30.11.12

Óculos do Google é eleito melhor invenção de 2012

Foto:  Divulgação
Um óculos que acessa a internet, fotografa as visões do usuário, permite acesso à agenda de contatos e mapas, recebe notificações de mensagens e até realiza chamadas de vídeo, tudo controlado por comandos de voz. Parece ficção científica, mas a engenhoca já existe e foi eleita a melhor invenção de 2012.

Desenvolvido nos laboratórios do Google, o Project Glass (ou, simplesmente, óculos do Google) é uma ferramenta de realidade aumentada, criada por uma equipe coordenada diretamente por Sergey Brin, um dos fundadores da empresa. O aparelho foi lançado oficialmente durante a última conferência para desenvolvedores do Google (Google IO), em junho deste ano. As primeiras unidades do produto devem chegar ao mercado em 2014.

A lista das invenções mais significativas de 2012 foi feita pela revista Exame e conta ainda com outras criações de última tecnologia, como a câmera Lytro, que permite a escolha do ponto de foco após o registro da imagem, e o sistema Air Maintenance, desenvolvido pela Goodyear, que reconhece quando a pressão interna do pneu está baixa e, automaticamente, infla até retomar a normalidade.  Com informações do Bahia Notícias

Justiça nega pedido de retirada de 'Deus seja louvado' das notas de Real

A Justiça negou ontem (29) o pedido para retirar a expressão "Deus seja louvado" das cédulas do real feito pelo Ministério Público Federal de São Paulo .
Segundo a decisão judicial, a menção a Deus nas notas do real "não parece ser um direcionamento estatal na vida do indivíduo que o obrigue a adotar ou não determinada crença", afirma a decisão sobre a ação. "Assim como também não são os feriados religiosos e outras tantas manifestações aceitas neste sentido, como o nome de cidades".
A sentença é da 7ª Vara da Justiça Federal. A decisão é provisória e pode ser revogada ou modificada.
No início de novembro, o Ministério Público de São Paulo entrou com uma ação civil pública para pedir que as novas cédulas de real passassem a ser impressas sem a expressão "Deus seja louvado".
O pedido, feito pela Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão, afirma que a existência da frase nas notas fere os princípios de laicidade do Estado e de liberdade religiosa. 
O Banco Central defende que este tema deve ser debatido pelo Conselho Monetário Nacional e que há "inexistência de verossimilhança das alegações" e [...] que estas não violam os princípios constitucionais do Estado Laico e da liberdade religiosa".
"De fato, não foi consultada nenhuma instituição laica ou religiosa não cristã que manifestasse indignação perante as inscrições da cédula e não há notícia de nenhuma outra representação perante o Ministério Público neste sentido", reconhece a decisão judicial da 7ª Vara. "A alegação de afronta à liberdade religiosa não veio acompanhada de dados concretos, colhidos junto à sociedade, que denotassem um incômodo com a expressão 'Deus' no papel-moeda."
O pedido de retirada da expressão causou polêmica sobre a possível alteração das notas de real. Um dos críticos foi o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), que foi responsável por incluir a frase nas cédulas da moeda brasileira quando foi presidente da República, em 1986. Sarney classificou a ação como "falta do que fazer" do Ministério Público.
A Igreja Católica também criticou a ação. "Questiono por que se deveria tirar a referência a Deus nas notas de real. Qual seria o problema se as notas continuassem com essa alusão a Deus?", afirmou dom Odilo Scherer, arcebispo metropolitano de São Paulo, em nota.
Com informações do BOL

Pastor e sete cristãos condenados à morte por filme anti-islã

Cena do filme que gerou onda de protestos em países muçulmanos
(foto de arquivo)
Um tribunal do Cairo condenou na última quarta-feira(28) à revelia sete cristãos egípcios e um pastor americano baseado na Flórida e os sentenciou à morte sob acusação de que participaram em um vídeo anti-Islã, cuja divulgação na internet em setembro provocou protestos violentos em vários países muçulmanos.

"Os acusados foram condenados por insultos à religião islâmica pela participação na produção e distribuição de um filme que insulta o Islã e seu profeta", disse o juiz Saif al-Nasr Soliman.

O vídeo semiamador e de baixo orçamento, que foi produzido na Califórnia, insulta o profeta Maomé e provocou protestos contra os EUA e ataques a embaixadas ocidentais em vários países muçulmanos.

O caso é amplamente simbólico, já que os sete homens e uma mulher estão fora do Egito e é improvável que viajem ao país para enfrentar as acusações. O julgamento foi visto como uma tentativa de absorver a raiva pública relacionada ao filme "A inocência dos Muçulmanos", que retrata o Profeta Maomé como mulherengo, bufão e uma fraude.

Na segunda-feira, o jornal americano New York Times indicou que Basseley Nakoula , o suposto produtor do filme islamofóbico, não tem remorsos. "Antes de escrever o roteiro, pensei que me imolaria em praça pública para divulgar minha mensagem aos povos americano e povos do mundo", disse Nakoula, respondendo a perguntas em escrito formuladas pelo jornal.

O filme ofendeu multidões de muçulmanos, desencadeando uma onda de protestos antiamericanos no Oriente Médio, deixando mais de 30 mortos.

O homem cita a morte de 13 pessoas na base militar de Fort Hood no Texas, em novembro de 2009 - em um incidente em que um psiquiatra militar muçulmano foi considerado culpado - como prova das "atrocidades" cometidas "em nome de Alá". "Senti-me ainda mais comovido e enfurecido" após a matança de Fort Hood, disse Nakoula, um cristão copta nascido no Egito.  
Do Último Segundo *Com Reuters, AP e AFP

28.11.12

Papa Bento XVI afirma que data do nascimento de Jesus está errado em vários anos

O calendário cristão, que é baseado no ano de nascimento de Jesus, estaria atrasado devido a um erro de cálculo, afirmou o Papa Bento XVI.
As declarações estão na série de livros com três volumes chamada “L’Infanzia di Gesu”, escrito pelo próprio Bento XVI e editado pela Casa Publicadora do Vaticano em parceria com a editora Publicações Rizzoli.

Segundo o Papa, o cálculo do calendário cristão usado atualmente foi feito pelo monge Dionysius Exiguus, que havia errado em alguns anos. Essa afirmação do líder católico reforça a tese de estudiosos que afirmam que o nascimento de Jesus teria acontecido entre 4 e 6 anos antes da data conhecida atualmente.

-O cálculo do início do nosso calendário – baseado no nascimento de Jesus – foi feito por Dionysius Exiguus, que cometeu um erro em seus cálculos por diversos anos – escreveu Bento XVI, de acordo com informações do
Daily Mail.

Bíblia Sagrada com reflexões de Martinho Lutero

A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) apresenta uma edição especial da Bíblia Sagrada, que traz cerca de 900 reflexões de Martinho Lutero. Os textos foram selecionados por estudiosos especialistas no vasto acervo de escritos deixados pelo teólogo que, há alguns anos, estão sendo traduzidos e disponibilizados também na língua portuguesa.

Com texto bíblico na tradução de Almeida Revista e Atualizada, a obra está voltada mais para a compreensão histórica e exegética dos textos bíblicos, ou, ainda, para uma orientação pastoral e prática. A contribuição de Lutero na caminhada do Cristianismo é reconhecida de forma universal, já que sua obra é citada por escritores de praticamente todas as correntes cristãs.

Para a publicação, foram escolhidas reflexões que estivessem relacionadas direta ou indiretamente ao texto bíblico, a partir de obras de Lutero publicadas em português pela Comissão Interluterana de Literatura (CIL), instituição formada por representantes da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB).

Entre as obras escolhidas estão: o devocionário Castelo Forte, de 1983; a obra Pelo Evangelho de Cristo, de 1984; e a coleção Martinho Lutero – Obras Selecionadas, volumes 1 ao 11.

Única no mundo, a Bíblia Sagrada com Reflexões de Lutero oferece recursos que contribuem para pregação do Evangelho e edificação da Igreja Cristã. A publicação será lançada em 27 de novembro, na Igreja Batista da Liberdade, em São Paulo.

Com informações do The Christian Post.

27.11.12

"O céu e o inferno não são folclore" diz Edir Macedo

Em entrevista exclusiva para a revista IstoÉ, Edir Macedo conta que não tem residência fixa, diz que a Igreja Universal ainda é perseguida pelos católicos, relata o último encontro com a presidenta Dilma Rousseff e fala sobre o futuro da Igreja e da Rede Record
Edir Macedo estava no apartamento de aproximadamente 200 metros quadrados no último andar do prédio da Igreja Universal do Reino de Deus, na avenida João Dias, em São Paulo, quando soube que o lançamento de sua autobiografia "Nada a Perder", na Argentina, fora um sucesso. Na sequência, Macedo foi informado de que o livro também será traduzido para o francês e imediatamente começou a procurar data na agenda para promover um lançamento em Paris no início do próximo ano. Foi no embalo dessas notícias que, no domingo 18, sentado no sofá da sala do imóvel que costuma ocupar quando está em São Paulo, Edir Macedo concedeu entrevista exclusiva à ISTOÉ. Nos últimos sete anos, é a primeira entrevista do bispo a um meio de comunicação que não pertence a ele. Aos 67 anos, o líder da IURD e dono da Rede Record entende que ainda é tratado como o chefe de uma seita pela cúpula católica. Ele relata o último encontro que teve com a presidenta Dilma Rousseff, afirma que milagres continuam a ocorrer em seus templos e se mostra emocionado quando faz referência às pessoas que conseguem encontrar na Universal um novo caminho para suas vidas. Entrevista completa aqui.

Na Superinteressante: Jesus era moreno, baixinho e não foi traído por Judas

FILHO DE PEIXE É PEIXINHO



“Por um só homem entrou 
o pecado no mundo...”
Rm 5.12

Ouvi de um missionário amigo e amado: Filho de crente não é crentinho, filho de crente é campo missionário. Às vezes não enxergamos a importância e a urgência de apresentarmos a verdade do Evangelho aos nossos filhos. Eles, assim como nós, precisam confessar com sua boca que Jesus Cristo é Senhor de suas vidas e com os seus corações crerem que Jesus ressuscitou dentre os mortos. Assim, e só assim, eles serão salvos. 

Quando apresentamos nossos filhos ou os batizamos em nossas igrejas, estamos declarando que nós e nossa casa servimos ao Senhor. Nossos filhos são herdeiros da promessa e do pacto de salvação em Cristo Jesus. Mas eles precisarão reconhecer em seus corações sua própria necessidade de arrependimento e da redenção em nosso Salvador. Não se trata de uma orientação pesada ou difícil demais para os pais. 

Este é um caminho para a bênção e a alegria verdadeira no lar. Nossos filhos precisam beber o leite da piedade. Devemos repartir com eles também a alegria de receberem a salvação em Cristo.

ORE


Senhor, abençoa nossas crianças. Que o Senhor seja o Deus adorado e exaltado por todos os pequeninos, a quem amamos. Em Jesus, amém!

"Não estou bem com o que estou aprendendo, com o que a Bíblia diz e com o que está naquele programa de TV" diz ator religioso.

ASTRO DE TWO AND A HALF MEN FAZ CAMPANHA CONTRA SÉRIE
LOS ANGELES, 26 Nov (Reuters) - O ator Angus T. Jones, astro da desbocada série cômica de TV "Two and a Half Men", pediu aos espectadores que mudem de canal, alegando que suas recentes convicções religiosas são incompatíveis com o papel que ele interpreta na série, como um adolescente desencanado.

Jones, de 19 anos, interpreta há nove anos o jovem Jake Harper, filho do personagem Alan (Jon Cryer).

E um vídeo gravado para a Igreja Cristã Precursora, da Califórnia e divulgado pelo YouTube, Jones pede aos fãs que parem de assistir ao programa e de "encher a cabeça de vocês com sujeira".

"Se você assiste a 'Two and a Half Men', por favor pare", diz Jones no vídeo. "Estou em 'Two and a Half Men' e não quero estar nele. Se estou fazendo algum mal, não quero estar aqui. Não quero contribuir com o plano do inimigo . Não se pode ser uma verdadeira pessoa temente a Deus e estar num programa de televisão como aqueles."

"Não estou bem com o que estou aprendendo, com o que a Bíblia diz e com o que está naquele programa de TV", acrescentou.

A rede CBS e a produtora Warner Bros Television não quiseram comentar as declarações, que podem criar um novo problema para a popular série. Em 2011, o programa precisou passar por uma reformulação devido à demissão do protagonista Charlie Sheen, substituído por Ashton Kutcher. (Reportagem de Jill Serjeant)
Com informações do Brasil 247

ONU aprova resolução que condena mutilação feminina

Brasília – A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou ontem (26) resolução que condena a mutilação genital feminina - chamada de circuncisão feminina - e pede aos países que passem a orientar de forma educativa sobre a necessidade de acabar com a prática. A circuncisão feminina ainda ocorre em regiões tribais da África que seguem o islamismo, mas adotam tradições próprias.

Em geral, as meninas são submetidas à mutilação ainda na infância, antes da adolescência. A prática consiste na retirada do clitóris e, em alguns casos, também dos grandes lábios. No texto, a ONU apela para que os países adotem medidas como a proibição da prática, com o objetivo de proteger mulheres e crianças de “qualquer forma de violência”, e encerrem a impunidade.

No texto, as Nações Unidas pedem que as autoridades se esforcem para orientar sobre o atendimento médico às meninas e mulheres, e que os líderes religiosos e comunitários contribuam com as ações.

A resolução criou a data de 6 de fevereiro como o Dia Internacional da Tolerância Zero contra a Mutilação Genital Feminina. Durante a discussão na Assembleia Geral da ONU, vários líderes de países africanos destacaram a importância do texto para intensificar a luta internacional contra a prática. *Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa. Edição: Graça Adjuto

Renata Giraldi* Repórter da Agência Brasil

Fonte: EBC

26.11.12

“O que eu dei foi oração”, diz mãe do novo presidente do STF


Do Gospel Prime
Em declaração para a imprensa, Benedita Gomes da Silva, mãe do ministro Joaquim Barbosa, comentou que a única coisa que deu ao filho foi oração e que ele conseguiu chegar à presidência do Supremo Tribunal Federal por conta própria.
“O que eu dei foi oração, ele lutou por conta própria”, disse ela que é evangélica da Assembleia de Deus. Ao lado de parentes e artistas, o ministro Joaquim Barbosa tomou posse do novo cargo na ultima quinta-feira (22).
Nascido na cidade de Paracatu, Minas Gerais, em 1954 o ministro se esforçou para conquistar seus sonhos, aos 16 anos ele se mudou para Brasília para morar com uma tia e cursar o ensino médio.
Foi nessa época que ele conseguiu trabalho como compositor gráfico do Senado e mais tarde como oficial do Ministério das Relações Exteriores.
Formado em Direito pela Universidade de Brasília, Joaquim Barbosa é casado com Marileuza Francisco de Andrade com que tem um filho, Felipe, nascido em 1982.
Sempre seguindo carreira pública, Barbosa foi nomeado pelo então presidente Lula em 2003 para o STF. Apenas em 2008 ele conseguiu se tornar ministro efetivo e também vice-presidente da mais alta corte do Brasil.
A posse de Joaquim Barbosa se tornou histórica por ele ser o primeiro homem negro a presidir do Supremo Tribunal Federal.

21.11.12

Projeto de Evangelização na Copa do Mundo, Brasil 2014

A partir do dia 12 de junho de 2014 o Brasil vai sediar um dos maiores eventos esportivo do mundo, a Copa do Mundo de Futebol. Os jogos ocorrerão em 12 cidades-sedes e devem atrair turistas de cerca de 200 países e algo em torno de 20 mil jornalistas do mundo todo.

Com olhos do mundo inteiro voltados para o país, a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil está se preparando para lançar um projeto de evangelização durante o evento. O projeto se chamará “AD na Copa” e deve alcançar todo o território nacional.

O projeto já tem um site oficial (www.adnacopa.com.br) e contará com materiais de evangelismo. Além disso, no dia em que não houver jogos nas cidades sedes, serão realizadas grandes concentrações evangelísticas.

A Assembleia de Deus está desenvolvendo um projeto pioneiro e audacioso para a evangelização na copa. Coordenador do projeto no Rio Grande do Sul, o pastor David Mattos, presidente da Igreja Assembleia de Deus de Viamão, tem experiência missionária, foi missionário na África do Sul e em Israel e é um dos tradutores oficiais da Scool Of Christ International, em mais de 150 países. Com informações Gospel Prime.

17.11.12

Invasão parece iminente após convocação de 75 mil reservistas israelenses

A aviação israelense bombardeou edifícios governamentais do Hamas na Faixa de Gaza neste sábado, incluindo o gabinete do primeiro-ministro, depois que o governo de Israel autorizou a mobilização de até 75 mil reservistas, como preparação para uma possível invasão terrestre à região.

Militantes palestinos em Gaza mantiveram os lançamentos de foguetes contra o território israelense. Um dos projéteis atingiu um prédio residencial na cidade portuária de Ashdod, destruindo várias sacadas. A polícia informou que cinco pessoas ficaram feridas.

O Hamas, grupo islâmico palestino que governa a Faixa de Gaza, afirmou que mísseis israelenses arrasaram o prédio do gabinete do primeiro-ministro Ismail Haniyeh - onde ele se havia reunido na sexta-feira com o primeiro-ministro do Egito - e também atingiram um QG da polícia.

Com tanques e artilharia israelenses posicionados ao longo da fronteira de Gaza, e sem nenhum sinal do fim das hostilidades, agora no quarto dia, o ministro de Relações Exteriores da Tunísia viajou para o território palestino, para demonstrar solidariedade árabe.

Autoridades em Gaza disseram que 41 palestinos, dos quais quase metade civis, incluindo oito crianças e uma grávida, foram mortos desde o início dos bombardeios aéreos de Israel. Três civis israelenses foram mortos por um foguete na quinta-feira.

No Cairo, uma fonte governamental afirmou que o presidente do Egito, Mohamed Mursi, iria manter conversações com o emir do Catar, o primeiro-ministro da Turquia e o líder do Hamas, Khaled Meshaal, na capital egípcia neste sábado, para discutir a crise em Gaza.

O Egito vem trabalhando para restabelecer a calma entre Israel e o Hamas, depois que um cessar-fogo informal obtido pelo governo egípcio foi rompido nas últimas semanas. Meshaal, que vive no exílio, já havia mantido uma rodada de conversações com autoridades egípcias do setor de segurança. 
Com informações da 
Reuters Brasil

CASA DE FERREIRO, ESPETO DE PAU I e II



CASA DE FERREIRO, ESPETO DE PAU - I



“...para que tendo pregado a outros, 
não venha eu mesmo a ser desqualificado.” 
1Co 9.27

Um grande pregador inglês disse que a pior tragédia na vida do cristão não era uma doença incurável ou a bancarrota nos negócios. O pior que poderia ocorrer a um cristão seria ele descobrir que estivera enganado o tempo todo. Que tudo o que esperou de sua fé não mais acontecerá, pois na verdade sua vida cristã nunca começou de fato. 

Portanto, uma grande questão de nossa vida é: quando podemos saber se estamos enganados em nossa fé? A resposta é uma só: quando dependemos, em alguma medida, de nossos próprios esforços, seja no início ou em todo o caminho da vida cristã. Lembre-se que a mesma graça que nos salvou é a graça que nos sustenta. 

Corremos sérios riscos de sermos reprovados por Deus no juízo se caminharmos a nossa jornada cristã dependendo de nossos próprios esforços para nos tornarmos merecedores do favor divino. “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isso não vem de vós, é dom de Deus, não de obras, para que ninguém se glorie” (Ef 2.8,9).

ORE


Pai eterno, livra-me da soberba e das desilusões da vida. Dá-me forças para depender tão somente de tua graça. Em nome de Jesus, amém.



CASA DE FERREIRO, ESPETO DE PAU - II



“Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina... 
salvarás a ti quanto a seus ouvintes.” 
1Tm 4.16

Era uma segunda-feira. Após um fim de semana de muitas atividades, telefonei, logo pela manhã, para o escritório na Missão para dizer o quanto eu havia trabalhado e o quanto minhas forças haviam se extenuado. Eu havia atendido naquela quinta e na sexta-feira a três funerais da cidade; no sábado, acompanhara um encontro de jovens o dia inteiro, e no domingo, além de pregar e ensinar, fizera uma visita pastoral de urgência (desses casos que abalam a alma do pastor). Pensei que por este relato meritório receberia um grande elogio, do tipo, isso mesmo! Você é um bom obreiro pois tem trabalhado bastante e arduamente! 

Que nada, o que eu ouvi foi uma sonora bronca e daquelas! Algo ficou no meu aprendizado das palavras da secretária da Missão: “precisamos de você inteiro e com saúde; se você proceder desse jeito e continuar nesse ritmo, você adoecerá e ficaremos sem obreiro no campo.” Percebi que o cuidado comigo e com minha saúde, era na verdade zelo e 
amor à obra.

ORE


Senhor, dá-me discernimento de meus limites. Que a minha ansiedade no fazer, não comprometa o andamento da obra que tu me deste, seja em casa, no trabalho, na igreja ou na vida! Em Jesus, amém.

15.11.12

A Laicidade no Ensino Público


Há exatos 123 anos um levante político-militar dava fim a Monarquia ao substituí-la pelo Republicanismo. A iniciativa, liderada pelo marechal Deodoro da Fonseca, trouxe sérias implicações ao sistema de governo e gestão da coisa pública. O Catolicismo Romano, antes religião oficial da Colônia e depois da Monarquia, perde seu status ao ser promulgada a Constituição de 1891.

Declarado laico, o Estado assume sua responsabilidade como gestor do ensino público – antes sob tutela dos jesuítas que, por quase 200 anos, fundaram e dirigiram diversos colégios por todo o país. Apesar da influência católica no ensino, D. Pedro II demonstrou interesse ao, em 1862, declarar que o “ensino deve ser inteiramente secular [isto é, laico], com a exceção do religioso” (Posicionamentos, Observatório da Laicidade do Estado).

Catequizar e educar – nas palavras de Maria Luisa Santos Ribeiro (A organização escolar no contexto da consolidação do modelo agrário – exportador dependente, 1998) – eram palavras sinônimas e que estavam atreladas a um estilo ou ideal da classe dominante. Segundo a autora, tudo passa pela questão do ensino religioso como forma de evangelização dos escravos, ou seja, o papel do ensino religioso, da Igreja e da Educação era catequizar.

Proclamada a República, um novo modelo de ensino passa a ser adotado tendo como base a expressão: “Será leigo o Ensino ministrado nos estabelecimentos oficiais de ensino” (PCN: ER, 2004, p. 14). Maria Amélia Giovannini Calado, em sua análise “A laicidade estatal face à presença de símbolos religiosos em espaços públicos”, lembra que o Estado Laico não é um Estado ateu. Prosseguindo, a autora apresenta o artigo 19, I, como base ao seu argumento. Leia mais...

Mônica Iozzi diz temer bancada 'dita evangélica'

Mônica Iozzi que integra o programa Custe o Que Custar (CQC), da Rede Bandeirantes, em entrevista concedida ao programa ‘2 Chopes Com’ do site Yahoo apresentado por Michel Blanco, declarou temer a bancada evangélica.

Mônica que monta seu quadro com entrevistas a políticos fez critícas a alguns parlamentares. Questionada de qual seria a bancada mais perigosa de Brasilia, a repórter afirma, entre alguns goles de chope, que existem muitas entre elas “a dita evangélica”.

"Eu acho que existem muitas bancadas perigosas ali. As bancadas que eu enho mais medo são a ruralista e a bancada 'dita evangélica'. A gente tá voltando no tempo numa série de coisas".

Mônica ressalta que não são todas as igrejas evangélicas, mas que existem uma série de igrejas que misturam de uma forma “gritante”, política com religião. “Que pegam a grana dessas pessoas e alimentam programas que alimentam políticos, que alimentam a bancada”.

A repórter ainda questiona “qual é a função da bancada evangélica? A única coisa que os caras sabem dizer é: nós lutamos pela família, pela moral e bons costumes”, disse ela, completando que eles se focam apenas em causas específicas como os gays.

Para ela, se a bancada evangélica cresce é porque muitas pessoas da população compartilha dos mesmos pensamos, sendo algo assustador.

Durante a entrevista, Mônica ainda diz temer outros políticos, como o senador Fernando Collor. Ela comenta que as pessoas fizeram dele um personagem, esquecendo do quanto ele é "perigoso". Mônica também cita o político Maluf como um homem perigoso para a o Brasil.

Com informações do The Christian Post.

CNV reuniu grupo que irá investigar o papel das igrejas durante a ditadura militar.

“Não vamos privilegiar nenhuma igreja. Isso vai ser mapeado pela documentação e pelos casos que nós vamos levantar”, adianta o coordenador do grupo.

Estudos existentes sobre o tema foram analisados por especialistas durante a reunião. “Estamos fazendo um primeiro balanço do estado da arte com especialistas e teremos que definir prioridades, porque não podemos tratar de todos os temas que envolvem essa questão”, apontou o professor Paulo Sérgio Pinheiro, coordenador do grupo.

Anivaldo Pereira Padilha está entre os casos a serem analisados. Ele, que é jornalista e ex-preso político, foi delatado, no início da década de 1970, pelo pastor e pelo bispo da igreja da qual fazia parte. “Fui denunciado por minha atuação dentro da própria igreja. Na época, ocupava os cargos de diretor do Departamento Nacional de Juventude e editor de uma revista da igreja dirigida a esse público”, conta.

Torturado e exilado, Padilha só voltou ao Brasil em 1979, após a lei na Anistia.

“As igrejas são instituições da maior relevância na sociedade e é evidente que, ao lado das Forças Armadas, do empresariado, dos organismos do Estado, ela deve ser investigada”, disse Paulo Sérgio Pinheiro.

Para Padilha, o não esclarecimento desses crimes contribui para que a tortura continue a existir. O estudo servirá "para que essas instituições deem conta do quão nefasto isso foi para a sociedade brasileira em termos de atraso para a construção de uma sociedade democrática."

“Não vamos privilegiar nenhuma igreja. Isso vai ser mapeado pela documentação e pelos casos que nós vamos levantar”, adianta o coordenador do grupo.

A comissão é formada por pesquisadores que estudam diversas igrejas, como a metodista, presbiteriana, luterana, batista e Católica. Com informações da Agência Brasil

Twitter é usado por fiéis durante reuniões em igreja

Uma igreja cristã em Saint-Paul, na cidade de Weston Super-Mare, no sudoeste da Inglaterra criou uma forma diferente para que os fiéis interajam durante o culto: liberou o uso de celulares conectados a redes sociais.
Enquanto a reunião acontece, os fiéis podem escrever noTwitter o que estão sentindo e pensando a respeito do sermão e algumas dessas frases são selecionadas e transmitidas em algumas telas espalhadas pela igreja.
O padre Brian Champness comenta que este método aproxima as pessoas da mensagem, da mesma forma como Jesus fazia em sua época. “Não é um monólogo em que falamos por meia hora e damos informações para as pessoas. É uma conversa, uma das maneiras que Jesus ensinou, ele faz perguntas”.
A ideia surgiu do vigário Andrew Aldan que tenta modernizar a igreja a reaproximar os fiéis que nos últimos anos estão abandonando a fé. “Os jovens são cada vez mais raros nas igrejas de nosso país, por isso usar redes sociais como Facebook, Twitter e Youtube é uma forma de nos envolver com essa geração”.
Antes de serem exibidas nas telas as mensagens do chamado “Twitter do Domingo”, que acontece uma vez por mês, passam por um filtro e além de ter tuites sobre a mensagem do culto, também há fiéis que escrevem sobre o roupa do sacerdote e fazem outros tipos de comentários descontraídos. Com informações do Gospel Prime

PASTOR ALBERTO QUADROS E A EDUCAÇÃO NO BRASIL


O Blog do Ricky conversou com o Pastor Alberto Quadros, diretor do Colégio Batista de Itabuna. O Pastor Alberto é um entusiasta da Educação. Formado em Teologia, Filosofia e Grafologia, o pastor fez uma análise da educação no Brasil, conversou sobre Ensino Médio, ENEM e nos apresentou a jovem Thamille Fernandes, aluna do 2º ano na escola, vencedora do concurso “Lápis na Mão”, promovido pela TV Santa Cruz. Além disso, o blog teve ainda a oportunidade de observar “in loco” a qualidade do trabalho desenvolvido pelo Colégio Batista. Confira entrevista completa aqui. 

13.11.12

Filme evangélico supera 007

Em cartaz em 558 cinemas do país, "007 - Operação Skyfall", campeão da semana passada, permaneceu líder isolado nas bilheterias brasileiras no último final de semana, com público de mais de 500 mil espectadores. Quem chamou a atenção, no entanto, não foi James Bond, e sim uma estreia bem menor. Baseado no livro homônimo do pastor evangélico R.R. Soares, "Três Histórias, Um Destino" estreou no feriado de Finados em apenas 51 cinemas, mas teve a melhor média de público do circuito: 1075 espectadores por sala, superior à de "Skyfall" (898 espectadores).

Isso porque "Três Histórias" é alvo de uma campanha, batizada de "1 + 2 = 150 mil vidas!", que estimula os fiéis da Igreja Internacional da Graça de Deus, comandada por Soares, e outras igrejas evangélicas a levarem amigos e parentes para assistirem ao filme. O objetivo, segundo o site oficial, é "transmitir a mensagem de Cristo".
A distribuição, apenas com cópias dubladas, está a cargo da Graça Filmes, braço cinematográfico do conglomerado gospel do religioso, que ainda engloba a Graça Editorial e a Graça Music.
Em seus três primeiros dias em cartaz, "Três Histórias, Um Destino" foi assistido por 54 mil pessoas e arrecadou R$ 530 mil.
Estreia na direção do ator B norte-americano Robert C. Treveiler, o longa-metragem foi rodado nos Estados Unidos, em inglês, com elenco desconhecido. A trama, livremente inspirada no livro, reúne um pastor que se corrompe, um jovem casal que passa por dificuldades e um garoto que dá início a uma vida no crime. Com o título original de "Destiny Road", a exibição nos EUA está prevista para 2013.
Com informações do portal IG.

DEUS pode deixar o real

Notas deverão sofrer a alteração caso a ação
 do MPF seja aceita.  (Foto: Reprodução)
O MPF (Ministério Público Federal) quer retirar das cédulas de reais a expressão "Deus seja louvado". A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão em São Paulo entrou, nesta segunda-feira (12), com um pedido liminar na Justiça Federal para efetuar a mudança.

O argumento da Procuradoria é de que o Estado brasileiro é laico e, portanto, deve estar desvinculado de qualquer manifestação religiosa. Para o MPF, a frase "Deus seja louvado" atenta contra os princípios da igualdade e da não exclusão de minorias já que privilegia uma religião em detrimento de outras.


O MPF recebeu representação questionando a permanência da frase no novo modelo de cédula. O Banco Central, por sua vez, lança mão da Constituição Federal para justificar a presença da frase. Logo no preâmbulo da Carta Magna, aprovada em 1988, constam os dizeres: "nós, representantes do povo brasileiro, (...), promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte Constituição da República Federativa do Brasil".

Em nota enviada ao MPF, o Ministério da Fazenda se defende dizendo que a inclusão da expressão religiosa nas cédulas aconteceu em 1986, por determinação do então presidente José Sarney. Em 1994, com o Plano Real, a frase foi mantida pelo ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, supostamente por ser "tradição da cédula brasileira".

A ação também pede que a Justiça estipule multa diária de R$ 1,00 caso a União não cumpra a decisão de retirar a expressão. A multa teria mero caráter simbólico, "apenas para servir como uma espécie de contador do desrespeito que poderá ser demonstrado pela ré, não só pela decisão judicial, mas também pelas pessoas por ela beneficiadas". Você concorda com a medida proposta pelo MPF?

Com informações Yahoo. (vi no Última Instância)

10.11.12

Ainda que morra viverei


Avião faz pouso de emergência porque passageiro se recusou a parar de rezar no corredor

Avião precisou ser escoltado por jato militar; na foto,
modelo similar ao envolvido no incidente

Um avião da United Airlines que voava, nos Estados Unidos, de Denver para Washington DC fez um pouso de emergência, na noite de quinta-feira (8), depois que um passageiro se recusou a parar de rezar no corredor da aeronave.
Segundo testemunhas, o homem rezava em voz alta e começou a agir de forma desordeira.
O avião se preparava para pousar no aeroporto de Washington DC, quando o incidente ocorreu.
Por causa do passageiro, o piloto da United Airlines declarou situação de emergência e o Boeing 757 precisou pousar escoltado por um jato militar.
Ninguém se feriu no pouso e os passageiros deixaram a aeronave sem pânico.
O homem que causou o distúrbio foi detido, algemado e levado do aeroporto pela polícia. Ainda não se sabe se ele tem problemas psiquiátricos. (Com AP) 
Com informações do UOL São Paulo

Em apenas 3 pilares, 99% das igrejas estão erradas: pastor, igreja e dízimo, diz líder cristão


Cerca de 99% das denominações e religiões estão erradas no uso dos termos: igreja, pastor e dízimo, afirma Ádryan Krysnamurt Edin da Luz, o líder do movimento que propõe uma Nova Reforma Protestante, "Eu quero uma Igreja".


O movimento Eu quero uma Igreja reúne cristãos de várias denominações e lugares do mundo a cultuar em unidade online.

Em um email ao The Christian Post, o líder cristão explica os três pilares básicos da fé cristã e da Igreja de Cristo, que estão sendo usadas erroneamente: 1) Hierarquia Eclesiástica; 2) O termo igreja empregado de maneira equivocada; 3) Dízimo, ofertas e coletas.

Segundo Ádryan, pastor não é um título. Ele explica que tanto pastores, como profetas, apóstolos e evangelistas, são dons e não podem ser designados pelo homem. Ele usa as passagens como Efésios 4:4-11 (“(...)E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores”), além de outras para basear a sua afirmação.

“Existem sim pastores, no original, 'hêgeomai', Hebreus 13:17 - são guias espirituais, e não pessoas com títulos ostentados por status, vaidade pessoal, poder, fama ou qualquer outra obra da carne”, escreveu ele ao CP.

Além disso, o líder esclarece o significado de outras funções existentes na igreja

Cooperador: todos são, os que cooperam, desde o que tem vocação para pastor até ao membro do corpo que coopera;

Diácono: são serventes, servidores (em Atos 6, sete servidores foram escolhidos para servir às mesas);

Presbíteros, anciãos e bispos (são a mesma coisa, apenas oriundos de idiomas diferentes): exercem função de guias espirituais;

Apóstolos: aqueles que são enviados, como são os missionários;

Com relação aos apóstolos, hoje, Ádryan afirma que eles não existem mais como ministério, pois ninguém viu Jesus ressurreto ocularmente.

“O que pode existir hoje, são os enviados, mas que não podem ostentar o título de missionário fulano ou ciclano. Título só o de Cristo, nosso Sumo Pastor. E assim por diante”.

Estes esclarecimentos podem ser encontrados no vídeo do debate feito pelos integrantes do grupoAQUI.

Já o termo igreja, ele explica, que são as pessoas e não os templos. “Nós somos igrejas. Se Jesus é o Pão da Vida, e nós somos pedaços deste Pão”, diz ele, citando 1ª Coríntios 10:17 (“Porque nós, sendo muitos, somos um só pão e um só corpo, porque todos participamos do mesmo pão”).

“Não existem igrejas de pedras, gesso, metal, vidros, madeiras... ! A igreja fulana de tal, (denominação) isto não existe! São apenas projetos, denominações, religiões, organizações, instituições, sistema religioso com CNPJ, pessoa jurídica, seja o que for, mas nunca, nunca usar o termo IGREJA.”

“Então, igrejas somos nós, com 'is' minúsculos, e, Igreja com 'i' maiúsculo só tem UMA IGREJA.”

Tendo em vista isso, ele afirma que em breve haverá duas unificações: “uma será trigo, a boa unidade da Igreja única, a Igreja de Cristo (João 17) daqueles que ouvirão a voz do único Pastor e o seguirão para salvação eterna; e, a outra é a do joio, a má unificação, chamada de ecumenismo (Apocalipse 17:17), onde impera Laodicéia, 'igreja' tímida, covarde, em cima do muro, morna, aceita tudo e todos e dará poder ao líder mundial”.

Quanto ao dízimo, Ádryan explica que “morreu na cruz”. Baseando-se em 2ª Coríntios 8 e 9, ele diz que o que existe são coletas que são “para suprir a necessidade dos santos”. A quantia ou o valor, entretanto, deve ser dado pelo cristão segundo o “seu coração”.

“O ideal é que tivéssemos tudo em comum, de maneira a não termos desigualdade social em nosso meio, darmos preempção aos domésticos na fé, ajudarmos aos necessitados como em Tiago 2:14 ao 18. Ajude o pobre, ajude o necessitado, viva Tiago 1:27.”

Para Ádryan, o termo “dízimo” nem sequer deveria ser utilizado.

Mais detalhes sobre o tema podem ser encontrados nos vídeos de debates 73 Debate - O dízimo - A doutrina mais legalista das denominações (Dr. José Renato Pedroza) e Em apenas 3 pilares, 99% das denominações estão erradas: Pastor, Igreja e Dízimo.

O movimento Eu quero 1 Igreja possui núcleos formando-se por todo Brasil. O grupo realiza debates, cultos online com a participação de cristãos de qualquer denominação e lugar do mundo.

Todas as sextas-feiras, os participantes do movimento também realizam debates a partir de notícias cristãs no país e no mundo entre 21h às 22h30 através do LINK.

O grupo deve ainda realizar um simpósio nos dias 1 e 2 de dezembro no Rio de Janeiro.

Para maiores informações acesse o site: euqueroumaigreja.com.

DROGAS E FÉ

Pr. Julio Soder


Estava quase cochilando, depois do almoço de domingo, quando Ernanio ligou despertando-me imediatamente: -"Pastor, o Ledir tomou veneno!"

Acho que era por volta do ano de 2002, na cidade de Cacoal, em Rondônia, região conhecida como "Amazônia Legal". Eu dirigia os programas terapêuticos da Fundação Vida Nova, uma entidade filantrópica que existia pela graça de Deus através do amor, trabalho e sustento de Credival e Raquel Carvalho, um casal de médicos, autênticos cristãos a serviço do Reino de Deus.

O centro de recuperação era na saida da cidade, já zona rural. As condições eram precárias, a estrutura deficiente e os recursos escassos. Apesar de já haver sido emitida uma regulamentação pela Anvisa, as comunidades terapêuticas ainda estavam em fase de adaptação e, além disso, os orgãos fiscalizadores, juízes, ministério público e até a prefeita, davam graças a Deus por existir gente como nós, que se importava, amava e sabia como fazer a recuperação, tirando das costas deles esse trabalho, feito voluntariamente e sem recursos públicos.

Ledir era viciadão; tinha 22 anos. Estivera internado conosco muitas vezes. Saia, depois de algumas semanas internação, sem concluir o programa, e retornava só de calção e alucinado, embora eu tenha dito a ele, em todas as vezes que ele saira, que nunca mais o receberia. "Conversa de pastor".

Nesta última vez que ele retornou as alucinações demoraram um pouco mais a passar. Ele havia balbuciado algumas vezes que alguém "estava tentando matá-lo" e "vou me matar". Nós, eu e os monitores, já tínhamos ouvido aquilo dele muitas vezes e não demos muita atenção.

Naquele domingo, após o almoço, Ledir passou por Ernanio, o monitor de plantão, e disse: "-Tomei veneno". Ernanio, conhecendo-o, não ia dar atenção mas sentiu o cheiro da química forte e confrontou-o imediatamente. Então saiu apressadamente em direção à casinha de ferramentas e encontrou um frasco vazio de Karatê, um piretróide, organoclorado, que não tem antídoto e imediatamente me ligou.

Apesar das condições precárias não havia desculpas para uma falha tão grande na segurança de pessoas que não eram responsáveis por seus atos na situação em que estavam. Ninguém da equipe terapêutica sabia da existência daquele produto e a porta da casa de ferramentas não tinha tranca.

-"Ponha o Ledir no carro e leve voando para o hospital. Te encontro lá!"

Ernanio teve o bom senso de levar o frasco vazio. Encontrei-o na portaria. Ele parecia assustado.

Entrei na sala de emergência e senti a tensão do ambiente. Havia quatro enfermeiras e o médico atendendo o Ledir; três delas tentavam segurá-lo enquanto uma fazia a lavagem estomacal. Ele era um rapaz forte apesar de usuário de drogas; foi difícil segurá-lo.

O Dr Paulo Elifas, médico de plantão, morador antigo da cidade e muito respeitado, chamou-de lado e disse: -"O senhor pode avisar a familia e preparar-se para o pior. Estou apenas fazendo o procedimento de praxe mas isso não vai adiantar muito devido ao tipo de substância, o volume e pelo tempo que ele ingeriu. Não há mais o que fazer".

Naquele momento senti um peso enorme na alma. Confesso que não pensei somente na vida do Ledir; pensei também na repercussão que ia dar se ele morresse; pensei no processo que daria sobre a entidade e sobre mim; eu era o responsável; pensei no nome dos cristãos e da igreja, pensei no centro de recuperação fechando...o que seriam daquelas vidas. Pensei em tanta coisa...mas eu era o responsável; tinha que fazer alguma coisa!

De súbito eu disse ao médico: -"Pois o senhor faça tudo o que tem fazer. Eu vou pra casa clamar ao meu Deus e ele mostrará que tem poder!". O Dr Paulo Elifas fez um muxôxo de indiferença; ele não cria em nada daquilo que eu disse e até eu tinha minhas dúvidas mas era o que eu sabia, podia e devia fazer.

No carro de volta pra casa eu delirava: -"O que eu fui dizer?".

Em casa clamei! Clamei e reclamei! Clamei pela minha vida,. pela do Ledir, pela obra, e até por uma provável fé futura da equipe do hospital pois eu havia dito em alto e bom som que Deus me atenderia. Esbravejei: -"...e agora eu já disse, eu já falei que O Senhor cura!". Entreguei... Eu fizera tudo que sabia e podia. Descansei. Agora era esperar.

Dois dias depois Ledir saiu andando e rindo do hospital. Tratei-o afetuosamente mas depois dei uma bronca nele pelo susto que nos deu.

O Dr Paulo Elifas hoje é convertido e diácono da Primeira Igreja Batista de Cacoal-RO.


A última notícia que tive do Ledir é a de que ele era obreiro numa casa de recuperação em Ji-paraná-RO.
Fonte: Genizah

8.11.12

“Não Toque na Morte”

A morte tem acompanhado nossa trajetória desde o dia que o homem disse “não” ao Seu Criador e talvez esse tema assuste a muitos. É natural termos medo da morte até mesmo quando conhecemos o “Autor da Vida”. Não fomos projetados para morrer, a morte é a conseqüência natural do pecado, conforme está registrado em Romanos 6:23 “porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor”. Com o tema desse nosso estudo, quero abordar que não devemos tocar na “morte espiritual”. Como será que pode haver a contaminação pela morte? Essa morte é cruel, imunda e contamina a muitos. Não posso negar que muitos na igreja de Cristo estão doentes, e também não estou interessando em achar ou apontar culpados. A nossa murmuração, nossas palavras críticas, fofocas e insatisfação transmitem “doença e morte” aos que nos ouvem.

Quanto mais tivermos comunhão com o Senhor, por meio da leitura de Sua Santa Palavra e da oração, mais renunciaremos aquilo que não é de Deus em nosso viver diário. Poderemos assim tomar a nossa cruz e seguir a Jesus – sem negá-Lo com nossas atitudes ou com “toques na morte”

No Velho Testamento, o Senhor listou cinco categorias de animais imundos e nos mostrou que qualquer pessoa que tocasse nesses cadáveres ficaria imunda até ao final do dia, até a tarde (Lv 11). Nesse contexto, para sermos limpos da contaminação da morte, levaria certo tempo, “até à tarde”. Qual a aplicação para nós nos dias de hoje? Não devemos ter nenhum contato com a morte, pois dentro de nós habita a Vida. E se houver tal contato, precisamos nos voltar ao Senhor e permitir o trabalhar o “rio de Vida”, Jesus.
Podemos ser contaminados pela morte espiritual, quando falamos mal de nossos líderes espirituais, quando defendemos “coisas” e pessoas em detrimento do Reino de Deus. A morte espiritual também nos atinge quando não somos obedientes à Palavra de Deus e mantemos contato com “àqueles que estão mortos em seus delitos e pecados” (Ef. 2:1 à 6). O Senhor Deus é tão específico ao nos dizer “aquele que tocar em algum morto, cadáver de algum homem, imundo será sete dias. Ao terceiro dia e ao sétimo dia, se purificará com esta água e será limpo; mas, se ao terceiro dia e ao sétimo não se purificar, não será limpo. Todo aquele que tocar em algum morto, cadáver de algum homem, e não se purificar, contamina o tabernáculo do SENHOR; essa pessoa será eliminada de Israel; porque a água purificadora não foi aspergida sobre ele, imundo será; está nele ainda a sua imundícia. (Nm 19:11-13).
Quando Arão perdeu seus dois filhos, filhos que foram rebeldes ao Senhor, Moisés designou outras pessoas para levarem os cadáveres “carbonizados” para fora do arraial (Lv 10:4). A desobediência aos mandamentos de Deus gera morte no meio do arraial. O lugar que era para gerar vida passa a ser contaminado pela morte quando há desobedientes. Não é diferente na Igreja de hoje. Arão e seus dois outros filhos não “podiam tocar na morte”. Assim como Arão, nós hoje, somos sacerdotes ungidos por Deus (I Pe 2:0, Ap 1:6) e também não podemos “tocar na morte”.
Um bom “termômetro” para saber se você está gerando morte é “gostar de ouvir e falar palavras negativas e impuras dos outros”. Isso é tocar na morte espiritual. Temos que ter cuidado para não nos contaminarmos com as pessoas “imundas” em nosso contato diário e também não contaminarmos os outros com nossa fala. O Espírito Santo, na pessoa do apóstolo Paulo nos orienta em Colossenses 4:6: “A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para saberdes como deveis responder a cada um”.

Em 2 Reis 4:40, lemos: “Depois, deram de comer aos homens. Enquanto comiam do cozinhado, exclamaram: Morte na panela, ó homem de Deus! E não puderam comer”.
Para não tocarmos na morte espiritual devemos tirar a “morte da panela” e quero apresentar alguns conselhos para não colocarmos a morte em nossa “panela” ou a tirarmos de lá, caso ela já esteja:

a) Vencer o orgulho, negando a nós mesmos e conformando a nossa mente, vontade e emoção ao padrão de Deus;

b) Estar atento ao que o Senhor deseja falar conosco;

c) Vencer o desânimo, vencer o mundo e o “seu sistema”;

d) Vencer o “mornidão espiritual”

e) Deixar a arrogância e reconhecer que não somos nada.


Essa panela representa a nossa igreja, nosso ministério, nossa família, nossa atividade secular e, em última análise, a totalidade do nosso ser. Senhor Jesus Cristo é o Único capaz de tirar a morte da panela e quem nEle crê do seu interior fluirão rios de água viva. Isso irá gerar vida por onde quer que passemos. Todos os dias precisamos ser transformados pelo Senhor para isso há a necessidade de nossa cooperação, conforme orienta o apóstolo Pedro “por isso mesmo, vós, reunindo toda a vossa diligência, associai com a vossa fé a virtude; com a virtude, o conhecimento; com o conhecimento, o domínio próprio; com o domínio próprio, a perseverança; com a perseverança, a piedade; com a piedade, a fraternidade; com a fraternidade, o amor“ (II Pd 1:5-6)
O texto de II Reis 4: 38-41 é muito profundo e traz algumas grandes verdades do Senhor para não “tocarmos na morte”. Abaixo comentarei rapidamente esses quatro versículos.

Eliseu representa o perfil do servo fiel, cheio da Unção e que “tocava em Deus”. Ele tinha percepção espiritual e pôde perceber que a fome física que havia em Gilgal era reflexo da fome espiritual de Deus. Precisamos ter fome de Deus e “comermos” do Pão da Vida. Quando o Maná do Céu saciar a nossa fome, teremos condições de saciar a fome dos outros e de tirar a morte de nossas panelas (Jo 6:35). Quantos em nossas igrejas não estão sendo devidamente alimentados? Alguns líderes até não admitem que haja fome em seus ministérios e abastecem o povo de tudo, menos de Deus.

Versículo 38: “Voltou Eliseu para Gilgal. Havia fome naquela terra, e, estando os discípulos dos profetas assentados diante dele, disse ao seu moço: Põe a panela grande ao lume e faze um cozinhado para os discípulos dos profetas”.

O pedido do profeta Eliseu foi para colocar uma panela grande no fogo. Ele não pediu a qualquer pessoa, mas o pedido foi feito ao servo Geazi. Ele também não pediu qualquer panela, mas foi dito que a panela deveria ser grande. A panela deveria ser colocada no fogo mesmo estando fazia – isso era esperar a “provisão de Deus” e obedecer à Sua Ordem clara na boca do profeta. Precisamos ser obedientes aos nossos pastores, profetas de Deus para saciar nossa fome. Coloque sua panela no fogo, ainda que ela esteja vazia. Confie em Deus ainda que tudo ao seu redor conspire contra.

Eliseu desejava que seu servo Geazi tivesse experiência com Deus: “Põe a panela grande ao lume”. O profeta diz como deveria ser a panela – grande. Ele desperta a fé de Geazi, mostrando que os Recursos de Deus são ilimitados. Para experimentarmos a Ilimitada Provisão de Deus precisamos também estar como nossa vida a serviço dos outros: “e faze um cozinhado para os discípulos dos profetas”. Você também precisa servir e alimentar os “filhos dos profetas”. Jesus aprofundou essa verdade quando afirmou Mateus 24:45 “Quem é, pois, o servo fiel e prudente, a quem o senhor confiou os seus conservos para dar-lhes o sustento a seu tempo? 
Versículo 39: “Então, saiu um ao campo a apanhar ervas e achou uma trepadeira silvestre; e, colhendo dela, encheu a sua capa de colocíntidas; voltou e cortou-as em pedaços, pondo-os na panela, visto que não as conheciam.

Geazi não foi obediente ao chamado do profeta e precisou se levantar “outro”. Porém esse que se levantou precipitadamente não tinha o devido preparo, mesmo tendo ouvido a palavra do líder. Em sua determinação e força humana, ele saiu ao campo para apanhar ervas apenas para aparecer diante dos outros. Ele saiu sem autorização, sem treinamento, sem conhecer a área, sem conhecer o alimento e sem nenhuma estratégia definida. Em sua precipitação ele colocava em risco toda a “escola de profetas” de Eliseu com seu trabalhão infrutífero e sem a Unção de Deus. Ele estava tocando na morte.

A comida aparentemente parecia lago bom, agradava aos olhos, mas era veneno. Precisamos voltar à realidade da Igreja Primitiva, o oferecer o Pão da Vida aos que estão famintos.
Esse discípulo não estava disposto a “aplicar” tempo no aprendizado. Talvez achou que já sabia tudo, parecendo com alguns nos dias de hoje que desprezam o “devocional” diário com Deus. Além disso, muitos não estão sendo ensinados porque a Escola Bíblica Dominical deixou de ser prioridade em muitas igrejas. Têm-se tudo, mesmo ensino da Palavra e prática de buscas mais intensas através da oração.

A falta de conhecimento e de preparo aliado à sua atitude insensata fez com que esse discípulo trouxesse “veneno” aos irmãos. A morte tem entrado na panela por nossas atitudes e ações. Será que também não estamos colocando na panela apenas “pepinos amargos”? Como estão as suas palavras?

Não temos direito e nem somos autorizados por Deus a contaminar ninguém, nem a “tocar na morte”.
Quantos profetas estão calados nos dias de hoje? E quantos sermões são mentirosos em sua essência? Estão trazendo “ervas bravas para a panela”. Nossa santidade está comprometida por “alianças com o mundo”. A Palavra nos diz que esse discípulo “encheu a sua capa de colocíntidas”. Ele estava contaminado e contaminaria a muitos. Ele encheu sua capa de veneno. De que você tem enchido sua capa?

Versículo 40: “Depois, deram de comer aos homens. Enquanto comiam do cozinhado, exclamaram: Morte na panela, ó homem de Deus! E não puderam comer”.


A morte não pode ficar muito tempo escondida. Logo ela foi denunciada. A mentira via ser descoberta. O reino dos homens será desmascarado! Esvazie a sua panela de tudo aquilo que não presta. Para isso você precisa reconhecer que há morte na panela e procurar ajuda na Pessoa Certa e no Lugar Certo. Tudo aquilo que o diabo planejou e que você permitiu que entrasse em sua panela, será neutralizado pelo Poder de Jesus. Ele vai tirar a morte da sua panela, toda erva mortífera que foi colhida até por outro discípulo que envenenou vai sair nesse exato momento. Apenas creia e faça sua parte. Receba a Farinha de Deus em sua panela, em seu caldo. Uma nova historia Deus tem para você.

. Os discípulos, por andarem e aprenderem com Eliseu, tiveram discernimento que havia morte na panela. Com que é que você tem andado e aprendido?

Versículo 41: “Porém ele disse: Trazei farinha. Ele a deitou na panela e disse: Tira de comer para o povo. E já não havia mal nenhum na panela”.

Deus sempre tem uma saída, sempre tem uma porta para Seus filhos. Reconheça que você não pode viver da forma que tem vivido. Sem a Presença de Jesus nós morreremos.

A farinha que o profeta mandou trazer representa Jesus - o Pão que desceu do céu e nos alimenta. Jesus, a Verdadeira Farinha, foi moído em nosso lugar (Isa 53). Só Jesus tem o poder para tirar a morte da panela. O milagre de Deus ira acontecer em sua vida.


Afirmativa-Chave: Precisamos ter fome de Deus e “comermos” do Pão da Vida. Quando o Maná do Céu saciar a nossa fome, teremos condições de saciar a fome dos outros e de tirar a morte de nossas panelas 
Pergunta Padrão: Deus não nos autorizou a contaminar ninguém, nem a “tocar na morte”. Quantos profetas estão calados nos dias de hoje? E quantos sermões são mentirosos em sua essência? Estão trazendo “ervas bravas para a panela”


Gilvan Silva Santos, servo do Deus Altíssimo em espírito, alma e corpo (I Tes 5:23)

5.11.12

ALEGRIA DE POBRE DURA POUCO?



“Eu sou pobre e necessitado, 
porém o Senhor cuida de mim.”
Sl 40.17

Deus não despreza a quem se achega a ele. Pelo contrário, acolhe e abençoa. E quanto maior a nossa necessidade maior é a nossa percepção do favor divino. A postura de contrição, humildade e dependência de Deus, agrada ao Senhor e coloca seu autor em um lugar de privilégio diante do Criador. O cuidado de Deus é para todos, porém muitos ainda buscam alimento nas panelas do orgulho, da soberba e da autoajuda.

Jesus disse: “Os sãos não precisam de médico , e sim os doentes ; não vim chamar justos , e sim pecadores” (Mc 2.17). Não é possível a nenhum ser humano receber a graça divina para sua salvação sem antes reconhecer-se pobre e necessitado de Deus. Reconhecer o nosso estado de afastamento de Deus é o primeiro passo para encontrá-lo e receber o seu cuidado.

Neste aspecto, enquanto nos virmos assim, pobres e necessitados, o Senhor estará cuidando de nós. E em ser cuidado pelo Senhor é que encontramos alegria. E esta alegria dura para sempre!

Ore


Senhor, eu preciso de ti. Por mim mesmo não encontro segurança e satisfação na vida. Espero confiantemente no Senhor até que escutes e acolhas a minha oração. Em nome de Jesus. Amém

3.11.12

Pastor negro afirma que todos os brancos irão para o inferno e causa polêmica

O pastor Joseph Lowery, um herói do movimento pelos direitos civis, disse que a maioria das pessoas brancas iriam para o inferno, durante um recente comício para a reeleição de Obama, em Forsyth, Georgia. Lowery foi o responsável por dar a bênção na inauguração do presidente em 2009.

De acordo com relatórios da mídia local, Lowery disse que quando ele era um jovem militante, ele costumava dizer que as pessoas brancas iriam para o inferno. Mas ele amadureceu e disse que a maioria iria. Agora, ele diz que ele volta ao que tinha dito antes, segundo o Monroe County Reporter.

A declaração teria deixado a platéia horrorizada. Segundo a Associated Press, o prefeito local, John Howard, que participou da reunião rejeitou veementemente a declaração do pastor dizendo, “A Bíblia não diz nada sobre o branco ou negro ir para o céu”.

Depois da repercussão, entretanto, Lowery esclareceu que a afirmação havia sido uma piada. “Foi uma piada. Quando eu disse isso, eu disse como uma piada”, afirmou ele ao The Daily Caller.

O assessor do pastor também respondeu dizendo que a afirmação foi uma reação a um suposto preconceito contra Obama. “Ele estava dizendo [aquilo] baseado em todo o ódio que havia (contra o presidente)”, disse o diretor executivo da Coalizão de Lowery da Geórgia para a Agenda do Povo, ao DC.

Lowery trabalhou com Dr. Martin Luther King, Jr., e desempenhou um papel importante no movimento pelos direitos civis, participando de diversas marchas.

Ele foi também premiado com a Medalha da Liberdade em 2009 pelo presidente Obama e no início deste ano, ele foi eleito líder da delegação do estado para a convenção nacional democrática.

A favor dos guaranis-caiovás: parecer da Justiça sugere reserva

Os procuradores da República em Mato Grosso do Sul descobriram um parecer do Ministério da Justiça que propõe a desapropriação das fazendas estabelecidas há décadas nas terras dos guaranis-caiovás, a indenização dos proprietários cuja escritura pública for outorgada pela União e a demarcação da área como reserva indígena.

O texto, de 2010, admite que o governo federal errou ao permitir a ocupação das terras por agricultores e pecuaristas nos anos 1980. Na semana passada, a Justiça suspendeu a sentença que ordenava a expulsão dos remanescentes da tribo, que ameaçaram cometer suicídio coletivo.
Com informações Revista Época 

2.11.12

Igreja “mente muito” sobre a vida Jesus, diz escritor espanhol


O escritor espanhol e jornalista J.J. Benítez esteve no Brasil para lançar seu mais novo livro, “Cavalo de Tróia 9: Caná”, o último livro de uma coletânea que narra uma missão das Forças Aérea dos Estados Unidos na tentativa de comprovar a existência de Jesus Cristo.
Aos jornalistas da agência EFE, o escritor comentou que uma leitora quis saber se em sua opinião a Igreja mente sobre a história de Jesus. A resposta de Benítez para a leitora foi: “mente muito”.
“A Igreja mente, manipula e censura”, disse o escritor que duvida da autenticidade da autoria dos evangelhos. O espanhol crê que ao longo da história diferentes pessoas alteraram as notas deixadas por alguns dos evangelistas que caminharam ao lado de Jesus.
Em seus livros ele mostra Jesus como uma figura próxima, para ele a humanidade de Jesus ficou esquecida graças a “ignorância” da Igreja e aos seus “interesses”.
As críticas do autor de “Cavalo de Tróia” tentam mostrar que a real mensagem que Cristo quis passar era de igualdade entre todos os homens, colocando todos eles como filhos de Deus, uma versão que para o autor foi “enterrada” pelos padres católicos.
“Estamos vivendo uma falsidade histórica”, disse ele.
Com informações Gospel Prime

Hoje mais de 4 mil prometem 'morte virtual' no Facebook em apoio aos índios de MS

Reprodução, Facebook.com'
Suicídio virtual coletivo no Facebook': evento em apoio aos guarani de Mato Grosso do Sul


A situação dos índios guarani-kaiowá que vivem em Mato Grosso do Sul promete causar um 'facebookcídio coletivo' nesta sexta-feira (2). Até o momento, mais de quatro mil usuários do Facebook prometem 'morrer' nas redes sociais em apoio à causa indígena.
Os manifestantes podem reativar os perfis no Facebook depois do protesto virtual, que já reúne mais de 85 mil convidados.

Morte real

Relatórios oficiais mostram que os índios sul-mato-grossenses são as principais vítimas de violência contra povos indígenas no Brasil. Entre 2003 e 2011, foram 279 assassinatos em MS, enquanto todo o resto do país registrou 224 casos.
O estado também se destaca pelo número de suicídios entre indígenas e mortes por desnutrição infantil. Os guarani-kaiowá vivem em condições subumanas enquanto aguardam a demarcação de terras consideradas indígenas mas ocupadas por fazendas legalmente instaladas.
De agosto para cá, lideranças indígenas passaram a organizar a 'retomada' de algumas áreas e houve conflitos com os donos das fazendas, que tratam as ações como invasões, pois possuem escrituras das terras emitidas pelo próprio Governo Federal.

Facebookcídio

A ideia de uma 'morte virtual coletiva' surgiu após a repercussão nas redes sociais de uma carta dos guarani sul-mato-grossenses pedindo ao Governo Federal e à Justiça que, ao invés de determinar o despejo deles, fosse determinada a extinção da aldeia.
Os índios avisaram que decidiram morrer na terra onde os ancestrais viveram, e muitos interpretaram o documento como uma ameaça de suicídio coletivo. Os próprios guarani explicaram que apenas avisaram não ter mais forças para deixar a terra ocupada enquanto aguardam a decisão da Justiça.

Facebookcídio

Agora, no Facebook, a proposta dos organizadores da 'Morte Virtual Coletiva' é apoiar os guarani-kaiowá na luta pela demarcação das terras já declaradas indígenas em Mato Grosso do Sul. "Somos pessoas de todos os cantos do Brasil e do mundo, com um objetivo comum, chamar a atenção para a situação alarmante dos Guarani-Kaiowá", explicam na página do evento.
"É uma espécie de performance online, uma "morte simbólica" anunciada". Para participar, basta desativar a conta no Facebook no dia 2 de novembro, às 21 horas, no horário de Brasília. A partir das 19 horas, os organizadores da mobilização prometem ficar online, trocando informações e ajudando quem quiser participar.
"Vamos fazer uma contagem regressiva e morrer pela causa Guarani-Kaiowá, isto é, vamos desativas nossas contas do Facebook como forma de protesto", avisam.
Segundo a organização, após o protesto cada um decide se voltará ou não a usar o Facebook. E 'ressuscitar' na rede social não é algo difícil: basta desativar a conta, e não excluir o perfil. "Assim podemos voltar depois. Para desativar, basta seguir os comandos Configurações de Conta >> Segurança >> opção Desativar sua conta >> selecione e/ou descreva o motivo da sua saída >> Confirmar".
Para reativar uma conta desativada no Facebook, basta fazer login normalmente com o e-mail e senha antigos. Em seguida, o usuário será encaminhado para um link de reativação. 
Com informações midiamaxnews