24.4.13

Papa Chico I afirma: “O único caminho é Jesus”

O Papa afirma que entre cristãos há “bandidos
que usam a religião como um negócio”

Numa missa realizada em, 22 de abril, na Casa Santa Marta, o papa Francisco afirmou que na comunidade cristã existem “ladrões e bandidos que usam a religião como um negócio”.
Durante sua homilia, Francisco afirmou que no contexto do corpo de Cristo, “a única porta para entrar no Reino de Deus, para entrar na Igreja” é Jesus, e as pessoas que buscam fazer parte da comunidade sem entrar por essa porta, estão querendo “tirar proveito em benefício próprio”.
Segundo o papa da Igreja Católica, “na comunidade cristã há arrivistas”, que segundo ele, “fingem que fazem parte mas são ladrões e bandidos, já que roubam a glória de Jesus, buscam sua própria glória. Para eles, como os fariseus, a religião é um negócio”, alertou, de acordo com informações do G1.
O papa ressaltou ainda que os verdadeiros cristãos são “humildes, pobres, justos, mansos” e que devem ter como característica, “seguir as bem-aventuranças”. Francisco observou ainda que “há muitos caminhos, talvez mais vantajosos, para chegar, mas são enganosos, não são verdadeiros, são falsos. O único caminho é Jesus”.
Contra os críticos que possam rebater seu discurso classificando-o como inadequado, Francisco respondeu: “Alguns dirão, Pai, o senhor é fundamentalista! Não, simplesmente Jesus disse isso: ‘eu sou a porta, eu sou o caminho que dá a vida’. Só isso”, argumentou, antes de mencionar a ambição como uma fraqueza que leva os homens a crerem que são “donos deles mesmos e não ser humildes filhos e servos do Senhor”, e isso os leva a tentar entrar no céu “por outras portas ou outras janelas”.
-Não busquem outras portas que parecem mais fáceis, confortáveis. Chamem sempre a de Jesus. Ele jamais desilude, jamais engana. Jesus não é um ladrão, não é um bandido. Deu sua vida por nós e cada um de nós devemos pedir por favor que nos abra, que nos deixe entrar – orientou o papa.  Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Nenhum comentário: