Será que ainda existem apóstolos nas igrejas de hoje?


Qualquer servo de Jesus deve se preocupar em fazer a vontade de Deus da forma que Ele estabeleceu e não da nossa. O Senhor Jesus nunca trabalhou com multidões e Ele próprio escolheu doze apóstolos que seriam treinados diretamente por Ele para fazer conhecido o Eterno Propósito de Deus. Os doze discípulos/apóstolos (aprendiz) estão listados em Mateus 10:2-6: “São estes os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão, chamado de Pedro, e o seu irmão André; Tiago e o seu irmão João, filhos de Zebedeu; Filipe, Bartolomeu, Tomé e Mateus, o cobrador de impostos; Tiago, filho de Alfeu; Tadeu e Simão, o nacionalista; e Judas Iscariotes, que traiu Jesus. Jesus enviou esses doze homens, dando-lhes a seguinte ordem: - Não vão aos lugares onde vivem os não-judeus, nem entrem nas cidades dos samaritanos. Pelo contrário, procurem as ovelhas perdidas do povo de Israel”.  Essa mesma lista é também apresentada no Evangelho deMarcos 3:16-19 e Lucas 6:13-16, com algumas variações de nomes: Tadeu também era conhecido como “Judas, filho de Tiago” (Lucas 6:16), Simão, o Zelote também era conhecido como Simão, o cananeu. Judas Iscariotes, que traiu Jesus, foi substituído entre os doze apóstolos por Matias (Atos 1:20-26). Este não mais aparece em nenhum relato bíblico e ao que me parece representar um tipo de crente que predomina nas igrejas de hoje: o que não coopera com Jesus e não trabalha na Obra. Isso justifica a escolha de mais um apóstolo para compor a lista dos doze: o apóstolo Paulo.
         No nosso estudo do Livro de Atos, vemos que o Espírito Santo designou um grupo de homens, além dos doze, para desempenharem ministério específico na edificação do Corpo de Cristo. Isso deve ser conferido em Atos 13:2 “Certa vez, quando eles estavam adorando o Senhor e jejuando, o Espírito Santo disse: - Separem para mim Barnabé e Saulo a fim de fazerem o trabalho para o qual eu os tenho chamado.Entretanto, quero enfatizar que a origem de qualquer chamado não é pela vontade do homem, mas pelo próprio chamado específico do Senhor. Não quero polemizar, mas será que Deus ainda “separa” apóstolos hoje?
          Lemos no Manual do Fabricante, na Bíblia que a igreja é "edificada sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, sendo o próprio Cristo Jesus a principal pedra da esquina; no qual todo o edifício bem ajustado cresce para templo santo no Senhor, no qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus no Espírito" (Ef 2:20 à 22). Nesta passagem da Escritura percebemos claramente que o lugar dos apóstolos é o de fundação da igreja. Eles foram diretamente usados pelo Senhor para estabelecer a igreja no princípio. Acredito não ser mais necessário apóstolos para a igreja de hoje porque o Senhor Jesus não está mais construindo a fundação de sua igreja. Ela já foi bem firmada na Rocha – na verdade,estamos ajudando na edificação da Casa de Deus aqui na Terra e já está quase tudo pronto – as pedras vivas estão sendo colocadas.
          Além dos 12, somente duas pessoas são mencionadas explicitamente como sendo apóstolos no Novo Testamento: Paulo e Tiago, o irmão de Jesus e líder da igreja em Jerusalém (Gl. 1:19; 2:9). Paulo menciona claramente que Jesus apareceu ressurreto a Tiago (1 Co. 15:7), e sua liderança em Jerusalém evidencia que os apóstolos tinham reconhecido seu comissionamento direto por Jesus. Quanto a Barnabé (At. 14:4; 14)
          Seria impossível para alguém hoje ser um novo apóstolo, porque Paulo foi o último a ver o Senhor (1 Coríntios 15:7-9), e alguém tinha que ver o Senhor para ser qualificado, para ser escolhido pelo Senhor como um apóstolo (Atos 1:22). A presença de impostores modernos não nos deveria surpreender (2 Coríntios 11:13), mas precisamos testá-los e rejeitá-los(Apocalipse 2:2). Não temos novos apóstolos hoje em dia, cuidado com os que aparecem dizendo ser.   
          Aos que querem ser apóstolos na igreja de hoje, precisam satisfazer, no mínimo, os seguintes pré-requisitos:
1)    Eles precisariam ter visto o Senhor Jesus pessoalmente (1 Co 9:1, 2 Co 12:2). 
2)    Eles precisariam ser escolhidos e enviados diretamente pelo Senhor (Lc 6:13, Jo 6:70, At 9:15, 22:21). 
3)    Eles precisariam ser uma testemunha da Sua ressurreição (At 1:22, 1 Co 15:8, 15).
        De acordo com a Palavra de Deus, Paulo foi o último apóstolo e os dons ministeriais que ainda permanecem nas igrejas de hoje (ainda que haja diversos ministérios) são os de pastor (ou presbítero, ou bispo – os três termos significando o mesmo ofício no Novo Testamento) e de diácono.
          Lemos em João 7:3-4: Dirigiram-se, pois, a ele os seus irmãos e lhe disseram: Deixa este lugar e vai para a Judéia, para que também os teus discípulos vejam as obras que fazes. Porque ninguém há que procure ser conhecido em público e, contudo, realize os seus feitos em oculto. Se fazes estas coisas, manifesta-te ao mundo”. A própria família de Jesus, Seus irmãos, O aconselharam  a tornar-se conhecido de todos. A situação dos irmãos de Jesus durante Seu Ministério terreno era a seguinte: “Pois nem mesmo os seus irmãos criam nele” (João 7:5). Eles tinham o conceito que ainda perdura em muitos lideres hoje: fazer as coisas para divulgar a si próprio. Isso é totalmente oposto ao padrão de Jesus, que sempre buscava ocultar-se (Jo 7:6-10) e manifestar a glória de Deus. O Senhor Jesus não veio para Se exaltar, totalmente diferente do conceito presenciado em muitos “cultos shows”. Ele veio para Se humilhar e ser obediente até a morte, e morte de cruz (Fp 2:5-8).
          Mais tarde, dois entre os irmãos de Jesus, tornaram-se também Seus seguidores: Tiago e Judas (Mt 13:55; Tg 1:1; Jd 1), e foram autores das epístolas de Tiago e Judas respectivamente. Em ocasião mais adiante, mostraremos como ela acabou exercendo a liderança entre os apóstolos e presbíteros em Jerusalém (At 12:17; 15:2; 21:17-18).
          O Senhor está fazendo uma grande obra no meio daqueles que permitem Sua ação. Para isso, Ele não precisa de holofotes nem de nossa ajuda. Ele apenas necessita de corações quebrantados, disposto a obedecer. Foi Ele mesmo quem disse: “Porque a minha mão fez todas estas coisas, e todas vieram a existir, diz o SENHOR, mas o homem para quem olharei é este: o aflito e abatido de espírito e que treme da minha palavra (Is 66:2).
  •  Afirmativa-Chave: Não temos novos apóstolos hoje em dia, cuidado com os que aparecem dizendo ser.   
  • Pergunta Padrão:  Como ajudar na edificação da Casa de Deus aqui na Terra e colocar, nesse edifício, a Igreja, as pedras vivas, o homem espiritual?.

Unidos na mesma unção, na esperança da salvação.
Gilvan Silva Santos, servo do Deus Altíssimo em espírito, alma e corpo (I Tes 5:23)

Comentários

Anônimo disse…
Coisa boa essa texto do gilvan! Gloria a Deus por sua vida. Neto

Postagens mais visitadas deste blog

A UNIÃO ENTRE OS IRMÃOS

O Conflito entre Israel e os Palestino à Luz da Bíblia

Mateus 6:16-18