16.4.09

Conflito na Colômbia está matando milhares, diz Cruz Vermelha

De acordo com a Cruz Vermelha, famílias que não cooperam com grupos armados são obrigadas a fugir.

Colombianos desalojados

Colombianos desalojados

Michelle Alves de Lima, da Rádio ONU em Nova York.*

O conflito armado na Colômbia continua matando milhares de civis através de ataques diretos ou recrutamento forçado, de acordo com alerta dado nesta quarta-feira pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha, Cicv.

Em 2008, o Comitê providenciou comida e utensílios domésticos para mais de 73 mil pessoas que estavam desalojadas - um aumento de 10% comparado com 2007.

Motivos

Segundo a Cruz Vermelha, há mais famílias desabrigadas devido à presença de novos grupos armados em algumas regiões do país, causando mais confrontos em busca da liderança do território.

O órgão manifestou sua preocupação com as violações das leis internacionais humanitárias relatadas pelas vítimas. Muitas famílias disseram que foram obrigadas a abandonar suas casas por se recusarem a cooperar com os grupos armados.

Abuso

Metade das pessoas que recebem ajuda da Cruz Vermelha na Colômbia é composta por crianças e adolescentes. Mulheres e crianças que sofrem ameaças também são vítimas de exploração e abuso sexual.

Desde que as forças e os grupos armados migraram para áreas mais distantes e florestas, as comunidades indígena e negra têm sido fortemente afetadas.


Nenhum comentário: