Testemunho: Ex-Padre, Pastor Nivaldo Lisboa

Pr. Nivaldo Lisboa Soares, ex-Padre Católico Apostólico Romano, de Governador Valadares – MG, nasceu em Rio Pombas MG, aos 12 de Outubro de 1957, em uma família tradicionalmente católica; com sua família rezava o terço todos os dias e participava assiduamente das atividades paroquiais.

Desde pequeno sentiu um forte chamado para servir a Deus através dos pobres e dos jovens envolvidos com drogas.

Aos dezessete anos entrou para o seminário Diocesano de Caratinga – MG, onde fez todos os estudos para ser padre, o curso de Filosofia e os quatro anos de Teologia.
Recebeu as ordens menores: o Acolitato e Leitorato, depois veio o Diaconato e finalmente o Presbiterato, quando foi ordenado Sacerdote Católico Apostólico Romano em 1982.
Ficou ligado à Diocese de Governador Valadares, onde trabalhou durante cinco anos, na Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, na Ilha dos Araújos e na Paróquia do Divino Espírito Santo em Divino das Laranjeiras.

Oque mais marcou a minha vida de Padre, foram os anos dedicados aos pobres e oprimidos e a construção do templo da Paróquia do Divino Espírito Santo, onde com a ajuda de toda a comunidade, o sonho virou realidade.

A conversão do Padre Nivaldo ocorreu no meio da missa, quando ele deixou um irmão presbiteriano, simples e humilde, pregar em sua igreja.
Ao levar o seu carro em uma oficina mecânica de Valadares, o Padre Nivaldo encontrou o irmão presbiteriano, Arcênio Batista Mendonça, e o convidou para pregar sobre dízimo em sua paróquia, ele foi e leu o texto de João 8:32 a 36, que está escrito: “E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará....., Se pois o filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”.

Além da pregação do Evangelho simples, clara, ungida e objetiva, oque mais tocou no Padre Nivaldo, foi que o irmão Arcênio não falou mal da Igreja Católica e nem que a igreja evangélica era melhor que a dele.
O irmão Arcênio após a mensagem perguntou: “Quantos aqui nessa missa, querem agora, aceitar a Jesus como seu único e suficiente Salvador e Senhor?”. Tocado pelo Espírito Santo, eu levantei a minha mão me entregando a Jesus, como meu Salvador e Senhor e comigo quase duzentas pessoas.

O Pastor Nivaldo depois de se converter foi batizado pelo Pastor Edvaldo Fernandes Cardoso (hoje promovido a glória); teve muitas lutas e desafios. Hoje, casado e residente em Minas Gerais. Tem realizado o trabalho de cruzadas, pregações e evangelização de drogados, indígenas e marginalizados do nosso Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A UNIÃO ENTRE OS IRMÃOS

O Conflito entre Israel e os Palestino à Luz da Bíblia

Mateus 6:16-18