30.5.08

::Você conhece a Deus?

O mundo move-se por modismos. Você acredita que houve um tempo em que dizer-se ateu era moda? As pessoas enchiam-se de orgulho ao afirmarem que não criam em Deus. Uma afirmação, que nos dias de hoje, parece uma grande loucura, pois percebemos nestes dias uma super valorização da espiritualidade. Todos, de uma maneira ou de outra, buscam conhecer a Deus.
Por causa desta busca surgem muitas crenças e religiões e diante de tantas alternativas, acabamos nos esquecendo de buscar conhecê-lo pelo único caminho realmente seguro, a Bíblia.
Quanto a estas crenças e religiões, é preciso analisar: 1. Quem são? 2. Conhecem a Deus? 3. Estão baseadas na Palavra de Deus? 4. Revelam verdadeiramente quem Ele é?
Em João 14.9, a Bíblia nos fala que Jesus é a revelação perfeita de Deus. Ele nivelou-se a nós para que conhecêssemos ao Pai. Diante desta análise, podemos concluir que: A religião é o esforço do homem para conhecer a Deus e o Evangelho é o esforço de Deus para revelar-se ao homem.
E quanto a você? Você conhece a Deus? Talvez você conheça o pastor, o padre, a cartomante, o mestre, a igreja, as teorias sobre o amor de Deus. Mas e a Deus? Você pode afirmar que O conhece?

Texto: Oséias 6. 1-3

Este texto nos fala a respeito de conhecer a Deus e prosseguir nesta busca, pois é impossível amar sem conhecer.

Experiências com Deus

A conseqüência de achegar-se a Deus é viver experiências com o Seu amor. A palavra de Deus nos relata histórias de homens que tiveram tais experiências. Homens com Paulo (At 9), em seu encontro a caminho de Damasco, Jó que aprendeu sobre Deus através do sofrimento e perseverança.
Buscar a presença de Deus gera a comunhão com Ele e esta comunhão gera intimidade.

A Presença de Deus

No livro de Salmos, capítulo 25, verso 14, lemos, “a intimidade do Senhor é para aqueles que O temem” aqueles que buscam a Sua presença.
Você é uma destas pessoas que fazem qualquer coisa por esta presença? A Bíblia fala a respeito dela, “na tua presença me encherás de alegria” Sl 16.11. Onde você tem buscado a alegria? Em sua vida há espaço para Deus? Existe um espaço em seu coração para ser ocupado com a presença dEle? Ou sua agenda anda cheia demais para isto?

Caminho rumo a esta Presença

O cuidado de muitas pessoas para entrar na presença de Deus tem sido apenas a aparência. Nem todos tem se preocupado em limpar a sua alma, apresentando-se com sinceridade e arrependimento diante dEle. Em Jeremias 29.13 lemos, “buscar-me-eis e me encontrareis quando me buscardes de todo o vosso coração” e à medida em que a Presença do Senhor nos envolve passamos a transmiti-la através do nosso agir, do nosso falar e do nosso olhar.
Deus irá levantar pessoas que O conheçam íntima e verdadeiramente para transmitir aos outros o seu amor, afinal, o que este mundo menos precisa é de pessoas religiosas.

Pr. Rina
www.getsemani.com.br

29.5.08

Os crentes, o pecado e a graça


Estes dias têm sido de muito aprendizado para mim no que tange o conhecer a humanidade da pessoa humana. Notar as outras pessoas nas suas mais tenras peculiaridades nos faz enxergar que a luta entre graça e pecado desenvolveu um germe em toda a humanidade, como também proveu, em alguns, peculiaridades que intrigam a minha mente.

Para começar a analisar estas peculiaridades falaremos sobre aqueles que teimam em ser assim como são. Deus fala, quase berra. Mas continuam relutantes, achando , muitas vezes, que Deus é adversário por querer “impor” a Sua vontade sobre as deles. Estes estão em situação difícil, já que a própria Bíblia nos declara da nossa participação em deixar Deus atuar em um ser que não o quer em Sua inteireza.

Outros são do tipo emocionais. Fazem juras de amor para Deus. Dizem que nunca mais tornarão a ser como estão sendo. Emocionam-se, choram, mas na primeira oportunidade todo aquele arrependimento se vai. Resta para estes apenas esperar mais um destes momentos de euforia espiritual para renovar os seus “votos”. Estes são melhores dos que os primeiros por dois motivos básicos:

1) Primeiro porque, de uma forma ou de outra, são tocados pela mensagem. Não que choro garanta mudança de vida, mas percebemos nestas pessoas aspectos de querer alterações na vida, e, se bem orientados, tendem a melhorar e se libertar do pecado;

2) Outro aspecto reside na disposição de melhorar. Ainda que na primeira oportunidade de errar estes não percam tempo, já existe um certo temor a Deus, bem como para com a palavra de Nosso Deus.

Ainda nos atendo aos tipos de pessoas ou personalidades que são geradas por esta dialética espiritual , temos aqueles que andam diante de Deus em períodos determinados. São os crentes entressafras. Por períodos, longos até, conseguem manter a sua espiritualidade a pleno vigor e com muita fé vivem a vida ao lado de Cristo. Crescem neste período e vêem o que Deus faz durante a sua jornada. Esta safra acontece até que vem um dia...(ah que dia !!!), .... onde eles são colocados diante de alguma dificuldade, ou mesmo diante de si próprios para decidir alguma coisa. Começa então a fase de seca espiritual do irmão. Tudo o que foi aprendido começa a ser esquecido, todas as atitudes de fé tomadas em momentos de muito contato com o Pai são arrefecidos porque alguém o aborreceu com alguma palavra, gesto ou mesmo pensamento que porventura acharam existente na mente do outro. E o mais engraçado ou triste de tudo isso, é que a culpa é do evangelho, ou quando muito, do evangelho que o outro vive.

Para estes a perspectiva está mais fácil de ser elucidada. Na verdade, os crentes que se enquadram neste aspecto oscilam porque a sua fé ainda não foi totalmente construída. Ainda há resquícios do seu antigo eu , que teimosamente se assenhoram, de tempos em tempos, de sua espiritualidade. O que lhes falta é crer que há esperança para os seus desajustes momentâneos na cruz de Cristo.

Realmente estas pessoas existem. Não apenas elas mas também tantas outras que por tantos reveses da vida são assim ou assado. O certo é que sendo desse ou daquele tipo, ou de tipo nenhum, a Bíblia traça parâmetros de como devemos ser, sem violentarmos a nossa psiquê. Trata-se de um processo que muitos teimam em aceitá-lo apenas no entendimento, na inteligência e na retórica. Infelizmente o ponto que dista entre a retórica e a ação no Cristianismo define a nossa morada eterna, e isto é sério.

O quero dizer ante tudo isto é que , seja lá como for você, ou se você não for de jeito nenhum, te digo que o melhor jeito de ser é ser que nem Jesus. Que sabia o que era e porque era, que não procedia a sua fé de acordo o momento, mas que viveu num propósito definido, sem claudicar na sua caminhada.

Deus quer nos transformar e fazer a Sua graça vencer o pecado em nós todos os dias. Não emperremos o trabalhar do Espírito. Deixemos que eles nos convença de pecado, da justiça e do juízo.

É o que desejo pra você e pra mim!!!!

Nele que é pura Graça,

Hugo Júnior

23.5.08

Os sonhos e alvos da minha vida

Dr. Mike Murdock

“QUANTO MAIS CLARAS SÃO SUAS METAS, MAIOR É SUA FÉ”
Determine seus sonhos, eles te ajudarão a crescer e ter mais vontade de viver, vivifique a sua fé, cultive seus sonhos!
Ao determinar um sonho, seja específico, por exemplo: Ah eu quero viajar, mas viajar para onde? Seja especifico eu quero viajar para o Taiti!
Quando você anuncia suas metas você força todos seus amigos a serem leais a você. E, ao mesmo tempo, força todos os adversários a expressarem a aversão deles a você.
O inimigo revelado pode ser contestado.
A maior recompensa de ter metas é que isso faz com que você faça uma imagem real de quem você é, da sua situação atual e de como você pretende ficar. A sua maneira de agir e reagir diante dos problemas revela quem você é.
Você está agindo da maneira que você pensa que é? Ou da maneira que Deus vê você?
A primeira coisa que Deus quer fazer de você é mudar a imagem que você tem de si mesmo.
Não se vista da maneira como você está se sentindo, por exemplo, quando você está triste, se veste mal. Mas vista-se de uma maneira que você represente bem o Reino de Deus. Adquira esse hábito, pois os hábitos te levam mais longe que seus desejos
A intimidade é uma posição que você conquista. Não gaste energia com aquelas pessoas que não pretendem mudar, entenda que elas escolheram ser assim. Feche a porta e se direcione a outra pessoa.
.::6 Chaves que me levaram a crescer:
Reserve um local da sua casa exclusivo para Deus;
Cante para Ele;
Conheça Sua Palavra;
Li o livro: “Negócios na velocidade do pensamento”
Criei treinamentos para minha equipe
Ataque da mídia/imprensa

PARE DE BUSCAR ALVOS QUE NÃO TE DEIXE ENTUSIASMADO
QUANTO MAIS CLARO SEU ALVO, MAIS ENTUSIASMADO VOCÊ SERÁ.

22.5.08

Já recebeste Jesus??

O que é isso de 'receber' Jesus??

Clicka aqui e ouve atentamente esta boa explicação:

SALVAÇÃO
Quando se fala acerca de salvação e de vida eterna, cada pessoa tem a sua opinião. Tentam alcançar esta salvação por seus próprios meios e esforços: Penitências, sacrifícios, religião, etc. Muitos declaram até : "Eu sirvo a Deus à minha maneira…" Mas qual é a maneira de Deus? Se somos nós que servimos a Deus, então é Ele, e não nós, que está em posição de dizer como devemos servi-Lo. A Bíblia declara quatro passos importantes para você ser salvo.

RECONHEÇE QUE ESTÁS PERDIDO
"Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" (Romanos 3:23)
A Bíblia ensina que todos pecaram. Tu podes pensar que és uma boa pessoa, dás esmolas aos pobres, não queres mal a ninguém, tens a 'tua' religião e até acreditas em Deus. Apesar de tudo isso, a Bíblia continua a dizer que "…todos pecaram…" O homem está condenado não por aquilo que faz, mas por aquilo que é. O homem tem dentro de si a natureza do pecado, desde o seu nascimento. Aos olhos humanos, tu podes ser uma pessoa muito boa, mas aos olhos de Deus não há ninguém justo por natureza. Por esta razão todos estão separados de Deus.

TU NÃO PODES SALVAR-TE A TI MESMO
"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie".
(Efésios 2:8,9).

Nenhum ser humano pode jamais comprar a sua salvação ou adquiri-la por mérito próprio, nem por meio de sacrifícios, boas obras ou boas intenções.
"Àquele que não conheceu pecado o fez pecado por nós, para que Nele fôssemos feitos justiça de Deus". (II Coríntios 5:21)
Se a salvação dependesse das boas obras, não era necessário que Jesus viesse, não era necessário a crucificação. Será que Deus se enganou? Não, porque Jesus é o único caminho legal que o homem seja salvo.
"Disse-lhes Jesus: Eu sou o caminho, a verdade, e a vida. Ninguém vem o Pai senão por mim." (João14:6)

DEUS JÁ PREPAROU O MEIO DE TU SERES SALVO
"Porque Deus amou o mundo, de tal maneira, que deu o seu Filho unigénito, para que todo aquele que Nele crê, não pereça mas tenha a vida eterna". (João 3:16).
Jesus é o único meio legal que temos para sermos salvos. Jesus mesmo disse: "Eu sou o caminho.." Religiões são muitos caminhos feitos por homens para chegar a Deus, mas cristianismo verdadeiro é um caminho feito por Deus para chegar aos homens, e este caminho é JESUS.

TU PRECISAS RECEBÊ-LO
"Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no Seu Nome "(João 1:12).
Certamente tu pensas que somos filhos de Deus, mas a Bíblia diz que somos 'criaturas de Deus', mas que 'filhos' só são aqueles que receberem Jesus como seu Senhor e Salvador.


SALVAÇÃO CONSISTE EM:
1º Acreditar em Jesus.
2º Acreditar no que Jesus fez por nós (foi em tudo o nosso Substituto).
Recebê-Lo como Senhor e Salvador.

ORAÇÃO PARA RECEBER JESUS:
Se queres entregar agora a tua vida a Jesus então faz esta oração:
"Ó Deus, eu venho a Ti no Nome de Jesus. A Tua Palavra diz: O que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora (João 6:37). Ó Deus, eu creio no meu coração que Jesus é o Senhor, que morreu por mim na cruz, para me salvar. Jesus, entrego-te agora a minha vida e Te recebo como meu Senhor e Salvador. Obrigado Jesus, por me teres salvo agora mesmo. Amén!




www.igrejamana.com

19.5.08

::Óleo Fresco = Fé Viva

Há uma necessidade muito grande da unção do Senhor nesses últimos dias. Precisamos compreender que a caminhada cristã não é uma caminhada de rotina, pois se renova a cada dia.

Esse fato é muito importante. Saber que existem tantos cristãos desviados nos causa preocupação. Há tantas pessoas que um dia freqüentaram igrejas, cantaram em corais, ouviram diversas pregações e hoje se desviaram. Isso nos dá temor no coração.

Paralelamente a essas coisas que aconteceram e estão acontecendo, Deus também está despertando seu povo para cada dia mais, entender a sua Palavra e ser vivificado pelo seu Espírito.

Existe uma chave bíblica para se viver uma vida de constantes vitórias. Ela nos adverte: “não errais vós em razão de não conhecerdes as Escrituras, nem o poder de Deus?” (Mc 12.24). Quando olhamos para as Escrituras, sem o poder de Deus, parece que fica faltando um complemento. Esse, poder, essa unção, são renovados a cada dia. Quando Deus renova sua presença em nós, obviamente sua Palavra também é restaurada e renovada em nosso coração.

O Salmo 92.10 diz: “Tu exaltaste o meu poder, como o do boi selvagem; fui ungido com óleo fresco”. Nessa passagem Davi usa expressões muito fortes. Uma outra versão diz: “tu me tornas forte como um touro”. Você já viu um touro selvagem? Eles possuem uma força incontrolável. E Davi diz acerca de si próprio: “tens exaltado meu poder, como de um boi selvagem.” Devemos desejar possuir esse mesmo poder espiritual em nossa vida. Deus nos deu vida para vivermos a cada dia como se fosse uma nova aventura, sempre algo especial. Servimos um Deus que é detalhista..., e esse mesmo Deus é o nosso Pai.

Precisamos desta revelação e desse poder. Necessitamos de graça para enfrentar situações difíceis, passar por cima dos obstáculos, vencer todos os dias e andar em novidade de vida.

Deus tem derramado poder sobre o Brasil. Ele tem feito coisas tremendas em nosso país. Apesar de existir muita confusão no meio do seu povo, Deus tem derramado de seu poder. Ele se agrada quando vê seu povo caminhando permanentemente em novidade de vida e renova o vigor de cada um.

Davi termina o versículo falando de uma coisa interessante: “fui ungido com óleo fresco”. Aqui está o segredo para nos mantermos fortes como um touro: recebermos óleo fresco – uma nova unção. Não podemos viver de unção passada nem de experiências antigas. Precisamos de óleo fresco!

Pr. Marco Antonio Peixoto
Extraído do livro: Rompendo em fé

16.5.08

"COMO ANDA A SUA FAMÍLIA?"

“Porque a nossa glória é esta: o testemunho da nossa consciência, de que em santidade e sinceridade de Deus, não em sabedoria carnal, mas na graça de Deus, temos vivido no mundo, e mormente em relação a vós” (2 Coríntios 1.12).

O apóstolo Paulo poderia gloriar-se de muitas coisas: sua pregação, seu zelo, suas realizações. Mas preferia gloriar-se no testemunho da sua consciência. De fato, ter uma consciência tranqüila é uma das maiores alegrias que um ser humano pode desfrutar. No entanto, isso é cada vez mais raro. Há muitas pessoas que não dão valor ao estado da sua consciência. Algumas nem mesmo parecem ter uma...

Consciência é “saber com”. É a nossa consciência que nos orienta na direção de uma vida santa e sincera: em casa, no dia-a-dia e na igreja. Quando fazemos algo errado, nossa consciência nos acusa. Adão e Eva esconderam-se do Criador denunciados pela própria consciência. Pedro chorou amargamente confrontado pela mesma voz implacável. Davi disse que, enquanto escondeu o seu pecado, sentiu seus ossos se enfraquecerem e o seu humor se ressecar. Quem já se viu às voltas com um peso na consciência sabe o quanto isso pode ser terrível. Viver em santidade e sinceridade, com a consciência leve, é um verdadeiro tesouro.

Nossas consciências, entretanto, não são infalíveis. Elas podem estar impregnadas daquilo que Paulo chamou de “sabedoria carnal”, e assim desajustar-se. Existem três tipos de consciência defeituosa: a ignorante (que não nos acusa simplesmente por não saber que algo é errado), a endurecida (que se cala diante de um erro muitas vezes repetido e se torna cauterizada) e a hipersensível (que nos acusa mesmo quando não temos culpa, ou quando nossos erros já foram perdoados). Por isso, não podemos depender apenas da consciência. “Faça aquilo que o seu coração mandar” não é o melhor conselho. Precisamos de algo mais.

Pela sua graça, Deus nos ajuda a formar uma boa consciência. Para isso, ele dispõe de alguns instrumentos. A orientação de cristãos experientes é um desses instrumentos. Os conselhos de irmãos maduros na fé auxiliam-nos na avaliação de nossas palavras, pensamentos e ações. Outro instrumento que Deus utiliza é a oração. Quando clamamos por direção, somos atendidos. O Espírito Santo nos convence do pecado, da justiça e do juízo. Um terceiro instrumento é a própria Bíblia. Nosso padrão último de conduta devem ser as Sagradas Escrituras, porque elas, ao contrário da consciência, são infalíveis. Uma vez guiada por Deus, nossa consciência será um bem inestimável.

É uma glória ter uma boa consciência e viver em paz com ela. Quando sua consciência fizer piscar um “sinal de alerta” na sua mente, pare e preste atenção. Em caso de dúvida, use os instrumentos mencionados acima para “calibrá-la”. Gaste alguns instantes perguntando a si próprio: “Tenho sido um bom filho? Um pai dedicado? Uma esposa compreensiva? Um marido leal? Um cidadão honesto? Tenho buscado a santidade de Deus em minha vida? Tenho entregado meus dízimos e ofertas fielmente? Estou fazendo tudo o que posso pela salvação de meus familiares?”.Tenho consciência que o cuidado para com a minha família necessariamente passa por mim que sou servo (a) de Deus? Afinal de contas o apostolo Paulo advertiu: Mas, se alguém não tem cuidado dos seus e principalmente dos da sua família, negou a fé e é pior do que o infiel. Pare e pense: “Como anda a sua família?”

Pr. Hermes Faustino Júnior

15.5.08

Como fugir do mundo da sensualidade!!!

Por: Eneas Tavares de Oliveira
webmaster@centralgospel.com.br
Hoje em dia com o surgimento da Internet, tornou-se “EXTREMAMENTE FÁCIL” o acesso a qualquer tipo de material, seja qual tipo for, tanto para edificação como para ruína espiritual. Infelizmente este último parece estar prevalecendo cada vez mais. Existem muitas pessoas, até mesmo entre os cristãos, que estão arruinando suas vidas espirituais devido ao mau uso da Internet. Às vezes, por curiosidade, entram em sites de conteúdo pornográfico, baixam ou assistem vídeos e fotos eróticas, entram em salas de bate-papo erótico, e por ai vai... Sozinho, quarto fechado, ninguém por perto para ficar sabendo... É muito fácil ter acesso a tudo isso ! Basta clicar e lá está !!! Tudo diante de seus olhos !!! Ainda mais se for Internet de banda larga. Isso sem falar nos DVD’s e VHS, que as bancas estão vendendo cada vez mais baratos e aos montes! Misericórdia!!!

Enfim, o fato é que nunca houve tanta abertura para se viver diante de tanta sensualidade explícita como se vive nos dias de hoje. É uma praga!!! Foi refletindo sobre este assunto que o Senhor colocou no meu coração o desejo de escrever esta matéria. O Senhor praticamente me intimou a escrever esta matéria!!! Escrever matérias nem é minha especialidade! É incrível, me sinto como o apóstolo Paulo, escrevendo uma carta para ajudar a diversas pessoas! Considero esta matéria como um tipo de “AJUDA DIVINA URGENTE” para ajudar a muitas pessoas a se libertar deste tipo de aprisionamento carnal.

Leia abaixo os motivos pelas quais não vale a pena viver no mundo da carnalidade, ou seja, da prostituição, do adultério, da sensualidade desenfreada, de ficar vendo imagens ou vídeos pornográficos e ficar se masturbando praticamente quase que todo dia. Se você ler, absorver e praticar, você vai ver como vai ser muito mais fácil ser liberto deste mal que assola e destrói a vida daqueles que dão brecha para a atuação maligna nestes dias de extrema perversão sexual que estamos vivendo.



Quando uma pessoa dá brechas para viver na carne, ou seja, prática de sexo à vontade com quem der na cabeça (o famoso “ficar”), tanto na forma de adultério (entre casados) como de prostituição (entre solteiros), ou até mesmo a consumir pornografia, acontece uma espécie de reação carnal em cadeia, ou seja, uma descarga de hormônios da libido do cérebro para o corpo todo, fazendo com que haja uma sensação de “prazer”. Esta reação carnal, uma vez iniciada, é praticamente impossível detê-la. Por isso que, quando nos vemos envolvidos nesta prática, há a sensação de estarmos presos numa cadeia de escravidão, a escravidão do pecado.
O GRANDE SEGREDO NO ENTANTO, ESTÁ EM NÃO DAR INÍCIO A ESTE EFEITO DEVASTADOR!!! Leia abaixo as principais desvantagens que acontecem quando nos deixamos levar por estas práticas sensuais, por meio de brechas que nós mesmos abrimos. (consumo de pornografia, sexo desenfreado, ficar com quem quiser, etc...)

Principais desvantagens de acionar a libido (sensualidade desenfreada):

1. Ocorre uma descarga de hormônios da libido pelo corpo todo, fazendo com que se pense apenas em sexo, sensualidade & cia (libidinosidade). Não há sensação de culpa nestes momentos. Há um prazer enganoso, enganoso porque embora se sinta um “prazer agradável” no momento que se pratica, imediatamente após ter consumado o ato em sí, segue-se geralmente a terrível sensação de culpa, o peso na consciência!!! Na verdade a sensação é de se viver como um animal irracional (Na natureza, apenas os animais praticam sexo com quem cruza o caminho deles). Nós, seres humanos, feitos à imagem e semelhança de Deus, não fomos feitos para vivermos assim! NÃO HÁ GOZO REAL EM SE VIVER ASSIM, pois a nossa alma não se sente preenchida tendo um instinto animal (libido) no comando o tempo todo. A VERDADEIRA SEDE DE NOSSA ALMA É SACIADA APENAS BEBENDO-SE DA ÁGUA CRISTALINA QUE SÓ CRISTO TEM PARA DAR, como Ele mesmo disse: "Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna." João 4:14 ! O resto é como se estivesse bebendo água de esgoto!!! Você já se imaginou bebendo água de esgoto??? Pois é exatamente isso que se faz quando se vive para satisfazer os desejos perversos da carne.

2. O ser humano não tem estrutura para viver o tempo todo sob efeito da libido (sensualidade desenfreada), mesmo porque não nasceu para isso. Não há propósito nenhum em viver uma vida de promiscuidade!!! (prostituição, adultério, o “ficar”, etc...) Deus nos fez com o propósito de nos relacionarmos única e exclusivamente com a pessoa que Ele escolheu para viver ao nosso lado, que é o propósito do casamento. Neste caso sim, podemos desfrutar do verdadeiro propósito pela qual Deus criou a sensualidade, uma das alegrias do casamento, desde que desfrutada de forma saudável.. O que passar deste propósito é adultério, prostituição, promiscuidade & cia!!!

3. Enquanto se está mergulhado nos prazeres perversos da carne, uma voz na consciência (que é o Espírito Santo convencendo-nos do pecado) fica em segundo plano, reprovando toda a prática de libidinosidade que a carne está desfrutando no momento e ao mesmo tempo fica dizendo toda verdade sobre a prática, passando a sensação de estarmos sendo reprovados por uma comissão espiritual !!! Porém, uma vez sob efeito da sensualidade desenfreada, quem é que vai dar importância pra essa voz da consciência??? Além disso, existe uma onda que se diz que "quanto mais proibido, mais gostoso fica!!!" - Misericórdia!!!

4. Perda de tempo útil, que poderia ser aproveitado em coisas úteis, como por exemplo, na realização de projetos de vida, entretenimentos saudáveis, conversas com amigos e familiares e até mesmo momentos para alimentar a alma com a palavra e louvores a Deus. É perda de tempo porque uma vez estando nesse estado, acontece um efeito bola-de-neve, que não se pensa em outra coisa, a não ser saciar-se cada vez mais deste alimento carnal. Misericórdia!!! Esta é uma característica típica de satanás, como ladrão, faz-nos perder tempo, saúde e até a salvação !!! Jesus Cristo já havia dito sobre isso em João 10:10 “O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.

5. A prática destas devassidões carnais gera a gravação desses momentos (cenas) na mente, fazendo com que todo o corpo fique tenebroso, gerando o terrível e aprisionador efeito de laço, onde não há como parar e deter tal sensação!!! – Misericórdia !!! O próprio Jesus Cristo já havia dito sobre isso em Mateus 6:22,23 "a candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz. Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso.”


Não há comparação em se viver LIVRE, LIBERTO DESTA PRISÃO ESPIRITUAL, pois não tem coisa melhor para a alma do que ser dirigida, controlada e alimentada pelo Espírito Santo, onde há harmonia, paz, domínio próprio, ou seja, O VERDADEIRO GOZO PARA A ALMA. É uma real sensação de se beber água cristalina !!! (mesmo!!!) É realmente como JESUS CRISTO disse em João 4:14 “Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna.”

COLOSSENSES 3:5
"Mortificai, pois, os vossos membros que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, o apetite desordenado, a vil concupiscência e a avareza, que é idolatria;"

GALATAS 5:13-25
13 Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis, então, da liberdade para dar ocasião à carne, antes pelo amor servi-vos uns aos outros.
14 Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
16 Digo, porém:
Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne.
17 "Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne; e estes opõem-se um ao outro; para que não façais o que quereis." 18 Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. 19, 20, 21 Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus.
22 Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade. 23 a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei. 24 E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. 25 Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito.


I CORINTIOS 6:12-20
12 "Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma."
13 "Os manjares são para o ventre, e o ventre, para os manjares; Deus, porém, aniquilará tanto um como os outros. Mas o corpo não é para a prostituição, senão para o Senhor, e o Senhor para o corpo."
14 Ora, Deus, que também ressuscitou o Senhor, nos ressuscitará a nós pelo seu poder.
15 Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei, pois, os membros de Cristo e fá-los-ei membros de uma meretriz? Não, por certo.
16 Ou não sabeis que o que se ajunta com a meretriz faz-se um corpo com ela? Porque serão, disse, dois numa só carne.
17 Mas o que se ajunta com o Senhor é um mesmo espírito.
18 "Fugi da prostituição. Todo pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo."
19 Ou não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?
20 "Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus."


FILIPENSES 4:8
“Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.”

APLICANDO ESTAS PALAVRAS EM SUA VIDA, VOCÊ ESTARÁ TOTALMENTE LIVRE DO DOMÍNIO DA CARNE !!!

DICA: Imprima este artigo e guarde-o, quando se sentir meio fraco espiritualmente, pegue-o novamente e leia-o. Assim o Senhor sempre te fortalecerá !!!

Fonte: Ministério Monte Sião

13.5.08

O Seu Cativeiro será mudado

"O SENHOR deu-lhe o dobro de tudo o que antes possuíra."
Jó 42:10




- - Imagine um homem que fosse temente á Deus, ofertava ao Pai diariámente por ele e pela sua família, um pai e esposo maravilhoso.
- Um dia ele perde tudo, sua família, filhos, bens e para piorar fica com uma enfermidade no corpo incurável.
- Pois esse homem viveu na terra de Uz foi provado pelo diabo, e aprovado por Deus. - Satanás trouxe todos os problemas que poderia na sua vida (autorizados por Deus ) só não poderia lhe tirar a vida..
- Sua provação o levou ao extremo, mas não se esqueceu de Deus.
- A finalidade do diabo era que ele blasfemasse, mas ele se manteve fiel ao Deus que servia.
- Como todo ser humano, ele acabou questionando sua situação, não entendia o motivo de tamanho sofrimento.
- Lembrou Deus que os maus não são castigados, mas afirmava assim mesmo a soberania de Deus.
- Questionou Deus pela sua fidelidade, mas se humilhou reconhecendo que Deus sabe todas as coisas.
- Meu irmão, não foi fácil para Jó, e a vida não será fácil para você, ser de Jesus é viver numa guerra diária, mas se você se manter fiel a Deus como Jó se manteve, sua sorte ou cativeiro será mudada
Apenas confie que Deus sabe todas as coisas mesmo que você não entenda o porque.
- Jó também no começo não entendeu, mas reconheceu que Deus é Deus.
- Blasfemar, questionar, murmurar, brigar com Deus é pecado, e Deus não pode mudar a sua situação, mas ao reconhecer que ele é Deus e sabe todas as coisas a sua sorte poderá ser mudada.
- Então, não sejas sábio as teus olhos e sim coloque os seus olhos em Deus, e verá sua sorte mudar.

... Deus te abençoe....

Site Momentos com Jesus

12.5.08

Ministério

O Jovem Rei Amom

Anísio Renato de Andrade


"Tinha Amom vinte e dois anos quando começou a reinar, e dois anos reinou em Jerusalém... E fez o que parecia mal aos olhos do Senhor, como fizera Manassés, seu pai. Porque andou em todo o caminho em que andara seu pai, e serviu os ídolos... Assim, deixou ao Senhor, Deus de seus antepassados, e não andou no caminho do Senhor. E os servos de Amom conspiraram contra ele e o mataram." (II Reis 21.19-23).

Amom tinha apenas vinte e dois anos de idade e já era rei. O que mais um jovem poderia querer? E se quisesse mais alguma coisa, tudo estava ao seu alcance: riquezas, mulheres, prestígio, honra, etc. Talvez muitos jovens desejariam estar em uma posição como aquela. Amom poderia muito bem ser considerado, sob o ponto de vista mundano, um homem realizado, bem sucedido. Entretanto, o texto nos diz que Amom fez o que parecia mal aos olhos do Senhor e deixou o caminho de Deus. De que adianta ter tudo na vida e não servir a Deus? Como disse Jesus: "De que adianta ao homem ganhar o mundo todo e perder a sua alma?" Qual será a vantagem de conseguirmos tudo o que o coração e os olhos desejam se, ao mesmo tempo, deixamos de fazer a vontade de Deus ou ignoramos a sua pessoa?

O rei Amom preferiu abandonar ao Senhor e seguir aos ídolos. Ele achou que, sendo rei, poderia fazer o que quisesse. Muitos têm essa atitude hoje e dizem: "Eu faço o que quero, e ninguém tem nada com isso." Amom se esqueceu de que existe um Rei nos céus e que todos nós somos seus servos. A conseqüência veio logo. Seu reinado durou apenas dois anos. O rei foi assassinado. O Diabo está oferecendo uma "boa vida" para todos. É verdade que ele pode dar algumas coisas e alguns prazeres. Entretanto, a duração disso é muito pequena. No caso de Amom, foi apenas dois anos. Às vezes, as pessoas pensam em "aproveitar" a vida e buscar ao Senhor apenas na velhice. Amom morreu aos vinte e quatro anos. Não teve a oportunidade de envelhecer. O tempo de buscar ao Senhor é hoje.

A Bíblia nos apresenta um balanço da vida desse rei. As cartas às sete igrejas da Ásia, no Apocalipse, também apresentam esse tipo de análise. O Senhor mostra ali aspectos positivos e negativos daquelas igrejas. Sobre Éfeso, ele diz: "Conheço as tuas obras, teu trabalho, tua paciência... Tenho, porém, contra ti, que deixaste o teu primeiro amor." (Apc.2). Da mesma forma, haverá uma avaliação da vida de cada ser humano que passou pela terra. Vemos naquele texto, aspectos positivos da vida de Amom, mas os aspectos negativos foram muito mais significativos. Seu êxito material foi o máximo, mas seu fracasso espiritual também foi absoluto. De que adiantará chegarmos diante de Deus com uma lista das nossas realizações financeiras, culturais, sociais, sentimentais, se desprezamos o caminho do Senhor e não cumprimos a sua vontade?

Esse é um tema para nossa reflexão, afim de fazermos um ajuste em nossas prioridades. Primeiro o reino de Deus, sua vontade, seu caminho; depois, as outras coisas, desde que elas não venham a nos tirar da presença do Senhor.

O Diabo nos oferece um reino terreno e passageiro, como ofereceu ao próprio Jesus (Mt.4). Deus, porém, nos oferece um reino eterno e inabalável. Podemos até ser desprezados nesse mundo ou mesmo deixar de ter tantas coisas que gostaríamos, mas aguardamos um novo céu e uma nova terra, onde receberemos do Senhor nossa recompensa eterna.

anisiora@mg.trt.gov.br

10.5.08

Evangélicos 'capitalistas' avançam no Brasil, diz 'The Guardian'

Jornais

A recente prisão, nos Estados Unidos, do casal Estevam e Sonia Hernandes, líderes religiosos da Igreja Renascer, vem chamando a atenção para o “crescimento dos poderosos evangélicos movidos pelo espírito do capitalismo”, segundo reportagem publicada pelo diário britânico The Guardian.

Segundo a reportagem, que ocupa uma página inteira do jornal, os Hernandes “são dois dos mais poderosos e polêmicos líderes religiosos no Brasil, onde as igrejas evangélicas crescem a cada dia”.

“Eles são também dois dos mais procurados evangélicos brasileiros e estão atualmente sob prisão domiciliar em Miami. Eles responderão na Justiça americana neste mês à acusação de tentar contrabandear US$ 56.467 em dinheiro pelo aeroporto de Miami”, relata o Guardian, acrescentando que no Brasil eles também são acusados de “lavagem de dinheiro e fraudes”.

O jornal comenta que “para muitos, o julgamento confirma suspeitas de longo tempo de que setores das berrantes igrejas evangélicas usam a religião como pretexto para fraude, lavagem de dinheiro e crime organizado”.

A reportagem relata o crescimento no número de fiéis das igrejas evangélicas, que já chega aos 26 milhões, e também o poder político da comunidade evangélica, com 61 dos 513 deputados federais e três senadores.

Segundo o jornal, “as receitas das igrejas explodiram, dando origem ao que os críticos chamam de ‘teologia do capitalismo’ e abrindo as portas para altos níveis de corrupção”.

A reportagem relata ainda que, desde sua prisão, em janeiro, o casal vem seguidamente negando as acusações e classificando o processo na Justiça americana como “obra do demônio”.

Fonte: BBC Brasil

8.5.08

Efésios 6 10-17

Amados, a força de vocês deve vir do imenso poder do Senhor dentro de vocês. Vistam-se de toda armadura de Deus, a fim de que possam permanecer a salvo das táticas e artimanhas de Satanás. Porque nós não estamos lutando contra gente feita de carne e sangue, mas contra pessoas sem corpo - os reis malignos do mundo invisível, esses poderosos seres satânicos e grandes príncipes malignos das trevas que governam este mundo; e contra um número tremendo de maus espíritos no mundo espiritual.

Portanto, usem cada peça da armadura de Deus para resistir ao inimigo sempre que ele atacar e, quando tudo estiver acabado, vocês ainda estejam de pé.

Mas para fazer isso vocês necessitam do cinturão forte da verdade e da couraça da aprovação de Deus. Calcem sapatos que podem fazê-los andar depressa ao pregarem a Boa Nova da paz de Deus. Em cada batalha vocês precisarão da fé como escudo para deter as flechas ardentes disparadas por Satanás contra vocês, e precisarão do capacete da salvação e da espada do Espírito - que é a palavra de Deus.


Fonte: A Bíblia Viva

6.5.08

Grupo de jovens evangélicos viaja pelo mundo em ações humanitárias

A cidade russa de Ulan-Ude, na região da Sibéria perto da China, tem temperaturas nesta época do ano de -50C. Isso: menos cinqüenta graus. Esse é o lugar em que nasceu a advogada e pedagoga Janna Razmakhnina, 32 anos.

Ela se mudou para a capital Moscou aos 26 para procurar trabalho e conheceu uma amiga evangélica. Com uma formação de cristã ortodoxa, Janna diz ter encontrado na Bíblia uma nova razão para viver.

Em 2002 ela teve contato com uma organização evangélica mundial, a Jocum (Jovens Com Uma Missão) e abandonou o frio da Rússia para viver no Brasil desde 2006, em Piratininga. “Deixei meus pais na Rússia, mas me senti tocada por Deus e resolvi ser uma missionária”, conta.

A unidade da Jocum em Piratininga, que existe desde 2001, chama-se Vila do Louvor e tem 31 voluntários. No mundo a entidade tem cerca de 20 mil participantes em 135 países.

O trabalho feito por eles é de ajuda humanitária em países com conflitos bélicos ou com graves crises sociais – e também de evangelização através da música, teatro, dança e artes visuais.

Em 2007, Janna e outros jovens da Vila do Louvor estiveram no Uruguai, Timor Leste, Angola e África do Sul para realizarem essas atividades, além de cidades brasileiras como Boa Vista (RR) e Porto Velho (RO).

Já o ex-técnico em telecomunicações Jessé da Silva, 20, largou os estudos e sua mãe em Manaus. “Ela levou um susto, mas depois entendeu.” Jessé foi um dos que estiveram em Luanda, capital da Angola – país em guerra civil de 1975 até 2002. Por um mês o grupo de Piratininga atuou em um orfanato que abriga os órfãos da guerra. “Realizamos ajuda humanitária lá e vamos contar a experiência num documentário.”


‘Currículo’: construção de escola
O diretor da Vila do Louvor é o mineiro Beto Tavares, 45, que conta ter escolhido montar uma base da Jocum em Piratininga pelos amigos que tem na cidade.

Designer de formação e empresário, ele também abandonou tudo. “Tenho prazer de mostrar aos jovens que o mundo é muito maior do que nossa casa”

Morando em Bauru, Marcelo Bueno Júnior, 20, foi um dos jovens que estiveram ano passado no Timor Leste, do outro lado do planeta. Ele conta que ele e seus amigos ajudaram a construir uma escola em Weberek – vila do país sem água e luz. “É uma experiência para toda a vida”, fala.

A Jocum foi criada em 1960 pelo norte-americano Loren Cunningham e atua na mobilização de jovens de qualquer religião, mas predominante evangélicos. Sustenta-se com doações. O Brasil é o 2 país do mundo com mais participantes.

Fonte: Bom Dia Bauru
*Texto extraído de www.gospelmais.com.br

3.5.08

Estudo Bíblico - Por que ser dizimista?



(Dízimo: questão de Obediência!...)

Objetivo: Despertar entre os membros do Corpo de Cristo (Igreja) que contribuir para a extensão do Reino de Deus aqui na Terra é um privilegio e um dever moral e espiritual de todo cristão autêntico. Cada cristão, individualmente, será capaz de aprender e vivenciar o ensino bíblico sobre o modo de contribuir para a causa do senhor Jesus Cristo.

Introdução:

Devemos estabelecer uma diferença entre o que é uma necessidade e o que é um desejo. Podemos desejar coisas não necessárias e também podemos necessitar de coisas que não desejamos. Tanto num como noutro caso, temos uma situação de desajustamento. Uma vida equilibrada é a que sabe harmonizar o desejo com a necessidade. Quando desejamos mais do que o necessário, entramos no domínio da ganância, da cobiça, da inveja, e isso nos causa ansiedade e conflitos materiais e espirituais.

Como filhos de Deus, conhecedores de Sua Eterna e Imutável Palavra, devemos confiar na Providencia Divina e desejar as coisas necessárias para o nosso viver, não conforme os padrões de uma sociedade consumista, mas segundo a vontade de Deus, plenamente vivenciado pelo Senhor Jesus Cristo , e expressos em Sua Palavra, regra de fé e prática.

O Senhor Jesus espera que você, como servo dEle, tenha um estilo de vida que esteja de acordo com os princípios e ensinos da Bíblia. Você não foi salvo por cristo apenas para esperar pela Nova Jerusalém. Deus tem um propósito para a sua vida enquanto você estiver aqui na Terra, Viver de acordo com a vontade de Deus aqui neste mundo é a melhor opção de vida.

A contribuição do cristão não deve depender do seu estado emocional no momento de ofertar. Deus pede que nós O adoremos como os nossos bens, para que demonstremos fidelidade a Ele - mas, que coisa maravilhosa, Ele mesmo nos dá, pela Sua Providencia e Misericórdia, os bens com os quais nós O adoramos. Como podemos então imaginar que alguém deixe de dar a Deus aquilo que já pertence a Ele. Em muitos períodos da historia (especialmente no período do profeta Malaquias) e também em nos dias de hoje, o povo estava em grande miséria material e espiritual e por isso, alem de não ofertarem nada, ainda retinham o que pertencia a Deus - os DIZIMOS.

A Bíblia Ensina o Dízimo:

O dizimo (hb ma?aser) é a maneira pelo qual o cristão; procurando ser fiel ao Senhor, entrega 10% de sua renda à Igreja, como gratidão a Deus pelas dádivas divinas. Quem é dizimista fiel reconhece que:

I - Nada é realmente meu; tudo que tenho pertence a Deus (Sal 24:13)

Quando um cristão se recusa a entregar os dízimos ao Senhor, é porque ainda não reconhece o senhorio de Cristo sobre sua vida. Usufrui dos bens da terra como se fosse o seu dono. Quando adoramos a Deus com os dízimos estamos reconhecendo que Ele é o Senhor absoluto. É necessário entender que:

II - Tenho de prestar contas a Deus pelo que faço com os ?meus? bens (Ag 2:8; Lc 16:121; Rm 14:12; I Cor 4:2)

O dizimo é o reconhecimento de que Deus é Doador e Sustentador de tudo na vida. O ato de dizimar faz parte da adoração cristã. Contribuímos para obra de Deus através dos dízimos e ofertas.

III - O dizimo é do Senhor e deve ser entregue a Ele (Lev 27:30-32; Mal 3:10)

O cristão que tem não experiência com Deus, jamais entenderá a importância dos dízimos. O dizimo é o mínimo que o crente dispõe para Deus. Com os dízimos as barreiras da arrogância são quebradas, pois entregar os dízimos demonstra que não temos apego aos bens materiais e que Jesus é Senhor de nosso dinheiro. O dizimo é uma atitude para a prosperidade material e espiritual do cristão.

Por que ser dizimista?

Um dos principais sintomas de falta de visão espiritual é omissão na contribuição.

O sustento financeiro para a obra de Deus é tremendamente importante e há inúmeras bênçãos prometidas aos que assumem tal responsabilidade.

Frequentemente os crentes levantam perguntas a respeito da contribuição cristã. Mediante a direção do Espírito Santo, meu Companheiro diário, procuro responder algumas delas, usando a Palavra de Deus, minha regra de fé e prática. Espero que possamos nos posicionar e perceber os claros ensinamentos da Palavra de Deus sobre os Dízimos e ofertas:

 Por que devo contribuir?

i) A Lei manda dizimar (Mal 3:10) (analisaremos esse texto mais adiante, juntamente com as suas implicações na Dispensação da Graça)

ii) Se eu na contribuir poderia perder o Reino de Deus (I Cor 6:10)

iii) As necessidades da Obra de Deus exigem os dízimos (Rm 1:14-15; II Cor 8:14)

iv) O exemplo do Senhor Jesus nos ensina a dizimar (Mat 25:23; Jo 4:35; Rm 13:10

 Com quanto deve contribuir?

i) O dizimo é apensa o mínimo (Mat 5:20)

ii) Devo contribuir conforme minhas possibilidades (I Cor 16:2)
 Como devo contribuir?

i) Devo contribuir através de minha igreja (Mal 3:10)

ii) Devo contribuir com alegria (II Cor 9:7)

iii) Devo contribuir regularmente (I Cor 16:2)

iv) Devo fazer de minha contribuição um ato de culto regular a Deus (Sal 66:13)

Entregando o máximo a Deus (II Cor 8:1-7)

Nessa passagem o apostolo Paulo, está desfiando os crentes da Igreja de Corinto a participarem da oferta que estava sendo levantada par ajudar os crentes da Judéia, que estavam sofrendo fomes perseguições

Para encorajar os crentes de Corinto, Paulo dá como exemplo a Igreja da Macedônia. Conforme os versículos 2 à 5 posso listar as características dos crentes da Macedônia (confira em sua Bíblia):

 Estavam passando tribulação;

 Tiveram alegria em contribuir;

 Deram generosamente;

 Deram-se primeiramente a si mesmo;

 Deram além de suas forças;

 Eram profundamente pobres;

 Consideravam a contribuição como uma graça;

 Deram voluntariamente;

 Visavam, como recompensa única, a alegria de contribuir.

Entregando o mínimo a Deus (Luc 21:1-4)

Mesmo que o prezado irmão tenha pouco recurso financeiro e precise de todo o seu dinheiro para se manter, saiba que o pouco que você possui foi lhe dado pelo Pai Celestial. Você não é dono do pouco que possui, pois deve tudo a Deus, pode ser que você seja muito pobre, do ponto de vista financeiro, POREM NÃO É POBRE DEMAIS PARA CONTRIBUIR.

Em Lucas 21:1-4 temos um fato real no qual o Senhor Jesus dá uma liça a respeito de como Deus vê nossas contribuições e ofertas:
A oferta que damos a Deus é avaliada, não segundo o valor da contribuição, mas pela quantidade de amor e sacrifício nela envolvido. Os riscos, às vezes, contribuem do que lhes sobra, não lhe custa nenhum esforço. A oferta da viúva custou-lhe tudo. Ela deu tudo o que tinha e podia.

O senhor Jesus avalia nosso serviço prestado a ele, não pelo volume, influência ou sucesso, mas pela sincera dedicação, esforço, fé e sacrifício nele envolvido.

O cristão não deve procurar aparecer ou alcançar as posições mais altas a fim de exercer autoridade e domínio. Pelo contrario, deve dedicar sua vida a ajudar os outros, especialmente na administração dos bens espirituais (Gal. 6:2)

Diferença entre Dízimo e Oferta

Conforme vimos dizimo é a décima parte da renda de uma pessoa. Analisando I Cor 16:2 percebemos que é a contribuição financeira mínima que o crente deve oferecer para obra de Deus. O dízimo já existia antes da Lei (Gên 14:20; 28:22); instituído por Deus, através de Moises, na Lei (Lev 27:30; Deut 14:22)

Estudando Números 18:20-26, percebemos que o povo devia levar os dízimos para os levitas e sacerdotes, pois eles não tiveram possessão de terra. Os sacerdotes por sua vez, deviam tirar os dízimos dos dízimos e oferecer uma oferta alçada ao Senhor (Heb 7:5)

Além dos dízimos havia também as ofertas alçadas para fins específicos, como na construção do tabernáculo, no deserto (Ex. 25:2). Quero lembrar que a oferta alçada não é o mesmo que dizimo. Ambos são bíblicos e atuais, mas são diferentes. As ofertas alçadas são voluntárias e pessoais (dá quem quer!). Os dízimos são contínuos, é uma obrigação de todo cristão fiel (obrigação = dever moral e religioso)

O rei Davi, pra construir o templo de Jerusalém deu uma oferta de 150 toneladas (150 000 Kg) de ouro, sem contar a prata (I Cron 29:3-4). No entanto, o mesmo rei Davi, fez um apelo para quem quisesse contribuir para casa de Deus e o povo contribuiu com alegria e voluntariamente (I Cron 29:5-6)

A vontade de Deus é que Seus filhos participem de Seus projetos. Não é uma questão de necessidade (Sal 24:1; Ag 2:8), mas Ele conta com a nossa participação. Deus abençoa o Seu povo para que esse povo abençoado possa contribuir para a Sua obra.

O apostolo Paulo tinha uma profissão alternativa: fazer tendas (At. 16:3) Ele utilizou essa profissão para garantir o seu sustento, pos não queria escandalizar os irmãos e não queria correr o risco de ser interpretado como ?parasita? e aproveitador.

Existe uma região, chamada de Janela 10/40, onde habita 66% da população mundial. Esse local ocupa 33,00% da área total do planeta. Compreende 62 paises. Os dois maiores paises do mundo, em número de habitantes, encontra-se nessa área: a China e a Índia.

Todas as terras bíblicas encontram-se nessa área. O apostolo Paulo ultrapassou seus limites em suas viagens missionárias (Rm 15:19).

Essa janela é conhecida como Cinturão da Resistência; lá predomina o Islamismo (1 bilhão de adeptos), o Hinduismo (700 bilhões) e o Budismo (900 bilhões)

Nessa janela, satanás estabeleceu sua fortaleza: 82% dos paises mais pobres do mundo apresentam bilhões de pessoas sofrendo de enfermidades, misérias e calamidades.
Como iremos reverter esse quadro se não tivermos as bases bíblicas (entre elas, a entrega dos dízimos e ofertas) par ao sustento dos missionários que lá trabalham par ao Senhor.

A Benção Pelo Sustento da Obra (Análise do texto Malaquias 3:10)

O pecado do povo em se afastar de Deus, vem de longa data (v.7). Encontramos aqui um elemento fundamental para a conversão: Voltar para Deus. Várias vezes nos afastamos de Deus com palavra, atitudes e conduta inadequada. Nossa maior necessidade é retornar enquanto é tempo.

Ao apelo Divino o povo responde que não tem do que se converter. É a dureza do coração que provoca esse cinismo insensível ao chamado de Deus. O povo achava, como no dias de hoje, que não tem do que se arrepender.

Deus questiona: roubará o homem a Deus? (roubar; gr. Gâbhâ). O dizimo é de Deus ao sonegá-lo o povo estava cometendo uma violência contra o Senhor: o roubo.

Mal 3:10 é um versículo bastante conhecido. O verbo está no imperativo. Não é uma opção, mas uma ordem para o povo. Lv 27:31 ensina que, se alguém retiver parte do dizimo, deveria devolve-lo com acréscimo de 20%. Se esse padrão fosse seguido hoje.

Tenho presenciado crentes bem intencionados, diante da falta de visão da igreja, desviarem parte dos dízimos para o sustento de algum obreiro ou para outra atividade qualquer da igreja. Os dízimos devem ser trazidos à Casa do Tesouro. Este é um principio que tem de ser observado. Encontramos constantemente com cristão que dizem: ?NÃO DOU PORQUE NÃO TENHO?. Conforme Provérbios 3:9-10, o correto é: NÃO TENHO PORQUE NÃO DOU.

Depois da pratica poder-e-ia fazer prova de Deus: ?Fazei prova de Mim? mostra seriedade com que Deus encara os dízimos. Deus é abundante: Ele dá a quem quer.

Não podemos esperar bênçãos ou a superação de obstáculos se não mostramos nosso amor a Deus por intermédio de nossa fidelidade na entrega dos dízimos e ofertas; devemos ser o povo que faz a diferença e existe varias implicações para a sua vida, se você for dizimista fiel.

Desculpas inaceitáveis para aqueles que não são dizimistras:


As desculpas mais constantes dos crentes não dizimistas que tenho ouvido são as seguintes:

 Meu salário é pequeno. Não dá para as minhas necessidades:
Não é o salário que é pequeno; é a falta de fidelidade. Àqueles que ganham um salário mínimo ou abaixo dele, de nada tem falta, quando são fieis a Deus na entrega dos dízimos e das ofertas.

 Minhas despesas são muito grandes. Não dá para entregar o dizimo:

Quem não sabe viver com 90%, também não saberá viver com 100%. Coloque o Reino de Deus em primeiro lugar. Os 90% com a benção de Deus significam infinitamente mais que 100% sem essa benção

 Estou construindo minha casa; ou, tenho que investir em meus negócios:

É um direito adquiri casa, apartamento, condução, roupas, alimentos, tudo o que é necessário para a nossa vida e de nossa família. O problema começa justamente quando a aquisição dos bens materiais impede o nosso crescimento espiritual. A fidelidade na entrega dos dízimos e da ofertas é uma benção para a vida material e espiritual sua e de sua família.

 Sou dizimista pela fé e de coração:

Concordar com os dízimos na teoria e não praticá-lo é o mesmo que dize que crê em Deus e viver como se Ele não existisse (é a antítese da fé e da obediência).

 Mês que vem... Prometo que darei o meu dizimo;
Esses vivem fazendo votos de serem fieis a Deus nos dízimos, mas nunca cumprem aquilo que promete (não é necessário nem prometer...).

 Não dou o dizimo porque não concordo com este ou aquele gasto que igreja fez:

Estes que pensam assim, só estão dando mais uma desculpa para não dizimar.

 Não concordo com o dizimo. Não vejo fundamento par o dizimo no Novo Testamento:

É fácil demonstrar a biblicidade do dizimo no Novo Testamento. O que não é fácil provar é a validade de uma fé que não se traduz em obediência.

 Eu contribuo segundo aquilo que quero. O dinheiro é meu e dou quanto e quando quero:

O coração que ama entrega a Deus o máximo e o melhor, a partir dos dízimos, pois justiça do amor excede à justiça dos escribas e fariseus. Para eles. 10% era o máximo. Para o cristão, 10% é o mínimo.

Sendo o que tinha para o momento
Em Cristo Jesus, Gilvan Silva Santos - servo menor

PRIMEIRO DEUS


Não há duvida de que Deus deve estar em primeiro lugar. Logo, o nosso compromisso com Ele deve ser levado muito a sério.

O versículo que ilustra bem a conversão de uma pessoa é este: “Se, com a tua boca confessares a Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.” Rm 10.9

É como um contrato firmado entre duas partes. De um lado, o homem perdido; o que lhe cabe é confessar publicamente que Jesus é seu Senhor e acreditar na ressurreição de Cristo. Do outro lado, Deus, que se compromete a dar-lhe a salvação.

Se eu sou convertido, eu também sou um comprometido, eu fiz uma aliança com o Senhor e ele comigo.
A partir do nosso encontro com o Salvador, tudo em nossa vida muda. Daí em diante, as coisas de Deus devem vir em primeiro lugar. Passamos a ser: “...Raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus.” (I Pe 2.9)

E para que?
Para proclamarmos as virtudes daquele que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.
Temos para com Deus um compromisso de vida. Esse contrato foi assinado com sangue. Ao morrer na cruz, Jesus confirmou a nova e definitiva aliança.

A nós cabe obedecê-lo em tudo, viver em santidade, enfim, fazer a sua vontade.
Lembro-me bem de quando entrei para a faculdade. Eu não deixei claro desde o inicio que eu era cristão.

Como não expus logo minha fé, passei por muitos constrangimentos. Meus colegas contavam piadas imorais para mim. Logo já estava participando de rodinhas.

Um dia, porém, depois de sofrer todo o primeiro mês de aula, reconheci qual era o meu problema. Eu me sentia envergonhado de ser crente. Então eu resolvi tomar uma posição e levei o Senhor a sério. Assumi um compromisso com Jesus.

No dia seguinte, cheguei mais cedo à faculdade e coloquei em cada carteira um Evangelho de João e um folheto “Onde você passará a eternidade?”. Quando os meus colegas chegaram, quiseram saber qual o louco que fizera aquilo. Perguntaram:
- Quem espalhou esses folhetos?
- Eu, Jorge, amigo de vocês. Eu quero me desculpar por não ter revelado antes que sou cristão.

Eu me envergonhei de Jesus, mas agora eu declaro publicamente: eu sou de Cristo!
Daquela posição vacilante que eu ocupara desde o inicio das aulas, passei a líder. Eu assumi todas as lideranças possíveis dentro da faculdade.

Isso só aconteceu porque eu glorifiquei a Deus. Eu o coloquei em primeiro lugar.
Cada homem, mulher, jovem ou criança deve colocar seu compromisso com o Senhor em primeiro lugar.

Certamente isso será um testemunho de vida para todos os que estão à sua volta. Entretanto deve vir do coração, deve haver sinceridade, pois Deus conhece o íntimo de cada um.

Um comprometimento sincero com o Senhor produz um relacionamento muito estreito de amizade com Ele.
O compromisso que assumimos com Deus deve nortear nossa vida. Ele deve estar acima de tudo.

Pr. Jorge Linhares
www.jorgelinhares.com.br

2.5.08

Distribuindo Bíblias em lugares perigosos

www.portasabertas.org.br

Henry descarregando bíblias

COLÔMBIA (50º) - Esta não foi uma viagem comum. Henry sabia que ele viajaria por uma região conhecida pela presença crescente de grupos armados ilegais, um lugar onde a Bíblia é vista como uma arma mortal contra a revolução armada.

Henry estava levando 20 caixas cheias de Bíblias doadas pela Portas Abertas para a Igreja Universal de Cristo, localizada no município de Miraflores, no estado de Guaviare, Colômbia.

Henry, agora um cristão comprometido servindo a igreja perseguida, costumava trabalhar para os insurgentes como militante.

O caminho

Dirigindo um caminhão antes adquirido pelos insurgentes, Henry trouxe suas caixas ao porto do rio. Assim ele poderia continuar sua jornada para Miraflores viajando rio abaixo.

Ele também queria distribuir Bíblias aos cristãos perseguidos e guerrilheiros interessados no Caminho, mesmo que as guerrilhas tivessem banido essa ação meses atrás.

Enquanto Henry procurava por um barqueiro para transportar as caixas, ele achou um velho amigo que costumava trabalhar com ele quando eram guerrilheiros.

Esse homem o apresentou a um capitão de um barco conhecido pelos militantes por transportar a matéria-prima que eles precisavam para produzir cocaína.

Henry não hesitou em aceitar a viagem. Ele sabia que ele poderia passar facilmente pelos pontos de supervisão sem ser questionado.

Durante a viagem de quatro dias pelos rios Unilla, Itilla e Vaupés, ninguém perguntou a ele qualquer coisa, nem a respeito de suas 20 caixas.

Eles pensaram que ele fosse um amigo do capitão, que tinha a confiança dos guerrilheiros.

Quanto Henry estava apenas a 500 metros do seu destino final, 300 homens das forças oficiais estavam patrulhando a área.

De qualquer modo, Henry e seu parceiro passaram sem serem descobertos.

Risco

Estando ele a bordo em um barco ilegal a serviço das guerrilhas, ele poderia no mínimo receber uma sentença de vários anos de prisão se fosse detido. Deus protegeu Henry, um bravo ex-guerrilheiro.

Henry decidiu pedir permissão ao capitão para distribuir alguns presentes que trouxera nas caixas. “Vou dar a você um presente de Deus”, disse Henry ao homem.

Eles se aproximaram curiosos para ver o que era. “Eu tenho Bíblias para vocês”, retrucou Henry.

”Bíblias? Você não sabe que é proibido distribuir ou ler Bíblias aqui?”, um dos homens disse. Ainda surpresos, o resto dos homens a bordo pediram por duas Bíblias, uma para eles e uma para suas esposas.

Em outros portos, não havia oportunidade para pregar, mas Henry compartilhou alguma literatura. “Deus me deu graça no meio do inferno; a luz da Palavra veio até nós”, observou Henry.

Quando Henry finalmente chegou a Miraflores, todos os membros da igreja e o pastor foram apressadamente ao seu encontro para receber as Bíblias, o que para eles pareceu ser como o maior tesouro.

Ninguém naquele lugar possui dinheiro para comprar material cristão, então quando Henry deu a eles Bíblias doadas pela Portas Abertas, todos se empenharam trabalhando juntos para distribuí-las pela região.

Situação dos cristãos

Em Miraflores, Guaviare, as três igrejas cristãs estão fechadas. As famílias dos pastores e membros das igrejas tiveram de fugir para outros lugares.

Cristãos que permaneceram estão vivendo sob constante ameaça. Não é permitido a eles dar oferta e dízimos.

Proibidos de se encontrarem em lugares públicos, alguns cristãos encontram-se secretamente.

Os guerrilheiros entregaram uma igreja cristã ao departamento local para realizar festas comunais. O pastor, Hermes Mondragon, foi banido da cidade. Hoje ele prega em fazendas clandestinamente.

Durante essa visita, Henry orou com seus irmãos em Cristo naquele mesmo lugar onde anos atrás, quando ele era um guerrilheiro, queimou uma bandeira americana em um ato de rebelião.

Deus também protegeu Henry em sua volta para casa, embora ele tenha tido muitos problemas e ameaças. Ele disse que Deus abriu os caminhos para levar Bíblias a Miraflores, e Deus continuará abrindo caminhos no futuro.


Tradução: Luis Felipe Carrijo Silva



Missão Portas Abertas