10.9.12

Cientistas desenvolvem possível “detector de bêbados”


Se você é daquelas pessoas que “enchem a cara” e conseguem disfarçar o excesso de álcool no sangue, cuidado: uma dupla de cientistas gregos está desenvolvendo um programa de computador capaz de identificar se uma pessoa está bêbada baseado em sua temperatura corporal.
Georgia Koukiou e Vassilis Anastassopoulos, do Laboratório de Eletrônica da Universidade de Patras (Grécia), explicam que o sistema poderá evitar julgamentos baseados apenas no comportamento da pessoa e dar evidências definitivas de embriaguez – o que facilitaria a aplicação de leis.
Uma das bases da pesquisa é o fato de que o álcool causa dilatação de vasos sanguíneos na superfície da pele, esquentando algumas áreas do rosto (como o nariz e as bochechas). Nem sempre isso é percebido apenas com o olhar. Uma câmera infravermelha, porém, consegue identificar essas áreas quentes com facilidade.
A dupla desenvolveu dois algoritmos, ambos capazes de identificar se uma pessoa bebeu demais com base em imagens “térmicas” de seu rosto. O primeiro basicamente analisa a cor (e, portanto, a temperatura) de áreas específicas do rosto e compara com uma base de dados contendo imagens de pessoas sóbrias ou bêbadas. Tecnologia similar já é usada em alguns aeroportos internacionais para identificar se uma pessoa está infectada por algum vírus que causa febre (como o da gripe, por exemplo).
Já o segundo algoritmo analisa todo o rosto da pessoa e identifica as diferenças de temperatura entre várias áreas – normalmente, quando a pessoa está bêbada, o nariz esquenta e a testa fica com uma temperatura mais baixa. Um dos desafios enfrentados pelos pesquisadores foi fazer com que os algoritmos fossem capazes de “reconhecer” as diversas partes do rosto da pessoa.
No futuro, é possível que os dois algoritmos sejam usados em conjunto para identificar em instantes quando uma pessoa entra embriagada em um local público e permitir uma ação preventiva para evitar que ela cause algum problema, por exemplo. Com informações do PAVABLOG

Nenhum comentário: