Momento da virada

Pr. Márcio Valadão

É hora de produzir bons frutos! Há e deve haver propósitos a cada ano que se inicia. Não para contarmos os dias ou para ficarmos mais velhos. Absolutamente! O propósito de Deus em nos conceder anos de vida não é para envelhecermos. Tudo tem uma razão e há sempre "um propósito debaixo do céu" como diria o sábio Salomão ao escrever o livro de Eclesiastes. Não existe nada que Deus não tenha o controle. Não há um só pardal que caia sobre a Terra sem o consentimento do Senhor. Foi o próprio Jesus quem dissera isso. (veja Mateus 10.29).Deus tem um propósito muito grande para nós. E pelo término de mais um ano que passou e por este que se inicia, é um bom momento para refletirmos. Podemos avaliar como vivemos e estamos, e como está o nosso relacionamento com Deus.A Bíblia registra a seguinte verdade: "Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus." (Mateus 5.16). Qual fruto é este que o Senhor quer colher? Qual fruto é este que Ele vem procurar? Deus quer o fruto. E que fruto é este? Em Gálatas, capítulo 5, versos 22 e 23, encontramos este fruto: "Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio."Mais um ano se foi. Será que foi um ano inútil? Como passamos por ele? Que haja uma nova oportunidade. Deixe o Senhor o renovar para produzir o fruto da luz. Paulo escreve em Efésios 5, verso 9: "Porque o fruto da luz consiste em toda bondade, e justiça, e verdade". Nós podemos ter vivido inutilmente todo o ano que se passou. Para cada um de nós, foi maldição ou foi bênção? Produzimos frutos ou não?Deus é um Deus maravilhoso. Ele sempre nos oferece uma nova oportunidade. Deus nos dá um novo ano. Ele restaura uma oportunidade nova. Para quê? Simplesmente para ficarmos mais velhos? Não!Ao lermos a Palavra, encontramos uma verdade muito profunda: somos comparados a uma árvore. Mas em nenhum lugar é dito acerca da árvore apenas como adorno, ou seja, o Senhor sempre nos compara a uma árvore frutífera. "Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento." (Mateus 3.8). Ele queria encontrar frutos naqueles que iriam segui-lo. Eles deveriam produzir arrependimento. Nossa vida tem sido frutífera ou ocupamos apenas espaço, sem produzir frutos? Que possa brotar, nesta hora, um arrependimento sincero por termos deixado passar um ano sem que tenhamos produzido os frutos que o Senhor tem esperado de cada um de nós.Este é o desejo do coração de Deus. Se aproprie da nova oportunidade que o Senhor lhe dá. Viva com frutos para a glória do Senhor. Escolha ser a videira com frutos. Permita que o Senhor afaste aquilo que está "afogando" esta figueira, a fim de que dê então frutos. Deixe que a glória de Deus seja sobre a sua vida.

Deus abençoe!
Fonte: O TEMPO ON LINE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A UNIÃO ENTRE OS IRMÃOS

O Conflito entre Israel e os Palestino à Luz da Bíblia

Mateus 6:16-18