25.10.09

Igreja Luterana da Suécia autoriza casamentos homossexuais

igreja-luterana


A Igreja Luterana da Suécia, que conta com 73% da população do país como adeptos, aprovou hoje a autorização da realização de casamentos entre homossexuais em seus templos a partir do dia 1º de novembro.

Os membros da assembleia eclesiástica, organismo superior da Igreja Luterana sueca, aprovaram hoje por maioria absoluta uma proposta da direção para permitir este tipo de cerimônia, uma decisão esperada após meses de discussões.

A proposta contou com o apoio de 176 do total dos 249 votos, mais de 70% da assembleia.

A decisão das autoridades eclesiásticas suecas acontece seis meses depois que o Parlamento aprovou a chamada lei do casamento neutro, que permite que homossexuais formalizem suas relações em uma cerimônia civil.

Os casais de homossexuais só devem cumprir com um requisito para poderem se casar no civil, o mesmo que para heterossexuais: devem apresentar um certificado oficial que prove que nenhum dos dois é menor de idade ou já está casado, e que não são parentes de primeiro grau.

//Será que a Igreja Católica também vai jogar a isca pra pescar os membros da Igreja Luterana? O corpo de Lutero deve estar se revirando no túmulo. E você? Aprova a Igreja que autoriza casamento homossexual?

Fonte: EFE/Gospel Prime

23.10.09

A sexualidade à luz da Bíblia

Cláudio Pinas Coelho

Gênesis - 1 - 27 : 28

Para a maioria dos estudiosos cristãos, o sexo tem sido a pior tentação em nossa cultura.
Isso ocorre porque vivemos em uma sociedade que valoriza a sensualidade, defende a prostituição como um meio de vida, não como pecado, e que não se submete aos ensinos éticos do cristianismo quanto ao comportamento na área da sexualidade.
Outra questão a ser considerada é que a igreja tem evitado falar e ensinar claramente sobre esse assunto, deixando as pessoas sem a perspectiva correta sobre as questões da sexualidade.
Fazendo isso, abre-se espaço para que a cultura secular defina quais são os padrões de certo e errado, que na maioria das vezes, contraria os ensinos da revelação contida nas Escrituras Sagradas.
A omissão da igreja permite que a pessoa, sem uma orientação clara sobre o assunto, construa as suas próprias idéias que, na maioria das vezes, serão extraídas da cultura a qual está inserida, distante de Deus e de sua Palavra, criando mitos e tabus.
O que se tem percebido é que tudo isso tem trazido sérias conseqüências e males para as famílias, e diversos problemas conjugais.

Sendo um assunto tão amplo, não poderemos abordar aqui todas as implicações envolvidas. Precisamos limitar algumas questões.
Para isso, vamos ter em mente três fatores norteadores para essa pregação: em primeiro lugar, vamos nos ater ao que a Bíblia fala sobre o assunto; em segundo lugar, vamos ser diretos sobre o assunto; e em terceiro lugar, vamos manter o foco.
Não trataremos sobre as perspectivas sociológicas ou psicológicas sobre o tema; falaremos sobre o assunto de forma direta, de acordo com as cartas dirigidas a igreja; e, não trataremos dos pormenores que envolvem a sexualidade dentro do casamento, em todo o contexto e extensão que o tema abrange.
Por isso, vamos eleger alguns pontos que focam o problema no que diz respeito á sexualidade e a tentação, dentro de nossa cultura.
As demais implicações deverão ser abordadas em ocasião própria, como em retiros ou encontro de casais, e também com a juventude.
Nesse sentido, no segundo semestre, vamos tratar com a juventude sobre esse assunto nos encontros de sábado à tarde em uma série denominada: “A Batalha de todo o Adolescente”.
Faremos isso com o devido cuidado e clareza que a Bíblia ensina, com o objetivo de ajudar a juventude a ter as respostas de Deus nesta área de suas vidas.

• O PADRÃO DIVINO PARA A CONDUTA SEXUAL
Conforme lemos no texto inicial, Deus criou o homem e a mulher. Deus resolveu que o homem e mulher completariam um ao outro, tanto num contexto mais amplo, como no contexto restrito da sexualidade.
Deus criou homem e mulher, e lhes deu a ordem para serem férteis, para multiplicarem e encherem a terra. Portanto, o pecado original não tem a ver com o sexo entre Adão e Eva, pois Deus já havia ordenado que eles tivessem filhos. O pecado do casal foi o de desobedecer a uma instrução objetiva quanto aos limites definidos por Deus, e não tem nada a ver com a sexualidade.

• DEFININDO IMORALIDADE SEXUAL
Quando a Bíblia fala sobre imoralidade sexual, a palavra grega utilizada é “Porneia”, segundo registrado em Mateus 19.9. Esta palavra foi traduzida da seguinte forma, de acordo com as traduções abaixo relacionadas:

NVI – Imoralidade Sexual.
ARA – relações sexuais ilícitas.
ARC – Fornicação.
NTLH – Adultério.

De acordo com o contexto em que a palavra foi utilizada, ela aparece 27 vezes no Novo Testamento, sendo traduzida pela ARA por: prostituição (Mt 15.9); relações sexuais ilícitas (At 15.20); imoralidade (1 Co 5.1); impureza (1 Co 6.13); impudicícia (Ef 5.3) e devassidão (Ap 17.2).

Vamos ver seis principais descrições bíblicas de imoralidade sexual:

- Imoralidade sexual
1. A Bíblia condena a prática do sexo entre pessoas solteiras, sexo antes do casamento. A isso, a Bíblia denomina de fornicação (Ap 21.8; 1 Co 6.15-18).
2. A Bíblia condena a prática do sexo de pessoas casadas com outro que não seja seu cônjuge. A isso, a bíblia chama de adultério (Mt 19.9).
3. Outra pratica que a bíblia condena é a pratica do sexo como forma de ganhar dinheiro ou outro tipo de vantagem com o próprio corpo. A isso, a Bíblia chama de prostituição (1 Co 6.15-18).
4. E a Bíblia condena a auto-estimulação ou excitação para instigar em si mesmo o desejo sexual. A Bíblia denomina essa conduta de impureza ou abrasamento (1 Co 7.9).
5. A Bíblia condena a cobiça, que trata de alimentar ardentemente desejos sexuais a respeito de alguém, que se inicia pela visão (Mt 5.28).
6. A Bíblia condena o relacionamento sexual entre pessoas do mesmo sexo (Rm 1.26-27).

Agora que você já sabe qual é o padrão bíblico para a conduta sexual, como avalia o seu comportamento nessa área?
Puro ou impuro? Moral ou imoral? É algo que precisa ser analisado e colocado diante de Deus.

- O IMPULSO SEXUAL
Qual o propósito de sexo? Somente para a reprodução, como ensinam alguns grupos e seitas? Certamente que não. Se fosse assim, a mulher não teria apenas dois ou três dias férteis por mês, conforme os estudiosos. Alem do mais, o relacionamento sexual entre o casal, neste caso, deveria ser apenas uma vez por ano, uma vez que são necessários nove meses para o nascimento da criança, além do tempo de recuperação da mulher.

Qual a resposta divina a meu impulso sexual?
Como lidar com minha dificuldade sobre meu autocontrole?
Como posso resistir às tentações sexuais quando elas surgem?

Nossa cultura valoriza e incentiva a liberdade sexual sem limites. Somos bombardeados constantemente por todos os meios da mídia.
Nossos valores são confrontados e nossos impulsos sexuais e instintos são estimulados constantemente para nos induzir a ferir os princípios da Palavra de Deus.
Como lidar com tudo isso?

VAMOS VER AS PROVISÕES PRIMÁRIAS QUE A BÍBLIA ENSINA SOBRE AS TENTAÇÕES SEXUAIS.

Para vencer a imoralidade sexual, você precisa saber que...

PARA VENCER AS TENTAÇÕES SEXUAIS VOCÊ PRECISA SABER QUE...

1. O CASAMENTO FOI ORDENADO POR DEUS PARA LIVRAR VOCÊ DE CAIR NA IMORALIDADE SEXUAL.

“Quanto aos assuntos sobre os quais vocês escreveram, é bom que o homem não toque em mulher, mas, por causa da imoralidade, cada um deve ter sua esposa, e cada mulher o seu próprio marido.”.
1 Co 1.1-2

Veja que a solução para vencer as tentações na área da sexualidade não é a oração; ler a Bíblia; exercer o domínio próprio. A superação definitiva é o casamento. Por isso, o casamento é uma instituição divina e santo.
Há pessoas que conseguem controlar seus impulsos sexuais. A própria ciência humana diz que é possível, tomando algumas medidas e evitando outras.
Entretanto, não havendo o autocontrole, o casamento é uma ordem bíblica.
Deus fez o homem e a mulher, um para o outro, para que um complete o outro, também na área sexual.

Essa é a solução primária para vencer a imoralidade sexual. Vejam que a ordem é para o homem ou para a mulher.

Antigamente, as pessoas se casavam mais cedo. Com cerca de treze e quatorze anos, em muitos casos. E, ainda é assim em muitas regiões do mundo e até em alguns lugares do nosso país.
Todavia, nossa cultura redefiniu a idade recomendada para o casamento. Hoje, o jovem, antes de se casar, é ensinado que precisa terminar os estudos, construir o seu próprio patrimônio pessoal, que deve investir primeiro em sua formação profissional, e é induzido a criar um estilo de vida totalmente independente.
Por isso, a luta da juventude na área da sexualidade ficou muito mais difícil e muito mais longa.
Os jovens e adultos solteiros precisam lidar com os seus impulsos sexuais por mais tempo, por ter que se casarem mais tarde.
Foi por isso que a recomendação bíblica é o casamento, não havendo condições de se controlar. Deus fez o homem e mulher para viverem e construírem uma vida juntos, não independentes.
Somente com o casamento é que se vence esse tipo de tentação.

A Bíblia diz: “Mas, se não conseguem controlar-se, devem casar-se, pois é melhor casar-se do que ficar ardendo de desejo.”.
1 Co 1.9

• Cuidado e avalie

Se você namora há muito tempo resolva o mais rápido esse assunto. Não há motivos para adiar se há amor entre vocês.
Se a tentação tem rondado a sua vida, é porque você esta adiando e lutando por conta própria para vencer os impulsos naturais. A solução de Deus é o casamento. Pense sobre isso e tome uma atitude correta.
Lide com sabedoria e respeito com isso com seu namorado (a).

PARA VENCER AS TENTAÇÕES SEXUAIS VOCÊ PRECISA SABER QUE ...

2. DEUS ORDENA QUE OS CÔNJUGES CUMPRAM SUAS OBRIGAÇÕES SEXUAIS.

A Bíblia diz: “O marido deve cumprir os seus deveres conjugais para com a sua mulher, e da mesma forma a mulher para com o seu marido. A mulher não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o marido. Da mesma forma, o marido não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a mulher. Não se recusem um ao outro, exceto por mútuo consentimento e durante certo tempo, para se dedicarem à oração. Depois, unam-se de novo, para que Satanás não os tente por não terem domínio próprio”.
1 Co 7.3-5

Muitos problemas conjugais, divórcios e conflitos acontecem porque os casais não compreendem ou não sabem sobre as verdades acerca desse assunto.

- Vejam algumas lições importantes aqui para os casais
• O sexo e prazer dentro do casamento são bíblicos.
• O cônjuge tem a obrigação de responder afetivamente quando procurado.
• A imoralidade é neutralizada quando os cônjuges atendem ao ensino bíblico.
• O desejo sexual é uma dádiva divina, e deve ser realizada no contexto de vida do casal.

PARA VENCER AS TENTAÇÕES SEXUAIS VOCÊ PRECISA SABER QUE ...

3. DEUS NÃO PERMITE QUE VOCÊ SEJA TENTADO ACIMA DE SUA CAPACIDADE DE SUPORTAR.

“E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, ele mesmo lhes providenciará um escape, para que o possam suportar”.
I Co 10.13b NVI

Precisamos lembrar do ensino anterior que de qualquer modo, toda tentação que você enfrentar será limitada por intervenção divina, até o limite de suas forças.
Você que ainda não se casou, precisa guardar a sua pureza, o seu corpo. Deus quer trabalhar a sua consciência, a sua visão a respeito de como honrar a Deus com todo o seu ser.
Lembre-se do exemplo de José do Egito, e de outras palavras dirigidas a pessoas solteiras e jovens.
José esteve em uma situação delicada. A mulher de seu chefe aproveitou que José estava sozinho com ela e quis ter um relacionamento sexual com ele. Mas, não temendo por sua reputação e nem dando lugar a seus próprios impulsos sexuais, saiu correndo da situação e foi livre de cair naquela cilada.

A Bíblia diz: “Fuja dos desejos malignos da juventude e siga a justiça, a fé, o amor e a paz, com aqueles que, de coração puro, invocam o Senhor”. 2 Tm 2.22

Você precisa ter uma atitude firme em momentos como esses. Se você sabe que está a um passo de cair, fuja literalmente da situação.
Evite excesso de intimidade que provoca seus estímulos sexuais.
Tenha um namoro santo. Preserve a sua santidade.
Evite falar sobre assuntos obscenos.
Sua sexualidade foi criada por Deus, mas ele quer que você preserve seu corpo até o casamento.

CONCLUSÃO

- Deus criou homem e mulher
- A sexualidade é um dom divino
- O casal deve dedicar-se um ao outro, e seu corpo pertence ao seu cônjuge.
- Deus instituiu o casamento como um escape à imoralidade
- Deus não permitirá que a tentação seja superior a sua capacidade de enfrentar.
- Você deve fazer a sua parte, fugindo das situações que podem levá-lo a pecar.
- Deus lhe dará vitória se você obedecer a sua Palavra

www.sermao.com.br

22.10.09

ALEGRIA NA ANSIEDADE

Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus.. 
Filipenses 4:6

Algumas vezes nos sentimos incomodados porque não merecemos o amor de Cristo. Algumas vezes ficamos deprimidos porque tememos as consequências de escolhas que fizemos que traíram nossas convicções cristãs. As vezes nos sentimos apreensivos sobre as incertezas quanto ao futuro. Quando isso acontece é bom saber que o Evangelho da alegria é para nós.

A declaração: “Não andem ansiosos por coisa alguma” é também um convite: “Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês.” (1 Peter 5:7). Deus está sempre pronto a derramar sua graça generosamente sobre nós.

Algumas vezes ansiedade é fruto de escolhas pessoais e comportamentos que desonram a Deus. Pode também surgir da forma como as circunstancias alem do nosso controle, afetam nossa vida. Ansiedade pode surgir da nossa insegurança pessoal em relação à vida.

Independentemente da origem da nossa ansiedade, o Senhor a responderá tanto com conforto como com confrontação de tal forma que sua paz e alegria voltem a reinar em nossos corações. Nenhuma pessoa deve suportar sozinha as cargas da vida. Assim aceitemos o convite: “Entregue suas preocupações ao Senhor, e ele o susterá; jamais permitirá que o justo venha a cair.” (Salmo 55:22)



Ore

Querido Senhor, algumas vezes nos sentimos incomodados, oprimidos e apreensivos. Ouve-nos, Senhor, e vigie nossos passos. Somente de ti esperamos ajuda todos os dias de nossas vidas. Em nome de Jesus. Amém.

Pense

Ninguém deve suportar sozinho as cargas da vida.

www.cadadia.com.br

20.10.09

CALENDÁRIO COLOCA SANTOS COMO TRANSEXUAIS

Associações de defesa dos direitos dos homossexuais na Espanha lançaram um calendário com paródias de conhecidas obras de arte sacra – com certa preferência pelas aparições da Virgem Maria - interpretadas por transexuais. O Calendário Laico traz na gravura de cada mês uma livre interpretação de cenas famosas do imaginário católico, como a de Nossa Senhora de Fátima diante dos três pastores, resignificada pela estética gay.







ESPECIAL






aresignificada pela estética gay. Leia mais

Bendirei ao Senhor em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca

Salmos 34:1

Pensamento: Uma maneira através da qual nós mantemos nossas vidas na direção certa e nossos corações entregues à vontade e obra de Deus é louvar o nosso glorioso Senhor continuamente. Devemos colocar nosso louvor a Deus nos lábios com cânticos e passagens da Escritura memorizadas. Devemos contar os seus grandes e maravilhosos feitos aos nossos filhos, netos e amigos. Vamos dar graças a Ele por tudo que tem feito por nós. Assim como Ele está sempre conosco (veja Sl 139), vamos louvá-lo sempre.

Ora?o: Todo Poderoso Deus e eterno e amoroso Pai, louvo-Lhe por sua grande força e incrível criatividade mostradas na sua criação. Maravilho-me diante da sua vastidão e glória incompreensível, reveladas no carinho que tem por seu povo e por ter enviado seu Filho como prometeu. O Senhor é maravilhoso. O Senhor é glorioso. O Senhor é majestoso. Obrigado por me amar. Em nome de Jesus, amém.

ILUMINALMA.COM.BR

Cristãos foram soltos mas ainda não retornaram para casa


O massacre deixou 45 indígenas mortos
MÉXICO (*) - Alonso Lopez Entzin, um cristão do Estado de Chiapas, México, passou 11 anos e 8 meses na prisão por um crime que não cometeu. Acusado de participar do “massacre de Acteal”, em dezembro de 1997, no qual 45 pessoas morreram próximo a San Cristobal de las Casas, ele e mais de 80 de seus vizinhos foram presos sumariamente e acusados com os assassinos.

Em 12 de agosto, a suprema corte do México determinou que Alonso Lopez e outros 19 homens acusados das mortes em Acteal (18 deles são cristãos, inclusive Alonso) fossem soltos do presídio El Amate, em Chiapas. Sua liberação foi uma surpresa para ele e seus companheiros, assim como para milhares de pessoas no México e ao redor do mundo que advogavam sua liberdade (saiba mais).

Dos 18 cristãos soltos, apenas cinco eram cristãos quando foram presos. O resto veio a receber Cristo na prisão. Pelo menos 27 inocentes que eram cristãos quando foram presos ainda permanecem no presídio, de acordo com organizações de advocacia.

“Graças a Deus, eu consegui a liberdade”, disse Alonso à agência de notícias Compass Direct News. “Graças ao poder de Deus, não estamos mais presos. Nenhuma outra pessoa possui esse poder, somente Deus.”

A Suprema Corte está revendo os processos de 31 outros acusados com ligação no massacre. Seis réus receberão novos julgamentos.
Leia mais>>

“Nem os pastores põem mais fé na EBD”

Ebd2

O teólogo e médico Angelo Gagliardi Júnior, 53 anos, escreveu o livro Você acredita em Escola Dominical? no fim dos anos 1990, no qual debatia a crise desse modelo de ensino. Em entrevista à CRISTIANISMO HOJE, ele mostra que o tema continua atual.

CRISTIANISMO HOJE: Que tipo de experiências o motivaram a escrever o livro “Você acredita em Escola Dominical?”

Amor desde a infância pelo estudo da Bíblia e inconformismo pela forma com que as nossas Escolas Dominicais vinham desempenhando o seu ministério em nossas Igrejas desde sempre , o tipo de “formação” , o tipo de “crente” que ela vinha “preparando” , frágeis , imaturos,inexperientes, desmotivados.

A visível prática em nossas Escolas Dominicais da Anti-Reforma Protestante , afastando a Bíblia das mãos do povo , desestimulando o seu estudo , meditação e prática. A ênfase prioritária às metodologias eclesiásticas já caducas, o aferrar-se às revistas ralas da denominação para “manter” o controle doutrinário.

O abandono completo de um sério investimento em material para pesquisa , formação , e instrução do corpo docente , bem como de uma escolha responsável e criteriosa do mesmo .

Leia mais>>

O Cristão pode ir no motel ou não? Depende da necessidade!

Antes de começar a escrever minha opinião ou esclarecimento sobre o tema, esse artigo é voltado apenas para Cristãos Casados !! Não é para ajuntados, amigados, noivos e namorados, não! vocês tem que é casar e/ou se consertar com Deus!

———–x————–x————x———–x—————

cama_motelÉ pecado o Cristão Casado ir ao Motel?

Não é pecado. Uma parte da pergunta respondida. Agora vamos as definições de Motel:

Significado original

Nos Estados Unidos, um país altamente motorizado, motel é a contração de motor e hotel; ou seja, um hotel ao qual as pessoas chegam de automóvel, mas que fica à beira de uma rodovia, que serviria de alojamento àqueles que realizam uma viagem e estão longe de casa.

Significado no Brasil

Motel é um estabelecimento de hospedagem que se diferencia dos demais porque as pessoas geralmente vão até ele com o objetivo de manter relações sexuais e não necessariamente para conseguir alojamento, porque muitas vezes não se cobra o valor de uma diária, mas sim por um valor de permanência de algumas horas (períodos).

Normalmente são oferecidos preservativos, um aparelho videocassete ou DVD com vídeos eróticos ou possibilidade de acesso a canais eróticos, cardápio para o almoço ou o jantar, teto com espelhos, banheira de hidromassagem, com garagem,podendo ser coletiva e/ou privativa para um ou mais automóveis.

Atualmente os motéis representam um momento de conforto, luxo e erotismo, além de apenas uma opção de hospedagem. As pessoas buscam num motel o diferencial que não conseguem ter em suas casas. Certos motéis oferecem, em suas suítes mais caras, pista de dança, sauna, piscina, etc.

Normalmente, os motéis exigem a carteira de identidade para barrar a entrada de menores de idade e têm mais de uma saída para garantir a possibilidade de uma eventual fuga de um cônjuge prestes a ser flagrado pelo outro.

Leia mais>>

19.10.09

ALEGRIA E ORGULHO

Pois nós não temos... confiança alguma na carne...
Filipenses 3:3

Muitas companhias aéreas recompensam os seus passageiros que voam com frequência com passagens grátis, promoção para primeira classe, tratamento especial. Essas coisas podem produzir um certo orgulho nas pessoas. Assentos confortáveis e tratamento especial não faz de ninguém uma pessoa de “primeira classe”.

A Bíblia considera o orgulho algo maligno porque ele cria “desgraça” (Provérbios 11:2). Ele superestima a importância pessoal e deprecia o valor dos outros. Ao invés de viver pela graça que tem o seu prazer tanto no rico como no pobre, inteligente e deficientes de aprendizado, executivos e desempregados, o orgulho ignora o caráter de Deus, coloca a graça de lado e aceita um estatus de “primeira classe” que diz: “Eu sou melhor que os outros”.

Paulo combateu a tentação de ser orgulhoso. Ele pertencia a um povo especial, escolhido por Deus, de uma classe especial de pessoas em Israel, e de uma família zelosa e devota. Mas ele considerou tudo isso como “lixo”. Por que? Porque “confiança na carne” somente criaria tensão, divisão, brigas e, por fim, ódio. O orgulho destrói o dom da alegria.

Somente em humilde gratidão a alegria se sustenta.

Ore

Querido Senhor, pelo teu Espírito Santo ajuda-nos a resistir o pecado fatal do orgulho. Ajude-me a fixar meus olhos em Jesus, o único que trás dignidade, valor, e alegria à minha vida. Em nome dele oramos. Amém.

Pense

O orgulho destrói o dom da alegria.

17.10.09

Deus não é o criador afirma uma estudiosa da Bíblia


Uma respeitada estudiosa do Velho Testamento acredita que a visão de Deus como criador de todas as coisas é falsa, e que a Bíblia foi traduzida erroneamente durante milhares de anos. Ellen van Wolde, da Universidade de Radboud, na Holanda, afirma que a primeira frase da Bíblia, “No começo, Deus criou o Céu e a Terra”, não é uma tradução fiel do texto original, em hebreu.

Wolde afirma ter realizado uma análise textual que sugere que os escritores da Bíblia não tinham a intenção de afirmar que Deus criou o mundo – e que, de fato, a Terra já existia quando ele criou os humanos e os animais. A pesquisadora analisou os escritos originais do hebreu e colocou-os no contexto da Bíblia como um todo, e no contexto de outras histórias de criação da antiga Mesopotâmia. Segundo a pesquisadora, a palavra “bara”, que aparece na frase, não significa “criar”, e sim “separar”, no sentido espacial. Deste modo, o significado original da frase seria “No início, Deus separou o Céu e a Terra”.


Wolde diz que sua análise mostra que o início da Bíblia não é o início dos tempos, e sim o início de uma narração. “A ideia da criação a partir do nada é um grande mal-entendido”, diz a pesquisadora. As descobertas do estudo são bastante radicais, e ela afirma que espera que as conclusões levantem um debate religioso. Entretanto, ao contrário do que se possa acreditar, a pesquisadora é religiosa, e ficou pessoalmente incomodada pelas descobertas: “Me considero religiosa e o Criador era algo muito especial, como uma noção de confiança. Quero manter esta confiança”, diz.

Fonte: Telegraph/Hypescience



15.10.09

Que músicas posso ouvir?

Por Elton Batista de Melo

Romanos - 14 - 19 : 19

Posso ouvir uma canção sertaneja, ou nordestina, ou arábica, ou africana, ou cigana, ou gaúcha, ou espanhola, ou americana?
E aquele sucesso que todo mundo canta?
E o grupo do momento, posso escutar como todo mundo faz?
Encontramos, muitas vezes, dois tipos de comportamento entre os irmãos, e geralmente ambos criticam os que não agem como eles: o primeiro é o grupo RADICAL: queimam seus cds de músicas não cristãs, jogam fora suas fitas e fotografias de grupos mundanos, e dizem que os que não fazem isso são carnais e talvez nem crentes.
O outro grupo é o LIBERAL: ouvem qualquer coisa, não mudam seu gosto musical, apreciam todas as canções e todos os grupos, dançam suas baladas e consideram os radicais perniciosos ao evangelho.
Devemos ter um critério mínimo de escolha de músicas. Creio não serem corretas as posturas exemplificadas acima.
Os radicais tornam-se carnais e vaidosos, considerando-se mais santos que os outros.
Os liberais, por sua vez, esquecem que muitas canções e ritmos são antagônicos ao Reino de Deus e aos ensinos do Senhor.
Penso que podemos escolher uma música, passando-as por quatro peneiras. É como se eu coasse o café ou o suco quatro vezes. Então podemos ouvir e até recomendar a canção com tranqüilidade, sem drama de consciência.

O primeiro crivo é: “ESTA MÚSICA EXALTA OUTROS DEUSES?”

Então preste atenção na letra, e procuro encontrar elementos que comprometam a canção: chamar os orixás, exaltar outras divindades, ensinar a praticar o ocultismo, etc. Se a música contiver isso, já não estará entre as selecionáveis;

Segundo crivo: “A MÚSICA INCITA À REBELDIA?”

A canção ensina filhos rebelarem-se contra os pais, cidadãos rebelarem-se contra o país ou as autoridades? A música desrespeita os mais velhos? A canção ensina a andar longe dos compromissos cristãos? Se ela enquadrar-se nisso, então devo tirá-la da minha seleção;

Terceiro crivo: “A MÚSICA ME LEVA À PROSTITUIÇÃO, AO ADULTÉRIO OU AO COMPORTAMENTO MORAL PERVERTIDO?

As músicas que ensinam a trair o cônjuge, a sair com pessoas casadas, a praticar o sexo antes do casamento, a enganar a namorada, a iludir os pais, a comportar-se homossexualmente, a abandonar os valores morais cristãos, essas canções não prestam para mim.

Para que irei encantar os meus ouvidos com aquilo que alego desagradar o meu coração e entristecer o meu Deus?
Por último, devo perguntar: “ESTARIA ESCANDALIZANDO AO MEU IRMÃO?”

Buscar coisas apenas para a minha satisfação, mesmo que custem a edificação dos meus irmãos, é um comportamento correto? Não.
Então, se algo que se credenciou nas três primeiras peneiras, não se credenciar na quarta, deverá ficar só para mim, e não servir de tropeço aos meus irmãos.

É importante que discirnamos entre o que é escandalizar a fé ou submeter-se às manias de quem se julga mais crente que os outros.

Há escândalos justos, aqueles que se baseiam em princípios cristãos (como os registrados acima), mas há também a atitude dos "do-contra", isto é, aqueles que só admitem as coisas que lhes apetecem, e feitas ou escolhidas por eles. Esses são egoístas e insaciáveis, nunca estarão plenamente satisfeitos.

Quando o escândalo é justo devemos mudar de gosto e de atitude, comprovando nossa humildade e amor a Cristo.

Já o criticismo de quem vive a colocar defeitos no próximo deve ser repreendido em nome de Jesus, pois isso sim é um escândalo, obra da carne, vaidade, egoísmo e jactância.

Sejamos criteriosos diante do Senhor, na escolha de nossas músicas. E boa audição para todos!

Musica, louvor, adoracao, catinticos espirituais
visite www.ilustar.com.br

14.10.09

Gideões distribuem mais de 400 mil Novo Testamento durante blitz em Gana

not_inter-setembro

Os Gideões vivenciaram uma experiência muito agradável nesse país: as pessoas ficaram extremamente felizes ao receber a Palavra de Deus. Enquanto em alguns países há pressão política, apatia ou total oposição à distribuição da Palavra de Deus, esta blitz em Gana encontrou as portas e corações abertos à mensagem do Evangelho.

Gana anseia pela Palavra de Deus


A equipe da Blitz Internacional de Escrituras na Republica de Gana viu o mover de Deus durante as duas semanas de blitz entre o final de maio e começo de junho de 2009. Todos disseram que Gana tem a cultura mais cristã dentre todos os países que já visitaram. Durante toda a blitz eles desfrutaram de total liberdade para compartilhar o plano de Deus para a Salvação, contido no final dos Novos Testamentos.

As distribuições em escolas recebem um apoio poderoso

A maioria dos diretores e professores incentivou seus alunos a não somente lerem a Palavra de Deus, mas também a aceitarem Jesus Cristo como seu Salvador. Muitos professores afirmaram aos Gideões que realmente ensinariam seus alunos usando os Novos Testamentos. Um funcionário de uma escola disse, com forte convicção, que ensinar as virtudes de Deus aos alunos era muito mais importante que instruí-los sobre os conhecimentos do mundo.
Embora os estudantes da República de Gana recebam uma educação completa na qual religião faz parte de seus estudos, a maioria não tem seu própria exemplar da Palavra de Deus. Esta necessidade fez com que o impacto da Blitz de Escrituras fosse ainda mais recompensador aos Gideões que dela participaram. Eles sabiam que cada Novo Testamento distribuído certamente será lido e valorizado, permitindo que a mensagem da salvação atinja os corações destes estudantes.

A distribuição na base militar

A receptividade ao Evangelho foi evidente também durante a distribuição aos militares. Como havia recomendação quanto ao tempo a ser gasto para a distribuição, quando os Gideões chegaram a base, quiseram certificar se poderiam distribuir Novos Testamentos aos soldados naquele momento. Um Gideão local perguntou ao tenente coronel de plantão se aquela era uma “hora ruim” para a distribuição. Ele respondeu dizendo que “nunca há hora ruim para distribuir a Palavra de Deus”. E imediatamente providenciou para que a equipe pudesse entregar os Novos Testamentos a todos os soldados.

Escrituras foram distribuídas e vidas foram transformadas

Os resultados da distribuição da Palavra de Deus durante a Blitz na República de Gana foram impressionantes. A equipe de 23 dedicados Gideões de 8 países diferentes, trabalhando com 42 Gideões locais, distribuíram 441.211 Escrituras em prisões, hospitais, hotéis, escolas, faculdades e em uma base militar. Eles testemunharam e viram muitos confessarem Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador, como relatado no depoimento que abaixo:

“Eu quero um! Eu preciso de um!’ disse Ken P., um trabalhador da construção civil que cavava um canal. Um Gideão da equipe da blitz que acabara de testemunhar a outros três trabalhadores caminhou em direção de Ken. Durante os minutos seguintes eles leram juntos versículos das Escrituras; Ken P entendeu a mensagem e orou recebendo a Cristo. Ele perguntou se poderia orar em seu idioma pátrio e o Gideão o motivou a assim o fazer. Depois ele escreveu seu nome no final do Novos Testamento.”

Deus nos diz que Sua Palavra “não voltará vazia” (Isaías 55:11). O lema de evangelismo pessoal da equipe de Gideões era claro e simples: “Testemunhe a alguém; testemunhe a qualquer um e testemunhe agora.” Clique na seção “Vidas transformadas” para ler outro testemunho inspirador desta blitz na República de Gana quando cinco senhoras vieram a conhecer Jesus durante uma breve visita feita pela equipe de blitz. Clique em “texto” na página “Vidas Transformadas” e procure pelo testemunho intitulado “A luz da Palavra de Deus penetra na sombra”. (Nayane, favor providenciar o texto para ser traduzido)

Gana precisa de esperança e ajuda
Gana é um território carente da esperança que só é encontrada na Palavra de Deus. Esta nação do oeste africano tem aproximadamente 24 milhões de habitantes com renda per capta anual por volta de 1.500 dólares. As pessoas simplesmente não têm condições de comprar Bíblias e Novos Testamentos.

Atualmente os Gideões têm distribuído mais Escrituras na República de Gana do que em qualquer nação do leste africano. Porém, existe um potencial para fazer muito mais. Na verdade, Os Gideões Internacionais tem como alvo distribuir mais de 2,6 milhões de cópias da Palavra de Deus na República de Gana durante ao ano fiscal 2009/2010. Faça parte deste esforço. Ore por mais fundos para distribuirmos mais Escrituras na República de Gana e, se puder, faça uma doação.

Quando você apoia Os Gideões Internacionais, tenha certeza que 100% de sua oferta será destinada para a impressão e distribuição de Bíblias e Novos Testamentos.

Entre em contato com a Sede Nacional de Os Gideões Internacionais por e-mail: gideoes@gideoes.org.br

Fonte: Gideões

Música gospel poderá ser reconhecida como manifestação cultural

A música gospel poderá ser reconhecida como manifestação cultural, bem como os eventos a ela relacionados, exceto aqueles promovidos por igrejas. Foi o que decidiu nesta terça-feira (6) a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) ao aprovar parecer do senador Gim Argello (PTB-DF) a projeto de autoria do deputado Rodovalho (PP-DF).

O objetivo do projeto (PLC 27/09) é fazer com que a música gospel receba também os benefícios previstos na legislação federal de incentivo à cultura (Lei 8. 313/91) conhecida como Lei Roaunet. Um dos principais pontos é possibilitar que pessoas físicas e jurídicas apliquem parte do imposto de renda devido em ações culturais. O projeto segue agora para votação, em decisão terminativa, da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE).

Fonte: Agência Senado

México cria táxi cor-de-rosa para mulheres para evitar assédio sexual

A cidade mexicana de Puebla, localizada a 130 quilômetros da capital, inaugurou nesta semana uma frota exclusiva de táxi para mulheres como forma de evitar assédios.Chamados de “Pink Taxi” (Táxi Rosa), os veículos pintados de cor-de-rosa são dirigidos por mulheres e voltados para uma clientela feminina.Os 35 veículos circularão 24 horas por dia e têm como público-alvo donas de casas, jovens universitárias e mulheres da terceira idade, que podem solicitar o serviço por celular.

“Este sistema surge em razão da necessidade de contar com um transporte inovador e seguro para as mulheres. Em outros lugares do mundo vem funcionando com grande sucesso e agora Puebla será pioneira no transporte exclusivo para mulheres na América Latina”, explicou o Secretario de Comunicações e Transporte do Governo de Puebla, Valentín Meneses Rojas.

Segundo Sandra Montalvo, diretora do Instituto Municipal da Mulher, há um grande número de queixas de roubos e abusos sexuais não só nos táxis, mas em outros meios de transporte público. “Nossa ideia é, em breve, lançar os ônibus exclusivos.”

Especialização

Para impulsionar a iniciativa dos táxis para mulheres, a prefeitura da cidade se uniu à iniciativa privada, regulamentando os carros e oferecendo capacitação a 70 motoristas contratadas. As taxistas licenciadas passaram por exames clínicos, psicológicos, teóricos e de condução. Sandra Montalvo rebate as críticas ao novo sistema, que geralmente apontam que a ação é “sexista”.

“A ONU e todos os tratados internacionais sobre igualdade de gêneros permitem estas ações discriminatórias que têm por objetivo ajudar a reduzir a brecha entre homens e mulheres que ainda existe. São as chamadas ações afirmativas”.

E preventivas. Puebla quer evitar o cenário que vive hoje a capital do país. Na Cidade do México, não são raros os casos de violação em táxis. Somente entre janeiro a agosto deste ano, 25 taxistas haviam sido detidos por abusos. Segundo a Procuradoria do Distrito Federal, a incidência é de seis a oito ataques por mês.

Pink Taxi

Fonte: BBC

Acordo entre Brasil e Vaticano foi aprovado pelo Senado

O Senado aprovou ontem o acordo entre o Brasil e o Vaticano, reconhecendo o estatuto jurídico da Igreja Católica no país. Sem polêmicas nem divergências, senadores votaram simbolicamente a favor do projeto. O texto segue à promulgação. A aprovação do acordo simboliza a aproximação do Estado com a Igreja, mas, na prática, pouco altera a relação entre o governo e a instituição. O acordo ratifica normas já cumpridas sobre ensino religioso, casamento e prestação de assistência espiritual em presídios e hospitais. No Congresso, o projeto foi alvo de críticas de parlamentares que questionaram o fim do Estado laico com a aprovação do acordo.

O acordo garante imunidade tributária à igreja e reconhece às instituições assistenciais religiosas igual tratamento tributário e previdenciário previsto a entidades civis semelhantes. O texto também assegura assistência espiritual aos fiéis e protege o patrimônio da igreja e dos locais de culto, os símbolos, imagens e objetos culturais. Um ponto que gerou polêmica é o que garante o ensino religioso facultativo nas escolas públicas de ensino fundamental. O texto, no entanto, assegura o ensino de outras crenças. A Constituição já prevê o ensino religioso, mas não cita especificamente nenhuma crença.

O texto ratifica que o casamento celebrado conforme as leis canônicas produz os efeitos civis, desde que haja registro próprio. Outro item deixa clara a inexistência de vínculo empregatício entre religiosos e instituições católicas. É uma medida para a igreja se proteger de pedidos de indenização de padres que deixaram o sacerdócio. ” Nada se acrescenta de leis ou benefícios ” , disse o relator do projeto, Fernando Collor de Mello (PTB-AL).

” Apenas concede mais clareza às relações. ” É um acordo entre dois Estados ” , disse, citando que o Vaticano tem status de observador na ONU e OEA.

A aprovação do acordo no Senado foi bem mais tranquila do que na Câmara. Os deputados da bancada evangélica irritaram-se com a proposta, acusaram o governo de privilegiar os católicos e ferir a condição de país laico e apresentaram um projeto semelhante para garantir o mesmo tratamento dado à Igreja Católica às outras religiões. O texto, de George Hilton (PRB-MG), ficou conhecido como a Lei Geral das Religiões e tramitou concomitantemente ao acordo da Santa Sé com o Brasil. Ambos foram votados e aprovados ao mesmo tempo na Câmara, em agosto. No Senado, a Lei Geral das Religiões não prosperou ainda: está parada na Comissão de Educação e ainda não foi designado relator.

Já o acordo do Vaticano com o Brasil foi votado rapidamente. Em questão de horas, passou na Comissão de Relações Exteriores e, em seguida, no plenário. Collor apresentou parecer favorável e foi amplamente elogiado por senadores de diferentes partidos, como os líderes do PSDB, do DEM e do PT. Em consenso, disseram que ” é um acordo entre dois Estados, que ratifica as relações já existentes ” .

Não houve manifestações dos evangélicos e até mesmo Marcelo Crivella (PRB-RJ), da Igreja Universal do Reino de Deus, disse que ” não havia motivo para preocupação ” .

” Os juristas que consultei me disseram que o acordo firmado entre Brasil e Vaticano é o mesmo que já existe em mais de 100 países. Não acredito que o governo e a Constituição permitam privilégio a qualquer crença ” , disse.

A única crítica foi feita por Geraldo Mesquita Jr. (PMDB-AC), que considerou o acordo um privilégio à Igreja Católica.

” Será a palavra não mais da igreja, mas sim de um ente que tem acordo com o Estado ” , disse. O P-SOL, único partido a se posicionar contra o projeto na Câmara, não teve a mesma posição no Senado. O senador José Nery (PA), disse ser a favor do acordo. O líder da sigla na Câmara, Ivan Valente (SP), reclamou. ”

O P-SOL defende o Estado laico e o que está sendo firmado é um acordo religioso, não de natureza comercial ” , disse ontem Valente. O deputado bispo Rodovalho (PP-DF), um dos articuladores da Lei Geral das Religiões, disse não ser contrário ao acordo, mas defendeu que ” os mesmos critérios devem valer para todas religiões ” .

Fonte: O Globo

13.10.09

ALEGRIA NA ESPERANÇA

A esperança que se retarda deixa o coração doente, mas o anseio satisfeito é árvore de vida. 
Provérbios 13:12

Há esperança?

Poderíamos perguntar se há esperança para os pais que acabaram de sepultar sua filha adolescente? Ou para um homem diagnosticado com câncer? Ou para alguém tomado pela depressão?

A esperança não é apenas um ingrediente básico na vida; ela é o desejo profundo do coração humano. Alguém disse: “Mantenha a esperança e mantenha a vida. Pare de ter esperança e morra — por dentro.”

Para o cristão, a esperança começa com a visão de que Jesus governa o mundo hoje; o reino de Cristo pede que todas as coisas sejam corretas para que todos vivam uma vida plena, como é o propósito de Deus. Esta esperança deságua na paixão de que cada um conhecerá o amor e o perdão de Deus e a vitória de Cristo sobre Satanás e sobre a morte. E essa esperança é revelada na missão — trazer a alegre luz de Cristo a cada canto escuro desse mundo, especialmente ao coração das pessoas.

Jesus é “o caminho a verdade e a vida” (João 14:6). Ele é o único caminho para a esperança e a vida! Podemos ficar com essa esperança para nós mesmos, sabendo que muitos nunca conhecerão o caminho para a verdadeira vida e paz? A resposta é “não” para aqueles que tem no coração a visão, paixão e missão de Cristo, plenas de esperança.

Ore

Querido 
Senhor, graças te dou por fazer brilhar a luz da tua graça nas trevas da minha alma. Continua enchendo minha vida com tua esperança e que eu possa compartilhá-la com outros, para o teu louvor. Em Cristo. Amém.

Pense

“Mantenha a esperança e mantenha a vida. 
Pare de ter esperança e morra — por dentro.”

9.10.09

Sinais dos tempos


Diariamente, ao ligarmos a tevê, ouvimos uma canção melodiosa e persuasiva em inglês, que nossa juventude domina e repete a letra assimilando a mensagem, reproduzida em seus atos e comportamentos. A canção dos Rolling Stones “Sympathy for the Devil” (“Condolência ao diabo”, em inglês) parece mais um rock alegre, e é, mas é preciso prestar atenção em sua mensagem para entender a intenção de seus produtores.

O rock sedutor convida: “Por gentileza, permita que me apresente. Sou um homem de fortuna e requinte. Estou por aí já faz alguns anos, roubei as almas e a fé de muitos homens.” E, entre um “plim plim” e outro, seguem em sua saga seduzindo a juventude a praticar sexo irresponsável e precoce, a usar bebida e outras drogas lícitas ou não, a praticar violência em todas as suas formas e, sobretudo, a destruir os valores familiares.

O “Big Brother” ensina como a sedução e a invasão da privacidade devem ser estimuladas com cenas picantes de sexo explícito ou não.

Nos dias seguintes, o resultado já se encontra estampado na roleta noticiosa que gera os lucros de uma máquina de comunicação que se alimenta e retroalimenta, ensinando como se faz o mal para que nunca faltem manchetes.

Estupros, violência contra crianças e idosos, gravidez precoce, venda de drogas e corrupção, ensinadas com maestria pelas novelas, são imediatamente retratadas na vida real dos noticiários, repetidos durante todo o dia, até que os novos capítulos renovem o estoque.
Continuaremos numa próxima oportunidade.

8.10.09

Renascer e Marcha para Jesus são citadas pelo The Guardian

O jornal britânico The Guardian, um dos mais importantes o mundo, publicou uma matéria sobre o crescimento da população e das igrejas evangélicas no Brasil. O texto cita diversas denominações, entre elas, a Igreja Renascer em Cristo e a Marcha para Jesus que, como mostra a reportagem, têm contibuído para a expansão do Evangelho no país.

Titulo da Matéria:

Brazil’s evangelical turn

marcha-pra-jesus-the-guardian

Para ver matéria aqui

7.10.09


Novo Código de Ética Médica proibe que seja escolhido o sexo do bebê

O Novo Código de Ética Médica, publicado no Diário Oficial da União, definiu que os profissionais das clínicas de reprodução ficam proibidos de criar embriões para pequisa e escolher o sexo do bebê. Fica também proibida a venda de medicamentos ou o recebimento de comissão da indústrua para recomendar produtos. Outra recomendação é de que os profissionais não se submetam à pressão de hospitais e clínicas para atender o maior número de pacientes por jornada.

Para a construção do Novo Código foram analisadas 2.677 sugestões encaminhadas por médicos e entidades organizadas da sociedade, debatidas por cerca de dois anos. Outro tópico aborda a autonomia do paciente em saber sobre sua própria saúde e decidir sobre o tratamento, sempre de acordo com recomendações de seu médico.

Informações do Portal Melodia

Equipe de abortistas distribuem pílulas que induzem ao aborto pelo telefone


A Federação Internacional de Planejamento Familiar (conhecida pela sigla inglesa IPPF) e seus aliados apareceram com uma nova tática astuta em sua guerra contra os bebês em gestação. Eles decidiram simplesmente ignorar as leis existentes que protegem a santidade da vida e estabelecer telefones de emergência de aborto para incentivar as mulheres mesmas a abortar. As mulheres que discam para esses números são orientadas acerca da droga abortiva "misoxxx" ( nome alterado para segurança). Elas são instruídas sobre como obtê-la e como podem usá-la para fazer um aborto.

Na América Latina, essa campanha já está em andamento. Durante os quatro meses passados, grupos abortistas do Equador, Chile e Argentina estabeleceram tais telefones de emergência de aborto.Os números são veiculados em anúncios que oferecem “serviços gratuitos de informações para mulheres com gravidezes indesejadas”, mas o que se ouve quando se disca é um anúncio de abortos provocados por "misoxxx" ( nome alterado para segurança).

Não há dúvida de que esses grupos sabem que ao promover abortos por "misoxxx" ( nome alterado para segurança). , eles estão violando a lei. Por exemplo, Maria Teresa Urbina, que é presidente da filial venezuelana da IPPF, reconhece que “o aborto é ilegal na Venezuela”, e admite que “não estamos dando informações sobre isso”. A desculpa dela: “Essas mulheres farão aborto de todo jeito”. As informações dadas no número emergencial de aborto são uma “estratégia de modo que as mulheres não morram de abortos clandestinos e métodos inadequados”.

Infelizmente para Urbina e seus colegas de crime, não dá para justificar com tanta facilidade as ações dela. Algumas das mulheres que ligam para o número emergencial podem estar cogitando de adoção, ou simplesmente procurando ajuda numa gravidez de crise. O que elas recebem são instruções de como realizar um auto-aborto. Do ponto-de-vista legal, dar informações de como cometer um crime é punível como defesa de um crime.

Se uma organização estabelece um número emergencial para aconselhar as pessoas como roubar bancos ou cometer assassinatos, você acha que poderia evitar ações legais alegando que as pessoas que ligaram já estavam determinadas a “roubar bancos ou cometer assassinatos de todo jeito” e que o telefone de emergência tinha apenas o propósito de garantir que elas usassem os “métodos adequados”?

A organização estrangeira que está diretamente por atrás da invenção desses telefones de emergência é a ONG holandesa “Mulheres nas Ondas”, de acordo com Veronica Marzano, porta-voz de várias organizações feministas e lésbicas da Argentina. Ao anunciar o estabelecimento do número emergencial na Argentina, Marzano disse que essa iniciativa regional “surgiu depois que Mulheres nas Ondas recomendou números telefônicos especiais em vários outros países da região, como Equador e Chile”.

Recorde que Mulheres nas Ondas é responsável pelo infame abortuário flutuante — o tão chamado “Barco da Morte” — até que foi recentemente paralisado por ordem do governo holandês. Que até mesmo o governo holandês, que não é conhecido por seu respeito à vida, não tolerasse as atividades dessa ONG demonstra como ela é de fato radical.

Entretanto, os regulamentos sobre o uso do "misoxxx" ( nome alterado para segurança) não tiveram origem nas Mulheres nas Ondas, mas tem uma longa história. Nós no Instituto de Pesquisa de População descobrimos que sua origem foi em 2003, quando a Dra. Beverly Winikoff criou a ONG “Gynuity”, dedicada exclusivamente ao desenvolvimento e promoção de tais abortos químicos por todo o mundo sob o pretexto de promover “abortos seguros”. Winikoff trabalhou 25 anos para o Conselho de População como diretora de saúde reprodutiva.

O próximo passo ocorreu em 2005, quando os governos do Reino Unido, Dinamarca, Noruega e Suécia criaram o Fundo de Ação para o Aborto Seguro, ou FAAS, para financiar projetos de “aborto seguro” para os países em desenvolvimento. O gerenciamento desse fundo foi confiado à IPPF.

Agora as coisas começaram a acontecer rapidamente. Em 18 de maio de 2007, a IPPF anunciou que o FAAS decidiu alocar 11 milhões de dólares para financiar 45 projetos em 32 países. Três meses depois, Gynuity divulgou um estudo chamado “Opções para se introduzir o aborto médico no Brasil, na Colômbia, no México e no Peru, revelando os países latino-americanos em que eles haviam decidido concentrar seus esforços.

A Organização Mundial de Saúde também entrou em cena, publicando um livreto em dezembro de 2007 patrocinado pela Fundação Rockefeller e IPAS chamado “Perguntas feitas com freqüência acerca de abortos médicos”. Isso confirma o uso do "misoxxx" ( nome alterado para segurança) para realizar abortos.

Depois de vários testes clínicos com o "misoxxx" ( nome alterado para segurança) nos anos passados, a IPPF e suas parceiras estão agindo rapidamente para implementar o tão chamado sistema de “aconselhamento” em que mulheres com “gravidezes indesejadas” são instruídas acerca do "misoxxx" ( nome alterado para segurança) e seu uso. Tais programas começaram em 2007 em importantes hospitais no Uruguai, Brasil e Argentina. No ano passado, Cuba anunciou que estava implementando tais “serviços de aconselhamento” em todos os seus hospitais públicos. Tal é a eficiência de uma ditadura.

A dificuldade que temos tido em lutar contra essa promoção global de abortos por misoprostol é dupla. Primeira, a droga realmente tem um uso médico legítimo para tratar úlceras e hemorragia pós-parto. Segunda, a maioria dos países em desenvolvimento não regulamenta drogas, de modo que o misoprostol pode ser obtido sem uma prescrição de qualquer drogaria que seja convencida a distribuí-la.

Uma das metas da IPPF e suas parceiras é garantir que drogarias do mundo inteiro cheguem a estocar o "misoxxx" ( nome alterado para segurança) nas doses necessárias para produzir um aborto químico. É por isso que no Peru, por exemplo, recentemente lançaram a marca Prostokos do misoprostol, que está disponível em várias doses, inclusive doses que provocam um aborto.

Fonte: Verbo

4.10.09

O Deus da segunda chance

Lucas – 22 – 34 : 35

Ler ainda João 21:15-17

Quando observamos nos evangelhos a relação que Pedro tinha com Jesus, é perceptível ver que era diferente da relação entre os outros apóstolos. Pedro foi o primeiro que teve a Revelação do Messias, foi o único que andou sobre as águas, ele era o líder do grupo, e foi o que disse que só Jesus tinha as palavras de vida eterna.

1. O QUE DIRIAM SOBRE A NEGAÇÃO DE PEDRO?

O que você diria sobre a negação de Pedro, que ele não amava Jesus de verdade senão nunca teria feito o que fez? Ele era egoísta demais, para pensar em Jesus? Todos nós temos um pensamento formado sobre alguma coisa, mas na maioria das vezes nunca é o correto, Pedro pode ter tido vários motivos para ter tido tal atitude, mas nenhum deles superam a atitude que Jesus teve com Pedro.

2. POR QUE PEDRO AGIU ASSIM?

Porque Pedro foi um homem auto-suficiente: (Mt: 26:31-35)
Porque Pedro foi alguém que queria vencer na força da carne: (Mt. 26: 47-51)

Porque Pedro foi alguém que seguiu a Jesus de longe: (Mt. 26:57-58)
Veja a queda de Pedro, foi um processo que temos que tomar cuidado, pois todos nós estamos sujeitos a negar a Jesus. Pedro confiou demais em si mesmo, ele tentou fazer as coisas na força do seu braço, ele passou a seguir Jesus de longe e por último ele negou Jesus três vezes.

3. COMO PEDRO DEVE TER FICADO APÓS A NEGAÇÃO?

Como você acha que Pedro ficou depois da negação? Ele não tinha perspectiva para o futuro, estava com vergonha dele mesmo por ter sido tão covarde. As palavras de Jesus em (Lc. 12:9), não saiam de sua mente, e ele com certeza achou que não tinha mais jeito, que Jesus não iria confessá-lo diante de Deus. Pedro estava perdido, a única escolha que lhe restava era viver com o pecado e as acusações que não saiam de sua mente. Até o galo que era amigo de Pedro passou a ser um tormento em sua vida, todas as vezes que Pedro ouvia o galo cantar, era como se ele ouvisse as seguintes palavras: Você negou quem tanto te amou. Imagine começar o dia assim…

4. COMO O SENHOR LIDOU COM PEDRO?

Em (Mc. 16:7), Jesus pede para os discípulos e Pedro ir para Galiléia, nesse texto podemos observar o coração de Jesus, mesmo depois da negação de Pedro o Senhor não o abandonou, não desistiu dele. O Senhor foi bom e misericordioso com Pedro. Embora Pedro não tivesse forças para ir até o encontro de Jesus depois de ter ouvido as palavras “e a Pedro”, ele se levantou e foi ver Jesus.O Senhor restaurou a Pedro com apenas três perguntas “Tu Me Amas” e a cada resposta vergonhosa de Pedro o Senhor o curava de toda culpa e vergonha. O Senhor envia Pedro para pastorear as ovelhas e cuidar de um povo que era igual a ele. O Senhor provou o amor de Pedro e disse: “Agora vem e segue –me”

Conclusão

Talvez você possa estar pensando “eu nunca neguei e nem vou negar a Jesus”. Mas será que o Senhor pode confiar realmente nisso? Às vezes nós negamos Jesus sim, quando não falamos Dele para as pessoas, quando não procuramos fazer a vontade Dele, quando damos mais valor a coisas materiais do que na pessoa de Jesus, às vezes o dinheiro está na frente de Jesus, quando abrimos mão dos cultos para ficar assistindo televisão, ou algo mais grave quando negamos nossa fé com práticas que a bíblia condena, e existe algo mais grave ainda: É quando nos perguntam se somos crentes e nós negamos. E ainda existem outras maneiras de negarmos a Jesus, quando não falamos do amor dele por nós, quando não tomamos posição em relação à festinhas, roupas indecentes ou lugares impróprios, rir das injustiças feitas com os servos de Deus, esconder a bíblia das pessoas com vergonha de dizer que servimos a Deus, e zombar das pessoas que passam por perto com a bíblia da mão. Isso com certeza entristece o coração de Deus. Mas ainda é tempo de se arrepender, e como o Senhor fez com Pedro, Ele fará com você também. Não podemos acusar ninguém, mas pelo contrário, devemos deixar que Jesus venha a nós para nos restaurar.

Fonte: Sermão.com.br

3.10.09

A PALAVRA DO EVANGELHO

Agradeço a meu Deus toda vez que me lembro de vocês. 
Filipenses 1:3

Somos sempre lembrados que o Evangelho tem a ver com homens, mulheres e crianças. Pessoas, seres humanos. Concordo, mas somente se for, antes de mais nada, sobre as pessoas da Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo.

Paulo revela que suas lembranças sobre os crentes de Filipos os levava diretamente ao Criador, Salvador e Conselheiro das suas vidas.

O Evangelho começa com o Pai, Deus por nós. Deus revelou o seu caráter amoroso a Moisés: “Tenho visto a opressão sobre o meu povo... tenho escutado o seu clamor... e sei quanto eles estão sofrendo. Por isso desci para livrá-los... (Êxodo 3:7-8). O Pai, então, enviou Jeus, Deus conosco. Porque Ele ama profundamente o seu povo, Jesus nos oferece o convite: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. (Mateus 11:28).

Hoje recebemos o amor de Deus por meio do Espírito Santo, Deus em nós! A Bíblia pergunta: “Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus?” Então a Bíblia também afirma por nós: “Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o seu próprio corpo.” (1 Coríntios 6:19-20)

Ore

Querido Deus, nos alegramos naquilo que tu és. Fico maravilhado em como tu não te apressas em tua ira, mas nos inundas com teu amor. Guia-nos a uma vida de gratidão e alegria. Em nome de Jesus. Amém.

Pense

Infelizmente, ao contrário do caráter de Deus, o ser humano é apressado na sua ira, e demorado em seu amor.

www.cadadia.com.br

2.10.09

Líder cristã corre perigo; igreja é incapaz de ajudar

COLÔMBIA (*) - Ludy, líder de uma Assembleia de Deus no Depto de Arauca, teve de fugir de sua cidade para proteger sua vida. Ela é irmã de José Rodriguez-Gamboa, líder da mesma denominação, que foi assassinado em abril de 2008.

Ludy foi informada de que um provável membro do ELN (Exército de Libertação Nacional da Colômbia) estava de tocaia em frente a sua casa. O homem estaria armado, esperando ela chegar.

Um amigo dela viu o homem e a avisou antes que chegasse em casa. Ludy saiu de Las Esmeraldas, cidade onde morava, e fugiu para outra, em outro Departamento.

Seu marido, professor do ensino fundamental, concordou com a fuga da esposa para outro Departamento. A igreja se reuniu e levantou uma oferta urgente para ajudá-la com o transporte.

Infelizmente, depois de umas semanas, Ludy teve de voltar porque sua situação financeira não era boa. Ela esperava ficar ausente por três meses, mais no dia 10 de setembro ela teve de voltar.

Atualmente, Ludy está com seu marido e sua filha Mônica (12), sendo protegida pela família. Ela fez um boletim de ocorrência pedindo proteção, mas não foi tomada nenhuma ação.

Os membros da igreja de Ludy se empenharam em ajudar financeiramente outros membros da igreja que sofreram ataques ou que tiveram de se realocar. “Por isso, agora é difícil para a igreja assistir Ludy nessa situação”, disse o pastor Fidel Montañez.

“A maioria das pessoas aqui trabalhavam nos campos e são pagas por dia de trabalho. Outros membros da igreja estão fugindo também da violência e, portanto, encontram-se em condições econômicas críticas. Fazemos o que podemos”, ele acrescentou.

Algo que preocupa a família é o fato de um dos tios de Ludy querer levar Mônica para regiões onde a presença da guerrilha é forte, e animar a garota a se juntar aos rebeldes.

“Ajude-nos a orar”, disse Maria del Carmen, mãe de Ludy. “A situação é muito delicada; minha filha está protegida, mas ficamos nervosos com a hipótese de algo lhe acontecer.”


Tradução: Texto traduzido pela fonte

* Este país não se enquadra entre os 50 mais intolerantes ao cristianismo.

Missão Portas Abertas

1.10.09

Campanha pró-aborto de feto sem cérebro pressiona Superior Tribunal Federal a decidir este ano

Enquanto o Supremo Tribunal Federal (STF) se prepara para julgar o direito à interrupção da gravidez de fetos sem cérebro, os grupos a favor e contra o aborto continuam travando uma disputa ideológica nos bastidores. Neste mês, duas organizações de defesa dos direitos reprodutivos da mulher lançaram campanhas que voltam a impulsionar uma controvérsia que já dura no mínimo cinco anos. A anencefalia é uma malformação congênita que atinge cerca de um em cada mil bebês e leva ao nascimento da criança sem o cérebro. Geralmente, o recém-nascido resiste por no máximo poucos dias.

As campanhas foram criadas pela Cepia - Cidadania, Estudo, Pesquisa e Ação em parceria com o Conselho Nacional da Mulher e apoio da Comissão de Cidadania e Reprodução (CCR) e pela Anis - Instituto de Bioética, Direitos Humanos e Gênero. A primeira traz a imagem de um parto sendo realizado com médicos e gestante vestidos de preto, com a seguinte frase estampada: “Quando o parto é de um anencéfalo o resultado não é uma certidão de nascimento. É um atestado de óbito.”

Já a Anis divulgou nesta semana um vídeo no YouTube em que mostra o dilema real de um jovem médico diante da decisão de interromper a gestação de um feto anencéfalo. As campanhas têm o objetivo de levantar o debate sobre o tema e pressionar para que o julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) nº 54 seja concluído pelo STF.

A ação - um instrumento jurídico que visa a corrigir a violação de um direito fundamental - foi proposta em 2004 pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Saúde (CNTS). “Nós acreditamos que o julgamento deve ser ainda neste semestre, mas é um tema de grande impacto político e a Corte vai enfrentar outros temas delicados, como a extradição de Cesare Battisti e a união civil de pessoas do mesmo sexo”, diz a antropóloga e diretora da organização, Débora Diniz.

O aborto é permitido no Brasil apenas nos casos de estupro e em que há risco de vida para a gestanteNos últimos cinco anos, quatro audiências públicas para discutir o assunto foram realizadas como preparação para o debate no STF.

“Quando examinamos nosso Código Penal, verificamos que poucos países ainda tratam o aborto dessa maneira tão restritiva e tão penalisada”, diz a presidente do CCR, Maragert Arilha. “O Supremo tem em suas mãos uma oportunidade única de aliviar o sofrimento de muitas mulheres que se vêem obrigadas a continuar com uma gravidez que não será bem-sucedida.”

Politização injustificada

Para a presidente do Movimento Brasil sem Aborto e integrante da Comissão de Bioética da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Lenise Garcia, as campanhas só servem para chocar e o debate no Supremo é, na verdade, uma politização injustificada do Judiciário. “É uma imagem muita pesada e agressiva para as pessoas que tiveram filhos anencéfalos”, afirma.

Lenise, que também é professora da Universidade de Brasília (UnB), afirma que a aprovação do aborto nesse caso abriria um perigoso precedente. O fundador da organização presidida por ela, Jaime Ferreira Souza, concorda. "Isso é eugenia", diz. "Agora é a questão dos anencéfalos, mas depois pode vir a ser qualquer outro problema, como a Síndrome de Down".

Rotina

Débora é uma das autoras de uma pesquisa que revela como os casos de anencefalia são frequentes na rotina dos médicos. Em média, eles atendem 6,5 pacientes nessa condição durante suas carreiras. O estudo ouviu 1.814 médicos filiados à Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo). Destes, 1.804 revelaram ter atendido casos de mulheres grávidas de anencéfalos nos últimos 20 anos. “Essa é uma realidade dos hospitais e das clínicas”, diz Débora. “A pergunta que nós devolvemos ao STF é: como esse dilema é resolvido nos consultórios?”

Os médicos entrevistados foram responsáveis por 9.730 atendimentos de mulheres com gestações de anencéfalos, 85% delas preferiram interromper a gravidez. No entanto, apenas 3.602 obtiveram a permissão do Judiciário. A pesquisa não permite inferir quantas tiveram seus pedidos negados pela Justiça. “Hoje nós nem sabemos quantas mulheres sequer vão à Justiça e conseguem resolver com a solidariedade dos médicos ou quantas vão e não conseguem”, afirma. “O que sabemos é que nessa pesquisa uma proporção alta das mulheres queriam abortar, mas não foram à Justiça.”

Ninguém mata um excepcional, o mesmo critério deveria ser observado para os anencéfalos" .Para a advogada Tamara Amoroso Gonçalves, ao permitir o aborto no caso de risco para a vida da mãe, o artigo 128 do Código Penal brasileiro, que trata do assunto, ignora que a gestação de um feto anencéfalo coloca em risco a integridade da gestante. A advogada é autora de um levantamento sobre os casos de aborto levados a julgamento nos tribunais estaduais e superiores do país, entre 2001 e 2006.

A Lei de Transplantes considera finita a vida quando há a morte cerebral. No caso do anencéfalo, ele não tem o cérebro formado. Por isso se questiona se há uma vida a ser tutelada" . Nesse período, 781 decisões foram proferidas pelo Judiciário. A maior parte dos abortos analisados, 31%, foi resultado de violência contra a mulher. A anencefalia e os casos de malformação foram responsáveis por 7% dos casos. “Há um questionamento se trata-se realmente de uma vida. A Lei de Transplantes considera finita a vida quando há a morte cerebral. No caso do anencéfalo, ele não tem o cérebro formado. Por isso se questiona se há uma vida a ser tutelada”, explica Tamara.

“Aquele que está por nascer já deveria ser considerado um ser vivo”, responde com um ditado romano o coordenador da Pastoral da Família, e bispo de Nova Friburgo, d. Rafael Cifuentes. “Ninguém mata um excepcional, o mesmo critério deveria ser observado para os anencéfalos.”

Fonte: Globo