Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2008

Mateus 6:16-18

Imagem
Que não pareça aos outros que você está jejuando, mas apenas a seu Pai, que vê em secreto. E seu Pai, que vê em secreto, o recompensará. Mateus 6:18

Mensagem:


Muitas pessoas têm gastado tempo e dinheiro tentando perder peso. Alguns freqüentam reuniões semanais e seguem um plano de dieta. Isso é diferente do jejum sobre o qual lemos na Bíblia. A única coisa em comum é a idéia de “fechar a boca”.

Os profetas do Antigo Testamento jejuavam; Jesus e seus discípulos também. O jejum deveria ser levado em conta por todos os seguidores de Cristo: ricos ou pobres, aqueles que têm abundância de alimento e aqueles que têm necessidade. Jesus não disse “se” você jejuar, mas sim “quando” jejuar. Nossa vida egoísta e bem sucedida pede disciplina, sacrifício e um tempo com Deus.

Jejuar é um meio de auto-avaliação e de experiência profunda com a presença e o poder de Deus (Joel 2:12-14).

O jejum deve ser feito de maneira sensata e em segredo. Deus promete que o jejum com propósito e regado pela oração …

O MINISTÉRIO DOS APÓSTOLOS

A história bíblica termina no livro de Atos, que descreve o ministério da igreja primitiva. Em Atos vemos como a mensagem concernente a Jesus - a mensagem da redenção - propagou-se de Jerusalém até Roma, centro do mundo Ocidental.
O livro de Atos mostra a expansão da igreja:
a) Em Jerusalém;
b) De Jerusalém para a Judéia, Samaria e região.
c) De Antioquia até Roma.


a) A Igreja em Jerusalém - As primeiras experiências dos discípulos de Jesus em Jerusalém revelam muita coisa acerca da igreja primitiva. O livro de Atos mostra com que zelo esses cristãos divulgaram as notícias a respeito de Jesus.
O livro inicia-se numa colina próxima a Jerusalém, onde Jesus estava prestes a ascender ao céu. Ele disse aos discípulos: "...ao descer sobre vós o ES, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra" (At 1.8). Esse era o plano de Jesus para evangelizar o mundo.
Po…

Mídia se cala sobre o acordo do governo com a Santa Sé

Imagem
PorLilia Diniz

O Observatório da Imprensa exibido na terça-feira (25/11) pela TV Brasil e pela TV Cultura discutiu a cobertura dos meios de comunicação sobre o acordo firmado no dia 13 de novembro entre o governo brasileiro e a Santa Sé, assinado durante a recente visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Vaticano. A mídia ofereceu pouco espaço ao acordo, que pode ferir o princípio do Estado laico. O tratado, que confere formato jurídico às relações entre o Executivo Brasileiro e a Igreja Católica, tem pontos polêmicos. O acordo prevê, por exemplo, o ensino religioso nas escolas públicas, com presença facultativa, e a possibilidade da anulação do casamento civil no caso o matrimônio religioso ser desfeito. Participaram do debate ao vivo, no estúdio do Rio de Janeiro, o reverendo Guilhermino Silva da Cunha, pastor da Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro, e a pesquisadora e professora da USP Roseli Fischmann. Em Brasília, participou o representante da Conferência Nacional dos…

A origem das igrejas batistas

Dá-se o nome de “Reforma Protestante” ao grande movimento religioso que no século XVI cindiu a igreja cristã em duas partes: a igreja evangélica e a igreja católica romana. Até aquela data havia uma só igreja, mas esta, cheia de erros e de inovações, tinha se desviado bastante dos ensinos bíblicos.

Várias heresias e ensinamentos anti-bíblicos infestavam a igreja: o dogma do papado, a idolatria a imagens, a idolatria a Maria, a salvação pelas obras, as penitências e muitos outros erros que a levaram a esconder a Bíblia do povo.

Houve, no entanto, vários homens que não se conformavam com esse estado de coisas. Eram os que desejavam abolir as práticas e costumes que depunham contra o caráter santo que tem a igreja.

Esses homens foram perseguidos e muitos foram mortos. Homens como Wyclif, John Huss e Savonarola.
A Reforma veio a partir da atuação de um monge alemão, professor de teologia, chamado Martinho Lutero. Ele se rebelou contra a venda de indulgências (venda de remissão de pecado…

Recomendação contra a crise

Pastor americano manda seguidores praticarem sexo para esquecer problemas financeiros.

O pastor de uma igreja batista no norte do Texas lançou um desafio aos seus seguidores: praticar sexo durante uma semana inteira, como maneira de esquecer problemas financeiros e reforçar os laços do casamento.

Preocupações com dinheiro e crianças atrapalham qualquer matrimônio, disse o pastor Ed Young, da Fellowsship Church. E sexo, garantiu, limpa a cabeça.

Em seus sermões, Ed Young costuma dizer que é hora de recolocar Deus na cama.

E desafiou os casados entre si da sua igreja, mais de 20 mil pessoas a praticar sexo pelo menos uma vez por dia durante uma semana inteira.

A semana de sexo terminou neste último domingo e, segundo o jornal New York Times, que deu grande destaque ao desafio, havia muita gente sorridente na missa.

Quanto ao pastor Young, exortou seu rebanho a …

A Crise Financeira Mundial e a Bíblia

Por Rui Fernandes
Gostaria de tecer algumas considerações preliminares sobre a atual crise financeira mundial e sua relação com o cumprimento das profecias bíblicas. Este tema não se esgotaria com uma simples mensagem, mas é de extrema relevância observarmos estes fatos à luz da história e principalmente, através da Bíblia.No dia 15 de setembro de 2008, uma segunda-feira, o sinal de alerta foi dado após mais uma falência de um banco estadunidense, decorrente de um processo de crise do sistema de financiamento de imóveis da economia hegemônica da atualidade, os Estados Unidos, iniciado em agosto de 2007. Esta crise tem respingado em outros países, como a Inglaterra, Espanha e até na distante e gélida Islândia. Naquele dia, as ações das bolsas de valores do mundo inteiro sofreram fortes quedas, deixando em polvorosa muita gente: do simples cidadão até o alto escalão dos Chefes de Estado e de Governo de várias nações.Esta crise mal começou e não é uma "marola" com tem afirmado o…

O “POLITICAMENTE CORRETO” É DO DIABO

A pessoa “politicamente correta” é aquela que aprendeu e pratica a moral da civilização pós-moderna. Ser “politicamente correto” é ser diplomático sempre. É não enfrentar nada, sempre em nome da boa educação — mas que pára o fluxo da sinceridade em amor. Ser “politicamente correto” é seguir o fluxo civilizatório como dogma religioso. É ser contra falar qualquer coisa sobre qualquer tema controvertido. Têm suas opiniões, mas em público nada dizem sobre nada. Quando o tema é política, votam, mas jamais dizem o que pensam. E quando o tema é a fé, rebelam-se apenas contra os fanáticos estereotipados, mas não são capazes de dizer ao Dalai Lama o que pensam sobre Jesus, pois, para eles, seria deselegante. A pessoa “politicamente correta” é mestre em comer galinha enquanto desmaia se vir cortarem-lhe a cabeça para preparar a panelada. Comem carne de animal, desde que não vejam a “maldade” da morte dele. Assim, são grandes estetas. Vivem de aparências e de elegâncias. Controlam tudo o que diz…

Reencarnação à Luz da Bíblia

Allan Kardec, pseudônimo de Hippolyte Léon Denizard Rivail. Conhecido mundialmente como o codificador do Espiritismo, sintetizou a doutrina da reencarnação na seguinte frase colocada em seu túmulo, no cemitério de Pére Lachaise, em Paris: "Nascer, morrer, renascer e progredir sempre. Essa é a lei"

Julgava ele ser a reencarnação de um poeta druida, segundo comunicação que recebera do "Espírito de Verdade", em 25 de março de 1855. Hoje é mais conhecido pelo seu pseudônimo do que por seu próprio nome. A palavra reencarnação, composta do prefixo "re" (repetição) e do verbo "encarnar" (tornar a tomar corpo) é entendida pelos espíritas como meio de purificação do espírito. Explicando a necessidade da reencarnação para se tornar um espírito puro, Allan Kardec (AK daqui para frente) declara que, quando o espírito não atinge a perfeição durante a vida corpórea, é submetido a nova existência, que …

A verdadeira santidade

Imagem
Para que sejamos uma geração que marca na hora da conquista, é imprescindível que vivamos a verdadeira santidade. Ninguém, na história da igreja, fez grandes conquistas sem viver a verdadeira santidade.

Don Richardson foi um grande missionário do século XX. Numa das suas preleções, ele contou a história da conversão de um povo que vivia na Nova Guiné (um país que fica próximo à Austrália). Esse povo era conhecido como “Dunis”, e viviam, em pleno século XX, como se estivessem na Idade da Pedra. Eles jamais tinham tido qualquer contato com alguma pessoa civilizada, e portanto, nunca tinham tido contato com o evangelho. Uma característica dos “Dunis” que chamou a atenção dos missionários era que 90 a 95 por cento das pessoas daquele povo tinham menos do que cinco dedos nas mãos; alguns tinham apenas dois dedos na mão esquerda e três na direita. Aquilo intrigou os missionários, mas eles não obtiveram uma resposta para aquele fato até que morreu uma pessoa da tribo.

O ritual fúnebre praticad…

Sob Suas Asas estareis seguros

Imagem
Filip. 4:6,11,13, 19 – Mt. 6: 25,26,33,34 O problema do desemprego está batendo cada vez mais forte na porta de muitos brasileiros. O índice de pessoas desempregadas tem aumentado a cada dia assustadoramente. Lares onde havia certa segurança, certa tranqüilidade, hoje se encontram em clima de incertezas, falta de esperança e até desespero. Diante desta realidade que não se pode fugir é importante estarmos sintonizados na freqüência de Deus. Eu não sei se você já teve esta experiência de tentar sintonizar uma rádio em meio a ruídos, e que por não conseguirmos logo acabamos desistindo. De fato existem pessoas neste mundo que tentam a todo custo encontrar a freqüência de Deus, mas parece que a emissora saiu do ar ou se encontra em manutenção.É como se Deus estivesse mudo ou que estivessem ouvindo sons misturados, chiados apenas. Deus quer falar conosco nesta oportunidade, por isso devemos estar atentos na freqüência de Deus neste momento: 1. Independentemente de nossa condição financeira…

Por dentro da organização não-governamental chinesa que mais cresce

Imagem
Culto em igreja não-registrada na China
CHINA (10º) - Zhao Xiao, um ex-representante do Partido Comunista e convertido ao cristianismo, sorri por trás de uma xícara de chá e afirma acreditar que há cerca de 130 milhões de cristãos na China. Isso é muito maior do que as estimativas anteriores. O governo alega que há 21 milhões, sendo 16 milhões protestantes e cinco milhões católicos. Números não oficiais, como o fornecido pelo Centre for the Study of Global Christianity [Centro para o Estudo do Cristianismo Global], em Massachusetts, indicam 70 milhões. No entanto, Zhao não está sozinho em sua estimativa. No estudo sobre a China realizado pelo Pew Forum on Religion and Public Life [Pew Fórum sobre Religião e Vida Pública], um núcleo de pesquisas norte-americano – afirma que dados de pesquisas indiretas sugerem que muitos cristãos não-filiados estão fora dos números oficiais. E, de acordo com a ChinaAid Association [Associaç…