1.5.13

Sejam nossas palavras, online e offline, sempre dirigidas pelo Espírito Santo


O que você tem escrito no seu Facebook, site, blog, instagram, twitter?

Faz ideia de quem pode estar lendo suas palavras e vendo suas fotos?

As PALAVRAS são as ferramentas mais poderosas que você tem à sua disposição para a construção ou destruição na vida dos homens.

Elas podem ser usadas para o bem ou para o mal.

Elas atraem a benção ou a maldição.

Elas são armas poderosas contra o mal ou arma de grande crueldade.

Palavras perversas quebram o espírito e esmagam a alma. Negligência para com as palavras é a marca do tolo.

Seja nas atualizações de status ou comentários do Facebook, tweets, posts de blog e seus comentários, conversas de salas de bate-papo, mensagens instantâneas ou de texto, discursos ou canções.

O homem piedoso tem por objetivo usar as palavras para o bem, de forma saudável.

A língua dos sábios derrama o conhecimento, mas o coração dos insensatos não procede assim. (Pv 15.7)

O coração do sábio é mestre de sua boca e aumenta a persuasão nos seus lábios. (Pv 16.23)

Filho meu, se o teu coração for sábio, alegrar-se-á também o meu; exultará o meu íntimo, quando os teus lábios falarem coisas retas. (Pv 23.15-16)

Como vaso de barro coberto de escórias de prata, assim são os lábios amorosos e o coração maligno. (Pv 26.23)

Mateus 12.34 diz que: “a boca fala do que está cheio o coração” e, nós devemos adicionar, os dedos digitam e teclam ou a caneta escreve. Outras pessoas podem e vão obter uma leitura acurada do nosso caráter a partir de nossas interações online.

As fotos ou posts que você comenta e os comentários que você faz servirão como uma janela da sua alma. Elas irão ver suas prioridades, seus apetites e suas inclinações postas a nu.

É por esse motivo que, talvez, não somente empregadores precisam checar os perfis online dos empregados em potencial, mas os pastores deveriam considerar os perfis dos membros potenciais. Esse é um caminho – não um caminho infalível – de avaliar o espírito que há em um homem, levando em consideração que os lábios amorosos podem esconder um coração maligno.

Filho meu, atende a minha sabedoria; à minha inteligência inclina os ouvidos para que conserves a discrição, e os teus lábios guardem o conhecimento. (Pv 5.1-2)

No muito falar não falta transgressão, mas o que modera os lábios é prudente. (Pv 10.19)
O mexeriqueiro descobre o segredo, mas o fiel de espírito o encobre. (Pv 11.13)

Pensa no que escreve por aqui.

"Tem visto um homem precipitado nas suas palavras?

Maior esperança há para o insensato do que para ele." Provérbios 29.20

"Quantas vezes não revelamos nossa ignorância ao comentarmos sobre algo que nós não conhecemos simplesmente porque nos foram dadas a oportunidade e motivação para fazer isso? Bloggers e comentaristas, frequentemente, falam sobre assuntos sobre os quais eles não possuem destreza ou competência. As mídias sociais podem se tornar uma diarreia verbal involuntária.

Esteja consciente de duas audiências: Deus e aqueles que vão ou podem vir a ler as suas palavras.
Elas honram a Deus? O que elas pareceriam se você as dissesse para a face de alguém? Para a humanidade, exclua tudo o que a tonalidade vocal e a linguagem corporal podem comunicar e considere o que suas palavras comunicam.

Dispor de tempo, considerar nossas reações, pesar nossas expressões, estarmos conscientes da nossa ignorância, falar o que é necessário, guardar o que não precisa ser revelado sobre nós mesmos ou os outros, será o caminho mais sábio e, provavelmente, irá angariar uma reputação mais valorosa a longo prazo." Traduzido por Kimberly Anastacio | iPródigo.com |

Oro hoje por você e por mim.

Que o Senhor nos dê a sabedoria necessária e o temor que nos projete do mal.
Sejam nossas palavras, online e offline, sempre dirigidas pelo Espírito Santo.
Seja o nosso silêncio a proteção que nos livra de nós mesmos.Seja o nosso coração um altar a Deus e nossa língua um freio que não nos deixe cair.
  
- Bianca Toledo
Fonte: Guia-me

Nenhum comentário: