31.1.11

Igreja Bola de Neve - Tribo de Louvor - Conferência Profética 2009

Ana Paula Valadão fala sobre os homossexuais

CAETANO REVELA QUE SEUS FILHOS SãO EVANGéLICOS

Em entrevista cheia de intimidades concedida à revista Serafina (encarte do jornal Folha de São Paulo), o cantor baiano Caetano Veloso revelou que os seus dois filhos mais novos, Zeca e Tom, são evangélicos e freqüentam a Igreja Universal do Reino de Deus, do bispo Edir Macedo. “Minha geração teve que romper com a religiosidade imposta, a deles teve que recuperar a religiosidade perdida”, disse Caetano sobre as opções dos filhos, frutos de seu casamento com a atriz e empresária Paula Lavigne. Ele disse ainda que é sempre bem recebido quando vai assistir às proles tocarem nos cultos e que enxerga o bem que a religião fez a ambos. Caetano tem ainda um outro filho, Moreno Veloso, de seu primeiro casamento, com Dedé Gadelha. Sobre a influência cada vez maior dos grupos evangélicos no país, CV preferiu ponderar: “A Record não tem mais rabo preso com o bispo do que a Globo tem com o cardeal”, disse.
Informações do Bahia Notícias

30.1.11

Capa de revista com Elton John e filho é censurada nos EUA

Do Folha Gospel

A empresa que censurou revista com o cantor, seu companheiro e filho gerado em barriga de aluguel, disse que recebeu reclamações dos clientes.

A capa da revista "US Weekly" que traz uma fotografia de Elton John com seu companheiro David Furnish e seu filho recém-nascido foi censurada em uma rede de lojas nos Estados Unidos.

A rede Harps cobriu a publicação em suas prateleiras com um "escudo familiar" para "proteger as crianças", afirma o jornal "Daily Mail".

A empresa declara que tomou essa decisão após receber uma série de reclamações de seus clientes. "Isso não representa a nossa opinião neste assunto. Nós não temos uma opinião", afirmou um representante da rede. Segundo um comunicado publicado no site da rede, o caso foi reavaliado e a proteção familiar já foi removida.

O bebê, chamado Zachary, nasceu no dia de Natal do ano passado. Ele foi gerado através de inseminação artificial e barriga de aluguel.

Fonte: Folha Online

Espantoso: mulher pendura, mata e incendeia sua pitbull porque mordeu a sua Bíblia!

Miriam Smith 250x189 Espantoso: mulher pendura, mata e incendeia sua pitbull porque mordeu a sua Bíblia!

Autoridades acusaram uma mulher da Carolina do Sul (EUA) por maltrato animal, já que esta pendurou a pitbull de seu sobrinho em uma árvore com um cabo elétrico e ateou fogo no corpo do animal. Causa: o animal de estimação havia mordido a sua Bíblia, informou o portal Corrientes Hoy.

Os oficiais de controle animal disseram, nesta segunda-feira, que disse a eles que matou a cadela chamada Diamante porque era uma “cadela do diabo” e porque estava preocupada quanto ao animal fazer alguma maldade às crianças do bairro.

Smith permanece encarcerada no Condado de Spartanburg, depois de sua prisão no final de semana, já que não pagaram fiança alguma. As autoridades disseram que ela não tem um advogado e que enfrentará de 180 dias a cinco anos de prisão se for declarada culpada.

Fonte: Noticia Cristiana

Tradução: Gospel Prime

Veja confessa que odeia os evangélicos

Reinaldo Azevedo fala pela Veja, como se dela fosse dono. Assim, a revista é solidária em responsabilidade, pela informação preconceituosa que veicula.
Então, que “Ronaldo” Azevedo sofre da bola, todo mundo sabe. O ódio que ele tem por tudo o que não é como ele, ou que seja diferente daquilo que pregam seus patrões, é absurdo. Ronaldo espuma raiva e veneno. Ronaldo tem crises e se atira no chão. É uma criança mimada.
E com o mesmo fel que ele acusa todo mundo de quem ele não gosta, de ser corrupto, ou simplesmente, de ser errado e por isso, ser um idiota, é que ele é acusado, na outra ponta. Ninguém, exceto os representantes da Gestapo brasileira aguenta o seu trololó. Me causa tristeza saber que tantas crianças desavisadas lêem nos consultórios dos dentistas, sua opinião esdrúxula sobre o mundinho de Andy que ele concebeu pra ele mesmo.
Mas falo tudo isso pra trazer pra quem não viu, que ele desceu a ripa em Edir Macedo, o líder da Igreja Universal, porque este homem estava na fila dos cumprimentos da Presidente Dilma.
E depois, se defende, dizendo que não era preconceito. Diz apenas que o Itamaraty não devia tê-lo chamado ou permitida sua presença no “beija-mão”. Afinal, ele é só lidar de uma igreja.
Fala isso depois de ter recebido milhares de tapas ca cara, acusando-o de preconceituoso. Ele obviamente, chamou a todos os que discordaram do que ele falou, de petralhas. Como se alguém do PT se desse ao trabalho de ler sua porca coluna. Tanto melhor. Vai perder ainda mais seguidores.
O que Ronaldo nem se toca é que xingou seus próprios leitores assíduos. Só eles aguentam ler até o fim o que ele publica, a mando dos que lhe pagam o salário.
Curioso é ver que Ronaldo não fala nada sobre o tempo em que os donos dos jornalecos do Brasil, que se entitulam imprensa livre, beijavam a mão do governo militar. O mesmo governo que eles apoiaram com seus editoriais elogiosos, e que (no caso da Folha), emprestaram até automóveis pro exército transportar as pessoas que seriam torturadas, sem despertar a atenção. Como já dito anteriormente neste mesmo blog, pra todos os efeitos, o carro da Folha da Tarde lá estacionado, era apenas um veículo da distribuição de jornais.
Claro que isso pouco importa pra Ronaldo Azevedo. Ele quer mesmo é desqualificar Edir Macedo, que pode ter todos os defeitos do mundo, mas não apoiou publicamente o esquartejamento de cidadãos brasileiros como fizeram os integrantes da direita que Ronaldo sempre elogia. Inclusive seus patrões.
Ronaldo, com seu capuz da Ku Klux Klan, desfia seu ódio fundamentalista contra os representantes da religião evangélica. Deveria sim, sofrer uma interpelação judicial pelos estapafúrdios absurdos que derrama em cada linha de seus comentários.
Ronaldo odeia os evangélicos, do mesmo modo que odeia os negros, os homossexuais (estranho esse ódio) e todos os que sejam progressistas e que não defendam deliberadamente, a tucanalha.

Ministro da Saúde pede apoio de lideranças religiosas no combate à dengue

Representantes dos mais diversos credos comparecerem ao auditório Emílio Ribas, na sede do ministério da Saúde, na tarde de quinta-feira (27), para uma reunião com o ministro da Saúde Alexandre Padilha. Estiveram presentes 107 líderes de 84 entidades religiosas de todo o país que conheceram detalhes da campanha nacional contra a dengue e do mapa de risco de surto da doença no país. Com as informações recebidas, eles passam a reforçar as ações de mobilização contra a dengue junto aos fiéis. O ministro fez um pedido: “Precisamos que no culto, na missa, no encontro religioso, nas atividades e nos shows essas lideranças reforcem junto aos fiéis a necessidade de cuidar tanto da nossa saúde quanto da nossa casa e da nossa comunidade”.

O encontro foi aberto pelo secretário de Vigilância em Saúde do ministério, Jarbas Barbosa, que apresentou os dados mais recentes sobre a dengue e as peças publicitárias elaboradas pelo Ministério da Saúde para orientação à população, gestores públicos, educadores e parceiros. Lembrando que há risco de 16 estados brasileiros enfrentarem surto da doença neste primeiro semestre, o ministro Alexandre Padilha reforçou que o combate à dengue não pode ser restrito ao setor saúde.

“O mosquito da dengue vive no dia-a-dia das pessoas, das comunidades, dos bairros... As lideranças religiosas têm o papel fundamental de juntar as pessoas, mobilizá-las, de ajudar as pessoas a tomar consciência de seus hábitos. Para enfrentar todos os problemas de saúde é muito importante a participação das lideranças religiosas, sobretudo no combate à dengue”, destacou o ministro Alexandre Padilha.

A ideia é que as mensagens de prevenção e de orientações sobre a doença sejam repassadas durante cultos e encontros religiosos. Dentre outras iniciativas, as entidades também poderão realizar:

  • Mutirões de limpeza de terrenos e casas;
  • Coordenar reuniões entre fieis e equipes técnicas estaduais e municipais de Saúde para repasse de informações;
  • Reproduzir as peças publicitárias fornecidas pelos ministérios em sítios eletrônicos, quadro de avisos, publicações e programas de rádio e TVs ligados às várias doutrinas.
Fonte: Agência SOMA

Igreja evangélica gay realiza encontro de casais com unção de alianças, renovação de votos e casamentos homossexuais

Igreja evangélica gay realiza encontro de casais com unção de alianças, renovação de votos e casamentos homossexuais

Do Portal Gospel+

A Igreja Cristã Contemporânea promove, neste sábado, dia 22, o “Culto do Amor” – um encontro de casais héteros e homossexuais. A celebração tem como objetivo ensinar solteiros, noivos e casados a lidar com seus problemas de relacionamento.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

No culto serão celebrados noivados entre homossexuais e haverá troca de alianças para uma renovação de votos em 2011 entre os casais. Os solteiros também podem levar alianças para serem ungidas.

- As outras igrejas fazem encontros de casais heteros. Aqui, teremos um culto democrático, com espaço para o amor entre iguais – afirma o pastor Fábio Inácio.

Fonte: Extra

26.1.11

Igreja Presbiteriana do Brasil proíbe dança em culto público


Em novembro de 2010 o Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil se reuniu extraordinariamente para examinar diversos documentos que não puderam ser analisados em sua reunião ordinária em julho do mesmo ano. Entre eles havia vários documentos oriundos de presbitérios e sínodos acerca de questões relacionadas com o culto público a Deus.
Para alguns, pode parecer estranho que o concílio maior de uma denominação tão antiga e séria como a IPB se dedique a discutir por horas assuntos litúrgicos, quando existem outros assuntos "mais sérios e importantes" a serem tratados. A verdade, todavia, é que para os presbiterianos o culto público é um dos assuntos mais sérios e importantes na vida de uma igreja local e de uma denominação. No âmago da Reforma protestante estava um desejo profundo de reformar o culto a Deus dos acréscimos feitos pela Igreja Católica durante a Idade Média e retornar ao culto simples e teocêntrico ensinado na Bíblia. E hoje, quando outra vez a pureza do culto é ameaçada pela intrusão de elementos e práticas estranhas trazidos pelo neopentecostalismo e outras tendências, os presbiterianos entendem que é preciso se debruçar sobre o assunto, discutir o mesmo e tomar posicionamentos.

Foi isto, numa certa medida, que foi feito na reunião de novembro do ano passado. Alguns dos tópicos sobre culto analisados foram os seguintes.

1 - Havia uma consulta sobre a proibição de culto de gratidão a Deus no domingo a noite - ao que parece, alguns pastores estavam defendendo que o culto público nos domingos à noite deveriam sempre ser cultos regulares, sem a possibilidade da celebração de cultos em ações de graça, como é comum acontecer nas igrejas. A decisão do Supremo Concílio foi "não proibir as ações de graças como parte do culto no dia do Senhor", e que o culto deve ter Deus como centro. Ou seja, declarou que as ações de graças fazem parte do culto a Deus, como está na Confissão de Fé da IPB (Westminster) e que o culto não deve virar culto à personalidade, mas Deus é sempre o centro do mesmo.

2. Outra consulta tratava do título de apóstolo, diante do uso cada vez mais freqüente do mesmo por parte de líderes de igrejas e grupos neopentecostais. O Supremo Concílio respondeu que reconhece apenas os Doze Apóstolos e Paulo e que não cabe o uso do título a nenhum líder cristão contemporâneo.

3. O Supremo Concílio aprovou uma Carta Pastoral sobre Liturgia que trata de danças litúrgicas, coreografias e bater palmas durante os cultos. Esta Pastoral será preparada em formato de livro e publicada pela Editora Cultura Cristã, órgão oficial da IPB, e enviada a todas as igrejas locais sob sua jurisdição. Em linhas gerais, o Supremo Concílio declara na Pastoral que as danças e coreografias não fazem parte do culto público oferecido a Deus conforme revelado na Bíblia e que, portanto, as igrejas devem excluir tais práticas de suas liturgias. Bater palmas fica a critério de cada igreja local.

4. As comemorações do Natal por parte das igrejas também foi alvo de consulta. Como é sabido, há reformados que consideram cultos natalinos como corrupção do culto a Deus e uma prática pagã sem fundamento bíblico. A decisão do Supremo Concílio, todavia, foi ratificar várias decisões anteriores que não proibiam as celebrações natalinas, embora colocassem limites e orientações e exigissem a fiscalização direta dos conselhos contra abusos.

5. Houve também a reafirmação de uma decisão anterior quanto às chamadas "práticas neopuritanas". Em termos gerais, o Supremo Concílio considera que tais práticas, como o cântico exclusivo dos salmos, a proibição de mulheres cristãs orarem nos cultos da Igreja, a proibição do uso de instrumentos musicais e de corais nos cultos, "não encontram amparo nos símbolos de fé da Igreja e nem nos seus Princípios de Liturgia," e que os concílios devem repelir a restrição de genuínos atos litúrgicos bem como os acréscimos de práticas antropocêntricas.

6. Uma decisão muito debatida foi sobre cantatas com representações teatrais. A decisão do Supremo Concílio declarou que "não há qualquer incompatibilidade da encenação teatral ou representativa de cantatas" com os elementos de culto público da IPB. Ou seja, continuam a ser permitidas - e felizmente, não obrigatórias - as cantatas com teatralização no culto. Se eu entendi correto, a decisão está permitindo teatro ou encenação durante o culto somente durante cantatas - o que normalmente se faz somente na época da Páscoa e do Natal. Assim mesmo, fica a dúvida se esta decisão não contraria a decisão mencionada no item 3 acima, e que foi tomada antes desta, que proibe coreografias durante o culto.

Tomadas como um todo, as decisões confirmam a tendência da maioria dos pastores e presbíteros da IPB em anos recentes de nos firmarmos mais e mais como uma igreja liturgicamente reformada, que rejeita as práticas neopentecostais sem, contudo, ceder aos excessos no neopuritanismo.

Quanto à implementação e observância destas decisões no cotidiano das igrejas locais, dependerá completamente da honestidade, fidelidade e zelo dos pastores, presbíteros e conselhos.

Fonte: Mirante Presbiteriano


Via: www.guiame.com.br

25.1.11

Minissérie bíblica bate Globo e fica em primeiro lugar no Ibope

"Sansão e Dalila", da Record, registrou a melhor média de audiência desde sua estreia nesta quinta-feira, 20.

O programa marcou 14 pontos de Ibope --cada ponto equivale a cerca de 60 mil residências na Grande SP- e 26% de share (participação no número de televisores ligados).

A minissérie bíblica ficou um ponto à frente do "Jornal da Globo", que teve 13 pontos.

O desempenho deixou a Record em primeiro lugar de audiência durante a exibição.

"Sansão e Dalila" é uma das produções mais caras da emissora e é estrelada por Mel Lisboa e Fernando Pavão.

Alta definição

Cada capítulo de "Sansão e Dalila" custou R$ 800 mil, segundo a emissora. Protagonizada por Mel Lisboa e Fernando Pavão, série que adapta história da Bíblia foi gravada em 4 Estados.

Entre os itens que tornaram os episódios quase milionários, estão uma produção toda filmada com câmeras HD (alta definição) e cenas externas gravadas em quatro Estados: Minas Gerais, Ceará, Rio Grande do Norte e Rio.

Devido à alta resolução das imagens, cada detalhe, como tecidos e maquiagem, foi testado antes das gravações, que começaram em julho e foram até dezembro.

A preparação do elenco, que conta com 30 atores, começou dois meses antes das gravações, com aulas de um historiador sobre os costumes da época.

"Foi para o grupo entender como era viver 3.000 anos antes de Cristo, com essa falta de água e com o calor", contou Camargo.

A preparação depois se mostrou essencial durante as gravações no calor do Nordeste. "Isso [calor] realmente ajudou a compor os personagens", disse o diretor.

Para Camargo, a diferença entre "Sansão e Dalila" e "A História de Ester", minissérie de época que foi ao ar em 2010 no canal, é que a deste ano tem mais aventura.

"É mais shakespeariano, remete mais às produções da Disney", compara.


Fonte: Folha Online



24.1.11

Terapeuta cristã pode perder licença por ter ajudado gay a deixar homossexualidade

Sem Terapias 250x187 Terapeuta cristã pode perder licença por ter ajudado gay a deixar homossexualidade

Lesley Pilkington é uma terapeuta cristã britânica que ajudou algumas pessoas a deixarem a homossexualidade. No entanto, o exercício da sua profissão pode ser vetado ao ser acusada de exercer mala práxis médica por homofobia.

Pilkington deverá comparecer diante um painel de ética profissional e enfrentar a perda de seu credenciamento com a Associação Britânica para Aconselhamento e Psicoterapia (BACP, sigla em inglês). Ela havia aceitado o desafio de “transformar” um homem gay que disse ser, aquele, momento de mudar de sexualidade.

A terapeuta foi visitada por Patrick Strudwick, que havia pedido ajuda para transformar-se em heterossexual, mas na realidade era um jornalista disfarçado e defensor dos direitos homossexuais. O jornalista levava escondido um gravador com o objetivo de registrar tal situação.

Pilkington se define como cristã devota e afirma que “entende o assunto” porque seu filho é gay e também já atendeu em torno de dez pacientes utilizando apenas o programa “Esforços para mudança de orientação sexual” durante a última década.

Nas gravações das sessões com o Sr. Strudwick, ele pergunta se ela vê a homossexualidade como uma “enfermidade mental, um vício, um fenômeno antirreligioso”.

Ela respondeu: “É tudo isso”.

Strudwick denunciou a terapeuta para a BACP, que colocou em andamento um procedimento disciplinar contra a denunciada. O jornalista acusa a terapeuta de “orar a Deus para que o curasse de sua homossexualidade e que tivesse uma agenda na qual não houvesse espaço para ela”.

Por outro lado, Pikington acusa o jornalista de gravações ilegais e de trapaças, e espera superar o mal momento. Sua defesa está financiada pelo Centro Jurídico Cristão.

Tradução e Edição: Gospel Prime

Com informações EntreCristianos

Fonte: Gospel Prime

23.1.11

LIGAÇÕES COM MESMO DDD NÃO SERÃO INTERURBANAS


Foto: Evilásio Jr./BN

As ligações entre as cidades que têm o mesmo código de Discagem Direta à Distância (DDD) não deverão mais ser tarifadas como comunicações interurbanas. As operadoras de telefonia têm 120 dias para se adequar à nova regra, aprovada na última sexta-feira (21) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a partir da sua publicação no Diário Oficial da União. A medida, válida para telefones fixos, beneficia os moradores de 39 regiões metropolitanas, inclusive a de Salvador, e de três regiões economicamente integradas do país. Conforme a Anatel, que não soube estimar qual será o volume de redução das tarifas, a alteração beneficiará cerca de 68 milhões de assinantes, em aproximadamente 560 municípios. Na Bahia, terá custo de chamada local os telefonemas feitos entre usuários da RMS, composta além da capital, por Camaçari, Candeias, Dias D'Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Mata de São João, Pojuca, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filhos e Vera Cruz.

Informações do Bahia Notícias

22.1.11

Síndrome rara fez americana ser atacada pela própria mão

Imagem de vídeo que mostra mão esquerda de Karen Byrne estapeando-a

Karen Byrne disse que ficava com o rosto inchado após agressões

Imagine ser atacado por uma de suas próprias mãos, que tenta repetidamente estapear e socar você. Ou então entrar em uma loja e tentar virar à direita e perceber que uma de suas pernas decide que quer ir para a esquerda, fazendo-o andar em círculos.

Essa realidade é bem conhecida da americana Karen Byrne, de 55 anos, que sofre de uma condição rara chamada Síndrome da Mão Alheia.

A síndrome de Byrne é fascinante, não somente por ser tão estranha, mas também por ajudar a explicar algo surpreendente sobre como nossos cérebros funcionam.

O problema começou após ela passar por uma cirurgia, aos 27 anos, para controlar sua epilepsia, que havia dominado sua vida desde seus 10 anos de idade.

A cirurgia para curar a epilepsia normalmente envolve identificar e depois cortar um pequeno pedaço do cérebro no qual os sinais elétricos anormais se originam.

Quando isso não funciona, ou quando a área danificada não pode ser identificada, os pacientes precisam passar por uma solução mais radical.

No caso de Byrne, seu cirurgião cortou seu corpo caloso, um feixe de fibras nervosas que mantém os dois hemisférios do cérebro em permanente contato.

Novo problema

O corte do corpo caloso curou a epilepsia de Byrne, mas a deixou com um problema totalmente diferente.

Ela conta que inicialmente tudo parecia bem, mas que então os médicos começaram a notar um comportamento extremamente estranho.

‘O médico me disse: ‘Karen, o que você está fazendo? Sua mão está te despindo’. Até ele dizer isso eu não tinha percebido que minha mão esquerda estava abrindo os botões da minha camisa”, diz.

“Então eu comecei a abotoar a camisa novamente com a mão direita, mas assim que eu terminei, a mão esquerda começou a desabotoar de novo. Então o médico fez uma chamada de emergência para um outro médico e disse: ‘Mike, você precisa vir aqui imediatamente, temos um problema’.”

Karen Byrne havia saído da operação com uma mão esquerda que estava fora de controle.

“Eu acendia um cigarro, colocava-o no cinzeiro e então minha mão esquerda jogava-o fora. Ela tirava coisas da minha bolsa sem que eu percebesse. Perdi muitas coisas até que eu percebesse o que estava acontecendo”, diz.

Em alguns casos, a mão esquerda dela chegava a estapeá-la, sem controle. Ela conta que seu rosto chegava a ficar inchado com tantos golpes.

Luta de poder

Karen Byrne

Medicação resolveu problema de Karen Byrne após 18 anos

O problema de Byrne foi provocado por uma luta por poder dentro de sua cabeça.

Um cérebro normal é formado por dois hemisférios que se comunicam entre si por meio do corpo caloso.

O hemisfério esquerdo, que controla o braço e a perna direitos, tende a ser onde residem as habilidades linguísticas.

O hemisfério direito, que controla o braço e a perna esquerdos, é mais responsável pela localização espacial e pelo reconhecimento de padrões.

Normalmente o hemisfério esquerdo, mais analítico, domina e tem a palavra final nas ações que desempenhamos.

A descoberta do domínio hemisférico tem sua raiz nos anos 1940, quando os cirurgiões decidiram começar a tratar a epilepsia com o corte do corpo caloso.

Após a recuperação, os pacientes pareciam normais. Mas nos círculos psicológicos eles se tornaram lendas.

Isso porque esses pacientes revelariam, com o tempo, algo que parece incrível – que as duas metades do nosso cérebro têm cada um uma espécie de consciência separada. Cada hemisfério é capaz de ter sua própria vontade independente.

Experiências

O homem que fez muitas das experiências que primeiro provaram essa tese foi o neurobiólogo Roger Sperry.

Em um estudo particularmente notável, que ele filmou, é possível ver um dos pacientes com o cérebro dividido tentando resolver um quebra-cabeças.

O quebra-cabeças exigia o rearranjo de blocos para que eles correspondessem a padrões em uma imagem.

Primeiro o homem tentou resolver o quebra-cabeças com sua mão esquerda (controlada pelo hemisfério direito), com bastante sucesso.

Então Sperry pediu ao paciente que usasse sua mão direita (controlada pelo hemisfério esquerdo). Essa mão claramente não tinha nenhuma ideia de como fazê-lo.

A mão esquerda então tentou ajudar, mas a mão direita parecia não querer ajuda, então elas terminaram brigando como se fossem duas crianças.

Experiências como essa levaram Sperry a concluir que “cada hemisfério é um sistema de consciência isolado, percebendo, pensando, lembrando, raciocinando, querendo e se emocionando”.

Em 1981 Sperry recebeu um prêmio Nobel por seu trabalho. Mas em uma ironia cruel do destino, ele então já sofria com uma doença degenerativa do cérebro, chamada kuru, provavelmente contraída em seus primeiros anos de pesquisas com cérebros.

Medicação

A maioria das pessoas que tiveram seus corpos calosos cortados parecem normais posteriormente. Você poderia cruzar com eles na rua e não saberia que algo havia acontecido.

Karen Byrne teve azar. Após a operação, o lado direito de seu cérebro se recusava a ser dominado pelo lado esquerdo.

Ela sofreu com a Síndrome da Mão Alheia por 18 anos, mas felizmente para ela seus médicos encontraram uma medicação que parece ter trazido o lado direito de seu cérebro de volta ao controle.

A história de Byrne foi contada no último programa da série da BBC The Brain (O Cérebro), que foi ao ar na Grã-Bretanha na quinta-feira.

Relatório detalha discriminação religiosa em países ocidentais

INTERNACIONAL - Um relatório de uma ONG austríaca catalogou amplos exemplos de discriminação anticristã na Europa e nos Estados Unidos nos últimos cinco anos.

O Observatório de Tolerância e Discriminação contra Cristãos [tradução livre] destaca casos como crimes de ódio contra cristãos e igrejas, restrição de liberdade e consciência, de expressão e religião e a interferência no trabalho, educação e direitos dos pais. Ele também observa como o cristianismo tem sido marginalizado por difamações e injúria, estereótipos negativos e a supressão ou retirada de símbolos religiosos.


O relatório não tem a pretensão de ser exaustivo, mas afirma que dá "impressões do fenômeno, revelando ao leitor seus diversos aspectos e possibilidades de longo alcance".


Ele conclui que "o cristianismo (...) enfrenta atos de intolerância, em parte provocados por pequenos grupos radicais (...) É dever de a comunidade política ter consciência disso e lidar com o fenômeno de intolerância e discriminação contra os cristãos”.

O relatório ainda oferece uma série de recomendações para governos e instituições e pede alterações na legislação que discrimina os cristãos.

Fonte: Portas Abertas

Igreja do interior de SP anuncia rifa de Fusca lotado de cerveja

VENCESLAU BORLINA FILHO
DE RIBEIRÃO PRETO

Foto Google

O anúncio seria comum se não estivesse exposto na entrada da catedral de Ribeirão: "concorra a um charmoso Fusca branco, 1980, a álcool, carregado de cervejas".

É o que diz o banner, iniciativa do padre Francisco Moussa, 33, que visa arrecadar fundos para construção do centro social da catedral.

Para os fiéis, no entanto, a inclusão da cerveja ao prêmio da rifa vendida a R$ 2 vai contra o que a igreja sempre pregou: o combate ao uso excessivo do álcool.

"Estou sem palavras. A igreja prega que a gente não pode abusar do álcool, que não pode apelar a jogos de azar, mas está fazendo tudo isso", disse a funcionária pública Alzira Gonçalves, 50.

Outras duas fiéis ouvidas pela Folha concordaram com Alzira. O sorteio está marcado para hoje, às 20h, em frente à catedral.

Para o padre Jerônimo Gasques, existem outras formas "éticas" para a igreja captar recursos. "Isso [sorteio de carro carregado de cervejas] denigre a igreja, além de não ser sadio evangelicamente".

Ele é autor de diversos livros que abordam a atuação da igreja -como "Dízimo e Captação de Recursos"- e aboliu as festas na paróquia de Presidente Prudente (SP).

Procurado pela reportagem da Folha, o padre não quis explicar os motivos que o levaram a rifar um Fusca carregado de cervejas. O arcebispo de Ribeirão Preto, Joviano de Lima Júnior, não comentou o assunto.

Fonte: Folha

Grupo discute a descriminalização da maconha

Comissão de notáveis, entre eles FHC e Vargas Llosa, se reúne na segunda-feira em Genebra para buscar alternativas às políticas de combate às drogas


Jamil Chade - O Estado de S.Paulo

Um grupo de ex-presidentes, alguns dos maiores empresários do mundo, ganhadores do Prêmio Nobel e especialistas em saúde decidiu se unir em um projeto inédito para buscar alternativas às políticas de combate às drogas que, na avaliação de muitos, fracassaram.

Wilton Junior/AE
Wilton Junior/AE
Consumo. Maconha apreendida no Rio: narcotráfico já ameaça democracias, diz grupo

Na segunda-feira, em Genebra, a Comissão Global Sobre Políticas de Drogas será lançada e debaterá, entre várias propostas, a descriminalização da maconha, em uma iniciativa que promete causar polêmica.

O grupo contará com personalidades como Mario Vargas Llosa, o espanhol Javier Solana, ex-secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), a ex-presidente da Suíça Ruth Dreifuss e o empresário Richard Branson, do Virgin Group. O bloco será liderado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Para todos, a constatação é uma só: a guerra contra as drogas nos últimos 40 anos não funcionou e o narcotráfico já ameaça democracias.

Fonte: Estadão

21.1.11

Pastor alerta a casais cristãos: ir a motel é pecado




A dúvida é sempre a mesma para quase todos os casais cristãos, afinal, ir ao motel com meu cônjuge é pecado?


Apesar de alguns pastores afirmarem não existir problema algum em freqüentar esses lugares com seus companheiros, o pastor da primeira Igreja Batista de Campo Grande (RJ), Cláudio Duarte, alerta que é pecado ir ao motel.


Para Duarte o pecado não está no local em si, mas sim, no ambiente pecaminoso que o motel carrega . “Imagina você deitar sua esposa na mesma cama na qual duas horas atrás um casal homossexual teve relações? Isso é errado.” Afirma ele.


O pastor diz também que motéis carregam um simbolismo pesado demais para o relacionamento. “Geralmente são nestes locais que acontecem a prática do adultério, da pedofilia e Deus jamais se agradaria de ver seus filhos em um ambiente como este” finaliza Duarte.


Ele aconselha aos casais que troquem motéis por hotéis ou pousadas. “Talvez o custo seja maior, porém, o ambiente é agradável e tornará o momento mais especial” diz o pastor.

Por Pollyanna Mattos
Fonte: www.guiame.com.br

20.1.11

Franklin Graham: o Espírito do Anti-Cristo está em Toda Parte

Por Elena Garcia|Christian Post Reporter
Traduzido por Amanda Gigliotti

Franklin Graham disse aos estudantes na Universidade John Brown, na ultima terça-feira, para continuarem comprometidos em sua fé em Jesus Cristo e pregar o Evangelho, apesar da perseguição que eles podem enfrentar.

  • franklin-graham-christian-post
    (Foto: Universidade John Brown, via The Christian Post)

    Franklin Graham, presidente e CEO do Samaritan's Purse e da Associação Evangelística Billy Graham, exorta estudantes da Universidade de John Brown para pregar o Evangelho de Jesus Cristo, apesar das perseguições e desafios.

Falando durante um culto na capela especial, o pregador evangélico pediu aos estudantes da universidade privada cristã em Siloam Springs, Arkansas, para "definir a vela para o curso que Deus tem na sua frente," ao superar as armadilhas, tentações e desafios em seu caminho.

"A última coisa que o diabo quer que você faça é servir ao Senhor Jesus Cristo," disse ele.

Graham, presidente e CEO do Samaritan's Purse e da Associação Evangelística Billy Graham, compartilhou sobre a resposta do seu ministério de socorro na sequência do terremoto no Haiti, dizendo ao público que a mensagem do Evangelho sempre foi o cerne do seu trabalho.

Ele disse que orou com cada paciente antes de uma operação e deu uma Bíblia para cada paciente.

"Queríamos que todos soubessem que Jesus Cristo era o Filho de Deus," disse o evangelista americano.

Graham recentemente viajou de volta ao Haiti, onde entregou a mensagem do Evangelho a dezenas de milhares de pessoas no Estádio Nacional de Futebol em Porto Príncipe. Centenas vieram para a frente quando ele fez um convite para receber a Cristo.

"Eu não me importo com o quão bom trabalho você faz. Se você deixar de preparar uma pessoa para estar diante de eternidade, se você deixar de preparar uma pessoa para estar diante de Deus, você está apenas desperdiçando seu tempo. Então, tomemos todas as oportunidades para dizer a uma pessoa sobre Jesus," disse ele.

Mas a pregação do Evangelho pode ser difícil, de acordo com Graham, em uma sociedade onde citar o nome de Cristo é proibida.

"Mesmo no nosso governo, hoje, você não pode orar a Jesus em muitas reuniões públicas. Você pode orar a Deus ou um deus. Você pode mencionar Buda ou o nome de Maomé, mas você não pode orar a Jesus Cristo," disse Graham, que já foi desconvidado de um evento de Dia Nacional de Oração no Pentágono pelos seus comentários sobre o Islã.

"Sabemos que vamos ser perseguidos por defender o nome de Cristo."

Graham também expressou sua consternação com a forma como o serviço memorial recente para vítimas do tiroteio de Tucson foi tratado, contrastando o evento com outros serviços memoriais que ele assistiu. Embora o serviço memorial para o atentado da cidade de Oklahoma e um serviço de oração após 11/09 tenha invocado o nome de Deus, o memorial de Tucson apresentou um índio que estava chamando "pai céu e a terra mãe."

"Não houve convite para Deus colocar os Seus braços amorosos em torno dos que estavam sofrendo," observou. "Por que deixá-lo fora? Eles zombam do nome de Jesus Cristo."

Ele disse que o escárnio e perseguição contra os crentes de Cristo, só vai piorar.

"O espírito do anti-Cristo está em toda parte," afirmou Graham, que observou que as redes de televisão têm afastado os repórteres que cobrem temas relacionados com Cristão. "Estamos sendo secularizados tão rapidamente. Qualquer coisa que tenha a ver com a fé cristã está sendo lentamente tirado da sociedade."

Apesar da oposição, Graham pediu aos estudantes para aproveitarem as abundantes oportunidades para o evangelismo na era atual, especialmente através da Internet. Ele mencionou algumas opções de como pôr palavras-chave como "Deus," "Jesus" ou mesmo "Muhammad."

"Eu vou construir um exército de jovens," compartilhou ele. "Nós estamos indo descobrir como você se infiltrar em todas as línguas do mundo com o Evangelho de Jesus Cristo e fazê-lo na Internet."

Fonte:christian post

19.1.11

Marina terá instituto com foco evangélico



A senadora Marina Silva (PV) lançará um instituto com seu nome, com o fim de realizar ações de educação ambiental e formação política. O público alvo será o evangélico, uma de suas principais bases eleitorais. O projeto visa manter Marina em evidência para uma nova candidatura em 2014. A idéia é "politizar" fiéis e se manter em evidência no segmento evangélico – 25% dos brasileiros. As informações são da Folha de S. Paulo. O Instituto Marina Silva terá sede em Brasília. Pastores que se engajaram na campanha de 2010 e não têm vínculos com o PV devem ser convidados para colaborar com a entidade.

Fonte: Bahia Notícias

A cada quatro bebês nascidos no Brasil, um ganha nome ligado a religião

Do Portal Melodia

Segundo uma pesquisa baseada no cadastro de mais de 43 mil nomes de bebês, é possível ver os reflexos de alguns eventos marcantes do ano no ranking. As eleições, por exemplo: Gabriel é o nome do neto da presidente eleita Dilma Rousseff, nascido na reta final da campanha. A religião também é um fator de influência na escolha do nome dos filhos. Segundo a pesquisa , um a cada quatro bebês nascidos no Brasil ganha um nome ligado religioso. Entres os evangélicos, a taxa de nomes religiosos sobe para 40%. Emanuel, Isaac, Esther e Rebeca são alguns deles.

Fonte: IG

18.1.11

CADA DIA

ESPÍRITO QUE INSPIRA



“[...] falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor, com hinos e cânticos espirituais.” 
Ef 5.19

O louvor é resultado da plenitude do Espírito Santo. O apóstolo Paulo ainda diz que um crente cheio do Espírito Santo tem comunhão com Deus e com o próximo. Ele fala entre os irmãos com salmos e louva de coração ao Senhor.

Sua boca é uma fonte de bênção para o irmão e uma fonte de louvor a Deus. Jesus disse: “Porque a boca fala do que está cheio o coração” (Mt 12.34). O louvor não é causa, mas consequência de uma vida cheia do Espírito. Não importa o quanto nossos lábios estejam cheios de música, nosso coração só estará cheio de adoração se estivermos cheios do Espírito. Nem sempre onde há música há adoração.

Deus escuta os sons que emanam da alma e não apenas a melodia dos nossos instrumentos (Am 5.21-23). Ele se agrada da canção sincera que brota do coração, pois ele busca a verdade no íntimo. Não podemos melhorar a qualidade da música na igreja apenas com técnicas musicais, precisamos de adoradores cheios do Espírito Santo.

ORE


Senhor, enche o meu coração de júbilo e inspira em minha alma canções de louvor. Aceita a gratidão de meus lábios, pois tu és a razão da alegria que há em mim. Por Cristo. Amém.

17.1.11

Pastor Silas Malafaia afirma que pastores que não pregam a Teologia da Prosperidade são idiotas e que deveriam perder a credencial

Em entrevista a Revista Igreja de novembro de 2010 o pastor Silas Malafaia, da Igreja e programa de TV Vitória em Cristo, chamou os pastores que não pregam a teologia de prosperidade de Idiotas que deveriam perder a credencial e voltar a ser membro para aprender as Escrituras.

Confira abaixo:

Revista Igreja: O senhor está sendo duramente criticado pelo setor mais conservador da igreja por causa da teologia da prosperidade pregada por alguns convidados de seu programa, como Morris Cerrullo e Mike Murdock. Como o senhor responde a estas criticas de que a teologia da prosperidade não tem base bíblica e é uma heresia?

Silas Malafaia: Primeiro quem fala isto é um idiota! Desculpe a expressão, mas comigo não tem colher de chá! Por que quando é membro eu quebro um galho, mas pastor não: é um idiota. Deveria até mesmo entregar a credencial e voltar a ser membro e aprender. Para começar não sabe nada de teologia, muito menos de prosperidade. Existe uma confusão e um radicalismo, e todo radicalismo não presta.

Em seguida o pastor da Igreja Vitória em Cristo defendeu a Teologia da Prosperidade e a si mesmo: “Finanças é um dos maiores assuntos da Bíblia. Quando chega nesta parte, muitos pastores, as vezes porque eles mesmos não dão dízimo e nem oferta e, portanto não tem autoridade para falar do assunto, querem bater em quem fala”.

O comentário gerou uma intensa polêmica na internet. O Pastor Sênior da Igreja Bíblica Cristã de São Gonçalo – RJ, Alan Capriles, citou a tradução da Bíblia na linguagem de hoje, onde relata que Jesus disse “E quem chamar o seu irmão de idiota estará em perigo de ir para o fogo do inferno”, Mateus 5:22.

O curitibano Clauber Ramos falou sobre a nova polêmica: “Uma coisa engraçada dessa gente da prosperidade é que nenhum deles nos pedem para semear nosso dinheiro em obras de caridade, em ajudar meus vizinhos necessitados, em ajudar ONGs que fazem um bom trabalho comunitário, etc. A “benção” só é válida se eu semear no campo deles, coisa estranha isso” e completou: “Deus não olha minha oferta (seja em dinheiro ou não), Ele olha o meu coração, isto é muito claro na Bíblia. Ele vai olhar a minha generosidade, o meu amor pelo próximo, o quanto eu me compadeço com o sofrimento do outro… Ai sim creio que Deus tenha prazer em retribuir, mesmo que eu não mereça esta retribuição”.

O blogueiro e pastor Danilo Fernandes publicou em seu blog sua opinião sobre a afirmação de Silas Malafaia: “Eu só tenho uma pergunta a fazer a este deus da prosperidade: O que Malafaia, Cerrullo e Murdock têm que Jeremias, Jonas e João Batista não tinham para, em sendo igualmente profetas, tendo dado tudo de si, terem vivido em indesejável pobreza e grande perseguição, enquanto os novos profetas, fazendo tão menos, vivem como nababos? Foi falta de fé dos profetas antigos ou eles não pagavam o dizimo?” e alfineta: “Mas Malafaia é sincero quando chama seus críticos de idiotas. Pela sua justificativa que coloca os contrários à sua tese da vida cristã financeira na vala do pobrismo, ele há de achar que fala com idiotas!”. Danilo ainda conclui: “Não há nada contra ter dinheiro. Trabalhar e prosperar. Contudo, dizer que está evangelizando enquanto se leva a proposta deste cassino celestial onde se aposta 10 para receber 100 é um disparate. Ordenaram-nos levar a boa nova da salvação, batizar, fazer discípulos e enviar”.

Não é a primeira vez que o Pastor Silas Malafaia usa palavras desse tipo para rebater quem o critica, o mesmo já chamou internautas de “safados, bandidos, negos enrolados, invejosos” e outros adjetivos.

Fonte:

ADONAINEWS

15.1.11

Como ensinar sobre sexo

Cristianismo Hoje


Infelizmente, começamos a formação de nossos jovens tardiamente, de maneira ambígua e ineficaz.

Por Stanton Jones

Desde que o aborto foi legalizado nos EUA em 1973, foram registrados mais de 45 milhões de abortos. Esta perda de vida humana é equivalente ao número de pessoas exterminadas na repressão de Stalin na União Soviética ou à perda de vidas na China comunista de Mao. Estas são estatísticas que já usei em outros contextos para demonstrar a profundidade da perversidade humana.

O que as igrejas podem fazer para reduzir o aborto? A resposta de igreja precisa ser multifacetada:

- Precisamos educar, moldar nossos jovens e todas as pessoas. Os Cristãos Evangélicos precisam aprender a celebrar e abraçar sua sexualidade, vivendo esta sexualidade em santidade, não abrindo espaço para o aborto.

- Precisamos criar comunidades que apoiem as responsabilidades e a restrição sexual para os solteiros adultos em nosso meio, que se perdem tão frequentemente na cultura do “mercado da carne”.

- Precisamos formar na consciência das pessoas de nossa comunidade a questão do valor da vida humana.

- Precisamos capacitar membros da igreja para se tornarem cidadãos articulados que compreendam as questões morais nas quais se enquadram as leis e a liberdade, mobilizando cidadãos que possam exercer seus direitos democráticos para moldar a lei do país.

- Precisamos apoiar aqueles que se mobilizam de maneira pensante, testemunhas efetivamente proféticas contra a morte de seres humanos “indesejados”.

- Precisamos ampliar nossos trabalhos de compaixão com crianças que precisam de adoção para que tenham alternativas viáveis de vida e sejam poupados do aborto.

- Precisamos nos empenhar em criar caminhos para que pessoas escapem da pobreza, do sentimento de desesperança e desamparo que é tão comum hoje em nossa cultura.

- Precisamos contribuir para o fortalecimento do casamento e fortalecer o apoio das comunidades para pais e mães solteiros e famílias quebradas em uma época na qual os abortos são feitos em sua maioria não em adolescentes grávidas, mas em mulheres adultas, muitas delas que já tem um ou mais filhos.

- Precisamos orar sem cessar.

Esta é uma desanimadora lista de coisas a fazer. Vou focar nas primeiras ações, porque uma compreensão positiva e profundamente bíblica acerca da sexualidade é algo extremamente necessário nas igrejas evangélicas de hoje. Para uma comunidade que se orgulha por ser “bíblica”, é chocante enxergar a distorção do nosso foco sobre sexualidade. Uma visão bíblica sobre a sexualidade é profundamente positiva, atraente e profundamente arraigada no valor da vida, um paradigma sobre o qual devemos tratar a questão do aborto.

Evangélicos não são fundamentalmente contra o aborto – em nível mais básico, somos definidos por aquilo que somos a favor, mais do que por aquilo que somos contra. Somos fundamentalmente valorizadores da vida e da sexualidade, pois celebramos estas verdades que são nossas em Jesus Cristo.

Infelizmente, começamos a formação de nossos jovens tardiamente, de maneira ambígua e ineficaz. Estamos presos a um paradigma de indiferença e negação quando pensamos sobre a sexualidade. Nossos pastores tem evitado o tema a não ser para rápidas mensagens, orientadas pela culpa e que contém a frase “diga não”. Para nossa tristeza, muitos líderes evangélicos fracassam ao tentar viver os padrões que proclamam e se tornam exemplos públicos de hipocrisia. Visões conflitantes sobre a sexualidade contribuem para que estes fracassos se tornem argumentos e seduzam a nossa juventude. As duas principais visões conflitantes acerca da sexualidade: em primeiro lugar, o naturalismo evolutivo. O ponto de vista do naturalismo, materialista, reduz a realidade ao físico. Sob este ponto de vista, o sexo não tem significado. Um slogan da psicologia evolutiva diz: “Uma galinha é apenas a maneira de um ovo fazer outro ovo”. O sexo seria algo puramente mecânico no qual os genes se reproduzem.

O naturalismo evolutivo é uma maneira fria de ver as coisas e, portanto é fácil compreender porque outro ponto de vista tem um apelo crescente. Eu vou chamá-lo de “formação de identidade pós-moderna”. Pensadores como Nietzsche e Foucault afirmaram que as pessoas estabelecem sua verdadeira personalidade quando rejeitam as normas da sociedade, particularmente na área da moralidade sexual. Nietzsche prometeu que a “Natureza” irá “entregar seus segredos” quando formos bem sucedidos em “nos opor vitoriosamente de maneira antinatural”. Foucault recomendou a “ética da transgressão”.

É parte da condição geral humana a ânsia por sermos nossos próprios deuses e construirmos nossas próprias realidades. D.H. Lawrence escreveu: “[Homens] vivem na feliz obediência daqueles que acreditam ser seus mestres ou vivem em real oposição ao mestre que querem vencer. Na America esta oposição tem sido um fator vital”.

Isto é Romanos 1 vivido de maneira prática como nunca antes. Hoje nos rebelamos não apenas contra os limites culturais e morais, mas também contra os limites biológicos de nossas realidades físicas, como nossos órgãos corporais e até mesmo nossa sexualidade masculina ou feminina. Nos rebelamos ao substituir Deus e seu chamado em nossa vida através de nossos comportamentos, preferências e identidades sexuais. O teólogo David Bentley Hart caracterizou o ideal moderno da autonomia pessoal: “Somos em primeiro lugar, consumidores insaciáveis e não podemos permitir que os espectros da lei transcendente ou a culpa pessoal nos tornem indecisos. Para nós, o importante é a escolha em si e não o que escolhemos”.

Um poderoso modelo contemporâneo da formação da identidade pós-moderna vem de minha organização profissional. Ela afirma que algumas religiões trazem uma visão de que a vida é a luta para trazer a minha vida em congruência com algo maior e que vai além de mim. Em contraste, “modelos multiculturais e afirmativos da psicologia lgbt” tratam da vida como uma busca da congruência para o que experimentamos agora.

Em face a estes pontos de vista, que visão de sexualidade verdadeira, bíblica e positiva pode ser ensinada à igreja e pela igreja? Os elementos chave dizem respeito ao nosso corpo, nossa encarnação, sexual e em gênero, relacional, feitos à imagem de Deus, caídos e conflitantes, abençoados com significativas relações sexuais e a alma em construção.

Continue lendo...

Bispo católico afirma haver uma conspiração da Unesco que transformará metade do mundo em homossexuais

De acordo com o bispo, que é ministro da Família do Vaticano, ideologia de gênero já está presente nas escolas da Espanha.

Através de programas voltados à ideologia de gênero, a Unesco quer converter, em 20 anos, metade da população mundial em homossexuais, disse o ministro da Família do Vaticano, Ennio Antonelli.

A teoria da conspiração global inferida pelo cardeal foi mencionada pelo bispo Demetrio Fernández, de Córdoba, Espanha, na homilia da missa da Sagrada Família, em 26 de dezembro passado.

A ideologia de gênero já está presente nas escolas da Espanha, lembrou Fernández. Segundo essa ideologia, explicou na missa, “não se nasceria homem ou mulher, mas escolhe-se segundo sua vontade e poderá mudar de sexo quando quiser, segundo o seu desejo”.

Considerado um dos bispos mais conversadores do episcopado espanhol, Fernández reportou-se à doutrina católica sobre a família, destacando que ela “consiste na união estável de um homem e de uma mulher, que se amam e se professam amor por toda a vida.”

A sexualidade, ensinou, não pode ser entendida “como um jogo do prazer” e nem o prazer que acompanha a relação sexual pode se converter em valor absoluto das relações do homem e da mulher.

“Quando o único que se persegue é o prazer, a satisfação de si mesmo, o outro se converte em objeto, e o amor se converte em egoísmo. A sexualidade é, então, a linguagem do egoísmo, do egoísmo mais terrível, porque utiliza o outro para proveito próprio”, disse.

Deus fez a sexualidade humana como expressão do amor autêntico e não como linguagem do mais puro egoísmo, agregou.

Frisou, ainda, que as facilidades para o divórcio, todas as formas de anticoncepção, inclusive o aborto, “são outros tantos ataques à família, ao projeto amoroso de Deus sobre a família e a vida”.

Fonte: Gospel Prime

Cassiane promove evento para arrecadar água

A cada dia mais pessoas se engajam em ajudar as vítima das tragédias do RIo. Já são mais de 500 mortos e milhares de desabrigados. Na próxima terça, dia 18, o Ministério Cassiane e a Sony Music Gospel promoverão na Assembleia de Deus em Nova Iguaçu um culto. A entrada é uma garrafa de água dois litros.

Na próxima segunda, dia 17, haverá um culto na Igreja Batista Jeruel no bairro da posse em Petrópolis. Haverá participação de Marcos Goes, Jessyca, Josué Teodoro, Sergio Maia, Jossana Glessa, Oziel Silva, Leila Monteiro, Mauri e Ana Rosa.

Fonte: CREIO

'Herói de mangá' gera onda de doações anônimas a orfanatos no Japão

Réplica da máscara usada pelo personagem/AFP

Personagem 'Máscara de Tigre' era famoso na década de 1960 no Japão

Abrigos para crianças no Japão vêm sendo beneficiários de uma onda de filantropia anônima que usa a imagem de um conhecido personagem de mangá, as populares histórias em quadrinhos do país.

O personagem conhecido como "Máscara de Tigre", famoso na década de 1960, era um lutador de luta livre que doava o dinheiro que ganhava para o orfanato onde cresceu.

A onda atual começou no dia de Natal, quando um abrigo infantil na cidade de Maebashi recebeu um lote de mochilas, todas embrulhadas para presente. O doador não quis revelar seu nome, mas deixou um desenho do personagem famoso.

Segundo um funcionário do abrigo ouvido pela BBC, o doador afirmou a ele ser "o Máscara de Tigre". "Vim para sua cidade e quero distribuir presentes para todas as casas de crianças daqui", teria dito ele.

Timidez

Acredita-se que a doação acabou gerando uma onda de doações similares, todos feitas sob a identidade do personagem de mangá.

O correspondente da BBC em Tóquio Roland Buerk diz que, após a divulgação do caso, outros abrigos passaram a receber alimentos e dinheiro. Um estabelecimento chegou a receber mais de US$ 1 mil.

A onda de doações causou um debate no país, que, segundo um editorial do jornal Asahi Shimbun, precisa "estabelecer o hábito de fazer caridade".

"Se somos mesmo tão tímidos a respeito de doar para caridade que precisamos nos esconder no anonimato, talvez seja hora de tirarmos a máscara", disse o editorial.

Especialistas ouvidos pelo jornal dizem que a caridade seria mais eficiente se os doadores perguntassem aos estabelecimentos quais suas necessidades específicas. Alguns itens doados inclusive precisam passar pelo crivo da polícia, para que esta confirme que não se tratam de propriedade perdida.

O Asahi Shimbun afirma que existem cerca de 30 mil menores de 18 anos vivendo em tais abrigos no Japão.

Os abrigos infantis são, em sua maioria, lar de crianças negligenciadas ou vítimas de agressões, segundo o jornal.

Fonte: BBC Brasil

13.1.11

Pastor é falsamente acusado de roubo

ÁSIA - O obreiro da Gospel for Asia, Mandal Bhaskar, foi acusado de roubar uma motocicleta por um grupo de extremistas anticristãos de sua aldeia, Mandal é o pastor de uma igreja local emergente com cerca de 100 membros que frequentam os cultos.

Daniek Rahi, um membro da igreja, morreu em 15 de dezembro e no dia seguinte, o pastor Mandal fez o funeral de Rahi. Após o culto, a família do falecido executou um costume local e lavou o corpo num rio próximo.


Os extremistas que se opõem abertamente ao ministério de Mandal aproveitaram a oportunidade para realizar um falso roubo. Um deles foi à cerimônia em uma motocicleta, mas providenciou para que ela fosse levada durante o evento, fazendo com que parecesse um roubo.


No dia seguinte, os adversários do pastor tentaram confrontá-lo gritando em frente a sua casa para que respondesse às acusações de que havia roubado a motocicleta. Mandal não estava em casa, mas seu irmão, que também é vizinho, ouviu o barulho. Ele saiu para falar com os homens, e ao ouvir as acusações, garantiu-lhes que o seu irmão não cometera o crime.

O irmão de Mandal foi agredido e gravemente ferido. Em seguida os acusadores foram até a delegacia e registraram queixa de roubo acusando o pastor do crime. A polícia convocou imediatamente Mandal mas o liberou após tomar seu depoimento. As autoridades policiais locais ainda não tinham tomado uma decisão no caso.


Mandal relata que as falsas acusações feitas por extremistas representam os moradores locais, já que se sentem ameaçados pelo rápido crescimento da igreja. Ele acredita que o cenário de roubo foi montado para impedi-lo de realizar um programa de Natal na aldeia.


Pedidos de oração:

  • Ore para que o Senhor dê ao pastor Mandal a graça e a força para enfrentar esta situação;
  • Ore para que Deus proteja sua esposa e cinco filhos;
  • Ore para que Deus toque os corações e as vidas dos aldeões que fizeram as acusações;
  • Ore pelos cristãos da igreja para que fiquem fortes ante a oposição.

Tradução: Yara Ferreira



Fonte: ASSIST - News Service
Missão Portas Abertas - Servindo cristãos perseguidos

12.1.11

Missões: Culto ao ar livre em Cuba atrai cerca 8 mil pessoas

Culto ao ar livre em Cuba atrai 8 mil pessoas Missões: Culto ao ar livre em Cuba atrai cerca 8 mil pessoas

A realização de um culto ao ar livre, na cidade de Manzanillo, em Cuba, atraiu cerca de 8 mil pessoas, segundo relatos de obreiros da terra (autóctones) de Missões Mundiais da CBB naquele país caribenho. Entre os presentes, representantes do governo cubano, que ouviram a palavra de Deus trazida pelo Pr. Gilberto Prieto, missionário da terra da JMM.

Entretanto, antes da realização evento, organizado pela 1ªIB de Manzanillo e que teve apoio das nove igrejas batistas da cidade, os obreiros cubanos relataram as muitas dificuldades enfrentadas na preparação. Uma delas foi o cancelamento, na véspera do evento, do caminhão de entregas contratado para pegar, na cidade vizinha de Bayamo,as 2 mil cadeiras plásticas e os equipamentos de som e vídeo alugados pelos missionários da terra. Porém, para a glória de Deus, um cantor evangélico, famoso em Cuba, emprestou seu equipamento de som e vídeo, e um caminhão foi oferecido para recolher as cadeiras plásticas, viabilizando a programação. “Não tínhamos verba suficiente para novos gastos, com caminhão, som e cadeiras, além da alimentação de toda equipe. Porém, no dia do evento, Deus supriu todas as necessidades. Glórias a Ele!”, disse o missionário da terra Pr. Liván Quintana Poveda.

A programação teve a presença de corais de crianças e de adultos, grupos e cantores solo, além do famoso cantor cubano, que abrilhantaram toda a programação. A mensagem pregada, com ênfase no ano novo e esperança em Cristo de dias melhores, foi levada pelo Pr. Gilberto Prieto. “O evento impactou os presentes, uma multidão de aproximadamente 8 mil pessoas, entre eles vários representantes políticos do Partido Comunista de Cuba. Esperamos, no tempo de Deus, os frutos dessa abençoada programação”, finalizou o Pr. Liván.

Fonte: JMM / Gospel Prime

11.1.11

Na lista dos dez lugares mais perigosos para um cristão viver, oito são nações islâmicas

Ao mesmo tempo em que líderes mundiais protestam contra o assassinato de 21 cristãos num bárbaro atentado à bomba de extremistas contra uma igreja cristã de Alexandria, no Egito, há poucos dias, um relatório que avalia a perseguição contra cristãos, divulgado nesta quarta-feira, 5 de janeiro, pela missão Portas Abertas Internacional, sediada nos Estados Unidos, confirma os países islâmicos como os lugares onde há mais perigo e violência contra cristãos. Segundo o “Open Doors 2011 World Watch List”, que avalia as condições em que vivem os cristãos em 77 nações e, em seguida, classifica os 50 primeiros onde é mais difícil praticar tal fé, apesar da Coreia do Norte ser a terrível anticampeã pela nona vez (permanecendo como o primeiro lugar em nível de perseguição aos seguidores de Jesus), na lista dos dez mais perigosos lugares para um cristão viver, oito são países de maioria muçulmana. Dos 30 primeiros países na lista, apenas sete têm outro tipo de grupo que não os extremistas islâmicos como os principais perseguidores dos cristãos.

E a perseguição aumentou em sete destes países. No Irã, a violência cresce para tentar sufocar o crescente movimento de igrejas nos lares. No Afeganistão, milhares de fiéis têm que viver de forma clandestina. Na Arábia Saudita, ainda é proibido qualquer pessoa nascida naquele país se converter ao cristianismo. A Somália sem lei, terroristas sanguinários ameaçam matar os missionários cristãos que querem ajudar o povo e atender a necessidade alimentar das pessoas pobres. No Iémen, permanece a determinação de expulsar todos os obreiros cristãos. E no Iraque, que saltou de décimo-sétimo para oitavo pior perseguidor de cristãos, aconteceu um dos piores massacres, com 58 cristãos assassinados por extremistas em uma catedral de Bagdá em outubro.

A lista dos 10 países onde há mais perseguição contra cristãos também inclui: Maldivas, Uzbequistão e Laos. A Mauritânia parece estar se tornando mais tolerante com as diferenças. Caiu da posição número 8 para a décima-terceira em grau de perseguição.

Nos últimos anos há um êxodo de cristãos deixando o Iraque para escapar da perseguição. Atualmente, restam pouco mais de 300 mil cristãos neste antigo berço do Cristianismo, onde hoje milícias organizadas barbarizam famílias apenas pelo fato de não professarem a mesma fé que eles. A cidade de Mosul e a capital, Bagdá, são os lugares onde a perseguição religiosa é mais intensa. No ano passado, pelo menos 90 pessoas morreram por Cristo no Iraque e outras centenas ficaram feridas em ataques com bombas e armas. Há rumores de que, nas últimas duas semanas, houve uma onda de violência que ceifou ainda mais vidas.

Outra informação interessante do estudo de Portas Abertas é sobre o Paquistão, país que está entre os quinze mais perseguidores, subindo de décimo-quarto para décimo-primeiro, mas que tem a maior população de cristãos entre eles: 5 milhões de seguidores de Jesus.

Segundo o presidente da Portas Abertas Internacional, Carl Moeller, “ser um ex-muçulmano ou um cristão da igreja subterrânea em nações dominadas por muçulmanos é como ter desenhado nas costas dos cristãos um grande alvo. Não há liberdade de crença ou religião na maioria destes lugares. E como o relatório 2011 denuncia, a perseguição aos cristãos em países islâmicos continua a crescer”.

Fonte: Open Doors / Agência SOMA