Programa de arte e cultura da FICC está contribuindo com a transformação social em Itabuna

O Programa de Arte e Cidadania (PAC) é uma ação de fomento e fortalecimento executada pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) que se propõe a formar jovens agentes multiplicadores por intermédio do programa “Agentes de Cultura e Cidadania” e incentivar artistas com o Projeto Arte e Cultura em Áreas de Interesse Social (PACAIS). Alguns dos objetivos específicos do programa, que já está em execução em diversos bairros da cidade, são a promoção da cidadania e inclusão social, a valorização do talento regional, o auxílio em seu desenvolvimento, além do fortalecimento das diversas formas de expressões e linguagens artísticas e culturais, o incentivo ao aprendizado e a prática das manifestações artísticas locais e universais. O Projeto de Arte e Cultura em Áreas de Interesse Social (PACAIS), por exemplo, abrange 10 oficinas artísticas, para um público de cerca de 700 pessoas somente este ano, ministradas por profissionais/artistas reconhecidos regionalmente, selecionados conforme critérios estabelecidos em edital. O PACAIS oferece cursos de Dança Clássica Contemporânea, Violão, Dança de Salão para Idosos, Bateria, Teclado, Instrumentos de Sopro, Dança de Rua, Teatro, Desenho e Pintura e Escultura. Os agentes atendem em cerca de 25 espaços diferentes da cidade em comunidades como Ferradas, Roça do Povo, Jaçanã e Monte Cristo com ações na área de cinema, dança, violão e contação de histórias. O projeto também será desenvolvido no presídio de Itabuna, por internos selecionados para atuar como multiplicadores de arte e cultura. Lá, serão desenvolvidas as oficinas de violão, flauta, canto e teatro. O público estimando entre aulas e mobilizações é de uma assistência a 3000 pessoas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A UNIÃO ENTRE OS IRMÃOS

O Conflito entre Israel e os Palestino à Luz da Bíblia

Mateus 6:16-18