dar dinheiro às suas Igrejas. Ele teria sido um grande mentiroso se ele tivesse morrido e nunca ressuscitado, disse Pastor Mark Driscoll neste Domingo de Páscoa.

Por Michelle A. Vu|Repórter do Christian Post

mars-hill-easter-crowd
(Foto: Igreja Mars Hill via The Christian Post)
Mars Hill Senior Pastor Mark Driscoll prega para uma multidão de mais de 17.500 pessoas no campo de futebol do estádio Qwest, em Seattle, Washington, no domingo de Páscoa, 24 de abril de 2011.

“Buddha nunca disse que ele era Deus. Krishna nunca disse que ele era Deus. Confuncius nunca disse que ele era deus. Muhammad nunca disse que ele era deus. Nenhum outro fundador de religião fez essa afirmação. Jesus foi o único,” disse Driscoll, pastor principal da Igreja Mars Hill in Seattle, Wash., para uma multidão de mais de 17.500 pessoas reunidas no estádio de futebol Qwest field em Seattle.

“Se isso é falso, então Jesus é o mais execrável mentiroso na história do mundo,” disse Driscoll, conhecido por sua paixão, teologia forte, bem como linguagem forte. “Mas se ele diz a verdade, então Ele é Deus” Jesus é o Senhor!”

Ao longo de sua vida, o pastor da megaigreja de Seattle, Jesus continuou dizendo que ele era Deus mas as pessoas não conseguiam acreditar nele, incluindo seus discípulos. Mas a ressurreição de Jesus foi a sua “vingança.”

“A ressurreição de Jesus Cristo prova que tudo o que ele já disse é absolutamente, indiscutivelmente, e completamente verdadeiro,” declarou Driscoll, que vestia um terno em vez de sua habitual camisa de flanela e conjunto jeans.

Jesus foi preso, espancado, despido à uma nudez quase completa e açoitado até o ponto onde sua “carne foi tirada de seu corpo.” Ele teve pregos em suas mãos e pés. Ele morreu na cruz, e então teve uma lança infincada em seu tórax e água e sangue jorraram para fora, contou Driscoll. Então ele foi envolvido em mais de 45,5 Kg de roupa de enterro e especiarias, foi colocado em um túmulo frio de pedra, teve uma pedra gigante colocada na frente do túmulo, e um soldado ficou de guarda externa.

"Jesus estava morto! E três dias depois ele estava vivo," exclamou Driscoll." Jesus Cristo ressuscitou dos mortos e a história nunca foi a mesma."

"Um grupo de discípulos covardes ficaram destemidos, dispostos a morrer. Já não temiam a morte, mesmo porque eles sabiam que iriam ressuscitar da morte assim como Jesus ressuscitou dos mortos, porque eles pertenciam a ele," disse o pastor.

Durante seu sermão da Páscoa de 30 minutos, Driscoll, que gritou o tempo todo ao ponto sua voz ficar rouca, deixou claro que Jesus Cristo é o único caminho para salvação.

"Jesus é exclusivo," declarou o pastor da Mars Hill claramente. Ele reconheceu que uma tal afirmação é impopular em Seattle, mas disse que não pode mentir.

"Eu estarei diante dEle e prestarei contas de toda palavra que eu falo e eu devo dizer a verdade," disse Driscoll. "Não há salvação, não há perdão dos pecados, não há vida eterna, não há reconciliação com Deus sem a fé em Jesus Cristo."

Mas não somente Jesus é exclusivo, senão que ele é o único caminho para salvação, mas ele é abrangente no sentido de que todo mundo está convidado a vir a ele, acrescentou Driscoll.

"Não importa os pecados que você cometeu, Jesus te convida. Não importa de que raça você é, Jesus te convida," disse o pastor. "Se você era ateu, ignorante, ou agnóstico, Jesus convida você."

"A porta está aberta, é exclusiva. Há uma porta, o nome dele é Jesus Cristo. Mas é inclusiva, todos estão convidados a passar por aquela porta. Todas as raças, todas as línguas, todas as nações, todas as línguas, todas as tribos, todas as pessoas, de todos os tempos, de todos os lugares são todos bem-vindos à fé em Jesus Cristo!"

Chegando ao fim de seu sermão, Driscoll falou emocionadamente sobre a glória de Jesus, generosidade, amor sem preço. Ele perguntou aos milhares de ouvintes no estádio de futebol se eles iriam resistir à graça de Deus, ou rejeitar o amor de Jesus e deixar Qwest Field como um não-cristão.

"Há um inferno, as pessoas vão lá e ele dura para sempre e só Jesus salva do pecado," disse Driscoll em um tom mais suave. "Só Jesus salva da morte. Só Jesus salva do inferno."

"Amigos, apenas me sinto compelido a lhe perguntar, você tem um plano melhor? Você tem uma solução melhor? Você tem uma esperança maior do que Jesus Cristo? Porque não há nenhuma. Não há nenhuma. "

Mais de 650 pessoas presentes no culto de Páscoa da Mars Hill em Qwest Field veio para a frente após o sermão e foram batizados em bacias cheias de água perto do palco.

Fonte:

Ricardo Gondim: “Fui eleito o herege da vez”

gondim Ricardo Gondim: Fui eleito o herege da vez

Texto de Gerson Freitas Jr. publicado originalmente na Carta Capital

Deus nos livre de um Brasil evangélico?’ Quem afirma é um pastor, o cearense Ricardo Gondim. Segundo ele, o movimento neopentecostal se expande com um projeto de poder e imposição de valores, mas em seu crescimento estão as raízes da própria decadência. Os evangélicos, diz Gondim, absorvem cada vez mais elementos do perfil religioso típico dos brasileiros, embora tendam a recrudescer em questões como o aborto e os direitos homossexuais. Aos 57 anos, pastor há 34, Gondim é líder da Igreja Betesda e mestre em teologia pela Universidade Metodista. E tornou-se um dos mais populares críticos do mainstream evangélico, o que o transformou em alvo. “Sou o herege da vez”, diz na entrevista a seguir.

Carta Capital: Os evangélicos tiveram papel importante nas últimas eleições. O Brasil está se tornando um país mais influenciável pelo discurso desse movimento?

RG: Sim, mesmo porque, é notório o crescimento no número de evangélicos. Mas é importante fazer uma ponderação qualitativa. Quanto mais cresce, mais o movimento evangélico também se deixa influenciar. O rigor doutrinário e os valores típicos dos pequenos grupos de dispersam, e os evangélicos ficam mais próximos do perfil religioso típico do brasileiro.

CC: Como o senhor define esse perfil?

RG: Extremamente eclético e ecumênico. Pela primeira vez, temos evangélicos que pertencem também a comunidades católicas ou espíritas. Já se fala em um “evangelicalismo popular”, nos modelos do catolicismo popular, e em evangélicos não praticantes, o que não existia até pouco tempo atrás. O movimento cresce, mas perde força. E por isso tem de eleger alguns temas que lhe assegurem uma identidade. Nos Estados Unidos, a igreja se apega a três assuntos: aborto, homossexualidade e a influência islâmica no mundo. No Brasil, não é diferente. Existe um conservadorismo extremo nessas áreas, mas um relaxamento em outras. Há aberrações éticas enormes.

CC: O senhor escreveu um artigo intitulado “Deus nos Livre de um Brasil Evangélico”. Por que um pastor evangélico afirma isso?

RG: Porque esse projeto impõe não só a espiritualidade, mas toda a cultura, estética e cosmovisão do mundo evangélico, o que não é de nenhum modo desejável. Seria a talebanização do Brasil. Precisamos da diversidade cultural e religiosa. O movimento evangélico se expande com a proposta de ser a maioria, para poder cada vez mais definir o rumo das eleições e, quem sabe, escolher o presidente da República. Isso fica muito claro no projeto da igreja Universal. O objetivo de ter o pastor no Congresso, nas instâncias de poder, pode facilitara expansão da igreja. E, nesse sentido, o movimento é maquiavélico. Se é para salvar o Brasil da perdição, os fins justificam os meios.

CC: O movimento americano é a grande inspiração para os evangélicos no Brasil?

RG: O movimento brasileiro é filho direto do fundamentalismo norte-americano. Os Estados Unidos exportam seu american way of life de várias maneiras, e a igreja evangélica é uma das principais. As lideranças daqui Ieem basicamente os autores norte-americanos e neles buscam toda a sua espiritualidade, teologia e normatização comportamental. A igreja americana é pragmática, gerencial, o que é muito próprio daquela cultura. Funciona como uma agência prestadora de serviços religiosos. de cura, libertação, prosperidade financeira. Em um país como o Brasil, onde quase todos nascem católicos, a igreja evangélica precisa ser extremamente ágil, pragmática e oferecer resultados para se impor. É uma lógica individualista e antiética. Um ensino muito comum nas igrejas é de que Deus abre portas de emprego para os fiéis.

Eu ensino minha comunidade a se desvincular dessa linguagem. Nós nos revoltamos quando ouvimos que algum político abriu uma porta para o apadrinhado. Por que seria diferente com Deus?

CC: O senhor afirma que a igreja evangélica brasileira está em decadência, mas o movimento continua a crescer.

RG: Uma igreja que, para se sustentar, precisa de campanhas cada vez mais mirabolantes, um discurso cada vez mais histriônico e promessas cada vez mais absurdas está em decadência. Se para ter a sua adesão eu preciso apelar a valores cada vez mais primitivos e sensoriais e produzir o medo do mundo mágico, transcendental, então a minha mensagem está fragilizada.

CC: Pode-se dizer o mesmo do movimento norte-americano?

RG: Muitos dizem que sim, apesar dos números. Há um entusiasmo crescente dos mesmos, mas uma rejeição cada vez maior dos que estão de fora. Hoje, nos Estados Unidos, uma pessoa que não tenha sido criada no meio e que tenha um mínimo de senso crítico nunca vai se aproximar dessa igreja, associada ao Bush, à intolerância em todos os sentidos, ao Tea Party, à guerra.

CC: O senhor é a favor da união civil entre homossexuais?

RG: Sou a favor. O Brasil é uni país laico. Minhas convicções de fé não podem influenciar, tampouco atropelar o direito de outros. Temos de respeitar as necessidades e aspirações que surgem a partir de outra realidade social. A comunidade gay aspira por relacionamentos juridicamente estáveis. A nação tem de considerar essa demanda. E a igreja deve entender que nem todas as relações homossexuais são promíscuas. Tenho minhas posições contra a promiscuidade, que considero ruim para as relações humanas, mas isso não tem uma relação estreita com a homossexualidade ou heterossexualidade.

CC: O senhor enfrenta muita oposição de seus pares?

RG: Muita! Fui eleito o herege da vez. Entre outras coisas, porque advogo a tese de que a teologia de um Deus títere, controlador da história, não cabe mais. Pode ter cabido na era medieval, mas não hoje. O Deus em que creio não controla, mas ama. É incompatível a existência de um Deus controlador com a liberdade humana. Se Deus é bom e onipotente, e coisas ruins acontecem., então há aluo errado com esse pressuposto. Minha resposta é que Deus não está no controle. A favela, o córrego poluído, a tragédia, a guerra, não têm nada a ver com Deus. Concordo muito com Simone Weil, uma judia convertida ao catolicismo durante a Segunda Guerra Mundial, quando diz que o mundo só é possível pela ausência de Deus. Vivemos como se Deus não existisse, porque só assim nos tornamos cidadãos responsáveis, nos humanizamos, lutamos pela vida, pelo bem. A visão de Deus como um pai todo-poderoso, que vai me proteger, poupar, socorrer e abrir portas é infantilizadora da vida.

CC: Mas os movimentos cristãos foram sempre na direção oposta.

RG: Não necessariamente. Para alguns autores, a decadência do protestantismo na Europa não é, verdadeiramente, uma decadência, mas o cumprimento de seus objetivos: igrejas vazias e cidadãos cada vez mais cidadãos, mais preocupados com a questão dos direitos humanos, do bom trato da vida e do meio ambiente.

Fonte: PAVABLOG

25.4.11

Silas Malafaia pede que fiéis doem R$100 mil para pagar dívida de mais de R$ 1 milhão e meio

O pastor Silas Malafaia apresentou aos espectadores de seu programa de televisão um pedido que, segundo ele, é importante e especial. Silas solicitou ofertas em um valor total de 1 milhão e meio de reais.

O valor, para alguns, exorbitante se deveria a um pagamento que o pastor teria de efetuar aproximadamente uma semana após o programa dos custos de manter todos os horários em canais de televisão de todo o país e até mesmo fora dele.

Como embasamento bíblico, Silas Malafaia leu e referiu-se diversas vezes a II Coríntios 9:10-11 e Provérbios 11:24-25. Segundo o pastor, os versículos justificariam que aquele que doasse ao ministério receberia uma contraprestação de Deus com o aumento da “fonte, e não da semente” – em outras palavras, Deus traria ao doador prosperidade.

Malafaia ainda disse que, por orientação de Deus, precisava de 3 pessoas que doassem acima de 100 mil Reais, 10 pessoas que doassem acima de 10 mil Reais e 50 pessoas que doassem acima de 1 mil Reais. Devido à urgência, o pastor pediu que as ofertas fossem enviadas por depósito bancário. Se, porém, as doações fossem de valor baixo, poderiam ser feitas através de boleto bancário retirado no site do ministério de Silas.

O pastor não esclarece se a dívida contraída por seu ministério (de onde surge a necessidade de 1 milhão e meio de Reais) é uma nova dívida ou antiga – e se antiga, porque neste momento o orçamento sofreu um déficit tão imenso que é necessário de forma urgente uma oferta em valor altíssimo, que equivale a pouco menos que 2753 salários mínimos.

Confira o vídeo:


Fonte: Gospel+

Brasil é 3º país onde mais se crê em Deus, diz pesquisa


Devotos nepaleses rezam em homenagem ao líder religioso Sathya Sai Baba, em Katmandu (AP)

Segundo pesquisa, 51% dos entrevistados acreditam com 'entidade divina'

O Brasil foi o terceiro país em que mais se acredita em "Deus ou em um ser supremo" em uma pesquisa conduzida em 23 países.

A pesquisa, feita pelo empresa de pesquisa de mercado Ipsos para a agência de notícias Reuters, ouviu 18.829 adultos e concluiu que 51% dos entrevistados "definitivamente acreditam em uma 'entidade divina' comparados com os 18% que não acreditam e 17% que não tem certeza".

O país onde mais se acredita na existência de Deus ou de um ser supremo é a Indonésia, com 93% dos entrevistados. A Turquia vem em segundo, com 91% dos entrevistados e o Brasil é o terceiro, com 84% dos pesquisados.

Entre todos os pesquisados, 51% também acreditam em algum tipo de vida após a morte, enquanto que apenas 23% acreditam que as pessoas param de existir depois da morte e 26% "simplesmente não sabem".

Entre os 51% que acreditam em algum tipo de vida após a morte, 23% acreditam na vida após a morte, mas "não especificamente em um paraíso ou inferno", 19% acreditam "que a pessoa vai para o paraíso ou inferno", outros 7% acreditam que "basicamente na reencarnação" e 2% acreditam "no paraíso, mas não no inferno".

Nesse mesmo quesito, o México vem em primeiro lugar, com 40% dos entrevistados afirmando que acreditam em uma vida após a morte, mas não em paraíso ou inferno. Em segundo está a Rússia, com 34%. O Brasil fica novamente em terceiro nesta questão, com 32% dos entrevistados.

Mas o Brasil está em segundo entre os países onde as pessoas acreditam "basicamente na reencarnação", com 12% dos entrevistados. Apenas a Hungria está à frente dos brasileiros, com 13% dos entrevistados. Em terceiro, está o México, com 11%.

Entre os que acreditam que a pessoa vai para o paraíso ou para o inferno depois da morte, o Brasil está em quinto lugar, com 28%. Em primeiro, está a Indonésia, com 62%, seguida pela África do Sul, 52%, Turquia, 52% e Estados Unidos, 41%.

Criação X evolução

As discussões entre evolucionistas e criacionistas também foram abordadas pela pesquisa do instituto Ipsos.

Entre os entrevistados no mundo todo, 28% se definiram como criacionistas, acreditam que os seres humanos foram criados por uma força espiritual como o Deus em que acreditam e não acreditam que a origem do homem viesse da evolução de outras espécies como os macacos.

Nesta categoria, o Brasil está em quinto lugar, com 47% dos entrevistados, à frente dos Estados Unidos (40%). Em primeiro lugar está a Arábia Saudita, com 75%, seguida pela Turquia, com 60%, Indonésia em terceiro (57%) e África do Sul em quarto lugar, com 56%.

Por outro lado, 41% dos entrevistados no mundo todo se consideram evolucionistas, acreditam que os seres humanos são fruto de um lento processo de evolução a partir de espécies menos evoluídas como macacos.

Entre os evolucionistas, a Suécia está em primeiro lugar, com 68% dos entrevistados. A Alemanha vem em segundo, com 65%, seguida pela China, com 64%, e a Bélgica em quarto lugar, com 61% dos pesquisados.

Descrentes e indecisos

Entre os 18.829 adultos pesquisados no mundo todo, um total de 18% afirmam que não acreditam em "Deus, deuses, ser ou seres supremos".

No topo da lista dos descrentes está a França, com 39% dos entrevistados. A Suécia vem em segundo lugar, com 37% e a Bélgica em terceiro, com 36%. No Brasil, apenas 3% dos entrevistados declararam que não acreditam em Deus, ou deuses ou seres supremos.

A pesquisa também concluiu que 17% dos entrevistados em todo o mundo "às vezes acreditam, mas às vezes não acreditam em Deus, deuses, ser ou seres supremos".

Entre estes, o Japão está em primeiro lugar, com 34%, seguido pela China, com 32% e a Coréia do Sul, também com 32%. Nesta categoria, o Brasil tem 4% dos entrevistados.

Fonte: BBC Brasil

Filme sobre o rei Davi, da Bíblia, será em 3D

O longa será baseado na série de livros Lion of War

A febre 3D chegou às histórias bíblicas e o primeiro título será dedicado ao rei Davi.

Inspirado na série de livros Lion of War, de Cliff Graham, o longa terá o roteiro adaptado por John Fusco (Hidalgo) e será produzido por Grant Curtis (Homem-Aranha), de acordo com o site Hollywood Reporter.

A série de livros de Graham, que é veterano de guerra e já escreveu outros livros, conta a história de Davi antes de ele se tornar o rei de Israel. Apenas o primeiro título, de um total de cinco, foi escrito, Day of War. Os outros quatro livros serão escritos no futuro e também serão filmados.

O enredo do livro trata de um grupo de soldados, chamados de Mighty Men (Homens Poderosos), que se juntam a Davi para vencer os obstáculos. Segundo o autor, é uma maneira de recontar uma grande e valiosa história bíblica de uma maneira original e moderna, mas mantendo-se fiel às escrituras sagradas.

Day of War

Capa do livro de Cliff Graham

Fonte:

Ir para a home do site

20.4.11

PASTOR SILAS MALAFAIA TEM VIDA DE SHEIK ÁRABE EM PORTO SEGURO

Limusine usada por Malafaia é símbolo da ostentação em congresso na cidade de Porto (Foto Jornal Bahia Online).

Silas Malafaia.

Aberto na terça-feira (19) e com encerramento previsto para o próximo sábado (23), o 12º Congresso de Resgate da Nação em Porto Seguro, extremo sul da Bahia, reúne milhares de evangélicos de várias partes do Brasil, transformando o evento em um dos mais importantes no calendário religioso do município. Mas este ano, apesar de uma mega-estrutura montada no Centro de Convenções de Porto Seguro, o evento ficou em segundo plano. O comentário mais frequente nas rodas de bate-papo da cidade está por conta do luxo apresentado por uma das maiores estrelas do evento: o polêmico pastor Silas Malafaia.

Desde segunda-feira (18) na cidade, o pastor percorre ruas, frequenta restaurantes à beira-mar, sempre no interior de uma limousine especialmente alugada para ele. Depois de muitas tentativas, uma fonte do Jornal Bahiaconseguiu fotografar o veículo estacionado em frente à "Cabana do Gaúcho", localizada na orla de Porto Seguro. Silas Malafaia estava almoçando no local.

O pastor Silas Malafaia é o vice-presidente da Convenção Geral das Igrejas Assembléias de Deus, é o mesmo que ficou famoso ao anunciar que comprou um avião em um culto que realizou em uma igreja em Boca Raton, nos Estados Unidos. Segundo vários brasileiros presentes, o Pastor teria dito que foi uma “galinha morta”, já que o preço pago foi de 12 milhões de dólares (cerca de R$20.800.000,00), sendo que o avião vale 16 milhões de dólares (cerca de R$27.840.000,00).

Em Porto Seguro, o tema central do 12º Congresso de Resgate da Nação é “O Reino de Deus e o Princípio da Honra”. No site oficial do evento, os organizadores convocam os participantes a pensar sobre "o que recebemos e ampliando o que vamos receber". O passaporte para o Congresso Evangélico está custando 250 reais por pessoa. A diária da limousine custa, segundo apurado pelo Jornal Bahia Online, cerca de 7 mil reais.

Fonte: Pimenta na Muqueca

Livro fala dos padres homossexuais que atuam no Vaticano

Enviado por folhagospel

Livro que será lançado na Itália afirma que um número impreciso de padres que trabalham no Vaticano são homossexuais.

Um número impreciso de padres que trabalham no Vaticano ou fazem parte de congregações católicas presentes em Roma são homossexuais, segundo um livro que será lançado na Itália e que aborda um tema complicado para a Santa Sé, que exige total castidade dos religiosos.

O livro do jornalista Carmelo Abbate, "Sexo e o Vaticano, viagem secreta ao reino dos castos", descreve, através de testemunhos anônimos, as relações amorosas entre os sacerdotes.

"Padres de todas as nacionalidades dividem suas vidas entre as austeras salas da Via della Conciliazione (a avenida que leva ao Vaticano) e a movimentada 'Roma by night'", afirma a editora italiana do livro, Piemme.

O livro também fala das relações amorosas estáveis dos padres com mulheres, da existência de filhos ilegítimos e menciona, inclusive, abortos clandestinos.

Abbate denuncia a cultura do sigilo e a vontade da Igreja de negar a realidade ante os desejos sexuais dos sacerdotes.

Em um artigo na revista Panorama, o jornalista também denunciou as aventuras noturnas dos padres homossexuais.

A diocese de Roma havia prometido punir com rigor esse tipo de comportamento que classificou de indigno.

O Vaticano não quis comentar o lançamento do livro.

A Santa Sé nega a existência de padres homossexuais, e procura encobrir casos que venham à tona. O Papa Bento XVI propôs, inclusive, uma melhor seleção para evitar que jovens com tendência homossexual entrem nos seminários.

Entrevistado pela AFP, o vaticanista Marco Tosatti recordou que se costuma generalizar sobre o tema e que podem existir padres com tendência homossexual, mas castos e piedosos.

Fonte: Terra

A História da Páscoa, Livro Animado para iPad da Apple

O lançamento da história A Páscoa 1,0 (The Easter Story) das Séries Histórias da Bíblia de Muitos Anos Atrás para Jovens Cirnças para o iPad da Apple, foi anunciado recentemente.

"A encantadora obra de arte de animação para "A história da Páscoa," foi criada por Mernie Gallagher-Cole," disse Bernadette Szost, presidente da ZunZun Books.

Este é o segundo eBook publicado como um resultado de uma parceria da Christful Apps com a ZunZun Books. O primeiro eBook da série, O Menino Jesus (Baby Jesus), foi lançado em dezembro de 2010.

"Estamos muito animados com a parceira com uma empresa dinâmica como Christful Apps, LLC, que é a determinação para produzir eBooks animados e apps da mais alta qualidade."

O eBook da história da Páscoa contém muitas estórias incluindo personagens animados e ilustrações com leia-me.

"Nós gostamos de desenhar livros que refletem os valores universais de Jesus Cristo," disse Dan Downs, CEO da Third Chicken Inc, segundo a prMac.

A Christful Apps, LLC é uma companhia multimídia que cria produtos que refletem os valores universais de Jesus Cristo.

Fonte:


Ataques Anticristãos Tendem a Piorar em Diversos Países

Incidentes recentes de violência anticristã e perseguição sugerem que os cristãos vulneráveis estão enfrentando um aumento de ataques em todo o mundo.

Por exemplo, no Afeganistão, o Talibã executou um cristão, Abdul Latif, na Província de Herat. Um vídeo enviado para a organização Barnabas Fund mostra um dos assassinos gritando “Allahu Akbar” (Alá é grande) durante o crime.

A vida dos cristãos vale muito pouco em áreas controladas pelo Talibã. No entanto, os cristãos também correm perigo por causa do governo afegão, pois ele está tentando provar seu comprometimento com o islamismo. No ano passado, muitas pessoas foram presas, e algumas continuam na prisão, correndo o risco de serem executados por apostasia.

Na Nigéria, em um dos últimos incidentes, um grupo atacou três vilarejos cristãos na área de Bogoro, Estado de Bauchi. Duas pessoas foram mortas e diversas casas foram incendiadas.

No Egito, uma mãe cristã, Heba Adel, desapareceu no dia 6 de abril após levar seu filho para a escola. Ela nunca voltou para casa, e seu telefone celular está desligado. O marido de Heba, Fadi, acredita que sua esposa foi sequestrada, e seu desaparecimento foi reportado para a polícia, mas eles estão relutantes em investigar.

Esses incidentes que são alguns exemplos entre muitos, que ameaçam a segurança das minorias cristãs. Enquanto grupos muçulmanos lutam por uma posição no Egito, guerras civis despontam na Líbia, e instabilidades surgem em diversos lugares do mundo muçulmano, os cristãos são abandonados sem proteção alguma contra os ataques da maioria. No Egito, alguns cristãos foram mortos pelo próprio exército, que deveria defendê-los.



Tradução: Missão Portas Abertas


Fonte: Barnabas Fund

Católicos criticam anúncio que usa imagem de “Cristo” em cena que sugere sexo



A Igreja Católica criticou um anúncio veiculado na televisão italiana no qual um homem seminu e semelhante a Cristo tenta repelir os avanços sexuais de uma mulher com sobrepeso.

O anúncio é para fones de ouvido sem fio de uma empresa de telefonia móvel. Porém, não foi bem vista a decisão de mostrar justamente na época da Páscoa um homem amarrado a uma cama em uma pose que lembra Jesus na cruz .

A empresa Nodis exibiu a chamada no canal de televisão Italia 1, propriedade da Mediaset, empresa do primeiro-ministro Silvio Berlusconi. Imediatamente a Conferência dos Bispos Católicos da Itália se pronunciou. “É um conceito sórdido e incrivelmente ofensivo para aqueles que acreditam em Jesus Cristo”, disse um editorial do jornal católico Avvenire.

O editor do jornal, Marco Tarquinio, disse que o comercial nunca deveria ter sido feito e sugeriu que os católicos ofendidos com o anúncio deve parar de assistir ao canal e boicotar os produtos da empresa anunciante.

A Aiart, associação de telespectadores da televisão católica, fez um protesto formal sobre o comercial: “A referência a Cristo é explícita e profundamente ofensiva para o sentimento religioso”.

Agência Pavanews, com informações de Telegraph.

Cresce participação de evangélicos, mas será que é pra valer?

EM BUSCA DE AUDIÊNCIA NA TV

Qual é a formula de um programa de variedades? Assistencialismo, musicais, entrevista sobre a intimidade dos famosos. Um drama sempre é bom e aumenta a audiência. Um sistema simples e leve para entreter o trabalhador brasileiro. No palco ao lado de hits do momento como Zezé de Camargo, Chitãozinho, Luan Santana, uma entrevista com artistas evangélicos. Diferente do passado quando as participações se limitavam a curtos momentos e sempre com algum contexto acusador, os evangélicos se tornaram figurinhas carimbadas de programas nas duas maiores redes de TV: Globo e SBT.

E ai vale de tudo: cantores disputando jogos de conhecimento geral, bate papo sobre intimidades e respondendo perguntas sobre comportamento. Um caso recente foi à overdose destes cantores na TV neste último final de semana.

No sábado, dia 16, o dia começou com a participação de Aline Barros na TV Xuxa, na Rede de Globo. Amigas de longa data – no tempo em que Aline gravou uma canção em que chamava Xuxa de rainha dos baixinhos -, a cantora apresentou seu livro, seu CD e levou seu filho.

Xuxa por sua vez chamou Aline de rouxinol e não poupou elogios a artista. Em outra estação, Raul Gil, um dos pioneiros do gênero - e amigo de muitos cantores evangélicos, diga-se de passagem -, convida seus calouros a repetirem exaustivamente hits do cancioneiro cristão.

No domingo, dia 17, na guerra dos domingos, Eliana levou Ana Paula Valadão, ícone pop da Igreja Batista da Lagoinha. É uma tentativa da loira do SBT conquistar uma fatia que até mesmo Fausto Silva já conquistou.

A cantora falou de seu ministério e Eliana – fazendo a linha informada - teceu elogios a pastora como se fosse uma boa ouvinte da música cristã. A líder do DT participou da seleção de ‘novos artistas gospel’ – e coloca gospel mesmo! -, num concurso que olha apenas a música, jogadas de câmera e se o artista fica bem no vídeo.

O Domingão terminou com o pedido de louvores dos jogadores de futebol Magno Alves, do Atlético Mineiro; e Wellington Luis, do Figueirense. Apenas a Record, que por coincidência do destino, é ligada a Igreja Universal do Reino de Deus, dita evangélica, isola o grupo.

Seja em apresentações musicais, entrevistas, ou, até mesmo, pedindo gols, sua participação é frequente e acende a questão: a televisão descobriu uma nova grande fonte de audiência? Mas, qual a real intenção das emissoras em exibir o segmento?

A população de evangélicos no Brasil teve um aumento significativo nos últimos anos. Obviamente, os meios de comunicação, assim como as indústrias e o comércio, se esforçam para atrair esse novo grande público, afinal, isso representa lucro. É importante agradar um grupo tão expressivo e exigente. As emissoras não estão fazendo nada além de tentar melhorar seu número de telespectadores, o que, pelo visto, tem dado resultados.

De qualquer forma, tal fato não anula a grande oportunidade que essas participações representam, de pregar o evangelho e o amor de Jesus em rede nacional.

Fonte: CREIO