Igreja “mente muito” sobre a vida Jesus, diz escritor espanhol


O escritor espanhol e jornalista J.J. Benítez esteve no Brasil para lançar seu mais novo livro, “Cavalo de Tróia 9: Caná”, o último livro de uma coletânea que narra uma missão das Forças Aérea dos Estados Unidos na tentativa de comprovar a existência de Jesus Cristo.
Aos jornalistas da agência EFE, o escritor comentou que uma leitora quis saber se em sua opinião a Igreja mente sobre a história de Jesus. A resposta de Benítez para a leitora foi: “mente muito”.
“A Igreja mente, manipula e censura”, disse o escritor que duvida da autenticidade da autoria dos evangelhos. O espanhol crê que ao longo da história diferentes pessoas alteraram as notas deixadas por alguns dos evangelistas que caminharam ao lado de Jesus.
Em seus livros ele mostra Jesus como uma figura próxima, para ele a humanidade de Jesus ficou esquecida graças a “ignorância” da Igreja e aos seus “interesses”.
As críticas do autor de “Cavalo de Tróia” tentam mostrar que a real mensagem que Cristo quis passar era de igualdade entre todos os homens, colocando todos eles como filhos de Deus, uma versão que para o autor foi “enterrada” pelos padres católicos.
“Estamos vivendo uma falsidade histórica”, disse ele.
Com informações Gospel Prime

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A UNIÃO ENTRE OS IRMÃOS

O Conflito entre Israel e os Palestino à Luz da Bíblia

Mateus 6:16-18