Postagens

Mostrando postagens de 2018

Ministério Público alerta igrejas sobre propaganda eleitoral irregular em templos

Do Gospel+
Com o clima efervescente no país, as eleições presidenciais se aproximam e o Ministério Público Eleitoral (MPE) reforçou a ilegalidade dos atos de propaganda eleitoral durante a campanha em templos religiosos, prática amplamente comum nas igrejas evangélicas. A procuradora Regional Eleitoral Cristina Nascimento de Melo fez uma recomendação para que as igrejas e candidatos evitem problemas com a Justiça Eleitoral por propaganda irregular nos templos. De acordo com informações do portal O Documento, a procuradora eleitoral decidiu fazer o alerta a pastores e outros líderes religiosos de forma antecipada, e assim, prevenir o descumprimento da lei e o uso de comunidades de fé como feudo político.

Doria e Flávio Rocha participam da Marcha para Jesus em SP

Imagem
Um dia após anunciar o apoio do PRB à pré-candidatura de João Doria (PSDB) ao governo de São Paulo, o empresário Flávio Rocha, presidenciável do PRB e membro da igreja Sara Nossa Terra, parcipa junto com o tucano à 26ª Marcha para Jesus, evento organizado pela igreja Renascer na capital paulista, que acontece nesta quinta (31). O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), também pré-candidato ao Planalto, chegou ao evento às 16h. Antes do evento, Doria e Rocha pararam para tomar café em uma lanchonete e cumprimentar eleitores. Fonte: Uol

Bolsonaro participa da Marcha para Jesus em São Paulo

Imagem
Poder360 O deputado federal Jair Bolsonaro, embora se diga católico, participou em 2015. Nesta quinta-feira (31) ele voltará a prestigiar o evento, desta vez na condição de e pré-candidato à Presidência pelo PSL. Este ano, o convite a Bolsonaro foi feito pelo senador Magno Malta (PR/ES), que é especulado para ser o vice da chapa.

Vigília Lula Livre: Frente Evangélicos pelo Estado de Direito, em Curitiba

Defender Lula hoje é defender a democracia e o restabelecimento de direitos extintos depois do golpe contra Dilma Rousseff, analisou Wagner Wilian. "Os direitos básicos do ser humano são defendidos pelo cristianismo. Lula não queria ver o brasileiro passando fome, sem saneamento básico. O papel do evangélico hoje não é se tornar petista, mas ler a Bíblia é entender que cristianismo não combina com derrocada de direitos", afirmou.  Promover o debate sobre as desigualdades sociais é atribuição dos evangélicos nesse momento crítico para o país, afirmou o pastor Mike Viana. Ele considera que os pastores "midiáticos", como Silas Malafaia, Magno Malta e Marcos Feliciano, não representam a integridade da comunidade evangélica. "Temos uma nova geração. Quando da ocupação das escolas públicas, vários estudantes evangélicos encabeçaram o movimento", aponta.  O pastor João Mario acredita que o debate puxado pela Frente Evangélica vai contribuir para levar os fiéis …