BBC admite zombar de Jesus, mas nunca de Maomé, de acordo com Mark Thompson

Mark Thompson, chefe da BBC admitiu que a rede jamais zombaria de Maomé como zomba de Jesus. Thompson justificou dizendo que o cristianismo suporta tudo, mas zombar de Maomé teria o mesmo peso emocional da pornografia infantil, já que Jesus tem pouca relação com questões étnicas.

Thompson também alega que a BBC jamais teria levado ao ar “Jerry Springer – The Opera” — um polêmico musical que zomba de Jesus — se o alvo fosse Maomé. As declarações polêmicas foram feitas durante entrevista para um projeto de pesquisa da Universidade Oxford.

“A questão é que, para um muçulmano, uma representação teatral, especialmente se for cômica ou humilhante, do profeta Maomé tem o preso emocional de uma grotesca peça de pornografia infantil”, afirmou Thompson. O porta-voz da BBC não quis comentar as declarações.

No ano passado, o ex-âncora da BBC Peter Sissons disse que é permitido insultar os cristãos na rede, mas que os muçulmanos não podem ser ofendidos. Sissons, cujas memórias foram publicadas numa série no Daily Mail, afirmou: “O Islã não pode ser atacado sob nenhuma hipótese, mas os cristãos, sim, porque eles não reagem quando são atacados”. O ex-apresentador disse também que os profissionais têm suas respectivas carreiras prejudicadas se não seguem essa orientação da BBC. Com informações de O Verbo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A UNIÃO ENTRE OS IRMÃOS

O Conflito entre Israel e os Palestino à Luz da Bíblia

Mateus 6:16-18