30.11.11

Deus Está Contigo: Foram Últimas Palavras de Dudu a Carlinhos De Jesus

Por Ana Araújo|Repórter do The Christian Post


O dançarino e coreógrafo Carlinhos de Jesus chamou a atenção do público durante entrevista dada à Ana Maria Braga, no programa “Mais Você”, da Rede Globo. Entre as declarações mais polêmicas, foi a afirmação que ele quer olhar no olho do assassino de seu filho e deseja seu sofrimento.
Ele chorou ao se lembrar da última mensagem que recebeu do filho. Como os dois viajavam muito, eles sempre se comunicavam via Twitter, trocando mensagens sobre onde estavam.

"Mas 20 horas antes de ele morer, eu estava em Caxias do Sul (RS) e recebi uma mensagen dele que não entendi. Dizia ‘Deus está contigo’. Eu retornei e perguntei 'Tudo bem, filho?', e ele disse 'Tudo bem'", contou.
Carlos Eduardo Mendes de Jesus, Dudu, foi morto com oito tiros no dia 19, quando saía de um bar em Realengo, na Zona Oeste do Rio. Segundo a polícia, os tiros teriam sido disparados por dois homens em uma motocicleta. Após o assassinato, os suspeitos fugiram.
Mesmo ainda sem novidades nas investigações, o dançarino está confiante na polícia e acredita que o Disque-Denúncia fará a diferença.
"Não sou de vingança e não quero que a pessoa que fez isso morra porque os pais dele vão sofrer o que eu estou sofrendo. Mas quero que ele pague, que viva a cada instante a dor que estou sentindo", disse o coreógrafo.
Ele já tem um suspeito: “Ele namorou uma mulher, a paixão de um homem que não se conformou. Ele se vingou do meu filho.”
No entanto, as linhas de investigação da polícia para esclarecer a morte de Dudu é de que o crime tenha sido cometido por outra vingança.
Ele era vocalista da banda Samba Firme e, cerca de um mês antes do crime, integrantes do grupo teriam se envolvido numa briga com um policial militar em uma festa, na rua Rio da Prata, em Bangu, também na Zona Oeste.
A polícia já analisou as imagens das câmeras de vigilância que ficam próximas à área em que Dudu foi morto, mas não conseguiu identificar os assassinos.
Carlinhos não acredita que seu filho tinha inimigos. "Dudu tinha 32 anos, mas uma cabeça de 18, 19. Estava sempre alegre e não pensava no amanhã. Vivia o momento, o dia de hoje e amava a música. Ele mesmo dizia que a vida dele era tocar, cantar e namorar".
Emocionado, o coreógrafo disse ainda que quando recebeu por telefone a notícia da morte do filho achou que era uma brincadeira de mau gosto.
"Falei no celular: 'Parem com isso, não é hora para esse tipo de brincadeira'. Depois vi que o número registrado no celular era da produtora dele, a Luciana. Liguei de novo e pedi para ela: 'Diz que é brincadeira'. Mas ela começou a chorar...", contou Carlinhos, que não tirou os óculos escuros durante a entrevista. Fonte: The Christian Post
jovensqueoram.blogspot.com

Faz Chover - Salomão do Reggae - 6ª Básica - Lagoinha

Diante do Trono é o destaque da primeira edição do Troféu Promessas

Henrique PortoDo G1 RJ
A banda mineira Diante do Trono foi o grande destaque da primeira edição do Troféu Promessas, premiação voltada ao cenário musical evangélico brasileiro e realizada na noite desta terça-feira (29), no Rio. Indicado em quatro categorias, o grupo liderado pela cantora Ana Paula Valadão foi eleito Melhor DVD/Blu-Ray e Melhor Ministério do Louvor por votação popular — segundo os organizadores, mais de 5 milhões de pessoas elegeram seus artistas preferidos nas nove categorias do prêmio através da internet e mensagens enviadas por SMS.


"Ganhar o prêmio de Melhor DVD foi especial para mim, pois todos os anos procuramos os lugares do Brasil onde se realizam as grandes festas populares, justamente para celebramos Jesus. E o DVD 'Aleluia', com o qual fomos premiados, foi gravado em Barretos, mesmo local da grande Festa do Peão de Boiadeiro. Por isso, foi maravilhoso", disse Ana Paula, elogiando a realização da premiação: "Conseguimos transmitir aqui a verdadeira motivação da nossa música, que é louvor, agradecimento e oração." 



Veja a lista completa dos vencedores do Trofeu Promessas:
MELHOR VIDEOCLIPE
"Pavão Pavãozinho", Fernanda Brum
MELHOR CD
"Diamante", Damares
MELHOR DVD/BLU-RAY
"Aleluia", Diante do Trono
REVELAÇÃO
Thalles
MELHOR GRUPO
Trazendo a Arca
MELHOR MINISTÉRIO DO LOUVOR
Ministério de Louvor Diante do Trono

MELHOR CANTOR
André Valadão
MELHOR CANTORA
Aline Barros
MELHOR MÚSICA
"Sou humano", Bruna Karla
HOMENAGEM
Asaph
Com informações do G1
jovensqueoram.blogspot.com

Hoje é o Dia Nacional do Evangélico e em Brasília é ponto facultativo


O ex-presidente Lula sancionou ainda em seu governo, a Lei Nº 12.328 que torna o dia 30 de novembro o Dia Nacional do Evangélico, mas líderes evangélicos criticaram o código.
Saiu no Diário Oficial do dia 15 de setembro de 2010 o decreto que sanciona o Dia Nacional do Evangélico. No entanto, a data não significa mais um feriado no mês de novembro nem sequer ponto facultativo no Brasil.
A lei instituída pelo governo anterior foi criticada por líderes evangélicos que se mostraram surpresos com o projeto. O presidente da Catedral Presbiteriana do Rio e da Academia Evangélica de Letras do Brasil, Reverendo Guilhermino Cunha disse: “É uma iniciativa simpática, mas, todavia, a República nasceu laica e precisa continuar laico. Defendo a separação entre Igreja e Estado para que haja democracia. O presidente precisa despertar para esse aspecto da Constituição”.
O Dia do Evangélico já faz parte do calendário oficial brasiliense e é considerado ponto facultativo no Distrito Federal. A data foi criada e garantida pela lei 893/95, a partir de um projeto do então deputado distrital Carlos Xavier. Com informações site Verdade Gospel
jovensqueoram.blogspot.com

29.11.11

Nestlé vai investigar se há trabalho infantil no cacau que compra

BBC filmou crianças trabalhando em lavouras
 de cacau na Costa do Marfim
A Nestlé, o maior grupo de alimentos do mundo, anunciou que vai investigar se o cacau comprado por suas empresas utiliza trabalho infantil.




No mês passado, a BBC filmou crianças cortando cacau na Costa do Marfim. Uma das crianças disse que não vê sua família há três anos.
O vice-presidente de operações da empresa, José Lopez, diz que está claro que a forma atual da cadeia do cacau, que envolve trabalho infantil entre os intermediários, não é sustentável.
O caminho do cacau até o chocolate vendido nas lojas é complexo e cheio de intermediários. As sacas de cacau são enviadas da África para Europa e Estados Unidos sem rótulos que indiquem a origem do produto.
A Nestlé quer começar a rastrear o caminho percorrido pelo cacau desde a sua origem até as lojas. Ativistas dizem que esse tipo de promessa já foi feito antes, e cobram resultados mais concretos da investigação.
A investigação da Nestlé começará em dezembro.
Fonte: BBC

Fernanda Brum: Pirataria é pecado, é crime.

Além de responsável pelo sucesso de artistas como Aline Barros, Thalles e o Diante do Trono, a popularidade alcançada pela música gospel no Brasil vem ajudando os músicos também em relação à pirataria. É o que revela a cantora carioca Fernanda Brum.



"Nosso público é muito fiel, que entende que pirataria é pecado, é crime. Essa nossa pregação é muito clara. O povo não quer comprar o que é ilegal", disse Fernanda, contando que a própria plateia denunciou a venda de CDs piratas durante uma apresentação no município de Açu, no Rio Grande do Norte, há dois dias: "Falaram que era uma promoçao minha", acrescentou.
Apesar de considerar a internet uma aliada na comunicação com os fãs, Fernanda revela que ainda não pretende em lançar suas músicas digitalmente.
"Não temos a menor pretensão de colocar música na internet, mas não acho que seja errado. Mas hoje nós ainda vendemos muito CD. Essa realidade tem que ser mantida", justificou Fernanda, referindo-se também à pirataria digital. "Espero que esse maremoto não nos alcance." Com informação do G1    
jovensqueoram.blogspot.com

Nossos ídolos são mais cheirosos

Digão

Nas últimas eleições, viu-se brotar na população, especialmente no pessoal que freqüenta a internet, um sentimento de radicalismo poucas vezes visto. Vi muitos irmãos chamando a presidente Dilma de “marionete sociopata” e outros mimos do gênero, mas quando confrontados com a mentira que proferiam, emitiam impropérios terríveis.

Creio que isso decorre de um dormente preconceito de classes. Afinal, Dilma, como sucessora de Lula, seria uma representante das camadas mais pobres do Brasil, enquanto que José Serra, seu principal oponente, seria representante daquilo que Eliane Cantanhêde classificou (em ato falho) de “massas cheirosas”. A casa grande, em nosso país, está custando a saber conviver em um mesmo espaço com a senzala.

Mas o mais cruel disso tudo é o que vejo na internet em relação aos ídolos da chamada igreja evangélica. Se questionarmos certas figuras, com certeza sabemos que seremos aplaudidos. Afinal, esses vendilhões só sabem se locupletar do dinheiro dos pobres indefesos. Porém, se pensarmos em questionar outras vacas sagradas, aí o tempo fecha. Afinal, eles não se aproveitam do dinheiro alheio, são sensíveis, cultos e recitam poesia. E o melhor de tudo, são brancos.

Qualquer livro de sociologia da religião apontará que as igrejas pentecostais e neopentecostais possuem maior penetração nos meios sociais mais carentes, ao passo que as igrejas históricas têm seu público alvo nas classes sociais mais favorecidas. Isso é simples de se verificar fazendo um passeio em uma grande cidade, onde há grande número de igrejas pentecostais e neopentecostais em áreas pobres, enquanto que o número de igrejas históricas nesses lugares é bem menor.

É por isso que é muito fácil criticar o mercantilismo de Edir Macedo, mas quase uma heresia criticar a incoerência teológica de Ricardo Gondim. É fácil questionar Malafaia e sua sede desmedida de dinheiro e poder, mas é sacrilégio questionar Caio Fábio, que detona a igreja evangélica mesmo sendo membro da Catedral Presbiteriana do Rio. É fácil apontar a idolatria dos outros, mas é impensável apontar a nossa própria idolatria. Afinal, o sonho e a vocação da igreja evangélica (de acordo com Emile Leonard) é ser classe média e, portanto, “massa cheirosa”, ao contrário dos outros, dos pobres, da “gente diferenciada”. Mas, no frigir dos ovos, somos tão idólatras quanto aqueles que acusamos. Só não queremos nos aperceber disso. Do site  GENIZAH Apologética com Humor

Jovens evangélicos fazem paródia com a canção “Ai se eu te pego” de Michel Teló


Dois jovens evangélicos resolveram fazer uma paródia gospel com a música “Ai Se eu Te Pego” uma canção de duplo sentido que é sucesso nas rádios de todo Brasil. Na versão evangélica é “Assim eu Prego” e o refrão “nossa, nossa” virou “glória, gloria”.
O vídeo foi postado por Paulo Peres no Youtube no dia 13 de setembro e já teve mais de 2.500 acessos. Várias pessoas comentaram elogiando a versão dos jovens, outras porém não gostaram da paródia.
O cantor Michel Telo não é evangélico, mas já fez participações no CD de Marcelo Aguiar cantando a música “Ao único que é Digno”, agora ele se prepara para gravar músicas românticas também com Marcelo Aguiar em parceria com Eduardo Costa.
Paródia / Original:
Glória, Glória! / Nossa, nossa
A Ele toda Glória! / Assim você me mata
Assim eu prego, Assim eu prego / Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego
Domingo, na igreja / Sábado na balada
O pastor me chamou para pregar / A galera começou a dançar
Me inspirei na palavra mais linda / E passou a menina mais linda
Tomei coragem e comecei a falar / Tomei coragem e comecei a falar
Glória, Glória! / Nossa, nossa
A Ele toda Glória! / Assim você me mata
Assim eu prego, Assim eu prego / Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego
Ouça a canção:
Fonte: Gospelprime
jovensqueoram.blogspot.com

Revista norte-americana chama Dilma de "a ungida", elogia o Brasil e tenta explicar o crescimento econômico


Em reportagem que ocupa 14 páginas da edição que chegou nesta segunda-feira às bancas, a revista norte-americana “New Yorker” chama a presidente Dilma Rousseff de “a ungida”, descreve o Brasil como “caoticamente democrático”, espanta-se com o crescimento do país e critica o ex-presidente Lula por não dar créditos à política econômica de seu antecessor, Fernando Henrique Cardoso.
O texto, assinado por Nicholas Lemann, é um dos principais destaques da edição, que circula com data de capa de 5 de dezembro. “O Brasil funciona de maneira que nós (americanos e europeus) fomos condicionados a pensar que são incompatíveis com uma sociedade livre bem-sucedida”, escreve ele.
Lemman cita a corrupção, as taxas de criminalidade, a educação de má qualidade, as estradas ruins e os portos que mal funcionam, para observar que, apesar dos problemas,  “o país alcançou uma rara trifeta (modalidade de aposta em que o apostador acerta, no mesmo páreo, os três primeiros cavalos, pela ordem de chegada): alto crescimento econômico (diferentemente de Estados Unidos e Europa), liberdade política (diferentemente da China) e desigualdade em baixa (diferentemente de quase todos os lugares). Como isso está acontecendo?”.
O título da reportagem (“A ungida”) é explicado pelo papel do ex-presidente Lula em sua eleição. “Ela é presidente hoje graças à decisão de Lula de fazê-la presidente”, escreve. “Ela venceu a eleição por causa do enorme apoio obtido em partes do Brasil onde Lula é quase um "deus" – os pobres, principalmente, do Nordeste afro-brasileiro.”
Com informações do portal UOL
jovensqueoram.blogspot.com

Falcão vive pastor na comédia 'Um Assalto de Fé', diz jornal


Estreia no dia 2 de dezembro o filme Um Assalto de Fé, que fala de uma fictícia igreja evangélica que faz de tudo para pegar dinheiro dos fiéis. O cantor Falcão vive o pastor Rick que tenta de todas as formas conseguir o dízimo de seus seguidores. As informações são do
 jornal Folha de S. Paulo.


A comédia também fala de uma gangue que planeja roubar a igreja, tendo como líder Galinha Preta, interpretado por Alexandre Carlos, vocalista da banda Natiruts. Este é o primeiro filme de Cibele Amaral, que afirmou que nos testes de audiência a história foi bem aceita pelos evangélicos. TERRA

jovensqueoram.blogspot.com