31.5.10

Israel ataca frota de ajuda a Gaza e mata ao menos dez

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

A Marinha de Israel atacou nesta segunda-feira uma frota de embarcações com ativistas pró-palestinos que tentavam furar o bloqueio à Faixa de Gaza e entregar suprimentos à região.

Segundo a TV israelense, pelo menos 10 pessoas teriam morrido. Em um comunicado, a Marinha de Israel disse ter respondido a disparos que partiram das embarcações durante a abordagem.

Em entrevista à rádio do Exército, o ministro da Indústria e Comércio de Israel, Binyamin Ben-Eliezer, disse lamentar as mortes.

A exata localização das embarcações é incerta. Israel teria advertido as embarcações para que não invadissem suas águas territoriais.

Mas, segundo os ativistas, os barcos estavam em águas internacionais, a mais de 60 quilômetros da costa.

Fonte: BBC Brasil

29.5.10

"Dez grandes" mentiras da mídia sobre Israel

Michel Collon, jornalista belga e autor, em seu livro "Israel, vamos falar sobre isso", criticou os meios de comunicação europeus por "mentir" ao longo de décadas ao povo, a fim de apoiar Israel.


Collon, em seu livro, enumera "10 grandes mentiras" espalhadas pela mídia ocidental, a fim de "justificar a existência e as ações de Israel", que são resumidamente apresentadas a seguir:

1. A primeira mentira é que Israel foi criada em reação ao massacre de judeus durante a Segunda Guerra Mundial.

Esta noção é completamente errada. Israel é na verdade um projeto dominador, que foi aprovado no Primeiro Congresso Sionista na Basiléia, Suíça, em 1897, quando judeus nacionalistas decidiram ocupar a Palestina.

2. A segunda justificativa para a criação e legitimação de Israel é a de que os judeus estavam regressando à terra de seus antepassados, de onde haviam sido expulsos em 70 dC. Isto é falso.Falei com o famoso historiador israelense Shlomo Sand e outros historiadores e todos eles acreditam que não houve "êxodo"," então, "retorno" não faz sentido. As pessoas que sairam da Palestina não deixaram suas terras na éra antiga.

Na verdade, os descendentes de judeus residentes na Palestina, são as pessoas que vivem atualmente na Palestina. São aqueles que dizem que querem voltar às suas terras de origem - a Europa Ocidental e Oriental e África do Norte.

Sand diz que não há uma nação judaica. Os judeus não têm história em comum, a língua ou a cultura. A única coisa em comum entre eles é a sua religião, e a religião não faz uma nação.

3. A terceira mentira é que quando os judeus imigrantes ocuparam a Palestina, era um paísvazio e simples.

No entanto, existem documentos e evidências que provam que no século 19, os produtos agrícolas da Palestina foram exportados para diversos países, incluindo a França.

4. Em quarto lugar, algumas pessoas dizem que palestinos deixaram o seu país, por sua própria vontade.

Esta é outra mentira, que muita gente acredita, inclusive eu. Até historiadores israelenses como Benny Morris e Ilan Pappe, afirmarem que os palestinos foram expulsos e banidos de suas terras pelo uso da força e do terror.

5. Diz-se que, hoje, Israel é a única democracia no Oriente Médio e deve ser protegida, é o "governo da lei".

Mas na minha opinião não só não é o governo da lei, é o único regime que nenhuma lei define o seu território e fronteiras. Todos os países do mundo têm uma constituição que define seus limites, mas tal coisa não se aplica a Israel. Israel é um projeto expansionista que não conhece fronteiras, e sua lei é completamente racista, de acordo com esta lei de Israel é o país para os judeus, e seus cidadãos não-judeus não são considerados humanos. Essa lei é uma contradição com a democracia.

6. Diz-se que os E.U. tentam proteger a democracia no Oriente Médio, protegendo Israel. E nós sabemos que os E.U. dão ajuda financeira anual a Israel no montante de 3 bilhões de dólares. Este dinheiro é usado para bombardear os países vizinhos de Israel.

Mas a América não é depois de estabelecer a democracia no Oriente Médio, ela quer que o fluxo de óleo não seja perturbado.

7. Eles fingem que os E.U. estão em busca de um acordo entre Israel ea Palestina.

Isso também é completamente errado e uma mentira. O antigo chefe de política externa da UE, Javier Solana, disse a Israel que "você é o 21o. país da União Europeia." As indústrias europeias de armas cooperam com a indústria militar israelense e os apoia financeiramente. Mas quando os palestinos elegeram o seu governo, a Europa não o reconheceu e deu a luz verde para Israel atacar a Faixa de Gaza.
8. Quando se fala sobre estes fatos e da história de Israel e da Palestina, quando se revela o interesse E.U. nesta situação, eles o chamam de anti-semita para mantê-lo calado.

Mas devemos dizer que, quando nós criticamos Israel, não é o racismo ou o anti-semitismo. Nós criticamos um governo que não acredita na igualdade de judeus, cristãos e muçulmanos, e assim destrói a paz entre seguidores de diferentes religiões.

9. É a mídia de massa que causa a violência e o terrorismo, dizem os palestinos. Nós dizemos que a ocupação do exército de Israel é a violência e, a política que tem roubado a terra e a casa dos palestinos é a violência.

10. Uma questão que é levantada é que não há nenhuma maneira para resolver esta situação, e não há solução para o ódio eo rancor causado por Israel e seus cúmplices.

Mas há uma solução. A única coisa que pode parar este processo é a pressão pública sobre os cúmplices de Israel, os E.U. e na Europa e outras partes do mundo, a pressão pública sobre os meios de comunicação de massa, que abstem-se de dizer a verdade sobre Israel, e usando a Internet ou qualquer outros meios de comunicação que permitam publicar notícias reais sobre a Palestina.

MYA MGH /

Fonte: Brasilianas.org

LAR, DOCE LAR






Todos os vossos atos sejam feitos com amor.
1 Coríntios 16.14


Alguém afirmou que o termo lar tem a sua origem na palavra lareira, lugar onde as pessoas se juntam e se aquecem. A bem da verdade, lar é mais do que um lugar físico onde moramos. É um lugar de relacionamentos, convívio e comunhão. Muitos têm uma residência com endereço, mas não têm um lar.

A doçura do lar consiste na presença de Jesus (Mt 28.20). Nada se compara à presença de Jesus Cristo. É ele que leva o nosso fardo, mata a nossa sede, abençoa o nosso pão, nos carrega em seus braços e nos guarda de todo mal. Ele nos encoraja dizendo: “Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel” Is 41.10.

A doçura do lar é fruto da transparência, do andarmos na luz, na retidão, na verdade, suportarmos uns aos outros, reconhecermos o senhorio de Cristo e nos enchermos cada dia do Espírito Santo.

Ore


Pai querido, vem com o teu doce amor abraçar cada membro da minha família para que possamos viver em um “lar, doce lar”. No amor de Jesus. Amém.

Pense


O amor é característica do cristão maduro.

28.5.10

Festival da Esperança

Evento reune Franklin Graham, Ana Paula Valadão, Michael W. Smith e outros

Depois de relutar em seguir os passos do pai e, assim, se transformar no seu sucessor nato, o norte-americano Franklin Graham, de 58 anos, pregou, pela primeira vez na vida, há 27 anos. Naquela noite, Graham teve uma experiência desanimadora diante de 1 mil pessoas e jurou que nunca mais pregaria. Mas o mesmo convite, vindo de um amigo e pastor evangélico, John Wesley White, surgiu seis anos depois, em uma cruzada evangélica. Ele aceitou e o povo, para quem declamaria palavras de salvação e de esperança, ouviu suas palavras. De lá para cá, Franklin não apenas reviveu a história de seu pai, Billy Graham – que pregou o Evangelho para mais de 200 milhões de pessoas, ao vivo, em centenas de cruzadas, e hoje tem Mal de Alzheimer, aos 91 anos de idade –, como promove, anualmente, uma dezena de festivais evangélicos pelo mundo, e dirige uma organização humanitária cristã, a Bolsa do Samaritano, que atua em cerca de 100 países e também em catástrofes, como a do terremoto que destruiu parte do Haiti.

Esta semana, Franklin Graham chega ao Brasil, mais precisamente a Santa Luzia, na Grande Belo Horizonte, para o segundo festival de 2010, que será realizado no Mega Space. Ele estará acompanhado de artistas – como Ana Paula Valadão, Michael W. Smith, Toque no Altar, Tommy Coomes, Dennis Agajanian e David Quinlan –, que vão se apresentar no Festival da Esperança, com músicos locais e coral de voluntários de igrejas da região. Franklin esteve no Brasil em 2001, em Recife; e seu pai, em 1974, no Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira, o evento é aberto somente a igrejas; quinta e sexta-feira, começa às 19h, e no sábado, às 8h, com programação infantil; e, às 18h, para adultos.

Em entrevista ao Estado de Minas por e-mail, o missionário disse que Santa Luzia foi escolhida porque ele vinha recebendo inúmeros convites das igrejas mineiras há anos. Sua mensagem durante todo o evento é de fé e esperança. “As pessoas estão procurando por esperança. A situação econômica mundial está se deteriorando e as pessoas querem saber que esperança podemos ter para o futuro. Quero que elas saibam que podem ter esperança eterna por meio de Jesus Cristo”, diz.

O Festival da Esperança é gratuito. Mais de 1 mil igrejas da Região Metropolitana de Belo Horizonte estão envolvidas, e o público esperado é de 220 mil pessoas. Só para ter ideia, o coral que se apresentará diariamente conta com 2 mil vozes. O espaço terá estrutura especial e, para o transporte, serão disponibilizados 600 ônibus, parte deles saindo da Estação BHBus São Gabriel, a partir das 16h.

Caixas de sapato

Assim como todas as outras cidades que foram sede do festival, Belo Horizonte receberá também um dos projetos assistenciais da organização cristã internacional de ajuda humanitária da Bolsa do Samaritano, também presidida por Graham. São as Caixinhas da Esperança, caixas de sapato repletas de presentes dentro, que serão distribuídas a crianças de mais de 100 comunidades carentes da região metropolitana, escolhidas pela organização do evento. Vão desde brinquedos a roupas e produtos educacionais e de higiene pessoal. As doações vieram de outros países por onde o festival já passou. Na sexta-feira, o próprio missionário Franklin fará a distribuição dos presentes a crianças de uma comunidade escolhida.

Serviço


Festival da Esperança
Mega Space – Avenida das Indústrias, 3.000 – Distrito Industrial II – Santa Luzia
Amanhã e sexta-feira, às 19h; e no sábado, às 8h, a programação infantil; e, às 18h, para adultos.
Gratuito

Fonte: Uai

27.5.10

Pedofilia: o calcanhar de Aquiles da Igreja Católica no século 21

Advogada criadora do primeiro site de combate aos casos de abuso sexual contra menores diz que "máfias da pedofilia" estão fora do alcance da Justiça

Por Leandro Duarte e Carlos Gutemberg

Mesmo com a aprovação da Lei 12.015, sancionada em agosto do ano passado, que trata da pedofilia e aumenta a pena para os crimes de estupro (contra maiores de 14 anos e menores de 18 anos, a punição pode variar de 8 a 12 anos de prisão – atualmente, o acusado pode pegar de 6 a 10 anos de detenção), a legislação brasileira ainda está longe de ser eficaz no que diz respeito aos delitos cometidos na internet.

A advogada Roseane Miranda, criadora do primeiro site com o intuito de combater os casos de violência sexual contra crianças praticados no Brasil (www.censura.com.br), defende que sejam criadas leis específicas sobre a rede mundial de computadores. Segundo ela, as mudanças acontecem de forma muito lenta.

“O Código Penal, que é de 1940, está, aos poucos, sendo adaptado às novas realidades dos crimes contra crianças, como a questão da pedofilia. Todavia, para o crime de pedofilia na internet, estamos completamente órfãos, já que, definitivamente, inexistem leis nesse sentido”, adverte Roseane.

De acordo com a advogada, os juristas têm muita dificuldade para tornar punível o crime na grande rede. “Não existem leis suficientes. Há previsão (Lei 11829/2008) de penas de até 8 anos para quem produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cenas de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente. A punição é a mesma para quem vender, expuser ou armazenar esse material, mas só se restringe à isso. As demais investigações e responsabilidades que envolvam supostos sequestradores de crianças para esse fim, as máfias da pedofilia, ainda estão fora do alcance da lei”, alerta.

Defensora de leis mais severas no âmbito digital, Roseane diz que o Código Penal precisa de um texto específico para determinar o que é delito na internet: “No que se refere à punibilidade pelo crime real de abuso, o indivíduo que fizer parte de uma rede de pedofilia deveria ser julgado por isso, ou seja, levando-se em conta os riscos desse crime virtual.”

Ela lamenta, ainda, o fato de a pedofilia não ser tratada como doença. “Por conta disso, o pedófilo, geralmente, torna ao crime depois que é solto. Primeiro, acho que a lei deve ser mais dura quanto às penas. Porém, para casos de pedofilia, deveria haver tratamento médico (psiquiátrico), já que o indivíduo que comete esse tipo de crime sofre de um distúrbio, uma parafilia (comportamento sexual incomum), e, como tal, deve receber tratamento. No caso dos doentes sem controle, apoio uma internação constante em manicômios judiciários”, defende.

Durante a realização do seminário “Mato Grosso contra a Pedofilia e Objetivos do Milênio - ODM”, em Cuiabá, no último dia 20, o senador Magno Malta, presidente da CPI da Pedofilia, se posicionou contra a castração química de pedófilos. “Não há o menor sentido nisso. A castração química é um remédio para reduzir a tara sexual por crianças, mas, depois de 3 semanas, o organismo do cara estará limpo e ele estará pronto para cometer outras atrocidades. E como seria a parte operacional? O SUS vai dar o remédio? O cara vai se apresentar e ganhar uma carteirinha de pedófilo para pegar o kit? Eles jamais iriam. E seria vendido (a medicação) em farmácia? Eles não se identificariam. A solução é a prisão perpétua mesmo”, afirmou o parlamentar.

Já o psiquiatria forense Guido Palomba, autor de mais de 10 mil laudos sobre criminosos, revela que existe um abismo muito grande entre a área clínica e a penal e, atualmente, existem psiquiatras clínicos fazendo laudos sobre bandidos perigosos, muitos deles improvisados. Resumindo: os erros na conexão da parte médica com a jurídica são inevitáveis.

“O caso do pedreiro Admar de Jesus, de Luziânia (GO), é um exemplo. Ele recebeu laudo psiquiátrico dizendo que não apresentava doença mental, teve direito à progressão da pena e, tão logo saiu da cadeia, matou seis adolescentes. Outro caso parecido foi o do “Maníaco da Cantareira” (Ademir Oliveira do Rosário). Ele recebeu autorização da Justiça, com base nos laudos, para passar os finais de semana fora do Hospital Psiquiátrico de Franco da Rocha, na Grande São Paulo, onde estava internado. Nesse período, matou dois adolescentes (os irmãos Josenildo e Francisco de Oliveira, de 13 e 15 anos) e abusou sexualmente de outras pessoas”, conclui Palomba.

*colaborou Clarisse Werneck, da Folha Universal

Fonte: Arca Universal

26.5.10

Curandeiros sacrificam boi em estádio da final para abençoar a Copa

Objetivo do ritual teria sido dizer aos antepassados que o mundo está indo para a África do Sul

Por Das agências de notícias Joanesburgo, África do Sul


A Organização de Curandeiros Tradicionais sul-africanos (THO, sigla em inglês) sacrificou nesta terça-feira um boi a facadas em frente ao estádio Soccer City, em Joanesburgo, que receberá a abertura e a final da Copa do Mundo da África do Sul, para abençoar o torneio, informou a imprensa local. O propósito do ritual era "dizer aos antepassados que o mundo está vindo à África do Sul", disse ao diário "The Star" Mandla Qeleqele, um membro da organização.

O encarregado de cravar a faca entre os chifres do animal, perante cerca de dois mil curandeiros especializados em medicina tradicional sul-africana, foi o guerreiro septuagenário da etnia xhosa Zakhele Sigcawu, que pertence ao clã Tshawe e viajou a Soweto desde a província do Cabo Oriental.

Segundo Zolani Mkiva, presidente e diretor-geral do Instituto da Realeza Africana, cerca de 300 bruxos ou "sangomas" invocaram os antepassados para que fornecessem sua energia e queimaram "impepho", uma erva tradicional, para pedir a Deus e aos antepassados que deem à África do Sul um bom Mundial.

Os bruxos tradicionais disseram que escolheram o Soccer City por ser o estádio onde começará e terminará o torneio, e afirmaram que o processo de comunicação espiritual é sagrado. Após sacrifício, os bruxos mais antigos entraram no estádio e cantaram e dançaram com suas vestimentas tradicionais para abençoar também o interior do recinto.

- Nossos estádios estão agora oficialmente benzidos para o torneio de acordo a nossa cultura - concluiu Mkhiva após a cerimônia.

Fonte: globoesporte.com

25.5.10

Ao Cubo - 1980

APRENDENDO COM ANA


Este artigo surgiu enquanto meditava no livro de I Samuel, capítulo 1, no qual se encontra registrada umas das histórias mais lindas da Bíblia. Ana uma mulher que tinha de “tudo”, que no mundo de hoje são considerados fatores essenciais para uma felicidade plena, ou seja, tinha um marido que a amava e fazia de tudo para lhe dar felicidade, uma condição financeira equilibrada, casa, roupas e provavelmente servos à sua disposição vinte e quatro horas por dia. Todavia, Ana era uma mulher frustrada e triste consigo mesma, por não ter sido contemplada com um filho. Naquela época a esterilidade era considerada uma maldição na vida de uma mulher casada.

Podemos diante de esse fato pensar: Ana tinha o que muitas mulheres de sua época queriam ter, por que, ficar se martirizando pela sua esterilidade? Parece até injusto da parte dela agir assim, já que seu marido, de acordo com o versículo 8, também mostrava frustrado, impotente e triste, em não poder ajudar sua amada.

Todos os anos, Elcana levava sua família para Silo com o objetivo de oferecer sacrifícios e adoração ao Senhor dos Exércitos. Deste sacrifício ele dava porções a Penina, também sua esposa, e a seus filhos, porém à Ana dava porção dupla, porque a amava independente da sua condição de estéril. Ainda assim, Ana não se alegrava, limitando-se a chorar constantemente e não comia. E para ajudar na sua angústia, contava com as constantes irritações e provocações de Penina, que a atormentava por ser estéril.

Vejo nessa história o fato de que todas às vezes que Ana subia a Silo para adorar sua rival, Penina, trazia à memória todas suas fraquezas, medos e angústia para atormentá-la e assim atrapalhar seu momento com Deus. Isto talvez esteja acontecendo com você que lê este texto, sentindo-se confrontado quando se achega a Deus para adorar, com acusações de pecado, medo e sofrimento. O nosso inimigo é tão astuto que até mesmo os pecados que ficaram no passado e que já foram perdoados por nosso Senhor, ele usa para nos ameaçar, fazer-nos sentir inferiores, acusando-nos. Querido irmão se o Senhor já te perdoou não aceite acusações do que já foi perdoado.

O nosso inimigo, o diabo, que nos ver longe da intimidade com o nosso Pai Celestial, usará de todas as artimanhas para nos tirar da presença do Senhor. É preciso, atentar para aquilo que nos tem angustiado e trazendo sofrimento, para buscar em Deus a solução.

Ana mudou sua história quando desafiou seu tormento, adorando ao Senhor independente de sua tristeza. Não foi preciso discutir com Penina, para que parasse com as acusações, a adoração fez isso. Quando nos entregamos de todo o coração a Deus em adoração, nosso inimigo foge envergonhado, porque não conseguiu nos distrair de nosso propósito ao qual fomos chamados.

Muitos carregam um pesado fardo todos os dias, e parece que este se torna mais evidente quando procuramos adorar ao Senhor. As vezes tentamos discutir com o nosso inimigo dizendo isto ou aquilo. Ao invés disso deveríamos ir e derramar diante do Senhor nossa amargura e vergonha, fazendo uma aliança com o Senhor. Quando nos aproximamos do Senhor em adoração, o fardo pesado que carregamos é substituído por um fardo leve e suave, porque esta é uma promessa que Jesus nos ensinou a tomar posse. Ainda não entendo o porquê, que nós seres humanos insistimos por tantas vezes em carregar um peso maior do que podemos suportar. Em Isaías 53:4 o profeta diz que: “Certamente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus e oprimido”. E não somente tomou, mas fez uma aliança com o Senhor a favor de todos nós.

Às vezes eu percebo em algumas reuniões (cultos) onde um ou outro irmão parece que estão malucos gritando ou chorando compulsivamente. Sabe de uma coisa não é nossa postura julgá-los. O profeta Eli julgou Ana enquanto esta orava ao Senhor, pensou que ela estivesse bêbada, mas ao se aproximar dela percebeu que não se tratava de embriagues, e sim de uma mulher quebrantada de diante de Deus. Devemos liberar como fez Eli, sobre a vida de nossos irmãos que se encontra em situação parecida, os sonhos do Senhor para a vida deles.

Ana finalmente pós um ponto final sobre sua história angustiante adorando ao Senhor, sendo contemplada com o filho que tanto sonhava, e não só isso ela foi mãe de uns dos homens mais importantes de sua época, o profeta Samuel. O Senhor além de Samuel lhe deu outros filhos para sua alegria. O Senhor nos ama, e quer o melhor para nossas vidas. Tudo o que é importante para nós é importante para nosso Deus.

Pr. Judson de Oliveira
Ministério JUDÁ

24.5.10

Pastoral da Terra: Modelo econômico atual é incompatível com a preservação do meio ambiente




Os participantes do Congresso Nacional da Pastoral da Terra discutiram, em seu segundo dia de evento, a conjuntura política brasileira, assessorados pelo pesquisador do Centro de Pesquisa e Apoio aos Trabalhadores (CEPAT), César Sanson. O pesquisador destacou a importância de se debater as questões ambientais, que estão diretamente ligadas às questões econômicas e sociais do país na atualidade. “Os problemas ambientais enfrentados hoje pela humanidade são uma das mais graves consequências do modelo econômico, e expressam as contradições e a inviabilidade da continuação do modelo de produção existente hoje no Brasil e no mundo”.

Na análise ressaltou-se ainda que hoje existe no país um fortalecimento cada vez maior de um estado neo-desenvolvimentista, que investe e financia grandes projetos de desenvolvimento a qualquer custo, tendo programas de mitigação da pobreza apenas para compensar a população atingida pela concentração de terras e de riqueza, mas que mascaram a necessidade de modificações do modelo de produção que explora os trabalhadores e os recursos naturais.

Os trabalhadores, trabalhadoras e os movimentos sociais são hoje os principais protagonistas na construção de um projeto popular que contraponha o atual modelo de produção, destacou o pesquisador. Em depoimento durante a Plenária, o quilombola Manoel Santana, da comunidade Charco, localizada no município de São Vicente Ferrer (MA) mostrou o exemplo de luta e resistência das comunidades tradicionais contra esse atual modelo e relembrou a luta das 92 famílias pela conquista do reconhecimento de seu território.

Diversidade ecumênica-cultural marca solenidade de abertura do III Congresso da CPT

Uma mistura de cores, ritmos, crenças, sotaques e culturas se encontraram na celebração de abertura do III Congresso Nacional da Comissão Pastoral da Terra, na noite de segunda-feira (17/5), no Colégio São José Marista em Montes Claros (MG). Cerca de 900 participantes, entre trabalhadores, trabalhadoras, religiosos, pesquisadores, agentes pastorais e convidados vindos de todo o país, prestigiaram a noite de acolhida.

A mística inicial celebrou as lutas, a preservação dos territórios e relembrou os Congressos anteriores da CPT, que buscaram, ao longo de sua história, defender a cultura camponesa. Com o tema “Biomas, Territórios e Diversidade Camponesa”, e sob o lema “No clamor dos povos da terra, a memória e resistência em defesa da vida”, é chegado o momento de refletir sobre os novos desafios apontados por camponeses e camponesas para as ações e presença da CPT nos próximos anos.

Fonte e Texto: Assessoria do Congresso Nacional da Comissão Pastoral da Terra.
Via Agência SOMA

23.5.10

A Igreja Ester

Assim como o rei se inflamou de ira contra a rainha Vasti, creio que o Senhor está para se enfurecer e se inflamar de ira. Os tempos serão mais árduos, e o juízo irá começar pela Sua própria casa, a igreja. Esse dia está chegando como está escrito em Malaquias 3:17-18 .

” Eles sarão meus, diz o Senhor dos Exércitos, minha possessão particular naquele dia que prepararei.Poupa-los-ei, como um homempoupa a seu filho, que o serve. Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio, entre o que serve a Deus e o que não serve.”

A Igreja que sobreviverá a esses tempos que virão será a Igreja Ester. Uma Igreja que conquistou a atenção do amado.

Creio que esta Igreja dos últimos dias será a igreja que o Senhor declarou em Ester 2:17.

“O Rei amou Ester mais do que a todas as mulheres, e ela alcançou favor e aprovação mais do que as outras virgens.”

O Senhor tem amado a nossa geração e tem liberado o seu favor e sua aprovação. Ele tem expectativas mais do que a todas as gerações, porque, quando há paixão assim, há favor. Somos uma geração profética e privilegiada, pois creio que somos a geração dos últimos dias.

Uma geração da Igreja Ester. Sabemos que antes que Ester se apresentasse ao rei, ela teria de completar doze meses de tratamento de beleza. Isso significa que temos que receber a unção a cada dia, para nos preparar para nos encontrar com o Rei.

Uma geração que se coloca em uma posição diferente de todas as outras do palácio. Uma geração que nada pode a não ser estar com o Rei. Somos chamados a não querer obter nada além da nossa paixão pelo nosso amado.Somos propriedade do nosso amado.

Temos o maior privilégio da história da Igreja, mas também a moir responsabilidade. Veja os olhos do Senhor se enchendo de lágrimas de alegria e de expectativas sobre nós. Sobre Ele recorre o clamor que move o Seu coração. Seremos nós a geração que irá se separar completamente e conquistaremos o coração do Rei

Sermos apaixonados por Deus e sermos santos e radicais contra o pecado não será apenas uma opção de nossa religião domingueira ou uma decisão de nossa denominação. É inerente a essa relação, é um princípio, é a única possibilidade.

Cantar canções de amor, deleitar em sua unção e desfrutar do Seu poder com salvação de almas, sinais, curas e maravilhas não será mais uma escolha, mas uma questão de sobrevivência espiritual. Somente os apaixonados e desesperados sobreviverão nessa próxima etapa da vida da Igreja. O avivamento não será conhecido como parte de nossos eventos e congressos, nos quais se usam nomes de homens de Deus como único intuito de atrair multidões, quando, na verdade, há interesses escondidos.

Não a glória de Deus, mas o fervor que queima dentro de nós será a única chama que nos impulsionará a continuarmos nesse caminho, pois, por se multiplicar a iniquidade sobre a terra, o amor de muitos se esfriará.

Texto tirado do livro ” A voz Profética ”

Para adquirir este livro entre em www.clamorpelasnacoes.net e receba em casa o livro “A voz Profética” de Ricardo Robortella.

22.5.10

A FAMÍLIA E A IGREJA



A FAMÍLIA E A IGREJA


Saudai os irmãos de Laodicéia, e Ninfa, e à igreja que ela hospeda em sua casa.
Colossenses 4.15


Nenhuma instituição é tão importante aos olhos do Pai como a família. É o alicerce de toda a sociedade. Igreja e família se completam. Famílias fortes geram igrejas fortes. Não há como a família ser bem estruturada sem o envolvimento com a igreja. Como pode a família se relacionar com a igreja de Cristo?

Amando a igreja, participando ativamente da sua vida, frequentando os cultos, contribuindo com os dízimos e ofertas e apoiando os projetos missionários, evangelísticos e sociais. Orando pelos líderes e considerando-os conforme nos recomenda o autor da epístola de Hebreus 13.17.

Hoje as duas instituições mais bombardeadas, mais atacadas pelo inimigo são a família e a igreja. Estejamos atentos e vigilantes. Deus nos ajude como famílias cristãs a amarmos a igreja, valorizá-la, e dela não nos afastarmos. A igreja é o corpo vivo de Cristo e nós fazemos parte deste organismo cuja cabeça é o Senhor Jesus.



Ore


Senhor, traze a minha família cada vez mais junto a ti, 
e que seja fiel à sua igreja colaborando no crescimento do teu reino. No nome do Cordeiro Santo Jesus que eu oro. Amém.

Pense


Minha família é compromissada com a igreja de Cristo?

21.5.10

Americanos criam primeira célula viva de genoma sintético


Americanos criam primeira célula viva de genoma sintético

WASHINGTON, EUA — Pesquisadores americanos conseguiram criar uma célula bacteriana viva cujo genoma é sintético, um avanço com múltiplas aplicações potenciais e que deve permitir compreender melhor os mecanismos da vida.

"Trata-se da criação da primeira célula viva sintética", explicou Craig Venter, criador do Instituto de mesmo nome e coautor da primeira sequenciação do genoma humano, revelada em 2000.

"Nós chamamos de sintético porque a célula se deriva totalmente de um cromossoma sintético, criado com quatro frascos químicos em um sintetizador químico, começando com a informação em um computador", explicou, classificando o êxito como uma "etapa importante científica e filosoficamente falando".

"Essa obtenção muda certamente minha visão da definição da vida e de seu funcionamento", acrescentou o pesquisador, cujos trabalhos são difundidos na revista Science.

"Isso se converte num instrumento muito poderoso para tentar desenhar o que esperamos da biologia e pensamos em uma gama muito ampla de aplicações", precisou.

Craig Venter havia anunciado em 2008 que conseguiu, com sua equipe, fabricar um genoma bacteriano 100% sintético pegando sequências de DNA sintetizadas para reconstituir o genoma completo da bactéria Mycoplasma genitalium.

Fonte: AFP

20.5.10

DEZ COISAS TÃO SIMPLES QUANTO ESSENCIAIS À VIDA!

1. Nunca descreia do poder do amor, ainda que você demore muito a ver os resultados;

2. Não tema pedir em oração, pois o Pai tem prazer em nos ouvir pedindo em fé confiante; mas lembre que Deus não está preso à oração, posto que somente nos atenda naquilo que Ele, como Pai, não julgue que nos fará mal;

3. Leia as Escrituras, especialmente a parte chamada de Novo Testamento; pois toda pessoa que, tendo tal chance, não a use, demonstra que não deseja mesmo conhecer a Deus; posto que seja pela leitura da Palavra que melhor se possa discernir a vontade de Deus;

4. Exercite-se na dadivosidade e na generosidade, pois por tais exercícios seu coração se manterá sóbrio em relação a dinheiro e poder;

5. Nunca fuja de uma necessidade humana que você possa ajudar a resolver... Seria como fugir de Jesus;

6. Fuja do pensamento malicioso. Seja sábio e sóbrio, mas não olhe com malicia, posto que o olhar malicioso corrompa todo o seu ser;

7. Cuidado com todas as raízes perversas... Sim, cuide de seu coração para que nele não cresçam as raízes da inveja, da amargura, da arrogância ou da auto-vitimização; pois essas são as piores raízes a serem deixadas vivas no chão do ser;

8. Nunca se sinta importante, pois tiraria toda a sua naturalidade de ser e viver...; além de que tal sentir é a ladeira para o abismo;

9. Nunca fuja de nenhuma verdade sobre você ou sobre quem você ame; pois, por tal evasão perde-se o discernimento e mergulha-se o ser no escafandro do auto-engano no fundo de um mar de rochas... Além disso, quem determina um auto-engano no pouco, esse será enganado no muito;

10. Ame a Deus e ao próximo; e não existirá lugar para ídolos em seu coração.

Estas são coisas simples e vitais... E aqueles que as seguem sempre são bem-sucedidos em tudo o que fazem; posto que seu fluxo de energia decorra da fonte do que é em Deus.

Nele,

Caio


Reflexão: Pastor Caio Fábio D'Araújo Filho é psicanalista clínico, escritor, pregador, pastor e dirigente da comunidade Caminho da Graça, em Brasília. Visite o site do pastor Caio Fábio: www.caiofabio.com

19.5.10

Filho de fundador do Hamas se converte ao Cristianismo e entrega o Pai ao serviço secreto de Israel


A vida do palestino Mosab Hassan Yousef, de 32 anos, desafia a lógica do conflito árabe-israelense, em que as rivalidades são quase sempre hereditárias. Filho mais velho do xeque palestino Hassan Yousef, um dos sete fundadores do Hamas, grupo terrorista transformado em partido, o jovem foi criado para ser um líder extremista. Contra todas as possibilidades, traiu o pai, colaborou com o inimigo, denunciou os companheiros e converteu-se ao cristianismo. Após dez anos de bons serviços prestados como agente duplo do Shin Bet, o serviço secreto militar de Israel, hoje Mosab Yousef vive na Califórnia, nos Estados Unidos, onde divide o seu tempo entre o surfe e os cultos em uma igreja evangélica de San Diego. Em entrevista concedida a VEJA por telefone, ele definiu o Corão como “um livro doente que deveria ser banido das escolas, das bibliotecas, das mesquitas”. Em sua biografia, Filho do Hamas (Sextante), lançado no Brasil na semana passada, a vocação de Yousef para fazer proselitismo religioso ganha, felizmente, menos espaço do que as histórias de espionagem e traição que envolvem sua trajetória.

Leia mais>>

18.5.10

Muçulmano obriga empregado a vender seu rim

Cristãos são forçados a vender rim para pagar a dívida no Paquistão

Muçulmano obriga empregado a vender seu rim
Um cristão paquistanês, disse que seu empregador, um muçulmano, o obrigou a vender seu rim, na semana passada, para quitar um empréstimo feito com taxas de juros exorbitantes, cobrados apenas para não-muçulmanos.

John Gill, um operador de máquina de moldagem, de uma fábrica de plásticos, na zona Youhanabad de Lahore, disse que tomou um empréstimo de 150 mil rúpias (1,7 mil dólares), com taxa de juros estipulada em 400%, do empregador Ghulam Mustafa em 2007 para enviar sua filha de 17 para a faculdade.

O empregador negou que tenha descontado as parcelas do pagamento do cristão, embora Gill afirma que foi descontado. "Eu continuei pagando as parcelas a cada mês do meu salário, mas depois de três anos, cansei de pagar o enorme empréstimo", disse Gill.

Mustafá confirmou que foi a casa Gill na semana passada, após ter dado ao cristão, duas semanas para pagar os juros do empréstimo. Então, dia 06 de maio, Mustafá chegou a casa de Gil com “cerca de cinco homens armados" e o transportou para o hospital Ganga Ram, onde obrigou a vender seu rim contra a sua vontade. “Eles venderam o meu rim e disseram que virão no próximo mês para o resto do dinheiro”, disse o cristão.

O valor do rim foi estimado em cerca de 200 mil rúpias (2,38 mil dólares), deixando Gill ainda com dívida de 250 mil rúpias (2,9 mil dólares). Gil se recupera em casa, mas não sabia que teria de pagar o restante da dívida.

Mustafa disse que Gill lhe devia 400% de juros sobre o empréstimo. "Eu ofereço 50% juros apenas para os empregados muçulmanos", disse ele, acrescentando que se recusa a ter menos de 400% de juros para qualquer não-muçulmano.

"Bazar do Rim"

Não houve confirmação do hospital Ganga Ram. No entanto, grupos de direitos humanos, queixaram-se que centenas de estrangeiros ricos vão a Portugal, todos os anos, para comprar rins de doadores pobres.

A insuficiência renal é mais comum nos países ricos, muitas vezes, por causa da obesidade ou hipertensão, mas uma crescente escassez de órgãos transplantados tem alimentado um mercado negro que explora os doadores pobres, tais como Gill. A Legislação paquistanesa afirmou que vai combater o tráfico de rins.

Gill tenta entrar em contato com grupos locais de defesa cristã para ajudá-lo a se recuperar e superar suas dificuldades financeiras e espirituais. Os cristãos são minoria no Paquistão.

Fonte: Compass Direct News
/ CPADNews

17.5.10

Irã assina acordo nuclear mediado por Lula e Turquia

Vahid Salemi/AP
O Brasil amanhece sob o impacto de uma notícia vinda de Teerã. Uma novidade que traz as digitais de Lula.

Os brasileiros ainda dormiam quando Lula foi ao café da manhã, nesta segunda (17).

Dividiu a mesa com o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, e o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan.

Depois de se alimentar, os três foram ao encontro dos jornalistas. Trouxeram à luz um acerto esboçado na véspera.

Sob a mediação do Brasil e com a participação da Turquia, o Irãconcordou em assinar um acordo para a troca de urânio por combustível nuclear.

Ao lado dos chefes e sob olhares dos repórteres, os ministros das Relações Exteriores dos três países assinaram o acordo.

Coube ao porta-voz da chancelaria iraniana, Ramin Mehmanparast, esmiuçar os termos do entendimento.

Pretende-se que a coisa funcione assim: O Irã enviará à Turquia 1.200 kg de urânio de baixo enriquecimento (3,5%).

O urânio ficará guardado na Turquia, sob vigilância turca e iraniana, pelo período de um ano.

Decorridos os 12 meses, o Irã receberia em troca 120 quilos de urânio enriquecido a 20% da Rússia e da França. Material destinado a pesquisas médicas.

Trata-se de uma fórmula parecida com a que havia sido sugerida, no final do ano passado, pela AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica da ONU).

A diferença é a presença da Turquia como fiel depositária do urânio do Irã. O governo turco mantém boas relações com Teerã e também com o Ocidente.

Comprometeu-se a devolver o urânio a Teerã caso os russos e os franceses não cumpram com a sua parte no acordo.

O acerto será submetido agora à AIEA. Só vai ser implementado se obtiver o aval da agência da ONU.

Imagina-se que o novo cenário pode esvaziar o balão das retaliações ao Irã, soprado pelos EUA, com a ajuda da comunidade Européia.

Se tudo correr como planejado, Lula voltará para o Brasil diferente. A barriga do presidente se converterá numa espécie de segundo peito.

Será difícil para a oposição aturá-lo. Um pedaço do petismo já falava, na noite passada, em articular a candidatura de Lula ao Nobel da Paz.

Proto-inimigo do regime de Teerã, Israel apressou-se em borrifar água fria na fervura diplomática.

Minutos depois do anúncio do acordo, o governo israelense mandou dizer que o Irã está apenas “manipulando” o Brasil e a Turquia.


Fonte: Blog do Josias de Souza

16.5.10

CADA DIA


O consolo vem de Jesus


Como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece dos que o temem. 
Salmo 103.13

Pobre mãe, sepultando o seu único filho. Segundo o relato de Lucas 7.11-17 essa senhora era viúva e só tinha um filho. A vida foi cruel com ela, a morte veio e levou seu marido, e depois arrancou dos seus braços o filho. À medida que saía uma multidão da pequena cidade, acompanhando o corpo frio do rapaz dentro do caixão, ia entrando outra multidão. A multidão que saía chorava o seu morto, mas na multidão que entrava alguém trazia a vida, era Jesus. Ele se compadeceu daquela mãe e disse: Não chore” (v 13). Parou a multidão e ordenou: Jovem, eu te mando: levanta-te (v 14).

Ainda hoje Jesus levanta os nossos filhos caídos no vício, no pecado. Hoje, em muitos lares, há casais caídos, mortos, filhos rebeldes, desviados, longe de Deus. Jesus é o amigo que chega na hora certa. Ele se compadece de nós, nos toca, nos cura e nos levanta. Ele pode e deseja fazer isto em nossa casa. Ele veio para que tenhamos vida abundante.



Ore


Jesus querido, vem com o teu consolo, teu conforto, tua cura trazendo restauração completa em toda a minha família. Para glória do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Pense


Você tem permitido que Jesus traga vida abundante para sua família?

15.5.10

Kaká não aceita posar de cuecas para a revista Vanity Fair

cuecasMADRID (Espanha) - Kaká manteve a sua calça jeans em foto feita para a revista Vanity Fair com jogadores de futebol famososo como Eto'o, Cristiano Ronaldo, Ballack, Drogba e outros. Os motores da revista Vanity Fair estão a todo o vapor, algo bem ao seu estilo antes da Copa do Mundo, que desta vez será disputada na África do Sul. Alguns jogadores, as maiores estrelas de suas equipes, têm posado de cueca para a famosa fotógrafa Annie Leibovitz. Na capa da prestigiosa revista estiveram Cristiano Ronaldo com roupa de Portugal, e Didier Drogba, da Costa do Marfim. Completando o elenco Muntari, de Gana, Donovan, dos Estados Unidos, Eto'o, de Camarões, Ballack, da Alemanha, Stankovic, da Sérvia e Pato e Kaká, do Brasil.

Mas no relatório, o único jogador que não se apresenta de cueca é Kaka, do Real Madrid, que usa um jeans, com a bandeira do Brasil aparecendo o elástico da cueca e uma pequena parte da bandeira do Brasil. Pato, jogador do Milan, está numa das pontas com a cueca com a bandeira nacional.

UM PROBLEMA ÉTICO
Para alguns, foi chocante abrir a revista e ver todos vestindo apenas cuecas com as bandeiras de seus países, menos Kaká , mostrado ao lado deles com um jeans. A fotógrafa Annie Leibovitz bem que tentou fazer com que Kaká ficasse na mesma situação de seus companheiros de profissão.

Mas foi impossível, especialmente por Kaká ter padrões morais de acordo com sua fé cristã e seu chamado para se tornar um pastor quando se aposentar do futebol. Ele é um dos poucos grandes jogadores que leva uma vida regrada, longe das noitadas e baladas, algo comum em jogadores com sua idade e fama. Kaká garante que chegou virgem ao altar para cumprir o seu compromisso como um jovem cristão de não fazer sexo antes do casamento.

Tradução e adaptação: Milton Alves
Fonte: Digital Protestante

Fonte: LPC

Concurso de contos e poesias sobre a história das Sociedades Bíblicas no mundo



A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) lança neste mês de maio o Concurso Literário "A História de Mary Jones - O início do movimento das Sociedades Bíblicas", com o objetivo de destacar a vida da jovem galesa que, no século XVIII, inspirou a criação da aliança mundial de organizações de difusão da Bíblia Sagrada. As inscrições estão abertas até o dia 20/8 e os deficientes visuais também podem participar, pois há material específico para eles e um dos objetivos da iniciativa é incentivar a escrita e leitura em braile, além de fomentar a criatividade de todos. A cerimônia de premiação está prevista para o dia 25 de setembro, no Museu da Bíblia, em Barueri (SP). O regulamento completo está no site da SBB.

Para participar, o autor deve ter como texto base o livro "A História de Mary Jones - O Início do movimento das Sociedades Bíblicas", que pode ser adquirido gratuitamente na SBB. O Concurso terá duas categorias: autores com idade igual ou superior a 15 anos e autores com idade de até 14 anos completos (na data da inscrição).

Pessoas com deficiência visual devem se cadastrar no programa “A Bíblia para pessoas com deficiência”, da Sociedade Bíblica do Brasil, por meio do site www.sbb.org.br ou entrar em contato pelo 0800-727-8888. Os demais também podem entrar em contato pelo mesmo telefone. Os inscritos receberão a obra em braile ou impressa em tinta. As inscrições também podem ser feitas pessoalmente ou por correio (endereços no site).

Um pouco da história da jovem Mary Jones

Foi o sonho e a perseverança de Mary Jones – uma menina de apenas 9 anos que lutou para conseguir um exemplar da Bíblia – que lançou, há 200 anos, a semente responsável pelo surgimento da primeira Sociedade Bíblica do mundo. Nascida no País de Gales, no século XVIII, a menina de família pobre viveu em uma época em que os livros – particularmente a Bíblia – eram difíceis de serem encontrados e muito caros.

Disposta a qualquer sacrifício, Mary Jones trabalhou duro, economizou dinheiro por seis anos e ainda fez uma exaustiva viagem a pé de quase 40 quilômetros para atingir a sua meta. Sensibilizado com a experiência da menina, um grupo de cristãos ingleses decidiu fazer algo de concreto para tornar a Bíblia acessível a todos os povos. Assim, em 1804, na Inglaterra, foi fundada a Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira, dando origem a uma obra que se ampliou e ganhou alcance mundial.

A SBB faz parte das Sociedades Bíblicas Unidas (SBU), uma aliança mundial fundada em 1946 com o objetivo de facilitar o processo de tradução, produção e distribuição das Escrituras Sagradas por meio de estratégias de cooperação mútua. As SBU congregam 145 Sociedades Bíblicas, atuantes em mais de 200 países e territórios. Essas entidades são orientadas pela missão de promover a maior distribuição possível de Bíblias, numa linguagem que as pessoas possam compreender e a um preço que possam pagar.

Fonte: Sociedade Bíblica do Brasil
Agência SOMA

Cristãos são detidos, inclusive um menino de quatro anos

CHINA (13º) - Na manhã de 25 de abril de 2010, oito policiais invadiram o culto de domingo da Igreja não registrada Cristãos de Chimei, em Neixiang, Nanyang, província de Henan. Eles tiraram fotos, impressões digitais e registraram todos os cristãos presentes. Depois, levaram nove pessoas sem nenhuma autorização. Os cristãos ficaram detidos durante 5, 10 e 15 dias. As famílias não receberam nenhum aviso nem documento sobre o tempo em que ficaram presos.

Naquela manhã, cerca de 30 pessoas estavam participando de um culto na casa de Sun Bingwu, no vilarejo de Jiadao. Por volta das 10:30, quando o culto estava terminando, sete pessoas invadiram a casa e alegaram que eram policiais. Eles não estavam de uniforme, mas mostraram as identificações.

Depois de tirarem fotos do local e registrar as informações dos cristãos, eles levaram nove pessoas para a delegacia de Chimei. Entre elas, um homem (Chen Fengming, pastor), sete mulheres (Qin Gaiying, Bie Xiumin, Zhang Xiugai, Chai Aiqin, He Xiaocai, Liu Xiue, and Wang Yunge) e o neto de 4 anos de Bie Xiumin.

À tarde, a polícia levou a sogra de Bie Xiumin até a delegacia para buscar o neto de quatro anos. Ele chorou muito quando foram embora. Graças a Deus, a polícia liberou sua mãe, e ela pode ir para casa com ele.


Tradução: Missão Portas Abertas



Fonte: China Aid Association

Comandante da Minustah vê com otimismo situação no Haiti

Paul Cruz afirmou que cooperação de agências da ONU e comunidade internacional foi fundamental no socorro após o terremoto em janeiro; ele destaca que as pessoas retomam as suas atividades de uma maneira mais normal e vê com esperança o desenvolvimento do país.

Foto: Minustah

Foto: Minustah

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

O chefe das operações militares da Missão das Nações Unidas no Haiti, Minustah, Luiz Guilherme Paul Cruz, participou de uma reunião de comandantes de missões da ONU, na sede da organização em Nova York.

O general brasileiro, que assumiu a chefia dos capacetes azuis da Minustah em março deste ano, fez parte do encontro onde foram tratados temas relacionados às missões de paz das Nações Unidas.

Ajuda internacional

Paul Cruz destacou a cooperação de agências da ONU e comunidade internacional no socorro ao povo haitiano após o terremoto, em janeiro deste ano, que matou mais de 200 mil pessoas e destruiu a infraestrutura do país.

Em entrevista à Rádio ONU, Paul Cruz falou sobre a normalização das atividade e de serviços no Haiti.

"Agora nós já podemos ver um crescimento deste atendimento. As pessoas voltam as suas atividades de uma maneira mais normal, nós temos que verificar a amplitude da crise que se abateu em janeiro, mas se vê com esperança o desenvolvimento da situação no país", afirmou.

Segundo Cruz, o apoio financeiro prestado por vários países, incluindo o Brasil, ao fundo de reconstrução do Haiti é fundamental para ajudar os esforços coordenados pelo governo da nação caribenha.

O Brasil está no comando das tropas das Nações Unidas no Haiti desde o início das operações, em abril de 2004. A Minustah tem mais de 9 mil boinas azuis, sendo 7 mil militares e 2 mil policiais.

Fonte: Rádio ONU

Lula diz confiar em sua experiência como negociador para convencer o Irã

Lula e Medvedev durante encontro em Moscou

Lula e Medvedev divergem sobre chances de um acordo com o Irã

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta sexta-feira em Moscou que está "cada dia mais otimista" quanto a um acordo com o Irã sobre o programa nuclear do país.

Lula disse confiar em seus "30 anos de experiência como negociador político" para "convencer" o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, a aceitar um acordo.

Ao seu lado, o presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, disse considerar que as chances de os iranianos aceitarem um acordo que está sendo costurado por Brasil e Turquia é de "30%" em um cenário otimista.

"Se o presidente Lula é otimista, eu também vou ser. Eu diria que as chances (de acordo) são de 30%”" disse o líder russo, durante uma coletiva de imprensa.

Lula, porém, disse ver uma chance de 99,9% para um acordo. "O Medvedev disse 3, eu daria 9,99", disse Lula, respondendo a uma pergunta sobre seu grau de otimismo em uma escala de zero a dez.

Fonte: BBC Brasil

14.5.10

PASTOR COMPARA UNIÃO GAY A ZOOFILIA E NECROFILIA




A audiência pública que discutiu a reforma do direito de família no Brasil, realizada nesta quarta-feira (12) na Câmara dos Deputados, virou palco de embate entre defensores da união homoafetiva e religiosos. O alvo da polêmica foi o reconhecimento da união civil entre pessoas do mesmo sexo, e a possibilidade de casais gays adotarem crianças. O pastor evangélico Silas Malafaia, membro da Assembleia de Deus, foi o mais enfático contra a inclusão da união homoafetiva no projeto de lei. Ele afirmou que não é qualquer prática social que deve ser incluída na legislação, como a liberação das drogas e a união entre pessoas do mesmo sexo. "Vamos colocar na lei tudo o que se imaginar. Quem tem relação com cachorro, vamos botar na lei. Eu vou apelar aqui. É um comportamento, ué, vamos aceitar. Quem tem relação com cadáver, é um comportamento, vamos botar na lei", ironizou. Informações da Folha.

13.5.10

Estudo aponta porque 60% dos jovens deixam a igreja após concluir o ensino médio ou a faculdade

O que inicialmente começou como projetos de investigação sobre o êxodo dos jovens das igrejas depois do ensino médio e da faculdade se transformou em um movimento para ajudar a nova geração a prosperar em sua fé.

Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Aproximadamente apenas 40% dos jovens continuam na igreja depois da formatura, o que significa que 60% se desviam nesse período. Apenas 16% dos calouros da faculdade se sentem bem preparados pelos ministérios de jovens de suas igrejas para continuarem na igreja depois do período escolar.

O Instituto Juventude Completa, nos Estados Unidos, intitulou a ação de “Movimento Fé Fortalecida”. O objetivo é ajudar os adolescentes a desenvolver e a não abandonar a fé.

Com muitos estudantes deixando sua fé durante a faculdade, o Instituto Juventude Completa abordou o sério assunto da pesquisa e começa a desenvolver um sistema operacional e recursos voltados aos grupos de jovens do ensino médio nos Estados Unidos.

O Instituto lançou a versão piloto de um novo currículo para fortalecimento da fé entre os jovens, com o objetivo de obter um feedback de pastores antes de liberar a versão revisada e completa no próximo ano.

O propósito da iniciativa é ajudar os alunos a desenvolver uma fé que faça parte dos seus pensamentos e emoções interiores, e pois isso também exteriorizada nas escolhas e ações.

Esses comportamentos incluem a frequência regular à igreja, leitura da bíblia, oração e o afastamento de comportamentos de risco, como o consumo de álcool.

Pesquisa realizada pelo Instituto revelou que os jovens não estão abandonando a sua fé por causa de um ambiente universitário hostil – como professores universitários e seus colegas que confundem suas crenças. O interesse na espiritualidade também não foi encontrado como uma ameaça à fé cristã.

Na verdade, de acordo com o professor associado de Sociologia na Faculdade de New Jersey, Tim Clydesdale, “o que muitos estudantes universitários estão fazendo, no entanto, é armazenar as suas crenças e práticas religiosas em um cofre de identidade”, explicou.

O Instituto mostra que o desenvolvimento da identidade cristã é fundamental para a criação de fé inabalável. Identidade, o instituto diz, é uma mistura daquilo que pensamos sobre nós mesmos e que os outros pensam e retratam de nós, o que inevitavelmente influencia, se não determina, as escolhas que fazemos e a forma como nos relacionamos com Deus e com os outros.

O novo currículo de ensinamento cristão do Instituto para os jovens oferece exercícios para os alunos pensarem sobre sua fé e a sua identidade e onde querem estar, particularmente na sua relação com Deus, daqui a um ano. Ele também aborda o problema de muitos estudantes universitários continuarem em uma igreja após a formatura.

O novo projeto foi criado após o Instituto lançar o Transition College Project, um conjunto de iniciativas que orientou mais de 400 grupos de jovens formados nos Estados Unidos durante a sua transição para a faculdade.

O objetivo do projeto foi compreender melhor a dinâmica da vida a partir da juventude, e identificar atitudes que os pais, líderes de jovens, igrejas e os próprios alunos poderiam seguir para a trajetória ao longo da vida de fé e de serviço a Deus.

Fonte: Adiberj / Gospel+
Via: Creio

12.5.10

Uma explicação neurocientífica para as experiências religiosas, espirituais e místicas




O materialismo científico afirma que a mente humana é meramente o resultado de inúmeras atividades cerebrais. Segundo essa teoria, tudo o que vivenciamos é perfeitamente explicável por causas materiais e o mundo físico é a única realidade possível. No entanto, para o neurocientista Mario Beauregard, Ph.D., e a jornalista especializada em fé e ciência Denyse O´Leary, as experiências espirituais estão muito além das explicações materialistas. Em "O cérebro espiritual", os autores refutam as respostas da ciência tradicional, que considera essas ocorrências meros delírios. Além de defender a existência de um estado de consciência mística, no qual seria possível vivenciar aspectos da realidade não acessíveis em outros estados, Beauregard e O´Leary explicam como nossos neurônios atuam durante esse tipo de experiência. "O cérebro espiritual" acaba de sair da gráfica da Editora BestSeller e chega às livrarias neste início de maio.

Segundo a Publishers Weekly, o livro é "uma crítica arrebatadora à tendência da mídia em limitar a experiência religiosa a um artefato cerebral, patologia ou peculiaridade evolucionária... é uma brilhante introdução a um campo em que, inevitavelmente, misturam-se neurociência, filosofia e guerras culturais".

Baseado em um estudo com freiras carmelitas, Beauregard defende a existência de um estado de consciência mística, no qual seria possível vivenciar aspectos da realidade não acessíveis em outros estados, e explica como os neurônios atuam durante esse processo. Os autores analisam os recentes esforços para localizar um "gene de Deus" em alguns de nós - uma tentativa de reduzir as práticas espirituais a fenômenos materiais - e mostram como o desenvolvimento do cérebro humano o tornou propenso a atestar a verdade religiosa.

Como explicar a fé, a ação da mente sobre a matéria, a intuição, as experiências de quase-morte e as premonições? Ao refutar as respostas da ciência tradicional, O cérebro espiritual desvenda as verdadeiras origens de todos esses mistérios.

O trabalho pioneiro de Mario Beauregard, Ph.D. sobre a neurobiologia da experiência mística realizado na Université de Montréal teve grande destaque na mídia internacional. Ele também participou de pesquisas na University of Texas e no Montreal Neurological Institute da McGill University. Atualmente vive em Montréal, no Canadá.

Denyse O´Leary é jornalista e blogueira. Especializou-se em fé e questões de ciência. É autora de Faith@Science e By Design or by Chance?, além de escrever para The Toronto Star, The Globe & Mail e Canadian Living. Ela mora em Toronto, no Canadá.

O cérebro espiritual - Uma explicação neurocientifica para a existência da alma (THE SPIRITUAL BRAIN).
Mario Beauregard e Denyse O´Leary.
Tradução de Alda Porto.
476 páginas / 16x23 cm / R$ 49,90
Grupo Editorial Record / Editora BestSeller.


Fonte: Record/Editora BestSeller / SOMA

11.5.10

CADADIA


Refletindo com maridos (1)


Maridos, amai voss mulher.
Efésios 5.25
a
Creio ser este um mandamento bíblico para os maridos. Lendo Efésios 5.22-31 encontramos claras recomendações bíblicas dirigidas aos maridos. O amor que o marido deve à sua esposa: Amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja (v 25). Na alegria ou na tristeza, na riqueza ou na pobreza, na saúde ou na doença. O amor jamais acaba.

O cuidado. O texto diz: “e dela cuida” 
(v 29). O marido se esforça, dá o seu melhor no cuidado à esposa. Cuidar, proteger, zelar, estar atento às suas necessidades. A esposa merece e exige a atenção e a dedicação do seu marido. A intimidade. E se tornarão os dois uma só carne (v 31). Esta verdade aparece no versículo 28 “A si mesmo se ama.” O marido sente o que sentiu Adão ao receber Eva das mãos do Senhor em Gn 2.23.

Deus abençoe e capacite os maridos a levarem a bom termo suas obrigações em relação às esposas. Elas são presentes de Deus. Cabe a ele amá-la, cuidar dela e tê-la no coração.

ORE


Graças te dou, ó Pai, pela tua Palavra que instrui no cuidado com a esposa. Recebo a tua capacitação. Em nome de Jesus. Amém.

PENSE


Amo a minha esposa como a Bíblia me ensina?





Refletindo com maridos (2)


Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar.
1 Pedro 3.7


A Bíblia é rica em ensinamentos. Quando se refere aos maridos as recomendações são bastante claras. Pedro, o apóstolo, era casado e orientando os maridos escreve, na Bíblia na Linguagem de Hoje: Na vida em comum com a esposa. Como o marido deve viver esta vida em comum? Com discernimento. Reconhecendo que a mulher é o sexo mais frágil. Isto não significa inferior, a mulher objeto.

Com consideração. O marido considera e valoriza a sua companheira. A bem da verdade, a esposa é aquela que coloca seu ombro junto ao esposo e o ajuda no cumprimento da missão. Devemos honrar, promover a nossa esposa como diz em Provérbios 18.22.

Com dignidade. É o marido respeitando a esposa. Creio que isto acontece sem que o esposo deixe de ser o cabeça do lar. Não o chefão, o patrão: o sacerdote do lar. Deus assim o constituiu, ele exerce a sua liderança e autoridade em amor. Quando isto acontece há paz, harmonia e Deus é glorificado em nossa casa.

ORE


Pai bondoso, quero a tua capacitação para tratar minha esposa com discernimento, com consideração e com dignidade. No nome de Jesus que oro. Amém.

PENSE


Minha esposa me considera um bom marido?