Cuidado! Seu filho pode estar sendo mandado para o inferno - Parte 4

22) Nunca os estimule a ler a Bíblia e a orar.
É difícil fazer penetrar informações no coração de uma criança. Jesus tocou no coração das pessoas usando ilustrações (Mc. 13:34: Lc 10:29-37). Essa metodologia é eficaz com nossos filhos. Ensine princípios bíblicos usando histórias vividas e interessantes, como as que são contadas nos DVD evangélicos para crianças (como por exemplo, Diante do Trono para crianças, Aline Barros e Cia).A adoração a Deus deve ser nossa fonte de satisfação, não uma obrigação, ou um fardo de vida. Nossos filhos precisam ver em nós a satisfação que temos em experimentar o melhor dessa vida: a comunhão com Deus.Ler junto com seu filho a Palavra do Senhor é uma forma se incentivar a leitura individual dele. Assim, nossos filhos verão que servir ao Senhor não é obedecer a uma lista de coisas proibidas, ou uma vida isolada; verão que viver em comunhão com Deus é o modo de vida mais feliz e significativo que existe.
23) Evite dar ao seu filho bons livros
Pais sentem-se constrangidos em discutir alguns assuntos com os filhos, principalmente os relacionados ao sexo. Mesmo se assim for, esforcem-se nesse sentido, pois os jovens com certeza aprenderão sobre o assunto com alguém. Se não aprenderem de nós, quem sabe quais informações erradas obterão?A leitura não é apenas uma das ferramentas mais importantes para o estudo e o trabalho, é também um dos grandes prazeres da vida. Num mundo onde cada vez mais os meios de comunicação dominam o interesse das novas gerações, precisamos freqüentemente nos preocupar em nos nossos filhos hábitos de leitura. Entendemos, enquanto professores que os ensinamentos domésticos podem interferir positivamente nos sistemas escolares. Sem dúvida, hoje está plenamente aceito o fato de que pais e professores dividem a responsabilidade pela educação. De maneira nenhuma se pretende que os pais cumpram a função dos professores, Felizmente a Bíblia contém orientações claras para qualquer campo, inclusive conduta sexual. Também existem muitas informações úteis sobre os mais variados assuntos em livros recomendados. A sugestão e que os pais comprem bons livro sobre os mais variados assuntos, como sexo, droga, rock e sugira que os filhos os leiam. Os pais precisam estar à disposição para interagirem com os filhos sobre o conteúdo dos livros que eles lerem.
24) Evite expor seu filho a uma boa musica evangélica, ou a um bom testemunho cristão.
Música é uma expressão artística que nasce da combinação entre letra e melodia. Atualmente quase todos os ritmos são aceitos pelos cristãos, a única exigência é que as letras tenham o propósito de louvar a Deus. Segundo alguns pesquisadores no assunto, a música afeta o caráter e a sociedade, pois cada pessoa é capaz de trazer para dentro de si a música que acaba influenciando nos pensamentos, nas emoções, na saúde, nos movimentos do corpo, etc. Portanto, diziam eles, cabe aos compositores serem morais e construtivos e não imorais e destrutivos em suas músicas. Em shows musicais, nas discotecas, nos carnavais, trio-elétricos, etc, a influência da música tem sido trágica ao ponto de conduzirem pessoas à depressões, tristezas, alcoolismo, drogas, sexo desenfreado, orgias, morte, etc. Diante destas realidades, precisamos impedir que nossos filhos fiquem ou se exponham à música profana, como uma música imoral. Algumas de suas características são:
 Afastam-nos da adoração à Deus;
 Não possuem princípios corretos;
 Quebram os princípios da sociedade;
 Levam aos fracassos, a rebeldia, as imoralidades, divórcios, adultérios, suicídios, etc;
 Estimulam a justiça do próprio homem;
 Estimulam ambientes de depressão;
 Levam uma adoração à Satanás.
Um dos maiores projetos do diabo é "jogar lixo" em nossa mente. Sabendo que a música é um veículo de grande influência, ele usa este artifício para atingir as pessoas. O diabo é astuto e quer nos afastar da verdadeira adoração à Deus. Somos cegos quando não enxergamos que o diabo está preparando este terreno sutil através da música, e é isso o que ele tem feito com muitas pessoas - "O deus deste século cegou o entendimento..." II Coríntios 4:4.O diabo com toda sua sutileza têm feito com que muitas pessoas pequem contra Deus, perdendo assim a comunhão com Ele. "Mas a prostituição, e toda impureza ou avareza, nem ainda se nomeie entre vós, como convém aos santos; nem palavras indecentes, nem coisas tolas e sujas, pois isto não convém à vós..." - Efésios 5:3-4 - A música mundana contém estas coisas mencionadas! Lembre-se, ela contém imoralidades!Temos uma forte "convicção" (?) contra a fornicação, a avareza, o adultério, mas será que teremos a mesma "convicção" quanto a estas músicas que apóiam estes tipos de pecados? Não devemos dar lugar ao diabo (Ef. 4:27) para trabalhar em nossa mente através da música. Não devemos dar lugar ao diabo em nosso pensamento e em nossa vida e também com aquilo que escutamos.Entristecemos o Espírito Santo (Ef. 4:20) quando nos contaminamos com outras "fontes" contrárias a sua vontade e o seu desejo para nós. Quando existe uma outra fonte fluindo em nossa vida, o Espírito Santo não pode fluir sua fonte através de nós. Necessitamos examinar e esvaziar outras fontes que estão fluindo em nós, e permitir que o Espírito Santo nos encha, fluindo sua fonte de águas vivas através de nossa vida. Não necessitamos da "água do mundo", porque temos uma água que é viva e quando experimentarmos jamais voltaremos a sentir sede.Ensine a seu filho a importância de levar uma vida com boa índole e boa moral (Pv. 20:11). Os pais podem ensinar muito neste aspecto pelo exemplo. Mesmo tendo os filhos expostos a muitos maus exemplos e a uma enxurrada de propaganda sedutora fora de casa, os pais precisam saber quais os conceitos de seus filhos adolescentes sobre o que vêem e ouve, e isso exige diálogos significativos. (Prov. 20:5). Goste de estar com seus filhos. Como você utiliza o seu tempo de folga? Use-o para atividades com a família.
25) Não oriente seu filho acerca das seitas e heresias.
Um fator importante no crescimento das seitas é o esfacelamento da família. Seitas dão a atmosfera familiar por que muitas pessoas de lares destruídos anseiam; o líder da seita geralmente toma o lugar da figura paterna. O crescimento das seitas é devido ao fracasso da igreja. As seitas florescem porque os cristãos estão carentes de um entendimento bíblico e teológico. Se a igreja se engajasse em um ensino bíblico sólido e profundo, as seitas não floresceriam como fazem hoje em dia. Pais e filhos estão freqüentemente se dirigindo a uma linha divisória que os separa, e atribuem que essa divisão esta relacionada ao fato de pertencerem a gerações diferentes. Entretanto, nem por isso devem oferecer ou construir-se um impedimento ao processo dinâmico de comunicação entre pais e filhos no que diz respeito ao ensino das seitas e heresias.Ensine valores espirituais a seu filho, através de estudos bíblicos periódicos. A regularidade desses estudos é vital para o aprendizado eficaz das Escrituras no combate aos desvios doutrinários que tem surgido nesses dias.
26) Deixe seus filhos se expressarem da forma como quiserem.
Deixe-os usar a roupa da “moda”; falar o vocabulário do momento. Incentive-o a usar tatuagens e piercings Se envolva com seu filho em seu cotidiano. Permitam que eles usem a criatividade. Em vez de simplesmente impor uma ordem ou exigir que eles vivam a Bíblia, faça perguntas tais como? Por que Deus proíbe isso? O que acontecerá se a obedecermos? Questionamentos assim ajudam o adolescente a raciocinar e ver que obedecer a Deus é a melhor opção de vida (Dt. 10:13). Sendo companheiro de seu filho, você pode ajudá-lo desde criança a criar e ter uma estreita relação com Jesus. Essa relação permitirá que seu filho seja um cristão feliz.Se observar mudanças indesejáveis no comportamento, na maneira de se vestir, na atitude ou na linguagem de seu filho, é preciso descobrir quem são seus amigos, nesse caso, seu filho não está com um amigo de boa influência.
27) Não o estimule a trabalhar. Compre tudo que ele pedir.
Infelizmente muitos pais a assumem a responsabilidade de providenciar tudo aquilo que os filhos pedem, mesmo que aquilo não seja o necessário e o indispensável. Atendem todos os pedidos do filho. Muitos pais se esquecem que é deles a tarefa de educar e preparar os filhos para a vida e não para serem materialistas e consumidores em potencial.Problemas e atitudes relacionadas com bens materiais dividem as famílias; se os recursos não forem bem administrados, tornam-se dificuldades no relacionamento familiar.Mesmo que seu filho, por necessidade, tenha que trabalhar cedo, não o deixe dar maior importância ao conforto material e menos prazer ao convívio em família. Viver bem em família constitui um desafio para cada um de nós, mas não podemos desistir de promover a paz no lar, pois é nele que vivemos, nos refugiamos, descansamos, repousamos, e viver num ambiente tranqüilo só nos traz felicidade. Qualquer família, por mais estabilizada que esteja, experimentará momento de crises financeiras, e naturalmente, cada um não deve medir esforços para socorrer a necessidade do momento, economizando, trabalhando e dando melhor de si (I Jo. 3:17).Permita a seu filho conhecer a satisfação que vem do trabalho árduo ou a auto-estima resultante que de encarar e resolver um problema. Alguns não têm oportunidade de desenvolver uma habilidade ou desenvolver uma profissão com a qual possam se sustentar no futuro. Um verdadeiro desafio para os pais é permitir que o filho tenha tais oportunidades, pois isso trará benefício para resto da vida. Priorize os interesses espirituais e busque a paz acima de tudo.
28) Não use a linguagem que seu filho entenda.
O adolescente rebelde rejeita os valores dos pais. Mas, lembre-se de que alguns atos de desobediência na fazem da pessoa um rebelde. É impossível ficarmos imunes às mudanças da linguagem que ganham diferentes espaços, alastrando-se entre a população brasileira. As mídias, a conversação diária e os cartazes mostram a força total dessas expressões. Todavia, devemos utilizar palavras que nossos filhos possam entenderAs gírias conferem criatividade ao linguajar popular brasileiro e tornam-se marca específica do estilo de pessoas, de grupos ou de épocas. Assim, ela é o símbolo, por excelência, das identidades sociais e grupais, revelando os sujeitos em todos os momentos – até quando usam gírias de baixo calão (que nós devemos evitar). Dessa forma, o uso de gírias como mano (parceiro, amigo), canela seca (arma 38) são palavras presentes nas letras de música e na linguagem cotidiana dos jovens. A gramática desse português popular desrespeita as regras da língua padrão e, para os que defendem o seu uso, deixaria os jovens sem identidade.Como pai, tente se envolver o máximo possível na vida de seus filhos. Os encoraje-os a evitar o uso de gírias. Compareça às suas festas adolescentes para se certificar que não há bebidas ou álcool. Mantenha um olhar paternal nos CDs que eles ouvem, e nos DVDs e nos programas que eles assistem, nas companhias com as quais andam e nos livros que lêem. O mundo dominado por Satanás desenvolveu uma cultura perniciosa, incluído as gírias que os cristãos têm de combater (Jo 17:15).
29) Não demonstre nenhum tipo de carinho.
Evite por completo dizer que ama seu filho.Sem dúvida, proteger a família das influências destrutiva do mundo exige muito trabalho e dedicação. Mas existe uma ferramenta que, mais do que qualquer outra, possibilita o sucesso: o amor! Esse combustível cria vínculos familiares fortes e faz dos nossos lares um refugio seguro e promovem a comunicação, que é a grande defesa contra as influências negativas O livro de Provérbios usa continuamente a expressão "filho meu", mostrando o calor, o amor e a importância no ensinamento de um pai temente a Deus. Quando tiver que corrigir seus filhos, faça-o com amor sincero. Diga-lhes que você tem que comunicar todo o conselho de Deus porque não pode suportar o pensamento de vê-los eternamente longe de Deus. Diga aos seus filhos: nós lhes daremos todos os privilégios que uma Bíblia aberta nos permitir dar, mas se lhes dissermos não, vocês precisarão entender que isso vem do nosso amor.Uma de nossas necessidades básicas é a de sermos amados , ou seja , precisamos nos sentir queridos pelos outros e o carinho manifestado pelo contato físico é uma forma eficaz de comunicação desse amor que necessitamos. Durante a gestação a mulher tem com a criança um contato único e poderoso para transmissão de amor e aceitação. São muito importantes os momentos de comunicação entre a mãe e a criança ou entre o pai e a criança com palavras de carinho dirigidas para o filho no ventre materno. Frases do tipo “Você é muito amado, meu filho, e estamos muito felizes por sua vinda.”, vão deixando na criança as lembranças da aceitação durante a gravidez e estas lembranças que ficam no inconsciente da criança contribuem para o seu desenvolvimento equilibrado. Não há nada ridículo em demonstrar amor, não importa qual a fase de nossas vidas. Com o desenvolvimento da criança dois momentos são muito especiais para que ela perceba que é amada, o primeiro é o beijo e o abraço ao se despedir e ao ser recebido pelo pai ou pela mãe antes e após a escola. Esta recepção demonstra que a escola não significa um afastamento nem uma perda de espaço em casa mas sim uma fase natural no desenvolvimento de toda criança. O segundo momento é a benção que o pai e a mãe devem dar para a criança antes de ir dormir. Este costume vem sendo esquecido e encarado como algo ultrapassado, O jovem que não é acostumado a receber carinho terá dificuldades de transmiti-lo quando for necessário, aos seus filhos, ao seus esposo ou esposa e até mesmo a namorados e noivos. Vivendo em família, com certeza os problemas surgirão, mas, em qualquer situação vale a afirmação bíblica: “O amor nunca falha” (I Cor. 13:8). Jamais deixe de expressar o amor que você com certeza sente pelo seu filho. Aproveite as oportunidades de expressar seu amor e dedicação pelos filhos, antes que essas oportunidades desapareçam. Mesmo havendo mal-entendidos, e é natural que eles ocorram, se os adolescentes tiverem certeza que são amados, corresponderam a esse amor.
30) Estimule a mentira. Prove, por ação, que a verdade tem pouco valor em sua casa.
A arma principal de Satanás é o engano. Ele tem prazer em ocultar a verdade e mascarar a mentira para que ela se pareça com a verdade. Ele é perito em destruir lares, usando sua bomba n°1: a mentira.Quando ele consegue afastar uma família da verdade, ele destrói o alicerce desse lar e por causa disso, muitas famílias te perdido os padrões de moral, de ética e de decência.Quase que inconscientemente, nas rotinas da vida em família, nossos filhos copiam de nós a sua "filosofia" básica de vida, sua maneira de viver. Suas atitudes fundamentais sobre si mesmos, o mundo e as outras pessoas. É de nós que pegam seus gostos, suas preferências, suas idéias sobre o que está certo ou errado, e os conceitos das cosas que lhe são mais caras na vida. Não somente isso, aprendem de nós com expressar seus sentimentos, seus temores, suas necessidades, seus desejos e ambições. A Bíblia nos recomenda falarmos sempre a verdade em amor (Ef. 4:15). Um ambiente familiar que gratifica e satisfaz tanto pais como filhos é aquele onde existem orientação e direção com segurança, respeito e amor, onde sempre se fala a verdade, com o propósito de comunicar pedindo ou dando ajuda, provendo assim a paz indispensável ao convivo familiar.O alvo dos pais cristãos deve ser educar seus filhos na verdade, para que eles sejam estáveis e maduros (ICor. 13:11: Ef 4:13-14)
Agora, quero apresentar algumas orientações que devem ser seguidas pelos pais:
 Antes de tudo, primeiramente você mesmo deve conhecer os Princípios de Deus, a Verdade que liberta;
 Ensine estes princípios (eles são a única e perfeita fundação para o real sucesso do homem!). Ensine com todo o seu esforço e paciência; (Sl 19:7).
 Seja um exemplo vivo de fidelidade ao Senhor, em palavras e ações; as crianças seguem exemplos. Seu filho será o adulto de amanhã e vai repetir as coisas que você faz hoje. Você é o agente de transformação responsável pelo adulto que seu filho se tornará.
 Comece a administrar a disciplina cedo. Pai e mãe devem aplicar a disciplina juntos;
 Permita que seus filhos ouçam você expressar louvor e adoração ao Senhor.  Dê a seu filho DVDs, CDs e livros com conteúdos edificantes
 Leia historias da Bíblia para eles
 Ensine seu filho a orar e o ajude os agradecer a Deus pelo alimento, pela vida, pelos avós, pela escola, pelos amiguinhos, por tudo;
 Sejam constantes nos cultos domésticos diários;
 Demonstre carinho e afeto; abrace e beije seus filhos;
 Ore e abençoe seus filhos;
 Encoraje seus filhos; Explique que não se pode ter tudo o que se deseja e esteja preparado para reforçar essa afirmativa freqüentemente;
 Estipule penalidades severas pela mentira e não deixe a mentira passar sem lidar com ela
 Ouça seus filhos
 Honre seu cônjuge na presença de seus filhos em cada oportunidade que tiver;
 Aja rapidamente quando houver desrespeito ou palavras imorais da parte de seus filhos;
 Esteja pronto a admitir seus erros e recomece partir daí;
 Assuma o compromisso de não deixar seu filhos passando horas a frente da TV ou do computador;
 Monitore o seu acesso ao Orkut e MSN e salas de bate-papo;
 Diga a seus filhos como eles são especiais e que a existência deles é importante para você;
 Mantenha os olhos abetos aos desenhos animados e nos games violentos;
 Converse com filhos sobre temas polêmicos como aborto e eutanásia;
 Ensine seus filhos sobre a santidade diária e o valor de seus corpos como templo do Espírito Santo;
 Prepare emocional e espiritualmente seus filhos para lidar com relacionamentos e com o sexo oposto
 Jamais encare o sexo como um assunto sujo, responda honestamente qualquer pergunta que seus filhos tenham sobre o assunto;
 Ofereça-se para ouvir musicas com eles e as avaliem juntos;
 Fique ligado em noticiais para discutir com seus filhos, em especial as historia das pessoas que cultuam e adoram a riquezas;
 Certifique-se que seus filhos ouvem bastante musica de boa qualidade, que exalta e louva o nome de Jesus;
 Ensine a seus filhos sobre a importância de orarem em nome de Jesus e o que isso significa; Não vá ao culto deixando seu filho em casa. Comece a fazer as coisas direito, levando seus filhos à igreja;
 Ensine seus filhos a ser reverentes sem ser rigorosos. Ajude-os a perceber que a adoração, o culto é uma atitude de coração, não do exterior;
 Incentive sobre a prática da mordomia cristã: dízimos e ofertas;
 Oriente seu filho, de forma prática, de como proceder em situações específicas, de problemas reais.
 Proveja discernimento sobre a natureza humana, sobre a historia do cristianismo, sobre as seitas e heresias, sobre termas diversificados. Existem bons livros bons livros de histórias e bibliografias já preparadas com este fim,
 Não sobrecarregue a agenda de seus filhos: hoje milhares de crianças estão estressadas, pois muitos pais, infelizmente, sobrecarregam a agenda dos filhos atribuindo-lhes inúmeras atividades para que se ocupem e de certa forma não sintam tanto sua falta. Não crie um estressado desde a infância, ajude-o a planejar seus horários, mas nunca o sufoque com atividades excessivas.
 Traga os amigos de seu filho para casa: essa é uma atividade de socialização essencial e também uma oportunidade para que você conheça os amigos de seus filhos. Faça com que seus filhos se sintam bem em receber os amigos no próprio ambiente, mas não tire a liberdade deles. Brinque de verdade: criança gosta de brincar e a brincadeira fica mais divertida quando os pais participam É possível ter mais tempo com seus filhos. Trata-se apenas de criar novos hábitos e inserir atividades simples na sua rotina. Não adianta ficar se culpando; encontre uma forma de conseguir equilibrar essas funções.
 Compareça às reuniões da escola: não existe nada mais triste para seu filho do que se preparar durante semanas para fazer uma apresentação e constatar sua ausência, enquanto os pais de todos os colegas estão lá. Isso é cruel. Empenhe-se o quanto for possível em comparecer, negocie horários com seu chefe, planeje com antecedência. Se mesmo assim não conseguir, converse com seu filho e peça a uma pessoa da família de quem ele goste muito que a represente. Ninguém substitui você, mas isso dará apoio à criança.
 Ajude seu filho na lição de casa: para participar da vida de seu filho, você deve lhe dar apoio quando ele precisa e demonstrar sempre paciência e disposição para ajudá-lo. Um bom exemplo disso é a lição de casa.
 Demonstre interesse pelo mundo de seus filhos: aproveite cada momento e faça brincadeiras, sobre o que querem fazer de bom, sobre o que não está bom, sobre os amigos ou qualquer outra coisa. Isso mostra seu interesse pela vida deles e elimina a lacuna de comunicação que muitas vezes criamos entre nós e nossos filhos.
Conclusão:
Querido pai não deixe que seu filho faça parte da população do inferno. Todavia, se seguirmos a pedagogia estabelecida pelo Senhor e ensinarmos aos nossos filhos o evangelho eterno, nossos filhos herdarão o céu por toda a eternidade, e a nossa aliança com o Senhor permanecerá por gerações. Não fazer nada apela educação religiosa de nossos filhos é uma atitude errada (Gn 18:19).Podem acreditar o maior desejo de Deus, é que devolvamos os nossos filhos, a herança que Ele nos deu, no dia da volta de Cristo. Para isso é preciso que busquemos a sabedoria que vem do alto. Com toda certeza o Pai que está no céu nos dará o conforto. Deus em seu infinito amor nos mostrou como agir, como falar como os nossos filhos e como ensiná-los no caminho que conduz à eternidade.. O propósito de Deus é que os filhos sejam fontes de bênçãos. Herança do Senhor são os filhos, fruto do ventre o seu galardão (Sl. 127:3). É responsabilidade dos pais ensinar e educar seus filhos no caminho do Senhor. Um relacionamento sadio entre pais e filhos é indispensável para o progresso espiritual destes. Nunca os pais devem encarar os filhos como um empecilho, escória ou coisa semelhante. No meu ambiente de trabalho secular tenho visto pais crentes tratarem seus filhos como verdadeiros tropeços em suas vidas. Culpam os filhos por tudo de errado que acontece. Os filhos por sua vez se sentem um lixo, e aí começa a tragédia familiar. O conselho do sábio Salomão é: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele” (Pv 22.6). Um grande erro de alguns pais hoje é querer ensinar o caminho do céu para seus filhos. A Bíblia não manda ensinar "o caminho", mas ensinar "no caminho". Parece não ter diferença, mas há, Pode se ensinar o caminho sem se estar nele? A criança vai observar o exemplo dos pais. Não adianta ensinar o caminho do céu, do temor do Senhor, da obediência a Palavra, se não andamos nesse caminho. A maneira mais eficaz de ensinar nossos filhos a andar no caminho santo é andar juntamente com eles. À medida que ensinamos vamos aprendendo também. Assim eles se sentirão motivados a caminhar tendo a companhia dos pais. Não resta dúvida de que o testemunho fala mais alto do que qualquer ação. Se quisermos ver nossos filhos como bons servos de Deus, teremos que ser bons servos de Deus primeiro. Eles nos observarão e seguirão nosso exemplo. Aqui vale o exemplo de Jesus, nosso mestre: tudo o que Ele ensinou aos discípulos, Ele fazia antes. Quando o dia começa com uma reunião familiar para se ler a Bíblia, cantar uns corinhos, orar e meditar na Palavra de Deus a criança recebe uma motivação maior para refletir em suas ações e compromissos. Assim ela dedicará menos tempo à televisão, ao vídeo game e outras coisas que não edificam e em compensação gastam mais tempo no devocional onde ela aprenderá mais do Senhor e de Sua Palavra. Não basta sermos pais precisamos ser amigos de nossos filhos. Quando o filho não vê em seu pai ou mãe um amigo, ele vai procurar em outra pessoa aquilo que não encontra em nós. Podemos tirar lições importantes de exemplos bíblicos para apontar os perigos do extremismo, seja nas restrições, seja na permissividade. Nem sempre é fácil equilibrar esses dois extremos. E diferentes filhos têm diferentes necessidades. Apenas vou ilustrar com dois exemplos bíblicos:
 Exemplo 1: Eli era sumo sacerdote em Israel e pai de Hofni e Finéias. Provavelmente o pai cumpria muito bem seus deveres sacerdotais pelos 40 anos que atuou ensinando a Lei da Deus ao povo (será que ele ensinou essa mesma lei a seus filhos?). Seus filhos não queriam nada com Deus e estavam interessados em apenas satisfazer seus apetites e desejos imorais. Além disso, cometiam atos depravados em lugar sagrado. Eli não teve coragem de destituí-los dos cargos oficiais que ocupavam: eles eram sacerdotes. Apenas deu uma repreensão leve. Por sua permissividade, Eli honrou seus filhos mais do que a Deus. Em conseqüência, a adoração pura e verdadeira a Jeová foi profanada e a toda a família de Eli foi duramente punida com a morte (I Sm 2:12-17; 22-25; 3:13,14; 4:11-22).
 Exemplo 2: Roboão é exemplo do outro extremo no uso da autoridade. Ela havia herdado um país com impostos altíssimos instituídos por seu pai, Salomão; o povo pagava o luxo do rei. Várias pessoas o procuraram e pediram para que ele removesse os impostos indevidos para que a condição do povo melhorasse. Todavia, ele não acatou as sugestões que lhe fora dada pelos conselheiros mais velhos e experientes e preferiu ouvir sua turma de amigos que o orientou a aumentar a carga tributaria mais ainda. Essa sua arrogância provocou a divisão do Reino em dois e a decadência e ruína temporal e espiritual de Israel que cada vez mais mergulhava na idolatria (I Re 12:1-21; II Cr 10:19)Devemos orar ao Senhor e examinar nossos métodos de educação dos filhos à luz dos princípios bíblicos (Sl 105.4). Além do mais, nunca perca as esperanças (Ec 11:6). Mesmo que nossos filhos estejam desviados ele retornará, como na parábola do filho pródigo (Lc 15:22-32) Querido pai, lembre-se que a sua família é um verdadeiro laboratório. Se você não tiver um bom relacionamento com seu filho, dificilmente ele será uma pessoa completa e realizada. Viverá só de aparências. Um bom pai teve que ser um bom filho. Portanto, procure viver bem com seus filhos, viver bem com toda a sua família primeiramente e depois com os outros.Finalizando, temos o dever de instruir nossos filhos no caminho certo (do Senhor) para que ao crescerem não se desviem jamais. Que Deus dê graça e sabedoria a todos os pais e mães, inclusive a mim, para sabermos criar nossos filhos como verdadeiros servos de Deus! A Ele a honra e Glória. Amém,
Gilvan Silva Santos.

Comentários

Olá. Gostei muito da postagem! Tenho 2 filhos e sou professora no ministério infantil onde congrego e achei sua postagem digna de parabéns! Realmente, me ajudou em alguns poucos pontos onde estava errando (graças a Deus q foram poucos! rsrs)
Posso publicar seu texto no meu blog? Se não puder ele inteiro, ao menos uma referência a ele com o link do seu blog. Se importa?
Deus continue abençoando sua vida!

Postagens mais visitadas deste blog

A UNIÃO ENTRE OS IRMÃOS

O Conflito entre Israel e os Palestino à Luz da Bíblia

Mateus 6:16-18