4.4.09

Quando a prosperidade gospel falha

A crença de alguns ícones evangélicos e prósperos de que Deus recompensa os sinais de fé com saúde, riqueza e felicidade tem ido de encontro às turbulências financeiras.


Craig Blomberg, autor de estudo sobre a teologia da prosperidade: “Alguns podem interpretar tud o que vem ocorrendo como um julgamento dos líderes que abusaram da sua posição”.

Nem todos os problemas financeiros podem ser responsabilizados pela crise econômica da nação. É o que dizem críticos do movimento Nomeie e Reivindique, de algumas igrejas carismáticas. “Eu acredito que o movimento carismático, do qual eu faço parte, é uma mistura de revisão dramática”, disse J Lee Grady, editor da revista Charisma. “Deus está nos agitando”, afirma. Grady prevê que o movimento ficará muito diferente dentro de pouco anos, com foco no evangelismo e na superação do que ele chama de “distração do materialismo, alto-promoção cintilante e carnalidade tola”. Já Scott Thumma, sociólogo do Seminário de Hartford que estuda mega-igrejas, não está tão certo disso. “Muitos eclesiásticos que pregam a prosperidade evangélica interpretariam os conflitos ou questionamentos como um ataque do Diabo e a prova de que eles estão seguindo a Deus”, diz Thumma.
Leia mais>>

Nenhum comentário: