17.10.12

O Segredo para a Vitória - "Não ore de acordo com o óbvio"


Por Gilvan Silva Santos

 Paulo conhecia as dificuldades que os cristãos de Éfeso estavam sofrendo. Essa cidade era o centro da idolatria pagã da época e centro de culto a Ártemis ou Diana, que eles diziam ser grande, conforme registrado em Atos 19:28: “Ouvindo isto, encheram-se de furor e clamavam: Grande é a Diana dos efésios!”. No ataque que os companheiros de Paulo sofreram nessa cidade, Paulo ao invés de orar pedindo proteção e livramento, ele orou pra que houvesse progresso e desenvolvimento espiritual na unidade dos efésios: “Por isso, também eu, tendo ouvido da fé que há entre vós no Senhor Jesus e o amor para com todos os santos, não cesso de dar graças por vós, fazendo menção de vós nas minhas orações, para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos conceda espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele, iluminados os olhos do vosso coração, para saberdes qual é a esperança do seu chamamento, qual a riqueza da glória da sua herança nos santos e qual a suprema grandeza do seu poder para com os que cremos, segundo a eficácia da força do seu poder; (Ef 1:15-19).
Mesmo nos importando com o que a pessoa está passando, devemos fazer orações em favor do Reino. Essas orações devem ser feitas para que a situação contribua para estreitar o relacionamento da pessoa com Deus. O apóstolo Paulo sempre orava para que o caráter das pessoas fosse em conformidade com a verdade do Evangelho; que as pessoas se parecessem mais com Jesus com sabedoria, discernimento e vida abundante no Espírito Santo. Novamente ele orou pelos efésios dizendo: “para que, segundo a riqueza da sua glória, vos conceda que sejais fortalecidos com poder, mediante o seu Espírito no homem interior; e, assim, habite Cristo no vosso coração, pela fé, estando vós arraigados e alicerçados em amor, a fim de poderdes compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que sejais tomados de toda a plenitude de Deus. (Ef 3:16-19).

É muito difícil, em reuniões de oração, vê alguém pedindo pelo crescimento espiritual de outro cristão. Normalmente já vamos com uma lista cheia de pedidos, como se estivéssemos indo ao supermercado e queremos resposta imediata da oração. Como precisamos orar para “que o vosso amor aumente mais e mais em pleno conhecimento e toda a percepção, para aprovardes as coisas excelentes e serdes sinceros e inculpáveis para o Dia de Cristo, cheios do fruto de justiça, o qual é mediante Jesus Cristo, para a glória e louvor de Deus. (Fp 1:9-11) Leia mais...

Nenhum comentário: