19.10.12

Folha de SP compara kit gay de Haddad com a cartilha de Serra

Uma reportagem da Folha On-line comparou o conteúdo dos materiais sobre diversidade sexual que geram polêmica entre os evangélicos e setores mais conservadores da sociedade brasileira.

O primeiro deles foi desenvolvido por ONGs ligadas ao movimento gay a pedido do Ministério da Educação que na época era coordenado por Fernando Haddad (PT). O kit anti-homofobia foi duramente criticado por parlamentares evangélicos e foi cancelado a pedido da presidente Dilma Rousseff em 2011.

O segundo material foi elaborado pelo Governo de São Paulo isso em 2009 durante o mandato de José Serra (PSDB). Ao contrário do projeto do MEC que seria distribuído aos alunos, o kit do Estado de SP foi distribuído apenas para professores, mas com um conteúdo bem parecido como comparou a equipe da Folha.

Apesar de serem projetos sem nenhuma ligação com os problemas da cidade de São Paulo, esses materiais entram em pauta depois que o candidato do PT à prefeitura de São Paulo passou a ser criticado por líderes evangélicos pela criação do chamado “kit gay”.
A imprensa logo encontrou o material elaborado por Serra, que também está no segundo turno, para questionar porque os evangélicos se aproximam mais do candidato tucano do que de Haddad se ele também elaborou propostas para discutir a homossexualidade nas escolas. Com informações Gospel Prime 

Nenhum comentário: