10.9.13

FICC constata irregularidades de imóvel em Ferradas


A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) prossegue realizando um diagnóstico cultural na cidade para inventariar os equipamentos culturais disponíveis. Em uma das pesquisas de campo, uma equipe do projeto, acompanhada do Presidente Roberto José da Silva, constatou diversas irregularidades em um imóvel situado no bairro Ferradas, perto da Casa Jorge Amado.

O imóvel tem como procurador o Senhor Jorge Aloísio Ribeiro Sodré. O contrato de aluguel foi feito em nome da Fundação Cultural no ano 2000 e era renovado anualmente, porém sem reajustes em 13 anos. Ainda mais grave que a falta de reajuste é o desrespeito com o qual o patrimônio cultural do espaço era tratado. O imóvel está há mais de dois anos inoperante, ainda assim os alugueis foram pagos normalmente até outubro do ano passado pela gestão anterior. Os diversos documentos e equipamentos tombados da Prefeitura de Itabuna estão em péssimo estado de conservação, muitos irrecuperáveis.

Parte da promessa de gestão do presidente da FICC É ocupar os espaços da cultura, tomando providências cabíveis, como denuncia ao Ministério Público e encaminhamento. Como exemplo, o que foi feito com o Programa Ótico para a Infância (POPAI), que até dezembro de 2012 era gerido irregularmente pela FICC, incluindo pagamento de alguns funcionários, compras de móveis e aluguel do imóvel.

Segundo o Presidente DA FICC, Professor Roberto José da Silva, “mapear os espaços culturais da cidade nos dará condições de entender as necessidades da cidade no âmbito da cultura e saná-la numa ação plenamente democrática e cidadã”

Nenhum comentário: